awnthony awnthony

"Como devemos matá-los?", as palavras dele voltaram, o cozinheiro podia ouvir claramente sua voz e seus lábios se mexendo como cobras sorrateiras ao fazer essa pergunta. ATENÇÃO ESSA FANFIC CONTÉM SPOILER DO CAPÍTULO 174 DO MANGÁ.


Fanfiction Anime/Manga Déconseillé aux moins de 13 ans.

#spoilermanga #kuroshitsuji #bromance #blackbluter #bardxlau
Histoire courte
1
1.5k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo único

"Eles fumam juntos, mas seus olhos não se encontram."

Bard não precisava olhar sobre seus ombros para saber que Lau ainda estava ali, as suas costas, apoiando-se sobre as bordas do sofá, a fumaça do cigarro entre seus dedos sendo insalubre ao ar do sanatório. O cozinheiro tentava entender como nenhuma das enfermeiras não havia encontrado-os e dedurado a enfermeira chefe, porém, talvez fosse melhor assim, afinal, ele também repousa um cigarro entre os lábios — era seu vício e, sem muitas perguntas, aceitou aquele agrado de Lau quando lhe oferecido.

Bard queria se juntar à fumaça venenosa e dissipar-se com ela para algum outro lugar, pois a missão lhe dada pesava em sua consciência. Tudo que o Conde fez por si, tudo que aquela instalação fazia por milhares de soldados que não tiveram a mesma mão estendida…

Sua mente rodava, rodava e mergulhava na estática, incapaz de tomar alguma decisão naqueles segundos.

E Lau sabia disso, aquele homem era muito mais do que um vendedor de ópio; seu sorriso e personalidade animada não escondiam seus olhos afiados, pelo menos não do ex-soldado desde que começaram a missão. A personalidade dele seria algo que em outras circunstâncias o enojaria, sua experiência lhe deu a visão do que pessoas como ele eram capazes de fazer, como momentos atrás, quando deixou bem especificado que os desejos do Conde eram o único objetivo sem interrupções.

"Como devemos matá-los?", as palavras dele voltaram, o cozinheiro podia ouvir claramente sua voz e seus lábios se mexendo como cobras sorrateiras ao fazer essa pergunta, e a cena repetiu-se quando Bard percebeu o movimento às suas costas. De repente, Lau estava sentado ao seu lado. Foi a primeira vez que seus olhos se encontraram, tão vidrados, seus instintos estavam aguçados; o vendedor de ópio era um homem tão perigoso com uma arma quanto ele próprio.

— Pense bem, mestre cozinheiro. — Sua voz saiu mansa, mas Bard percebeu tudo de implícito que havia nela, mas não pode listá-las porque sua atenção desviou-se ao quão perto Lau estava. Rostos a poucos centímetros de distância.

— Quando foi que você chegou tão perto? — Sussurrou e conseguiu ser ouvido. A mão de Lau deslizando por sua coça e roçando em sua virilha foi apenas um detalhe, um nem tão mísero, que o deixou com um arrepio pelo corpo e formigamento em sua pele por onde os dedos do outro homem passaram.

Porém, nada mais aconteceu. Lau não deixaria que acontecesse, não era legal facilitar tudo para sua presa. Ele esperaria que Bard fosse até ele, soube por aquele olhar e sorriso diferentes de que lhe eram sempre dirigidos. Seu "médico particular" se retirou silenciosamente e os lábios dele se agarraram em sua mente junto às suas palavras. Agora, Bard não saberia para qual deles ele cederia primeiro.

10 Janvier 2022 20:11:44 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
3
La fin

A propos de l’auteur

awnthony ⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝙋𝙇𝙐𝙎 𝙐𝙇𝙏𝙍𝘼! -'ღ'- ⠀⠀⠀⠀⠀⠀ também estou no wattpad e spirit fanfics com o mesmo user.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~