bacoaquiles Baco Aquiles

Estúpido. Fraco. Quebrado. Essas eram as únicas características que Evan Shiravari conseguia pensar sobre si mesmo. Era dessa forma que seu pai tinha o criado. Ou pelo menos, foi assim até conhecer Ashton Mikhailo Winsor. Nada sobre Ashton podia ser descrito de forma negativa - a não ser o porquê dele ter ido para a detenção com Evan em primeiro lugar. Depois de conhecê-lo, Evan se questiona sobre tudo da sua antiga vida: com Ashton, até mesmo o pior dos dias não parecem tão ruins assim. E talvez tenha sido isso o que convenceu o mais novo dos Shiravari a aceita entrar em uma investigação com Ash para descobrir a verdade sobre o que aconteceu com o amigo e antiga paixão dele, Fraser, que está desaparecido. Era isso o que chamavam de amor? Isso que fez, no meio de uma perigosa pesquisa sobre seus passados, Ashton Winsor conseguir, de alguma forma, provar para Evan que ele era um sonho impossível? Um impossivelmente bom? [AVISO⚠️: Essa história também está sendo postada no Wattpad e no Tapas ( versão traduzida para inglês ) nos nomes de BACOAQUILES ]


Thriller/Mystère Interdit aux moins de 18 ans.

#suspense #lgbt #boyslove #Bl
23
5.7k VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 30 jours
temps de lecture
AA Partager

Prólogo

Siga em frente, meu filho rebelde.

Haverá paz quando você tiver terminado.

Repouse sua cabeça cansada.

Não chore mais.

Eu gostaria de ouvir essas palavras do meu pai antes de morrer.

Essa era a única coisa que eu conseguia pensar enquanto olhava aquilo na minha frente.

Nunca achei que uma coisa poderia feder tanto. Que uma pessoa poderia feder tanto. Havia um nó no meu estômago, a sensação de náusea, que me deixava tonto. Eu queria fugir desse lugar, levar um choque, e esquecer de tudo isso. Esquecer dos buracos de onde deveriam estar os olhos e esquecer da imagem que se formava na minha mente que, se houvessem olhos, o quão amedrontados eles estariam.

O que será que ele gostaria de ouvir do próprio pai antes de morrer?

Pensar isso era terrivelmente fúnebre enquanto a cabeça cortada parecia se virar na minha direção. Ash ao meu lado não se importava com o cheiro, nem com o fato de não poder abraçar o corpo todo de uma vez. Ele agarrava um pouco de cada membro, mas não soltava o tronco, com o ouvido onde devia haver o coração, parecendo não acreditar que não existia batimento. Não aceitando que aquela pessoa estava morta. Eu escutava o barulho alto do choro dele, os gritos agoniados como se ele estivesse morrendo de dor.

Desespero que eu nunca ouvi na voz calma de Ash.

Meu coração pesava. Eu queria que ele parasse. O cheiro, as bordas da pele repicada como papel cortado por uma criança, os vermes amarelos comendo lentamente cada centímetro restante daquele pequeno corpo. Todos esses detalhes nunca sairiam da minha mente.

O fedor era demais pra mim. Eu conseguia ver a água que vazou do corpo no fundo do saco plástico que nós o encontramos. A luz não era muita, mas não era difícil imaginar alguns vermes que caíram da pele, boiando.

"Nós precisamos sair daqui." Eu sussurro. Minha voz não parece correta nesse ambiente. Eu quero ir embora, eu preciso ir embora, senão eu vou enlouquecer.

"Eu vou matar ele." Ash sussurrou. Meu corpo inteiro estremeceu. Aquilo era uma promessa feita para a pessoa agora cortada em vários pedaços, e não para mim.

Eu poderia repetir que precisávamos sair daqui, mas não repetiria, porque se fosse eu na situação dele — se fosse Ash quem estivesse morto e eu quem achasse seu corpo — eu rodaria o mundo para ir atrás de quem o matou.

Mesmo que isso signifique ir para prisão. Mesmo que isso signifique ir para o inferno.

E saber que ele faria tudo isso por aquela pessoa já falecida e apodrecida mexia com uma parte de mim que, embora eu tentasse ignorar, sempre resistia.

Mexia com meu ciúmes. Mexia com minha insegurança.

26 Septembre 2021 04:52:04 3 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
7
Lire le chapitre suivant 1 - Ashton Winsor é uma má influência

Commentez quelque chose

Publier!
Karimy Lubarino Karimy Lubarino
Essa história parece incrível.
December 28, 2021, 21:07
sk saturn kenny
tô curiosa pela continuação. por entender mais dos dois. sinto sofrimento vindo aí e eu querendo proteger o Evan aaaaaa
September 30, 2021, 02:48

  • Baco Aquiles Baco Aquiles
    um bom angst é o que a autora gosta odfnofnsn que bom que você gostou, de verdade! Fico feliz em receber seu comentário! Muito obrigado pela leitura!🤧💜 September 30, 2021, 03:09
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 14 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!