wsilva52 Wendel Silva

No final, nem tudo o que buscamos é o que vamos encontrar. É isto o que esse conto ensina, que as vezes buscamos por um tesouro específico, mas recebemos algo muito mais valioso no lugar.


Histoire courte Tout public.

#jornada #busca #tesouro #aventura #contos
Histoire courte
1
580 VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

No Fim, Nem Tudo é Como Se Espera

Certo dia, um viajante cansado de suas intermináveis caminhadas decide sentar-se para descansar em baixo de um pinheiro velho. O viajante tinha sede e fome, já estava caminhando a dias em busca de um tesouro perdido.

Cansado que estava, deitou-se usando um pedaço de tronco como travesseiro, e em pouco tempo já estava nos lindos campos verdes de seus sonhos.

— Para que buscar um tesouro que pode nunca encontrar? — Dizia um cachorro se aproximando calmamente com passos leves sob a grama.

O viajante nada disse, apenas aceitou aquilo como algo da sua cabeça, uma parte de si mesmo que duvidava da existência do tesouro.

Quando amanheceu, ouviu os pássaros cantando sob os galhos, e continuou sua viajem para lugares desconhecidos. Passou por cidades grandes e até mesmo pequenos vilarejos, em casa lugar que passava ele ouvia as mais diferentes histórias. Aprendia receitas e técnicas de combate, assim como segredos medicinais.

Certo dia, ele voltou a deitar-se sob outro velho pinheiro, e mais uma vez os lindos campos verdes surgiram em seu sonho.

— Para que buscar um tesouro que pode nunca encontrar? Talvez o que busca seja algo bem diferente daquilo que realmente irá encontrar. — Dizia o cachorro, já aumentando as informações de sua fala.

E mais uma vez o viajante não se importou.

No dia seguinte ele se viu frente a um grande lago. Era grande demais para atravessar e fundo demais para nadar, sem contar a forte correnteza que rachava árvores e pedras no caminho.

Ele foi forçado a seguir na beira do rio, até encontrar uma ponte ou barco para atravessar. Caminhou por horas, dias e noites. No caminho encontrava povos que viviam nas beiras do rio. E mais uma vez ele aprendeu histórias e mais técnicas.

Nosso viajante procurava por um tesouro físico, como jóias e coroas. Mas estava encontrando algo muito mais valioso.


Chegou o dia em que de tanto caminhar pela beira do rio, foi levado de volta a seu vilarejo. Sua irá de início foi grande, não havia encontrado o que procurava e já estava de volta a sua casa. Mas ele foi posto a prova. Uma criança estava doente, ninguém sabia como ajudá-la.

O viajante observava, e percebeu que era doença da qual já havia visto antes, e assim como foi ensinado, preparou um chá de ervas. Na manhã seguinte a criança estava curada, e ele foi recompensado por isso.

Com o tempo passou a ajudar em outras áreas, como a agricultura, técnicas de combate e medicamentos com ervas. Ajudou a todos e recebeu recompensas por isso.


Certo dia, sentou-se para descansar em baixo do mais velho pinheiro do vilarejo, novamente adormeceu e viu o limpo campo verde.


— O maior tesouro que se encontra é aquele que se reúne ao longo da vida. Histórias trazem conhecimento, e conhecimento trás sabedorias e recompensas de acordo com cada ação e merecimento. — Era o cão outra vez, o viajante concordou, se ajoelhou em frente a ele, e agradeceu pela jornada.


No fim podemos sair em busca de um tesouro, mas podemos acabar encontrando algo muito mais valioso.


Fim...

14 Août 2022 22:56:47 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
1
La fin

A propos de l’auteur

Wendel Silva Wendel Silva, escritor e professor de História e Literatura. Sou um cara simples, apenas buscando uma forma de contar minhas histórias e talvez fazer a diferença. Já tenho livros publicados, mas os contos são as raizes para grandes sagas. Neste perfil, escreverei apenas contos simples.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~