sprouseheart 🌿ੈ♡˳ ohana.

━━ Lili estava tendo que presenciar o seu marido, Cole Sprouse, dando aulas de modo remoto; contudo, estava de saco cheio ao vê-lo preparando conteúdo para suas aulas e por isso decide fazer uma surpresa para ele. Será que ele aguentaria as provocações que ela faria enquanto ele dava aula? ⁾ ー os direitos autorais estão reservados. plágio é crime!﹫sprouseheart. ՙ 𝐂𝐎𝐕𝐄𝐑 · 𝐈𝐃𝐄𝐈𝐀 · 🔮 : ﹫liliezfrases❜.


#65 in Fanfiction #7 in Célébrités Interdit aux moins de 18 ans.

#sex #hot #teacher #pwp #riverdale #cole-sprouse #Sprousehart #jughead-jones #Lili-Reinhart #Betty-Cooper #EAD
12
2.3mille VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 10 jours
temps de lecture
AA Partager

❛ · minha internet caiu;

— Lil, você viu os meus óculos? — Cole me pergunta, gritando da sala.


Rolo os olhos e cuspo a pasta de dente que estava em minha boca antes de responder.


Se estivesse dentro da minha boceta, quem sabe você me foderia não é, seu filho da mãe?!


— Não. — Eu grito de volta e retorno a minha tarefa inicial: escovar os dentes.


A verdade, porém, era que eu estava totalmente irritada com o Cole. Desde que as aulas começaram e ele teve que focar em suas aulas remotas, ele não me dá mais atenção e muito menos sexo como fazia antes.


Claro que, por um lado, eu ficava feliz por ele. Afinal, ele estava dando tudo de si para dar aos seus alunos uma boa aula, mesmo com toda essa situação de pandemia e afins.


Mas e eu?


Ficava para escanteio, claro.


Era sempre a mesma desculpa: "Desculpa amor, amanhã eu me levanto cedo." Ou "Estou cansado, amor. Tive que planejar as aulas da semana toda."


Eu estava de saco cheio dessa situação toda. Quem sabe, eu pudesse ir à casa do vizinho para transar com ele e me explicar assim: "Oh, desculpa amor. Você estava ocupado dando aulas ou planejando-as."


Brincadeirinha...


Apesar de tudo, eu o amava. E por esse motivo, em dez minutos eu não lembrarei mais que estou irritada agora.


Limpo a minha boca e entro no box para tomar um banho antes de ir fazer as minhas responsabilidades do dia. Não era muita coisa. Ao contrário do Cole, minha carga de trabalhos se manteve na proporção, mas eu conseguia me organizar para trabalhar menos — não que fosse algo bom, até porque minha rotina estava sendo baseada entre casa, ioga, livros e trabalhos.


Pois é, faltou o sexo. Culpe o meu marido.


Saio do box enrolada na toalha e quando chego no quarto, vejo o Cole procurar alguma coisa na cômoda. Retiro a única coisa que cobre o meu corpo e jogo sobre a cama, passando em frente a ele.


Espero que ele não retruque a toalha em cima da cama e foque no que interessa. Era típico dele reclamar sobre.


— Estou sendo agraciado pela visão do paraíso logo cedo? — ele diz para mim, passando a mão o quanto pode no meu corpo.


Estremeço quando sinto o seu toque e suspiro fundo para manter a pose por alguns segundos, embora parte de mim quisesse desistir e simplesmente partir para o ataque.


— Do que adianta apenas ver o paraíso e não o desfrutar? — retruco.


— Se eu soubesse que o coice era tão forte, tinha jogado o capim mais longe. — Ele me responde e após achar os óculos, sai do quarto e me deixa sozinha.

Babaca.


Visto uma calça de ioga e um sutiã de renda, apenas. Depois me dirijo até a cozinha para preparar o café antes que dê o horário do Cole dar suas aulas; assim que termino, ligo o bluetooth para conectar os meus fones e coloco-os no meu ouvido para ouvir uma música enquanto eu me exercitava.


Assim que eu finalizo, toda a paz que habitava em mim, se esvai quando eu percebo que Cole está emburrado, pois toma o seu café preto sem olhar na minha cara.


Eu apenas estava falando a verdade e ele quem fica emburrado?


Quem tinha que estar assim era eu.


Não me casei para estar passando vontade e sei que estou certa disso.


Olho novamente de soslaio para Cole e o flagro com apenas uma cueca e uma camisa de botão. Pelo fato de não ter que aparecer da cintura para cima nas aulas remotas, ele permanecia assim. Era uma graça, confesso.


O problema era eu que ficava excitada enquanto olhava para o seu volume. Às vezes ele percebia e ajeitava o membro enquanto mudava o olhar para mim; era rápido, mas eu percebia.


Quando a noite chegava, todas as provocações que ele fazia ainda estavam ativas dentro de mim e nele... nem tanto assim. Por isso, as cenas se repetiam e as desculpas também. Era uma tremenda palhaçada, já disse, não é? Pois não custa repetir.


Eu apenas o queria entrando e saindo de mim. Não era pedir demais.


Eu estava prestes a comprar um vibrador e usá-lo do lado do Cole. Não estava nem aí mais.


Meu celular toca e eu atendo, era a minha chefe que, porventura, estava me dando a semana de folga. Não entendi o motivo, mas ela não me disse e eu também não quis retrucar.


Aproveito a oportunidade e adianto algumas das poucas coisas que eu tinha que fazer na manhã. A casa já estava em ordem e graças à Deus, eu e Cole não tínhamos crianças para bagunçar — apesar de que, às vezes, Cole me reclamava de deixar as coisas espalhadas pela casa.


Não era querendo, eu só deixava e não percebia que acumulava tanto.


Quando finalizo tudo, Cole ainda está na aula; tiro a roupa de ioga e coloco uma das blusas do Cole que pareciam um vestido em mim. Assim como não usei calcinha antes, também não uso agora. Volto à sala e flagro Cole fazer a mesma coisa de sempre, olhando para mim.


Rio fraco e me dirijo até a poltrona da sala, lugar onde Cole poderia me ver pois ficava na mesma direção que a mesa da sala de estar. Meu celular cai e eu me curvo para pegar; segundos depois, Cole pigarreia e eu me viro, confusa a respeito da ação dele.


Entendo perfeitamente quando o vejo com a mão livre sobre o seu membro volumoso e rijo. Exibo uma risadinha.


Me sento na poltrona e abro vagarosamente as pernas, dando-lhe a visão que ele poderia estar imaginando; Sprouse se mantinha entre dar atenção aos seus alunos e tentar agir normalmente e olhar para mim, observando minhas próximas ações. Percebo a sua batalha interna e o ajudo, retirando a blusa que tinha colocado agora há pouco.


Ele tinha que escolher a coisa certa agora.


Nos próximos segundos, vejo Cole clicar algumas vezes no mouse e pegar o celular rapidamente. Pelo que eu entendi e suponho, deveria estar desligando qualquer tipo de conexão wi-fi.


— Avise aos demais que a minha internet caiu, não poderei continuar a aula.


Esboço um sorrisinho, convencida.


Se eu soubesse, tinha feito isso antes.

15 Mai 2021 02:01:44 2 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
4
À suivre… Nouveau chapitre Tous les 10 jours.

A propos de l’auteur

🌿ੈ♡˳ ohana. ㅤㅤim. 𝗼𝗵𝗮𝗻𝗮 ৲ she • her + 🦪 ❫ ba, br · 19 anos. ㅤㅤ❛ · 𝒇𝒓. brasil ❪𝘭 𝘀𝗽𝗿𝗼𝘂𝘀𝗲𝗵𝗮𝗿𝘁 fαn 𝘭❫ ー﹫ áries ❜. ㅤㅤ𖥨֗ ❰ ஜー 𝗘𝗦𝗖𝗥𝗜𝗧𝗢𝗥𝗔 : ﹫ αcc ₊ @aimer-jhs. & ㅤㅤ@aimer-sh on wattp4d

Commentez quelque chose

Publier!
A. Rocha A. Rocha
Cole parecendo minha mãe
May 16, 2021, 20:21
Giovanna Giovanna
perfeitor
May 15, 2021, 23:18
~