igorazevedo1997 Igor Azevedo

Hear me when I calling, hear me when I dying... - Poema inspirado na música "Thunder Lightning", de iamamiwhoami. - Poema retirado do livro "Flores Mortas", a ser anunciado em breve, mas com algumas partes já disponíveis nesse perfil.


Poésie Romance Tout public.

#EmbaixadorPT #LiteraturaMaranhense #Literatura #LiteraturaBrasileira #FloresMortas #RaioInfinito #IgorAzevedo #Igor
0
1.1mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 30 jours
temps de lecture
AA Partager

Raio Infinito

Isso virá como um aviso

Mudanças vêm para quem está cansado

De não ser visto

De não ser ouvido

De não ser lembrado


Lembro como ontem

Quando ríamos em paz

Nas nossas longas conversas

Até o rolar dos primeiros minutos da madrugada


Mas agora tudo mudou

Cada um no seu canto

Dormir às 9 ganhou mais importância

Do que entardecer trocando juras de amor


E eu a implorar por uma atenção

Pois meu lamento precisar ser ouvido


(Hear me when I'm falling, hear me when I'm falling)


Minhas palavras perderam valor

Recebem risos e piadas em troca

O que resultam na minha própria dor

Sentida e salivada por mim mesmo

Somente


Enquanto eu queria só ser acolhido

Abraçado até mesmo na distância

Mas me contento em ser silenciado

E minhas próprias negligências sendo deixadas para depois


Você não sabe da dor que eu sinto no fim do dia

Você não faz mais aquela questão

E me silêncio e me afasto

E me contento em estar sozinho

(Hear me when I'm calling)

Mas estou aqui pra te abraçar

Te ajudar e te acolher

Só não sei até quando

Pois sentimentos também morrem, assim como flores secam

(Hear me when I'm calling, hear me when I'm calling)


Amanhã tem pôr-do-sol de novo

E eu seguirei meu caminho

A brilhar comigo

Como a luz de um raio infinito

Sem lugar e sem caminho

No céu escuro ou iluminado, sozinho

E viverás de lembranças do que um dia foi somente teu


(Hear me when I'm dying, hear me when I'm dying)

8 Juillet 2022 07:04:08 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
3
À suivre… Nouveau chapitre Tous les 30 jours.

A propos de l’auteur

Igor Azevedo Igor sempre brincou de professor e escritor. Na infância, sonhava com o lançamento de um livro, mas pelas poucas condições e pouca idade que possuía, seu sonho parecia impossível, porém nunca esquecido. Na adolescência, não costumava ler por influência das tecnologias que geravam um desinteresse latente pela arte da escrita. Tudo isso acabou quando Igor sentiu a necessidade de se esvair do mundo, quando a Literatura era a única saída, o suficiente para transformá-lo em amante da arte.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~