lala_jimmy Laís Marcacini

Felix perdeu seu status de garoto mais popular da escola após uma tragédia. Agora ele deve aceitar que o novo garoto que roubou seu lugar, é quem ele mais odeia, Hwang Hyunjin. Ambos são filhos de famílias ricas e rivais, o motivo de se odiarem. Porém Hyunjin deixa escapar um pequeno sinal de que na verdade seus sentimentos são outros. "Meu segredo não será guardado por muito mais tempo. Agora que Felix precisa de mim..."


Fanfiction Célébrités Déconseillé aux moins de 13 ans.

#fanfic #kpop #stray-kids #felix #believe #hyunjin
4
2.2k VUES
En cours - Nouveau chapitre Every 2 days
temps de lecture
AA Partager

Capítulo 1 - Rivals

📷



PRIMEIRA TEMPORADA




Storyteller on




- Felix! Felix! Felix!


Todos torciam para que ele fizesse mais um cesta. Suas pernas ágeis o fazia desviar de qualquer oponente até chegar na área em que saltara para realizar mais uma cesta. Somando os pontos, seu time ganhou mais uma vez.


Todos começam a gritar e aplaudir o time, mas se não fosse por Felix eles teriam perdido.


O garoto sai do ginásio todo suado e vários alunos vão atrás.




[...]




Lee Felix, nascido na Austrália descendente de coreano. Sua família se mudou para Seul quando ele tinha 10 anos para iniciarem uma nova fase em suas carreiras. Seu pai, Lee Goh Min, um promotor muito renomado; e sua mãe, Lee Wendy, atriz e modelo da Dip entertainment.


Filho único e o garoto mais popular do Colégio Sohwan. Capitão do time de basquete e competidor de natação. Felix ama esportes e está sempre rodeado de pessoas, mas a única pra quem ele da mais bola é pra sua namorada, Kang Boh Min.




[...]




Felix se troca no vestiário masculino e logo sai pros longos corredores da enorme escola.


Quando uma outra multidão vem do outro lado do corredor. Eles param na frente de Felix e abrem espaço para outra pessoa que caminha até ele.


Hwang Hyunjin, o segundo mais popular do Colégio Sohwan. Sua família é composta por sua mãe, Hwang Hyun Soh, também atriz e modelo, porém da La Nuit entertainment; e seu padrasto, Park Jin Young, diretor de uma enorme empresa imobiliária. Seu pai biológico está preso por casos que sua mãe guarda segredos e até hoje Hyunjin não teve a chance de saber.


Esse segredo envolve o motivo de a família Hwang e a família Lee se odiarem tanto. Por coincidência os filhos primogênito das duas famílias se encontraram no mesmo colégio, e desde então disputam o lugar de mais popular.




[...]




- Está no meu caminho - diz Felix olhando pra Hyunjin.


- Não, acho que você é que está no meu caminho - diz ele em um tom desafiador.


Ambos aproximam seus corpos se olhando mortalmente.


- Quer começar mais um briga?


- Se você quiser.


- Sabe que eu vou ganhar - fala Felix ajeitando o uniforme de Hyunjin - até por que eu sou a maioria.


- Não vai ser assim por muito tempo.


- Claro, você não suportará e por isso irá embora daqui.


- Se eu for aposto que sentirá minha falta.


- Ah - ri sarcástico - com certeza, vou sentir falta de mostrar o quanto é um perdedor.


Hyunjin pega na gola de Felix.


- Vai me bater? Acho melhor não.


Hyunjin olha em volta todos olhando com o celular em mãos.


Felix se solta das mãos do mais alto e sorri ladino ajeitando sua roupa.


- Nos vemos em outra ocasião, Hyunjin - diz Felix trombando de propósito no ombro de Hyunjin, em seguida continuando seu andar pelo corredor.


Hyunjin aperta suas mãos com forças.


- Não liga pra ele. É só um babaca - diz um de seus amigos batendo em suas costas.






Hyunjin on




Chego em casa e percebo que eles estavam sentados prestes a jantar.


- Você chegou! Sente-se - diz meu padrasto.


Me sento em silêncio e começo a comer.


- Aonde estava? - minha mãe pergunta enquanto lê notícias sobre ela em seu tablet.


- Saí com alguns amigos.


- Isso é bom, precisa sair mais vezes - diz meu padrasto.


As vezes ele tenta ser legal comigo, eu só tento não piorar a situação.


- Já escolheu o que vai fazer como aulas extra? Vai entrar pro time de basquete? - ela pergunta.


Nego com a cabeça.


- Não vão me aceitar pro time.


- Por que diz isso??


- O capitão do time... é o Felix.


- Felix?? O filho da família Lee??


Assinto.


- Rsrs, não é de se admirar mesmo. Qualquer coisa e eles estão no meu caminho - escuto ela resmungar baixinho.


- O que disse?


- Ah, nada querido! Então deveria entrar pro clube de natação.


- Eu vou pensar.



"No final desse mês, o promotor Lee Goh Min bate seu novo recorde de casos resolvidos em apenas um mês. Agora em Abril ele prendeu mais de 15 criminosos fugitivos da lei..."



Minha mãe larga o tablet e o garfo após ouvir a notícia e sai furiosa da mesa.


Olho pro meu padrasto que também me olha um pouco confuso. Qualquer coisa relacionada a família Lee deixa minha mãe irritada. Tão irritada capaz de explodir. Então prefiro nem perguntar.




No dia seguinte






Storyteller on




Felix se posiciona na beirada da piscina e após ouvir o som da partida ele se joga de ponta começando um nado perfeito até o outro lado da piscina. Com uma cambalhota debaixo d'água, ele pega impulso e volta pro ponto de início.


Com certeza, Felix é incrível.


- Oppa!! - Boh Min vem correndo até ele e lhe dá um selinho.


- Ei, eu estou todo molhado!


- Eu não me importo, você é meu de qualquer jeito! - diz ela fazendo Felix soltar uma leve risada.


Felix de repente estava cercado por pessoas, assim como todos os dias.


- O que quer fazer amanhã? - ele pergunta pra Boh Min.


- Vamos nos shopping! Eu vi um novo vestido de edição limitada!


- Claro!


Hyunjin de repente para na frente dele e de sua namorada.


- O que foi agora?


- Do que eu preciso pra entrar pro time de basquete?


Felix da risada.


- Simples, não seja o Hyunjin.


- Estou falando sério. Como eu faço pra entrar?


- Quer mesmo fazer parte do time? Eu posso te dar um chance, mas eu vou garantir de que você não entre - diz Felix com um sorriso maligno.


- Vou me certificar de deixar você de chinelos! - diz Hyunjin com a mesma expressão e então sai.






Felix on




Chego em casa e vou direto pro meu quarto. Me jogo na cama e estava prestes a pegar no sono, quando minha mãe entra no meu quarto.


- Seu pai quer sair pra jantar.


- Eu não quero ir.


- Mas vai ter que ir. Os jornalistas estarão por todo lugar, é bom que seja um menino obediente.


Respiro fundo.


- Tanto faz - resmungo e me levanto.


Fomos até a garagem e antes que eu abre a porta de trás do carro minha mãe segura na maçaneta.


- Pode ir na frente, não quero ficar do lado do seu pai.


Suspiro já sabendo que mais uma vez eles estão brigados. Me sento na frente ao lado do meu pai que logo começa a dirigir.


- Por que não se sentou na frente querida? - pergunta meu pai no meio do caminho.


- Já deveria saber, Goh Min - diz minha mãe o desafiando.


- O que eu fiz?


- Você mudou todo o discurso da última entrevista! Isso que você fez!

Meu pai vira pra trás olhando pra ela.


- Pai olha pra frente - falo e ele volta a olhar pra frente.


- O que eu disse foi melhor do que me disse pra falar.


- Imaginação sua! Foi totalmente fora do planejado!


- Horas bolas a entrevista era minha, sobre o meu trabalho. Por que quer mandar até na minha carreira?


- Por que não quero que todos saibam que a atriz Wendy é casada com um homem burro que não sabe o que falar em uma entrevista.


Tento ter paciência ouvindo os dois brigarem. Meu pai virava pra trás o tempo todo e eu insistia pra ele prestar atenção no trânsito.


- Você é um imprestável!


- Como ousa falar assim comigo?!


Meu pai vira pra trás mais uma vez super irritado.


- Pai olha pra frente!


Era tarde demais... um veículo vem contra o nosso fazendo ambos se chocarem com força. O carro capota e tudo de repente fica turvo.


Sinto algo pesado sobre meu corpo, não consigo me mexer...


- Omma... Appa...






Hyunjin on




Eu estava sentado no sofá enquanto meus pais assistiam o jornal. Eu estava muito animado e esperançoso de que amanhã daria uma lição naquele idiota. Até ouvir uma notícia na TV.



"O carro onde estava o promotor Lee Goh Min, a atriz Lee Wendy e seu filho Lee Felix capotou após se chocar contra outro carro de porte maior. Os três foram levados as pressas pro Hospital Center de Seul. O casal já saiu da emergência e estão em observação, já o mais novo, Felix, não conseguimos nenhuma informação ainda. Para mais notícias, acessem nosso site..."



Olho pra TV sem acreditar no que acabo de ouvir. O que será que aconteceu com aquele idiota?




Dois dias depois






Felix on




Abro meus olhos devagar sentindo meus olhos arderem com a luz branca que batia em meus rosto. Um som de máquina apitando toma conta de meus ouvidos.


- Omma...


- Felix! - sinto ela segurar minha mão - como se sente?


- Onde eu estou?


- No hospital querido, sofremos um acidente...


- Appa... cadê meu pai?


- Estou aqui filho - sinto ele segurar minha outra mão.


Olho pro lado e minha visão vai voltando aos poucos.


Vejo que eles estavam com alguns curativos no rosto e meu pai com gesso no braço.


- Eu bati a cabeça? - pergunto atordoado.


- Você está dormindo a dois dias - fala minha mãe.


- Dois dias?


- Oppa! - Boh Min entra correndo no quarto - finalmente você acordou! Eu estava tão preocupada!


- Boh Min... - tento me levantar mas sinto algo estranho.


- O que foi? Está se sentindo mal? - minha mãe pergunta.


- Eu... não sinto minhas pernas...


Eles ficam em silêncio.


- Por que eu não sinto minhas pernas?! Por que não consigo meche-las?! - entro em desespero e eles tentam me acalmar enquanto chamam um médico.






Storyteller on




- Ele ficou alguns minutos com uma forte pressão do carro sobre sua cintura pra baixo. Quando o levamos pra sala de cirurgia tentamos arrumar o máximo de danos, mas algo assim só pode ser visto quando o paciente perceber que não sente as pernas - tenta explicar o médico para os pais de Felix que estavam do lado de fora do quarto.


- Então... meu filho está paraplégico?! Ele nunca mais vai poder andar?!


- Existe a chance mínima de voltar a andar com muita terapia. Porém, no caso do seu filho... é praticamente impossível. Eu sinto muito...






Continua...

20 Mai 2021 00:00:04 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
2
Lire le chapitre suivant Capítulo 2 - Alone

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 6 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!