kootoiles art

Jimin lutava contra a depressão dês dos seus 15 anos, e jeon, seu namorado há mais de 3 anos, não esperava que seu pequeno preparasse um mês cheio de novas aventuras e memórias felizes. Jungkook só não esperava que jimin iria partir.


Fanfiction Groupes/Chanteurs Déconseillé aux moins de 13 ans.

#sadfic #jikook #inkspiredstory #pjm #jjk #jkk
5
1.8mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

single chapter

"I believe in your galaxy"

- BTS, magic shop


[edit]: Ok, primeiramente, antes de começar tenho que avisar que esta fanfic contém gatilhos de depressão e suicídio, então se você não gosta e não se sente à vontade com tal tema sugiro que saia. Fora isso, aproveite.


- Jimin. - ri, enqunto era puxado pelo mais velho. - Eu não estou vendo nada, para onde está me levando? - escutei o mesmo rir.


- Calma, jungkook. Você vai gostar! - ele parou de me puxar e logo tirou a venda dos meus olhos. - Tcharam! - Olhei para o céu vendo-o todo iluminado pelas milhões de estrelas que o enfeitavam, que me fez sorrir.


- Jimin... - Olhei-o com a visão meio embaçada por causa das lágrimas que ainda não tinham caído.


- Own, meu bem. - me abraçou. - Não chore, se não eu também vou! - Ficou na pontinha dos pés e me deu um selinho demorado. - Pedi para os meninos prepararem um piquenique para nós. - Se afastou e apontou para uma árvore onde estava tudo arrumado.


Ri envergonhado e andei até lá. - Não acredito que preparou tudo isso pra mim, meu bem. - O olhei


- É em comemoração do nosso aniversário de 3 anos! É claro que eu precisava preparar algo, sempre fica para você essas surpresas, mas esse ano não! Eu que te peguei! - segurou na minha mão, sorrindo.


Sorri fraco, observando cada detalhe daquele lindo rosto. Jimin era uma pessoa incrível porém era bem misterioso quando queria, e isso só me dava mais vontade de entendê-lo. Sei que agora ele deve ser um lindo girassol.


- Jeon? Boiando enquanto me olha? - Sai dos meus pensamentos, enquanto escutava o jimin rir. - Você nunca perder essa mania não é? - Cocei a nuca meio sem graça. - Pois eu amo você mesmo assim! - Me abraçou novamente, mas logo de afasta. - Vamos logo comer! Estou faminto


ri enquanto concordava com a cabeça, e me sentei no pano fino de estampa quadriculado que cobria a grama pouca iluminada pela lua.


Aquele dia foi o melhor que eu poderia ter guardado em minha memória, os vagalumes que vieram nos fazer companhia ou até mesmo um pequeno esquilo que desceu da árvore para ver o quê tínhamos de bom dentro da cesta, e a melodia perfeita da risada do jimin ainda esquentava meu coração... Queria ter gravado para escuta-lá quando estava mal ou quando estava tendo um dia ruim. Algumas semanas se passaram até que jimin resolveu me pegar de surpresa novamente.


- Jeongguk! Se arruma, vamos para a praia! - Desviei o olhar do computador em direção à porta, onde estava jimin com uma camisa branca e um dos meus casacos quadriculados de vários tons de azul e uma bermuda jeans.


Retirei meus fones e arqueei a sobrancelha enquanto segurava um sorriso. - O que pretende fazer agora, Ji? - Me levantei.


- Ah, kookie! Ai você já está querendo informações demais! É surpresa, vai logo. Se arruma, estou te esperando na sala. - Sorri animado, saindo da porta do quarto e indo saltitante para a sala.


Neguei com a cabeça, colocando as mãos na cintura. - Esse baixinho mexe comigo. - Pensei, segurando um sorriso. Me virei e fui me arrumar, não demorou muito para eu ir para a sala e encontrar jimin todo animado segurando uma bóia de unicórnio.


- Jimin? Onde você conseguiu isso? - Ri, me aproximando dele.


- Foi o taehy que me emprestou! Vamos tirar algumas fotos como recordação! - Me deu um selinho demorado. - Que nem aquelas que tiramos ano passado. - Se afastou, sorrindo.


- Você realmente está se superando esse ano, mas ano que vem vou fazer melhor! - O olhei, vendo-o para de mostrar os dentes logo sorrir fraco. - Uh? O que foi, pequeno?


- Nada, jeonnie, deixa pra lá! Eu sei que você vai! Agora vamos! Estou animado. - Saiu, indo saltitante até o carro.


A praia estava agradável, a areia quente e sol brilhando nos recebeu muito bem, tiramos fotos na boia para guardar de recordação já que jimin insistiu em tirá-las, e no fim apenas ficamos abraçadinhos em cima dela. No dia seguinte jimin havia me mandado mensagem para eu ir na casa dele assistir nosso filme favorito:O estranho mundo de Jack


- O que vai fazer para me surpreender dessa vez, jimin? - Ri, tirando meus tênis.


- Vamos assistir nosso filme favorito de novo! "O estranho mundo de jack"! - Deu um pulinho animado, pegando uma almofada e a abraçando. - Vamos comer besteiras e ficar agarradinhos a noite toda!


A noite foi incrível, como sempre, o céu estava limpo e estrelado, dando para ver as nossas estrelas, e a lua iluminando a grama recém cortada do jardim de jimin. Ri bastante ao ver meu pequeno animado ao poder fazer um pedido para uma estrela cadente, ficando uns 8 minutos parado olhando-o feito um bobão. - Pare de me olhar assim, estranho. Está me deixando com vergonha. - Me deu um empurrãozinho.


O fim de semana havia chegado, estava ansioso para saber qual era a próxima surpresa de jimin, mas por algum motivo ele não havia mais me mandado mensagens, e as mensagens que eu enviava a ele não chegavam. Segunda-feira, no colégio? Ele também não apareceu, sem ele o mundo parecia sem cor, estava me preocupando. Terça-feira às 18:30, enquanto assistia um talk show qualquer na televisão, minha companhia tocou, me levantei rapidamente achando que era jimin na porta, mas não encontrei nada além de uma carta. Fiquei surpreso porquê nunca recebia nada além de boletos dos cartões dos meus pais ou contas de luz, água e essas coisas, e fiquei mais surpreso ainda ao ver que era a letra de jimin.


"Olá príncipe, me desculpe pelo sumiço, com certeza deve estar preocupado comigo, mas eu estou bem agora. A dor passou e estarei te esperando aqui na lua..." - O começo da carta me despedaçou totalmente, estava perdido, havia perdido o

garoto que eu mais amava na minha vida. Eu não salvei o jimin, eu não pude salva-lo... Perdi meu garotinho para sempre.


Um ano havia se passado desde que jimin havia ido, todos estavam preocupados comigo, mas eu não me importava com a preocupação deles, só queria poder me reencontrar com ele, park jimin, o garoto que conquistou meu coração da primeira vez que eu o vi. Estava cansado de levar essa culpa de não poder salvá-lo em minhas costas, foi então que, em uma quinta feira, 13 de março fui em uma ponte perto do lago, subi na beirada, abri meus braços e fechei os olhos.


- Jimin, meu anjinho... Espere mais um pouco, eu estou indo para a lua te encontrar.


"Corpo de Jeongguk de 17 anos, que estava desaparecido à três dias, foi encontrado no rio hoje de manhã, tudo indica que a causa de sua morte foi suicídio."




~ Fim.




[edit]: Oi, é, isso não ficou tão bom quanto o esperado, mas né. Espero que tenham gostado, e chorado um poucoKKKKKKKKK. Beijão no coração, amo vocês e bebam água! Fui! 💖😳

15 Mai 2021 20:57:16 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

art pai de fanfics ruins. Taekookmin utted. ele/dele; only army. kootoiles no wattpad e twitter. Sim, eu sou um garoto!

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~