misayama Misayama

Mirian escreve uma carta para a pessoa que mais ama, para sua linda esposa com os olhos esmeralda, para a luz mais radiante de sua manhã..


LGBT+ Déconseillé aux moins de 13 ans.

#amor #lgbt #carta
Histoire courte
17
7.4k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Com amor, Mirian


Talvez aqueles sentimentos de anos atrás se tornassem fortes demais ao passar dos anos, o caminho para seu coração foi difícil, sabia? Não que eu esteja reclamando, longe disso, foi divertido ver suas expressões a cada vez que eu a incomodava, as faces que você faz quando assiste aquele seu programa de TV favorito me fascina você fica tão fofa com suas bochechas avermelhadas por ter rido demais daquela piada sem graça. Quando você acorda de manhã e seu rosto está com aquelas marquinhas de sono, que claramente indicam que você teve uma das melhores noites de sono da sua vida, e acaba ficando com raiva por eu está a encarando demais, dizendo que está feia e que estou proibida de olhá-la, mas meu bem... Você é a mulher mais linda que já vi, não se preocupe, encaro você, pois até mesmo sonolenta continua encantadora.

Ainda lembro-me do nosso primeiro encontro, aquele que fomos ao subway e depois no cinema, aquele encontro foi típico de fanfiction. No entanto, estávamos ansiosas demais para assistir o filme, não imaginava que o final seria tão triste, não imaginava que teria seu pequeno corpo envolvido pelo meu, não imaginava que sentiria suas lagrimas e veria seu pequeno “desespero” pelo Gus ter morrido e deixado a Hazel. Você murmurava que aquele funeral fúnebre era um sinal, ele já não havia mais esperança. Peguei suas bochechas rechonchudas e avermelhadas com minhas mãos, encare seus olhos marejados e beijei seus lábios, nosso primeiro beijo como um casal, meu primeiro beijo. Tive varias primeiras vezes como você, nunca havia roubado sequer uma barra de Twix no mercado e você me corrompeu até esse ponto, pensando agora, fomos corruptas. MEU DEUS MARIENE, SOMOS CORRUPTAS!

Desculpe pelo desespero ali em cima, mas continuando no nosso encontro, Mari, aposto que nem deve lembrar-se dos olhares assassinos que levamos quando começou a falar do final de “A culpa é das estrelas”, a gente fez o pessoal desistir de assistir o filme. Não vou negar que amei isso, que leiam o livro babacas! Também não posso falar nada, só lemos o livro depois que vimos o filme e aquele livro estava caro, meu bolso dói até hoje. Mas... Não há nada nesse mundo que eu não faça por você né? Ei, meu amor, agora estou olhando para nosso álbum de casamento, estávamos tão lindas, seu vestido branco realçava sua pele amorenada, seus lábios pintados com aquele vermelho faziam-me querer te beijar muito antes da mulher dizer “Agora beije a noiva”.

Lembra-se da nossa lua de mel? Aquela que deu quase errado por um erro de digitação em seu nome na hora do cheking-in? O sol do Havaí estava de matar naqueles dias, mas o mais incrível disso tudo foi ter visto VOCÊ surfando! Fiquei chocada, minha esposa sabia surfar e ela não havia me dito nada e se você fosse uma campeã? Continuaria me escondendo isso? Ok, você não estava escondendo, só esqueci-me de perguntar os seus hobbys, pois estava muito distraída pela cor de seus olhos esmeralda. Tenho que terminar essa pequena carta, meu bem, a enfermeira acabou de avisar que já irei para a cirurgia, mas antes de ir... Quero dizer que se, eu disse SE, seu eu não voltar daquela sala cirúrgica, por favor, não desista de encontrar sua felicidade novamente, não se prenda somente a mim, conheça o mundo por nós duas, encontre uma mulher linda e amável, brincalhona e que ria das suas piadas sem graças, que diga o quão linda você fica quando acorda, que diga o quão importante você é para a vida dela. Procure se manter saudável, não chore por mim todos os dias, não se martirize fazendo meu café da manhã, você sabe que o que estou pedindo é difícil, mas entenda que também é difícil para mim.

Desculpe por estarmos repetindo a historia de Augustus e Hazel, não era minha intenção. Maldita genética familiar, impedindo-me de ficar velha ao teu lado., maldito câncer que ataca meu sistema, sei que já não irei voltar, sinto isso em meu interior. Sinto um aperto em um coração e alivio ao mesmo tempo, pois dói demais, meu corpo está cansado... Só quero descansar.

Mariene, não desista de sua felicidade! Mariene perdoe-me por te deixar, estarei sempre com você.

Com amor, Mirian.

19 Mars 2018 03:44:39 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
4
La fin

A propos de l’auteur

Misayama É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante. - Friedrich Nietzsche

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~