danny94line Danny Tempest

Stiles está indo embora de Beacon Hill, apenas uma pessoa é capaz de fazer o mais novo muda de idéia, será que Derek chegara a tempo de o impedir? ou será que ele deixara seu grande amor ir embora sem saber que o sentir por ele?


Fanfiction Série/ Doramas/Opéras de savon Déconseillé aux moins de 13 ans.

#sairdebeacon #derek #stiles # #sterek
Histoire courte
0
828 VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo único


" Olhando para o teto no escuro

O mesmo velho sentimento de vazio em seu coração

O amor chega devagar e passa muito rápido

Bem, você a vê quando dorme

Mas para nunca tocar e nunca manter

Porque você a amava muito." — Let Her Go





Um zumbido penetrante atravessou os tímpanos de Scott McCall. O jovem sacudiu-se na cama tentando livrar-se das últimas volutas do sono deu um golpe seco em seu despertador, mas o barulho continuava. Virou-se ainda sem abrir os olhos e deslizou seu braço pela cama. O garoto tentou voltar a dormir mais o maldito barulho não o deixava, olhou para a fonte do zumbido e constatou ser seu celular. Scott teve que fazer um grande esforço para pega o aparelho, que mostrava uma foto do seu melhor amigo e seu nome piscando


— Oi Stiles, tudo bem? — Scott perguntou ao amigo assim que atendeu.


— Oi Scott, você ainda está dormindo? Já são quase dez horas! — indagou Stiles no outro lado da linha.


— Cala a boca Stilinski!! — Scott resmungou e ambos começaram a rir. — por que está ligando? Aconteceu algo?


Stiles ficou em silêncio por alguns instantes antes de responder.


—Nada de muito importante, só queria avisar que estou indo embora, Vou para a Irlanda, visitar alguns parentes — Stiles falou com tristeza.


— Parar de brincadeiras Stiles! — Pediu Scott estranhando aquela confissão.


— Não estou brincando Scott, eu já estou no aeroporto, meu vôo sai daqui a uma hora — explicou Stiles. — eu vou embora e talvez eu não volte mais...


A afirmação foi como um banho de água fria para Scott, que em seu quarto, sentado em sua cama, sentiu em seu coração o peso daquelas palavras, não podia acreditar. Não queria acreditar que seu melhor amigo estivesse mesmo indo embora, seus olhos marejaram-se.


— Deixa disso Stiles, essa brincadeira não tem graça! — gritou Scott, a dor consumia seu coração.


— Eu sei que não tem graça Scott!, eu estou falando sério! Só liguei para me despedir — A voz de Stiles saiu como um sussurro, mas o amigo escutou.


— Porque Stiles?.... porque está indo embora?... nós precisamos de você.... eu preciso de você... — Perguntou Scott contendo os soluços enquanto algumas lágrimas rolavam por seu rosto.


— Você não precisa de mim Scott, você é forte... ninguém precisa de mim, eu só faço atrapalhar vocês... sou apenas um peso morto. — Respondeu Stiles tentando disfarçar sua voz, mas Scott percebeu que seu amigo chorava.


— Você não é um peso morto Stiles! Você é meu melhor amigo, é o meu alicerce, porque realmente está fazendo isso?! — Scott exigiu saber, mas por algum motivo já sabia o por que de seu amigo está indo embora, então o questionou. — É por causa do bastardo do Derek? Eu vou matar aquele idiota cego!.


— Isso não tem nada a ver com o Derek, Scott — Stiles tentou desconversar, que não passou despercebido pelo amigo.


— Você já falou pra ele? Já disse que o ama, Stiles? — Perguntou Scott com uma voz cansada, limpando algumas lágrimas.


— Eeu... não Scott, eu não disse, não tenho coragem. Afinal como é que eu posso ter coragem para falar com ele sobre essa paixão, se eu sei que morrerei se ele dizer "não". Dói Scott, dói um bocado ficar aqui observando, talvez longe, só talvez afastado, possa doer menos, possa tornar mais fácil esquecer. Por isso tenho que ir, desculpa Scott — Disse Stiles cansado.


— Como sabe disso, Stiles? Como sabe que ele vai dizer "não"?


— Por que estamos falando do Derek cara, com todo aquele jeitão macho Alpha Hetero, com H maiúsculo. E além disso o cara me odeia.


— Ma-mais... — Scott suspirou — Então é isso Stiles.... quando sair seu vôo mesmo? — Perguntou Scott decidido, tinha que fazer algo. Levantou-se da cama, a qual ainda estava sentado.


— Daqui a quarenta minutos, porque? — Questionou Stiles.


— Por nada! Eu vou sair agora Stiles, depois te ligo, tchau! — disse Scott desligando a chamada, Vestiu a primeira roupa que encontrou no seu guarda-roupa, pegou as chaves de sua moto e saiu apressado para fora de sua casa. Subiu na moto e foi em direção ao apartamento do Hale, pois sabia que Derek estaria lá.


Alguns minutos depois Scott já estava em frente à porta do apartamento do lobo apertando a companhia com urgência. Quando Derek abriu a porta, Scott deu um soco em seu estômago, o mais velho olhou para o garoto com raiva.


— Você ficou louco Scott?! — Rosnou Derek irado.


Scott nem ao menos ouviu o que Derek havia falado, estava com tanta raiva que seu lobo não se acovardou perante seu Alpha. Deu outro soco no rosto do Hale fazendo o mesmo cair no chão, Scott pulou em cima dele e desferiu vários socos no Alpha. Derek com um pouco de dificuldade conseguiu segurar as mão do beta, e o questionou;


— Porque está fazendo isso Scott?.


Mas antes mesmo de Scott responder sentiu duas mãos segura sua cintura e puxa de cima de Derek. Jogando-o no outro lado da sala, seus olhos brilharam dourados, observando quem o arremessou. Peter parado em frente de Derek em posição de ataque, e atrás dele Isaac ajudava Alpha a levantar-se.


— Porque fez isso McCall? — Peter perguntou olhando para o mesmo, questionando-se consigo mesmo o motivo do beta ir outro seu próprio Alpha.


— Porque ele é o motivo da partida do Stiles! — desabafou Scott assustando todos ali presente.


— Como assim Scott? Porque eu seria o motivo da partida do Stiles? Espere ... O Stiles está indo embora?! — Indagou Derek surpreso, livrando-se das mãos de Isaac que ainda o segurava. E se eles já estavam assustados com a revelação ficaram ainda mais com a reação do Derek.


— Ele está indo embora para a Irlanda Derek, e talvez não volte mais... E tudo por sua causa!! Você é tão cego e burro que não percebia como Stiles ficava quando estava perto de você — Falou Scott caindo de joelho no chão derrotado, e lágrimas começaram a rolar novamente por seu rosto. Derek não podia acreditar no que Scott disse, mesmo com o desespero do beta o atingindo em ondas sufocantes. Desde que havia conhecido aquele rapaz tão singular, sentia algo por Stiles, mas achou que nunca seria correspondido pelo garoto, afinal Stiles é tão forte, sensível, inteligente, carinhoso, e sempre pronto para se sacrificar por seus amigos. Como alguém com tantas virtudes igual ao garoto se apaixonaria por uma pessoa tão quebrada quanto ele?. Por um momento não soube o que fazer ou agir, sua cabeça estava cheia de pensamento, por fim tomou uma decisão. Não perderia o garoto por nada neste mundo.


— Onde Stiles está agora, e quanto tempo eu ainda tenho? — Perguntou Derek com tom autoritário em sua voz, Scott olhou dentro daquele olhos verde do homem à sua frente e viu determinação.


— Ele está no aeroporto internacional, o voo dele saí em trinta minutos — Respondeu Scott. Derek pegou as chaves de seu carro e foi para a porta quando Scott perguntou;


— Para onde você vai?.


— Trazer o Stiles de volta — Afirmou Derek com determinação, saiu de seu apartamento, correu pela a escada pulando dois degraus por vez, entrou em seu Camaro que estava estacionado em frente ao prédio, saiu rapidamente em direção ao aeroporto.


— Vocês acham que ele vai conseguir? — Perguntou Isaac para quem quisessem responder.


— Quem sabe... — Disse Scott


— Só nos resta esperar — falou Peter olhando para a porta aberta.


~ * ~


Derek estava em alta velocidade desviando dos carros que parecia tartaruga na pista, os primeiros acordes de Let her go começaram a tocar no rádio, Derek apertou o volante com força temia em não conseguir chegar a tempo, ele não podia perder. Não aquele garoto insuportável e verborrágico que tanto amava.


Stiles estava sentado, ao lado de sua mala, em um dos bancos de espera observando as pessoas que andavam para lá e pra cá cuidado de suas vidas. Lá fora o sol brilhava no céu, enquanto uma brisa calma balançava as folhas das árvores no jardim do aeroporto internacional. Stiles içou o celular que estava em seu bolso da frente e olhou as horas. Já passava das dez e faltavam alguns minutos para seu voo sair, o garoto suspirou cansado, já tinha ligado para todos seus amigos avisando que iria embora, não queria despedidas. Temia não conseguir ir embora com todos ali, então assim era melhor. Scott não ligou de volta e isso o machucou um pouco, mas entendia seu amigo, com certeza estava bravo com o mesmo. O alto-falante do aeroporto anunciou que seu voo já estava de saída, então pegou sua mala e foi para a fila de embarques.


Derek estacionou seu carro de qualquer jeito na frente do aeroporto só faltando cincos minutos para o voo Stiles sair. Entrou Apressado esbarrando nas pessoas tentou encontrar o cheiro do garoto mais era impossível encontrar no meio de tantas pessoas, foi para até a atendente que estava no balcão, ele entrou na frente das pessoas e recebeu olhares e murmúrios de reprovação. um homem tinha acabado de sair, então aproximou-se da atendente.


— Preciso saber se o voo para a Polônia já saiu! — Perguntou Derek quase gritando.


— Senhor, por favor volte para a fila — Respondeu a moça sorridente


— Você não entende! A pessoa que eu amo estar naquele vôo, eu preciso saber se ele já saiu — Explicou Derek tentando se acalmar.


— No portão 3, o voo sai em um minuto — Afirmou a moça aumentando o sorriso, parando de apertar um botão que estava perto do microfone, mas Derek ignorou o fato e saiu correndo para o portão sem agradecer.

Chegando lá, o portão de embarque já estava fechado, já era tarde demais. Ele não conseguiu, o mesmo caiu no chão derrotado, não conseguiu conter as lágrimas que se acumulavam em seus olhos e escorriam pelo seu rosto, não ligava para o que as pessoas iam pensar, ele perdeu a pessoa que mais amava.


— Derek... — sussurrou uma voz doce atrás dele. Derek sabia quem era. Afinal ele estava ali por causa daquela pessoa, em um pulo ele se levantou virou rapidamente olhando para a pessoa a sua frente e por um momento se perdeu naqueles olhos cor de âmbar, os corações de ambos batia rapidamente o silêncio se instalou naquele local nenhum dos dois falou nada, apenas se olhavam, quando Stiles decidiu quebrar aquele silêncio.


— O que faz aqui? — Perguntou o garoto Incerto, temendo a resposta que veio como os raios de sol depois de uma tempestade


— Vim te levar de volta para casa — A voz de Derek saiu como um sussurro, o mesmo limpou o rosto aproximando-se de Stiles. O garoto sentiu o impacto daquelas palavras arregalou os olhos espantado com tamanha intensidade.


— Respire Stiles — Derek falou,o mais novo nem tinha notado que havia prendido a respiração.


— Porque?... porque realmente está aqui? — foi tudo que o garoto conseguiu pronunciar. Derek percebeu a importância da pergunta para Stiles.


— Porque eu te amo, Stiles — Derek não percebeu quando tinha chegado tão perto do garoto e nem como conseguiu compartilhar do mesmo ar, a mente de Stiles já estava dando sinal vermelho para ele se o garoto pensar mas um pouquinho seu cérebro viraria um mingau. De repente sentiu um das mãos do mais velho segurando sua cintura e a outra estava segurando seu pescoço o forçando a olhar para cima, o garoto encarou os olhos verdes do lobo que aproximou os lábios no de Stiles e o selou, Derek pediu passagem com a língua e Stiles a deu de bom grado, então o mundo parou e tudo havia desaparecido, o beijo começou lento e doce, um provará o gosto da boca do outro, aos poucos foi aumentando a urgência, separaram-se a procura de ar. Foi quando perceberam onde estavam, as pessoas em volta aplaudiram e assobiaram. Stiles corou quando percebeu que o mais velho estava apenas com camiseta e moletom, deixando seus braços fortes na amostra. Ele ia falar algo quando Derek pegou sua mala e segurou sua mão começando a correr em direção à entrada, entraram no carro do mais velho, e Derek dirigiu de volta para a cidade.


~*~


O silêncio sepulcral estava na sala do sheriff, todos olhavam um para o outro, esperando notícias. Assim que Derek havia saído do apartamento, Scott recebeu uma ligação de Lydia irritada, com o que Stiles estava fazendo, então a mandou chamar todo o pack para a casa do pai de Stiles. Todos estavam ansiosos para saber se Derek havia conseguido ou não.


— Dá para alguém me explicar o que Stiles tem naquela cabeça oca para fazer isso com a gente? — Perguntou Lydia quebrando o silêncio, enquanto andava de um lado para o outro na sala da casa do sheriff, enquanto todos ali a observavam.


— O Stiles está apenas passando por um momento difícil — O sheriff tentou defender seu filho.


— E além do mais Derek foi buscá-lo, tenho certeza que ele vai trazer o Stiles de volta — afirmou Isaac com confiança.


— Espero... — murmurou Scott inaudível.


~*~


O silêncio se instalou entre os dois ocupantes daquele automóvel, ambos em seus pensamentos. Não era um silêncio constrangedor, muito pelo contrário, era confortável.


— Porque não entrou no avião? — perguntou o lobo com curiosidade, queria saber o motivo para Stiles não ter entrado no avião. O garoto que estava distraído olhando para a paisagem que passava rapidamente por eles, assim que ouviu a perguntar olhou para seu companheiro, estudando seu rosto.


— Eu estava embarcando quando ouvi sua voz no alto-falante, então sair procurando você — Respondeu Stiles um pouco corado. Derek corou quando percebeu o porquê da atendente estar com aquele sorriso gigantescos nos lábios, ele sentiu a mão de Stiles na sua coxa e olhou para o mesmo.


— Como sabia que eu estava no aeroporto? — Perguntou Stiles com um sorriso nos lábios e Derek tentou controlar-se para não beijar o garoto novamente.


— O Scott foi em minha casa e avisou que você estava indo embora — O pobre Stiles achou que fosse morrer, milhões de pensamentos o inundaram.


— Respire Stiles — Pela segunda vez naquele dia o lobo pediu — seja lá o que estiver pensando a resposta, é sim.


— O que? — Perguntou Stiles sem entender nada.


— Hã?, achei que estava pensando em me pedir em namoro — Esclareceu Derek com um sorriso de lado, manobrando o volante entrando na rua em que Stiles morar. — Chegamos


Derek estacionou o automóvel em frente a casa do garoto, saiu do carro logo em seguida abriu a porta do passageiro para sair. Em frente da casa tinha a viatura do seu pai, a moto do Scott e carro do Peter e de Lydia. Derek segurou a mão de Stiles e o levou até a porta.


— Está pronto? — Derek sussurrou em seu ouvido, o garoto assentiu e apertou a campainha instante depois a porta foi aberta revelando seu pai.


— Voltei pai...


O Stilinski mais velho nada disse, apenas abraçou seu filho cabeça-dura. Todos passaram o restante do dia na casa do Sheriff, foi uma pequena festa porque Stiles não tinha ido embora, afinal ele era o que ligava todos do Pack. Depois do jantar todos foram para suas casas, o Sheriff foi para a delegacia pois tinha plantão naquela noite. Stiles já estava deitado na cama, tinha acabado de tomar um banho quando ouviu um barulho na janela o garoto olhou para ela e Derek estava entrando.


— O que faz aqui? — Perguntou Stiles Suavemente.


— Vim te ver e conversar sobre nós.. — respondeu Derek se aproximando da cama, Stiles fez menção de levantar-se, mas Derek foi mais rápido ficou em cima do mesmo selando seus lábios, Stiles não podia fazer nada e mesmo que pudesse, não queria. E lá naquele quarto, naquela cama, eles dormiram juntos e muitas vezes depois dessa noite. O futuro é incerto para ambos, mas eles enfrentam juntos tudo que está por vir. Pois o amor verdadeiro é a única magia suficientemente forte para transcender reinos e quebrar barreiras.


FIM!!




21 Août 2022 17:01:24 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Danny Tempest Não quero ser lembrada, quero que minha falta seja sentida

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Histoires en lien