maxrocha Max Rocha

Vivemos tempos sombrios, nos quais o fanatismo político nos torna cegos e facilmente manipuláveis.


Non-fiction Tout public.

#cultura #cidadania #discernimento
Histoire courte
0
485 VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Não tenha ideologia

Ideologia: Ciência da formação das ideias. Tratado sobre as faculdades intelectuais.

(Dicionário Priberam da Língua Portuguesa).



No longínquo ano de 1789, durante a Revolução Francesa, surgiram os termos direita e esquerda, quando os simpatizantes do rei e seus críticos que pregavam a revolução sentavam-se respectivamente à direita e à esquerda do presidente da assembleia nacional.


Em teoria, a direita política aceita a hierarquia social e a progressão pelo mérito individual, defendendo um estado mais enxuto e com menor interferência na sociedade. Correntes mais recentes, denominadas liberais, aceitam o controle estatal sobre aspectos essenciais como saúde e educação.


A esquerda política defende a igualdade social e se preocupa em teoria com a proteção dos indivíduos nascidos com desvantagens. Professa a maior participação do estado na sociedade.


Lendo e relendo seus preceitos e conceitos, tanto a direita como a esquerda possuem bons argumentos que justificariam possibilidades de engrandecimento humano e social, historicamente elaborados por ideólogos vários, os quais certamente albergariam a solução para todas as dificuldades do cotidiano. A vida estaria resolvida para quem engrossasse suas fileiras.


Todavia, o papel a tudo aceita.


A história da humanidade testemunhou e continua a testemunhar o surgimento e a ascensão de inúmeros regimes políticos de orientação ideológica de direita (conservadores) ou de esquerda (progressistas).


O bonapartismo, franquismo, peronismo, fascismo, nazismo, além de recentes arremedos de ditaduras sul-americanas são exemplos de movimentos conservadores. Por outro lado, o marxismo, leninismo, comunismo e socialismo são representantes de correntes consideradas progressistas.


Na realidade, em contrapartida ao Eldorado prometido pelos ideólogos, o que se viu na historiografia foi a chegada e a permanência prolongada no poder de líderes insanos e belicistas, responsáveis por milhões de mortes, guerras e sofrimento social incomensurável.


Propositalmente misturados entre si e oportunisticamente respaldados por preceitos ideológicos, quem pode ficar impassível à simples menção de nomes como Hitler, Stalin, Mussolini, Mao Tse-tung, Pinochet ou Fidel Castro, isto citando apenas alguns tiranos miseráveis que se locupletaram às custas da tragédia social? Importa à qual ideologia eles se submetiam? Ou teriam estes monstros apenas se aproveitado, em benefício próprio, do ingênuo altruísmo de quem os seguia? E, como se não bastasse a constatação histórica da insanidade, o culto ainda presente ao "Il Duce" Mussolini na Itália ou à asquerosa múmia insepulta de Lênin em Moscou atestam a perigosa cegueira perpetrada pelas correntes ideológicas. Haja vista o infame Putin e sua tragédia bélica contemporânea, a perpetuar essa cadeia asquerosa de megalomania e desprezo pela vida humana.


Não tenha ideologia. Não acredite em tudo que você lê ou ouve. Não siga a manada. Faça seu próprio caminho. Pense com sua própria cabeça. Não acredite em coisas estúpidas, defendidas por indivíduos ignóbeis e ignorantes.


Seja honesto. Escute opiniões alheias, mas desenvolva seu próprio senso crítico. Leia bastante. A cultura é uma arma eficaz contra a manipulação e o espalhamento de informações falsas. Até mesmo sua vida e sua saúde podem depender disso. Acredite na paz social, respeitando as diversidades. Tenha fé e espiritualidade. Acredite num ser divino e superior.


A recompensa pessoal e social só virá pelo trabalho. Acredite, não há mágica nem atalho.


Paz e prosperidade a você que perseverou até aqui.


12 Novembre 2022 15:17:54 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Max Rocha Médico e escritor amador, a procurar nas letras um alento para o cotidiano. Especialização na área do envelhecimento, mas com contato frequente com diversas faixas etárias, familiar e profissionalmente, fato inspirador de diferentes motivações literárias. Interesso-me por ficção histórica e científica, suspense, misticismo e mistério com um toque de humor. Às vezes enveredo pelo tom crítico e motivacional. Escrevo ouvindo música instrumental relacionada com o tema no Spotify.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~