Gracias, Grazie Suivre l’histoire

niccax Neeca Ashcar

Encarar aquela carta um emaranhado de afeição e cólera fizera com que sentisse uma forte ânsia, o estômago vibrou. Observou pela última vez as poucas caixas deixadas na sala vazia, sentiu-se fraquejar, percebera ser tarde de mais, era tarde de mais aquela era a verdade.


Fanfiction Anime/Manga Déconseillé aux moins de 13 ans. © As histórias aqui postada são de exclusividade minha, Plágio é crime conforme a LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998 e Art. 184 do Código Penal – Decreto Lei 2848/40. Gracias, Grazie – 2017 – Nicca X Keehl

#universo-alternativo #carta #saint-seiya #cavaleiros-do-zodiaco #cdz #Shura-DM #máscara-da-morte #shura #bl #yaoi #Traíção #angst
Histoire courte
4
5.1k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo Único


Caro Paollo.
 Não sei como começar essa carta, sempre acreditei que fosse piegas esse tipo de conteúdo, entretanto começarei do início.
 
O amor; Que nos tira o ar e acelera o coração. Ao mesmo tempo  dá  e tira tudo que temos. O corpo treme, os  suspiros  escapam por nossos lábios. E tudo deixa de fazer sentido enquanto o mundo ganha por completo uma razão tão única e viva.  É tudo ou nada.  
 E mesmo com os mais brilhantes poetas tentando explicar o amor, ninguém consegue o fazer.
  
Elucidar: Qual a razão que o sangue bombeia mais rápido? Ou por que a pele ouriça? Por que não  enumerar  os atos ridículos que fazemos em nome do amor?
  E ainda me lembro, Paollo, me lembro como se fosse ontem aquele tempo, o tempo que com tamanha insensatez entreguei meu coração para você. Pego-me recordando quando nos encontramos na floricultura, você tão belo, vestido aquela calça justa preta que deixava seu traseiro lindo. Disse isso por diversas vezes, se lembra?
 
Me ocorre a mente, o sorriso largo os seus dentes branquinhos a mostra, as primeiras palavras trocadas, o sotaque Italiano forte nas palavras emboladas no pior espanhol ouvido em toda minha vida. E você me chamou para beber e por mais racional, não consegui conter o acelero cardíaco.  
 Você era o homem mais belo que vi em vida, com os olhos carmesins, e o rosto  milimetricamente esculpido pela Deusa Afrodite, você emanava pecado. O  nariz  longo e curvado a pele dourada e não esquecer dos lábios sorridentes e largos. O ar faltou e o coração falhou em meio aquele convite.
 E quem diria, justo eu, que meus amigos me chamavam de frio, me apaixonaria  à  primeira vista. Mas quem o visse com a malícia nos olhos rubro, o sorriso largo e no sotaque fajuto, diria “Shura usted perdeu o juízo!”. E perdi Paollo, perdi por completo, perdi por você.
 
Fora  Shakespeare  quem disse: Tarde demais o conheci, por fim; cedo demais, sem conhecê-lo, amei-o.”
 E Shakespeare ilustrou nosso romance, séculos antes. Agora você Paollo deve está se questionando o motivo que escrevi essas curtas linhas se foi eu mesmo que rompi o nosso (nuestro, nostro como sempre dizíamos.) relacionamento. Dizer-lhe que em nenhum momento desperdicei nosso tempo, dizer-lhe que quando você reclamava que eu era frio ainda sim estava para você e com você. E sempre estaria.
 
Deixar claro que mesmo sem lhe dizer: Eu te amei com cada pedacinho do meu ser, te respeitei, me doei por inteiro e em nenhum momento deixei de faltar com tamanho respeito para conosco.
 E mesmo assim não fora o suficiente!  Até  hoje não entendo o que você queria. Falsas promessas? Como as que me iludiu. Ou que eu fosse qualquer um menos eu?
 Apesar de tudo, nosso relacionamento não fora um erro, não me arrependo um dia sequer de ter entrado naquela floricultura há seis anos. Mesmo com toda a traição  do final, ainda assim me senti vivo, amado e por mais ridículo que essas últimas palavras represente eu aprendi a amar. E de tudo que vivemos essas imagens sempre estarão tatuadas em minha alma, o seu cheiro preso em minha memória e sua traição tão viva que me fará mais forte.
 Gracias Paollo, grazie de coração por tudo, por mais destorcido que possa parecer. Eu não sei até quando, te amo, de maneira tão lúcida, ainda que confessar faça doer até partes de meu corpo que nem imaginava existir, eu te amo.
 Gracias Paollo, grazie.
 
Shura.”


***

Encarar aquela carta um emaranhado de afeição e cólera fizera com que sentisse uma forte ânsia, o estômago vibrou. Observou pela última vez as poucas caixas deixadas na sala vazia, sentiu-se fraquejar, percebera ser tarde de mais, era tarde de mais aquela era a verdade (ou como diriam se estivesse tudo bem: Verdad, verità), não estava, os dedos cruzaram um no outro, ao encarar o papel de parede cinza e uma risada melancólica deixou o fundo da garganta, amarga. Havia posto junto ao outro aqueles papéis de parede no último verão.
 E mesmo após fazer sua escolha ainda sim sentiu o coração bater forte e quase parar por sequência. Levou as mãos aos fios grisalhos, jogando-os para trás, pegou as três últimas caixas, encarou uma vez mais o aposento vazio e antes de passar a mão pelo disjuntor, exclamou baixinho:
 — Grazie Shura, gracias!


5 Mai 2018 17:01:07 2 Rapport Incorporer 2
La fin

A propos de l’auteur

Neeca Ashcar Escrevo uma par de coisas voltado ao publico LBGTQI+. De romances bonitinhos ao que der na telha, cheio de dor e sangue. Não espere constância! ;) Já ouviu a palavra de kakaGai hoje? Mama NagaIta. Best da Sata Nath! Melhor pessoa desse universo! <3 Perfil no Wattpad e no Nyah. ;)

Commentez quelque chose

Publier!
Di Angelo Di Angelo
Olha eu aqui terminando de ler uma fic de um anime que eu ainda vi, mas vou ver, só porque foi você que escreveu e terminei sem nenhum arrependimento. O modo como você descreveu o sentimentos do Shura foi muito boa. Além do mais eu amei que você fez com que ele saísse do relacionamento com a certeza de que apesar de tristes as lembranças e todos os momentos ainda não esquecidos serviriam para deixá-lo mais forte. E a parte do Paollo onde ele percebe que não tem mais tempo pra se arrepender também ficou surpreendente.
15 Août 2018 19:35:54

  • Neeca Ashcar Neeca Ashcar
    Olha eu encontrei mais um comentário que jurava ter respondido meses atrás, acho que essas coisas só acontecem comigo! 🤦 AHHHH vou printar essa sua fala e jogar na sua cara as férias inteiras! Até a gatona decidir assistir cdz!😏 Essa é das séries de fanfics que dei cop coli do Spirit e joguei sem revisar, eu lembro que tava lendo 13 reasons why quando escrevi essa fic, que livro bosta, mas pelo menos li em um dia. 💁 Do nada me deu uma inspiração monstruosa sobre traição e joguei essa bem na cara das pessoas, hahahaha. O Shura é muito pé no chão no anime sabe? Ele tem um foco ele vai para cima mesmo que isso custe a vida dele, e quando ele percebe as coisas de errado que ele fez tipo ele volta a si e abdica de todo o mal, pq ele é o cavaleiro mais fiel a Atena. E dá para notar todas essas pequenas coisas com tudo que se tem dele no anime. E talvez por tudo isso que ele seja fiel às boas memórias que ele teve em todo seu relacionamento com o Máscara da Morte, aqui. Já o Paollo, meu amor Paollo, dono da minha alma, esse é meio orgulhoso demais, nunca de onstra arrependimento, mas do nada sem motivos se torna uma manteiga derretida! 💁🤷 Isso, pq o bonito é o cavaleiro mais frio! 🤦 Então eu trouxe esse arrependimento dele longe do Shura lendo a carta, pq sei que ele nunca falaria isso para ele, talvez se fosse o Afrodite ele falasse, mas como é o Shura e o Shura é frio para cacete ele não conseguiu demonstrar isso. Fiquei mega feliz com o seu comentário, AHHHH, eu sou feliz com todo os seus comentários! 💚 Gracias amorzinho, beijinhos 😘 18 Décembre 2018 09:13:21
~