O último adeus Suivre l’histoire

hinakura Isabela Ehlert

A morte é uma das piores fases da vida, mas eu nunca me arrependeria de ter salvado quem amo.


Fanfiction Tout public. © Plagio é crime!

##Morte ##MinaKushi ##Kushina ##Minato ##Naruto
Histoire courte
4
7.0k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo único

Não tinha palavras para expressar minha dor. Meus sentidos estavam comprometidos e eu só queria olhar para meu filho. Uma última vez. Eu queria poder vê-lo, comemorar seus aniversários, ouvir suas primeiras palavras e sorrir ao ver que ele se graduaria como gennin. Apenas consegui passar tudo que eu queria que ele ouvisse ao longo do seu crescimento, minha voz estava calma, meu coração apertado por ter que falar agora, coisas que eu queria ter tempo de sobra para repetir quantas vezes precisasse. Minato estava aqui e ouvia pacientemente tudo que eu falava para nosso pequeno Naruto. Eu o amava tanto que chegava a doer ter que deixa-lo assim, tão pequeno e frágil. Meu pequeno filho.

- Kushina... - dizia Minato com um pouco de dificuldade - irei selar a Kyūbi nele agora.

- Tudo bem - respondi ainda chorando e sorrindo tristemente - Naruto, a sua vida não será fácil, mas, sei que conseguirá passar por tudo isso, eu não poderei vê-lo crescendo mas em algum momento você vai saber toda a verdade e nos encontraremos até lá, então, estarei cuidando de você onde quer que eu esteja, eu te amo Naruto.

Minato pousou a mão no meu ombro e sorriu como se estivesse dando apoio, sorri fracamente de volta. Ele fez os selos necessários e selou metade da Kyūbi no nosso pequeno e a outra metade em si mesmo. Naruto começou a chorar e meu coração se partiu, não conseguiria ver ele chorar. Logo a Kyūbi desapareceu e a garra em que eu e Minato estávamos atravessados sumiu também, mesmo fraca e altamente debilitada, arrastei meu corpo até Naruto, pousei minha mão no seu pequeno rosto e tentei acalma-lo.

- Está tudo bem meu filho, não se preocupe - sorri gentilmente e ele ainda estava de olhos fechados - espero que tenha lindos olhos azuis meu amor, a mamãe adoraria vê-los antes de partir.

Assim que falei ele logo abriu suas lindas esferas azuis como o céu, me permiti chorar ainda mais e fiz um pequeno carinho na sua tão frágil cabeça. Meu coração estava derretido ao ver ele olhando para mim, estava me sentindo tão culpada de deixa-lo e isso me matava por dentro.

- A mamãe te ama tanto, tanto - minha visão estava embaçada e só via suas lindas orbes olhando para mim com curiosidade - irão cuidar bem de você Naruto, eu sei que vão.

Afastei minha mão e as correntes que antes faziam uma grande barreira para conter a Kyūbi desapareceram. Sandaime-sama veio correndo em minha direção e eu o olhei com um sorriso gentil. Era um bom homem, com certeza realizaria meu último pedido.

- Cuide do meu filho, por favor Sandaime-sama, ele é a coisa mais preciosa que eu tenho na vida - disse apontando para ele e mais lágrimas descendo. - não se preocupe comigo, já é a minha hora de partir, mas, por favor, tome conta do meu filho.

- Kushina, eu cuidarei do seu filho, não se preocupe - ele sorria gentilmente. - qual o nome dele?

- Naruto - sorri e olhei mais uma vez para meu pequeno - Uzumaki Naruto.

- É um nome bonito, cuidarei do Naruto. - dizia ele já deitando meu corpo no chão e indo pegar meu filho.

- Sandaime-sama, trás ele aqui, por favor - pedi enquanto tentava inutilmente levantar.

Ele trouxe Naruto para perto de mim como eu havia pedido e eu lhe dei um beijo na testa.

- Esse será nosso adeus meu amor, nos vemos daqui a alguns anos. - comecei a chorar novamente e Naruto já dormia tranquilamente. - Sandaime-sama, leve o Naruto daqui, deixe ele descansar, ainda é um recém nascido.

- Mas Kushina, você... - Ele tentou rebater mas o cortei.

- Ja está na minha hora, só cuide dele - me afastei dos dois e fui para perto de Minato que respirava com dificuldade, parecia estar querendo se manter vivo apenas para nos ver, pela última vez.

- Eu nem consegui me despedir dele. - disse Minato visivelmente chateado.

- Minato... - respirei fundo limpando a garganta. - eu te amo, nos encontraremos e eu cuidarei de você e juntos estaremos cuidando do Naruto.

- Kushina... - dizia ele com dificuldade - eu não vou aguentar por muito tempo, então, onde quer que fomos, estaremos juntos, eu nunca mais me separaria de você...

Uma fisgada de dor me atingiu.

- Minato, estaremos juntos tudo bem? Sempre... - sorri mais uma vez para ele e as lágrimas vieram com mais intensidade. - estaremos olhando nosso pequeno Naruto, juntos.

Mais uma fisgada de dor, olhei para os lindos olhos de Minato, iguais aos de Naruto, aqueles olhos em que eu me apaixonei perdidamente, que me encantaram e me fascinaram, estavam, perdendo a vida. Os olhos sempre tão cheio de vida estava se apagando, e com isso não pensei duas vezes antes de chegar mais perto dele.

Olhei no fundo dos seus olhos e lembrei de quando nos conhecemos, quando nos olhamos pela primeira vez, quando ele me salvou de ninjas que queriam me sequestrar, do nosso primeiro beijo e de quanto decidimos que iríamos ficar junto para sempre. Lembrei também de quando ele anunciou que seria o novo quarto hokage e eu fiquei tão feliz que poderia explodir. A morte não é fácil e saber que vai morrer é uma sensação angustiante, eu queria salva-lo, mas, não podia, não havia nada que poderia fazer. Estávamos chegando perto do nosso fim e isso não poderíamos mudar mais.

Despertei de minhas memórias e já vi, o sorriso que eu tanto amava sumir de seus lábios, o coração tão bom e sincero parando de bater, e seus olhos, eu nunca esqueceria da sua expressão perdendo vida. Acariciei seu rosto gentilmente.

Mais uma fisgada de dor.

- Minato... - proferi seu nome com dificuldade - me espere, eu estarei lá com você onde quer que esteja.

Ele se permitiu sorrir pela última vez e sussurrou suas últimas palavras.

- Kushina e Naruto.... eu amo vocês, nunca se esqueçam - e assim ele se foi, tão veloz quanto o jutsu pelo qual era conhecido. Uma dor tomou conta de mim, era nosso adeus, nossa última despedida... Não seria como se estivesse partido em uma missão, não! Dessa vez, o adeus seria definitivo.

A última fisgada de dor me atingiu e eu apenas a abracei. Meus órgãos estavam comprometidos seriamente e eu sabia que não iria sobreviver, então, me permiti derramar a última lágrima antes de... morrer.

- Naruto... Minato - os dois homens de minha vida. Os que dei e daria a vida quantas vezes precisasse, porém, agora Minato se foi e eu não pude fazer nada, só queria que Naruto estivesse bem, logo eu me juntaria ao Minato e estaríamos observando nosso pequeno.

Não tive medo, apenas a abracei e aceitei meu destino, o preço para proteger quem eu amo e eu faria tudo novamente.

Com a força que eu ainda tinha, levei minha mão até a de Minato. Já estava fria, o que fez meu coração apertar ainda mais e me despedaçar. As entrelacei e fiquei até o último instante olhando para sua face, agora séria e com os olhos fechados. Uma sensação incômoda se apossou de mim e eu sabia que havia chegado a hora.

Sorri antes que a morte me levasse. 

26 Février 2018 16:46:10 3 Rapport Incorporer 4
La fin

A propos de l’auteur

Isabela Ehlert At� a pr�xima

Commentez quelque chose

Publier!
Margot Sorensen Margot Sorensen
Oi oi oi!! Nossa, eu tô apaixonada por sua história... Confesso que chegou a escorrer uma lágrima! Eu nem sei o que dizer, só parabenizá-la por essa história que tirou me fôlego!!
August 02, 2018, 17:37
Vanessa Joynelly Vanessa Joynelly
Amei de verdade, ai me emoçou mesmo! parabéns!
February 26, 2018, 17:10

  • Isabela Ehlert Isabela Ehlert
    AAA, fico muito feliz que tenha amado e que te emocionei. A história MinaKushi emociona qualquer cidadão. Obrigada pelo elogio e desculpe a demora!! ❤❤ March 05, 2018, 15:15
~

Histoires en lien