izzy-r-c Izzy R C

"Ser uma mulher em uma época como essa, expulsa de seu próprio clã, sozinha com uma criança pequena, não há de ser simples. Mas ela conseguiria, ou melhor, teria de conseguir, pois prometeu isso a mãe dele e a ele, e Bonnie não era do tipo que não cumpre com suas palavras." - inspirado em Outlander


#3 in Historique Déconseillé aux moins de 13 ans.

#Romance,
7
1.7mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Toutes les semaines
temps de lecture
AA Partager

Prólogo

Inverness, Escócia – 1732


Arrepios por todo o corpo de Bonnie a alertaram sobre a pequena janela aberta na cabana em que vivia. A moça de longos e cacheados cabelos castanhos se levantou da cadeira de balanço de madeira, com excesso de cuidado possível para não acordar o garoto que dormia em seus braços. Empurrou com uma das mãos umas das abas daquela abertura enquanto observava os flocos de neve caírem como uma linda dança naquela noite fria.


Logan, o pequerrucho de apenas 5 anos, havia mudado sua vida completamente. Não que ela se arrependesse, nunca havia de sentir tal amor e devoção como por aquele anjo de cabelos ruivos, mas a trajetória até ali não foi fácil, e precisaria continuar a ter muita fé sobre o futuro que os aguardava.


Ser uma mulher em uma época como essa, expulsa de seu próprio clã, sozinha com uma criança pequena, não há de ser simples. Mas ela conseguiria, ou melhor, teria de conseguir, pois prometeu isso à mãe dele e a ele, e Bonnie não era do tipo que não cumpre com suas palavras.


Aconchegando-se na humilde cama com o menino, e ajeitando as cobertas para esquentá-los o máximo possível, Bonnie rezou a qualquer divindade que pudesse ajudá-la, alguém que mostrasse uma saída, os recursos estavam acabando e ninguém queria nada de uma moça solteira e deserdada.


Naquela mesma noite, não muito longe dali um homenzarrão era arrastado por dois amigos de uma das tavernas de seu clã, os Mackenzie, já que havia estourado seu limite com o álcool e estava a um passo de incomodar a clientela do bar.


Ian Mackenzie, o próximo na sucessão de liderança, seguindo seu tio, tinha uma certa tendência a bebida, não porque gostava de estar desnorteado e falar coisas sem senso, pelo contrário, amava estar no controle de si e das situações de modo geral, mas sentia a necessidade de preencher um vazio, ele sabia, faltava algo nele, algo que o movesse, que o fizesse acender de novo aquela chama pela vida, como era quando mais novo.


O ruivo foi jogado em sua cama por seus camaradas, que enquanto se contorcia como uma minhoca fora da terra tentando tirar as botas pesadas de couro, balbuciou em gaélico, pedindo a Deus que desse sentido a sua vida, que não o deixasse mais viver apenas pela história dos outros.


2 Août 2021 14:25:21 1 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
2
Lire le chapitre suivant O desespero

Commentez quelque chose

Publier!
J Carreir J Carreir
lindo, sutil e promissor! Adorei! Já estou interessada e ansiosa para descobrir sobre a jornada de cada um <3
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 2 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!