Para A Lenda; Meu Herói! Suivre l’histoire

sophiagrayson Sophia Grayson

Uma carta de fã se despedindo de um de seus heróis: Stan Lee. | Escrito no dia 12/11/2018 | Stan Lee (1922 - 2018)


Non-fiction Tout public.

#drama #carta #stan-lee
Histoire courte
1
2.6k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo Único - De sua fã

Caro e querido senhor Stan Lee,


Aqui quem escreve é uma fã sua desde a mais remota infância, mesmo não tendo conhecimento da existência do senhor naquela idade, me deu muita alegria. Lembro-me de tentar escalar paredes como o Homem Aranha e sempre me arrepiava toda quando minhas unhas iam contra a parede lisa. Como eu brincava de lançar teias e de certa forma me divertia vendo os filmes que a televisão passava várias e várias vezes.

Com os desenhos do X-Men não me sentia mais sozinha. Todos me achavam estranha por minha timidez, podemos dizer. Ou porque lia livros na hora do recreio e desenhava. Sem falar de meus outros problemas que não vou declarar para poupa-lo. E com o Professor Xavier e seus companheiros, me fez mesmo de forma infantil a não ter vergonha de ser eu mesma. Todos somos diferentes. Me sentia uma de sua equipe e que juntos mudaríamos isso. Minha personagem favorita deles é a Lince Negra, a Kitty Pryde. Sempre me chamou atenção não sei o motivo. Provavelmente por vê-la como uma forte moça.

Do Quarteto Fantástico o que mais amo hoje em dia e infelizmente teve sua revista descontinuada. Vi uma família unida mesmo com suas diferenças. E que jamais qualquer um deles se abandonariam. Gosto muito da Sue, ela é uma moça do início fofa, mas que evoluiu de maneira linda. Forte. E boa mãe. Seu lado maternal é incrível.

Claro que anos depois veio o Homem de Ferro, logo seguindo para os demais filmes. Quando foi lançado Iron Man 3 não me aguentei mais e fui nas bancas. Queria vê-los em suas revistas. E sinceramente prefiro mais elas especialmente as antigas, escritas pelo senhor e os demais escritores que fizeram seus clássicos.

Sempre deixando uma moral implícita ou explícita. O herói era humano e tinha falhas e problemas. Como qualquer outro chego-me a identificar com alguns personagens. Tony Stark e seus problemas com álcool no qual se afundava ainda mais na depressão e ansiedade. Me vi nas últimas duas partes. Se Tony Stark conseguiu vencer, um humano comum como nós, porque minha pessoa não conseguiria?

Talvez por isso também gosto da versão cinematográfica. Ele é mais quebrado ainda. E enfrenta ainda mais firme e forte todos os desafios.

Falaria do Daredavil que me marcou muito também. E agora ainda mais por está fazendo Direito. Todas suas quedas que foram muitas. Creio que um dos personagens mais sofridos da Marvel. E que nunca desistiu. Jamais. E no caso dele era mais forte ainda por sua deficiência.

Teria ainda mais outros o que tornaria em uma longa carta. E provavelmente cansativa. Mas Lee, eu te adoro! Você é um de meus grandes heróis. Sabe, tive uma coisa que aprendi ao longo dos anos. Nem todos os heróis usam uma capa ou tem superpoder. As ações, palavras e carinho, em todos os momentos das pessoas e em todas suas vidas fazendo-a seguir em frente e não desistir. Isso é ser um herói. Marcou minha vida de maneiras que nem sabe. E ainda me marca e sempre marcará.

Meu amor por gibis veio pelos seus filmes. Já lia muito antes, mas pelas histórias em quadrinhos foi pelo senhor. Obrigada! Como queria abraça-lo.

Soube quem você era nos filmes ainda criança, um pouco mais madura o que me fez ter um respeito e orgulho gigante pelo senhor. Leio tudo o que escreveu em seus antigos gibis com carinho, sempre refletindo o que o senhor queria passar em cada história. Mesmo que em suas entrevistas afirmassem que só escrevia para divertir as pessoas e que não tinha nada por trás. Mas, todavia, senhor Lee, suas histórias têm morais, não é? Percebi muito isso.

Vai achar bobo, mas tinha um sonho utópico de um dia poderia falar com o senhor. Te conhecer e escutar suas aventuras. Ver sua adorada esposa e ir as compras com ela. Muito bobo mesmo. Como iria até um homem famoso?!

Ou quem sabe te encontrar em uma Comic Con. Te abraçaria da mesma forma e agradeceria. Provavelmente essa seria a única frase a aprender de inglês. Já que não sei nada da língua. Pelo menos até agora.

Via o quando era uma maravilhosa pessoa pelos seus documentários. Sempre se importando com todos e batalhando pelos seus sonhos.

É uma inspiração de vida. Uma imagem a se seguir.

Bem, senhor Lee, não sei o que mais declarar o quanto que foi maravilhoso, o quanto que me ajudou e ajuda. Me inspirou e inspirará.

Obrigada por ter existido, obrigada por ter mudado nossas vidas. Obrigada por ser o que é pelo o que foi.

Desejo de todo o coração que onde quer que está, esteja em paz.

Sua perda é muito grande senhor Lee. Mas sempre lembrarmos do senhor. E tudo o que fez por nós. Te amo. De todo coração.


De uma fã e admiradora;


Sophia.

18 Août 2019 21:43:54 0 Rapport Incorporer 2
La fin

A propos de l’auteur

Sophia Grayson Só uma garota que gosta de escrever.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~