agustdeadtown 𝖋𝖎𝖛𝖊 𝖎𝖓 𝖗𝖔𝖒𝖆𝖓

❝Nam Joon ama homens e mulheres de um jeito especial e único❞ [Ot7 | Nam Joon center | Short Fic | Bissexual | Ana Carolina | Drama | Dia a dia] [14+ Contém insinuação sexual, palavras de baixo calão, homossexualidade, entre outros]


Fanfiction Groupes/Chanteurs Déconseillé aux moins de 13 ans.

#bissexual #namjoon #rm #kim-namjoon #bts
3
2.3mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo 01; Birthday

📷


ㅤA neblina estava baixa, impedido que o motorista do transporte público pudesse alcançar maiores velocidades junto aos demais motoristas na avenida principal. O semáforo fechou e o ônibus parou com calma ao lado do ponto que ficava ali. Observei algumas pessoas atravessarem com pressa na faixa de pedestres, fossem com mochilas nas costas ou com maletas em mãos.

ㅤAquela hora da noite não era problema algum pra mim, apesar de saber que mais um dia cheio acabava ali, apenas observando mais pessoas se aglomerando dentro da condução com destino as suas casas.

ㅤLevantei de meu assento, dando lugar a uma jovem moça que apresentava dificuldades em se manter equilibrada sobre os saltos finos. Sua roupa social era composta por uma saia agulha negra, camisa de botões branca e o sapato com sola vermelha.

ㅤEla sorriu e me agradeceu após, retribui seu gesto segurando firme na barra poucos centímetros acima de minha cabeça. Eu gosto de mulheres que não sentem medo, que buscam sua própria independência em um mundo ainda tão misógino.

ㅤDei sinal ao motorista e esperei até que o próximo ponto de parada chegasse. Desembarquei do veículo e logo as portas se fecharam atrás de mim e ele seguiu viagem. Puxei as pontas de meu paletó grafite, o arrumando em meu corpo, antes de entrar pela grande porta protegida por dois fortes homens. Eles refletiam as cores vermelho do letreiro neon da boate.

ㅤUma música latina tocava no grande salão, ali estava tendo uma festa de despedida de solteiro, os amigos do noivo pagaram uma quantia gorda pelo local. Desci algumas escadas enquanto via um rapaz de cabelos loiros tocar piano na pista, em sua volta algumas pessoas dançavam de forma sensual. Soube quem eram logo de cara.

ㅤPedi um dos drinks com morango do cardápio, já sabendo que aquele ali era o preferido de um dos homens que estavam em minha propriedade. Estiquei a mão direita, pegando a mão menor e deixando um selar na pele delicada, sorri enquanto lhe entregava a bebida. Seu rosto tinha iluminações diversificadas por conta do jogo de luzes que vinha das lâmpadas coloridas monitoradas pelo DJ, mas isso não me impediu de trazer o corpo do mais baixo um pouco mais próximo pela cintura.

ㅤ— Feliz aniversário, Nam Joon. — Seus olhos se transformaram em duas pequenas luas, suas bochechas se ergueram e ficaram redondinhas e isso era adorável.

ㅤEu gosto de homens que guardam as datas. Mesmo aquela não sendo a minha festa - por conta da boate alugada - Ji Min fez questão de entrar de penetra apenas para me ver.

ㅤEle bebericou o drink apenas para melecar os lábios cheios antes de colar aos meus em um selar demorado e sem movimentos, seus lábios rachados estavam com gosto do morango e eu sabia que aquela sensação era a qual ele queria como resultado. Me afastei por uns instantes e passei a ponta da língua por toda a boca pequena, um sorriso cafajeste surgiu nele.

ㅤO loirinho ardia em desejo e pude rir cúmplice entre seus beijos, antes de encerrá-lo por completo.

ㅤ— Minnie, estamos em público. Eu 'tô a trabalho. — Apontei ao rapaz que tinha uma moça fazendo strip para si. — Mas temos quartos limpos.

ㅤ—Eu gosto muito do seu escritório. — Insinuou contornando os dedos por minha gravata.

ㅤSegurei sua mão com delicadeza antes de levá-lo escadas a cima. Assim que a porta foi aberta e a luz acesa, o homem de estatura baixa encaixou suas mãos em volta da pele de meu pescoço, beijando-me novamente. O empurrei de costas até que ele estivesse encurralado sobre a mesa de madeira escura. Seu corpo trajava uma calça de couro preta justa, camisa social branca e harness que marcavam a cintura fininha que eu tanto admirava segurar enquanto enterrava meu pau em si com velocidade.

ㅤMinha destra puxou sua coxa esquerda até que estivesse elevada em meu quadril. Observei ele rir de forma maliciosa antes de gemer com o tapa estalado que deixei na pele coberta. Eu gosto de homens como Park Ji Min.

2 Septembre 2021 14:53:41 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
Lire le chapitre suivant Capítulo 02; Job!

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 6 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!