luhluv_ Marcela Martins

Quando o antigo reino em que vivia no lado feérico do grande mundo foi atacada e destruída por terríveis piratas, Jeongin e sua mãe como últimos sobreviventes foram obrigados a fugir o quanto antes do lugar a procura de um novo abrigo. Foi meses andando até encontrar um reino onde as raças se misturavam mais do que normalmente faziam, lá todos eram livres e se tratava com igualdade - ou quase -. A vida do elfo seguiu normalmente, tudo estava pacífico e as lembranças das mortes e da destruição ocorrida no antigo lar foram desaparecendo com o tempo. Quando em um dos seus passeios pela floresta, conheceu um pirata diferente do que lhe contavam e já presenciou.. E tudo virou uma bagunça desde então. • hyunin||+18||sem datas para postar • plágio é crime!||não permito adaptações||inspirações me contatar primeiro • capa por @Starrysunshinee


Fantaisie Interdit aux moins de 18 ans.

#straykids #hyunin #yang-jeongin #hwang-hyunjin
0
40 VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 10 jours
temps de lecture
AA Partager

EverRosies

Era mais um dia comum na vida do pequeno Jeongin, acordando cedo o bastante mesmo querendo continuar na cama foi obrigado por sua mãe que veio lhe chamar, na verdade gritar para que levantasse logo da cama e hesitantemente o fez, indo ainda cambaleando pelo sono até o banheiro para poder se banhar. Finalmente cheiroso e um pouco mais acordado pela água gelada que optou por tomar, agradecendo por ainda estarem no verão assim o frio não seria muito mesmo sendo de manhã.

Olhou o próprio reflexo pelo pequeno espelho que tinha em seu quarto simples e pouco decorado, haviam se mudado a pouco tempo para o reino de EverRosies, depois que a pequena vila onde morava foi destruída pelos piratas, não entendia o motivo deles fazerem tal coisa com todas as raças sem mais e nem menos, não tinham dó de ninguém. Jeongin saiu dos próprios pensamentos do qual mergulhou por muitos segundos, quando sua mãe novamente gritou do andar de baixo para que fosse tomar café se não se atrasaria para o primeiro dia de aula, não demorando a apenas arrumar sua pequena bolsa que foi feita por si mesmo e descer correndo para assim se sentar na mesa e degustar do bom café que a mulher fazia, não era atoa que está conseguiu abrir uma pequena cafeteria no Reino em poucos dias, a rainha Celeste adorou as mãos poderosas da acastanhada e quase insistiu para esta ir trabalhar no castelo, porém ja tinha muitos chefes lá.


Se despediu de sua mãe depois de fazer suas últimas higienes e saiu correndo pelo reino de forma animada, sempre foi assim, pelo menos depois dos três primeiros dias dos quais foram de pura timidez da sua parte. Agora conheci quase todos os seus vizinhos e corria dando bom dia a todos eles com um sorriso de se encantar todo mundo, bom desse jeito foi que chegou a frente da escola onde estudava e adentrou(pois é, nem eles conseguem se livrar disso).


...


- Mãe, cheguei! - Entrou em casa já avisando de sua presença, mas não ouviu respostas então apenas deu de ombros, pensando que está já estaria em sua cafeteria, mesmo sendo quase ao lado da casa onde moravam, não era possível se escutar de onde estava no momento. Foi para cima, guardando sua mochila e colocando uma roupa mais confortável, sendo este um vestido longo azul claro e uma sapatilha em mesmo tom, sempre gostou de usar roupas das quais se dominavam "femininas", mas neste mundo não existia isso, todo mundo utilizava o que gostava e desse jeito não seria julgado. - Oh!


Um dor forte em suas orelhas pontudas foram sentidas, os dedos pálidos do platinado tocaram o local já avermelhado do qual conseguiu ver pelo pequeno espelho, mordeu o lábio inferior sabendo que isto significava apenas uma coisa, seu cio estava próximo. Sim, neste mundo determinadas raças eram divididas por classes apenas pelo corpo em que possuíam, sendo essas ômega, alfa e beta, e Jeongin era um Elfo Ômega, era bastante incomum a raça em que possuía vi e um ômega, a grande maioria era Alfa assim como sua mãe.


Grunhiu rabugento, odiava passar pelo tão dolorido cio, principalmente para um ômega como ele, era difícil passar por tal sem ter alguém ao seu lado para lhe ajudar, porém Jeongin nunca teve relacionamento algum, muito menos contatos íntimos como beijos. Não deixou que aquilo o afetasse para o que tinha em mente aquela tarde.

Desceu e viu que sua mãe havia chegado para o almoço, para sua felicidade era um dos seus pratos favoritos que está havia trazido de sua cafeteria. - Meu cio está próximo mãe, teremos que comprar um anti cheiro para colocar na porta de casa. - os anti cheiros eram utilizados para que pessoas de fora não sentissem o cheiro do pobre ômega necessitado e tentem invadir sua casa.


Depois de comerem, Yang resolveu que seria uma ótima ideia sair pela floresta atrás de sua casa para pegar frutas e recursos naturais que poderia ajudar a decorar sua casa e a cafeteria de sua mãe, era ótimo em artesanato, então qualquer coisa lhe inspirava a criar. O vento quente do verão era mais presente entre as árvores, e o cabelo já bastante longo do platinado não ajudava muito em sua procura, então em um rápido movimento colocou uma presilha da qual carregava consigo sempre que possível.

Jeongin nem percebeu quando já estava bastante longe de sua respectiva casa, apenas estava concentrado em pegar galhos, flores, frutas e muitas outras coisas que encontrava jogado por ali. Um sorriso grande brotou de seus lábios ao ver uma montanha repleta de pedras e borboletas coloridas planando, correu naquela direção como uma criança e parou apenas quando conseguiu avistar o grande Castelo dali, era em cores bastante vivas e bonitas, entrou lá apenas quando chegaram para se apresentarem e pedirem permissão a Rainha Celeste para morar em seu tão bonito reino. Mas apenas o primeiro salão era grande, imagina os outros.


Se assustou, saindo de seu pequeno mundinho, pelo barulho que lhe causou tal sentimento algo como um galho quebrando e passos cada vez mais perto, seu coração bateu forte e suas orelhas ficaram doloridas novamente pelo cheiro forte de avelã que passou por suas narinas. Olhou ao redor, apertando a alça da cesta entre os dedos afim de não demonstrar que estava com medo se não soltaria seus feromonios também assim como o ser que estava por perto.

Foi quando seu olhar pousou em um garoto que subia a montanha pelo outro lado, este olhava para baixo até então, porém o ômega não se controlou quando viu o chapéu e as roupas de couro, soltando seus feromonios pelo medo e assim seus olhos se encontraram com o de cabelos negros e longos. O garoto que sabia ser um pirata paralisou no lugar, ambos se encaravam por longos segundos, mesmo de tão longe, pareciam hipnotizados um pelo outro, o de roupas de couro estava pelo menos, nunca havia visto um ser tão bonito em toda sua vida.


Jeongin percebeu o que fazia, arregalando os olhos ele se virou de costas e começou a correr desesperadamente pelo caminho que tinha feito para chegar até ali, agora apenas querendo ir embora dali, mesmo ouvindo chamados para si ele não parou por nenhum segundo até chegar em sua casa, todo sujo por ter caído em uma poça de lama enquanto corria. Agradeceu por sua mãe já está de volta na cafeteria, assim não veria seu estado e não perguntaria nada a si, pois não queria causar medo na mesma.


Tomou um banho e foi se deitar apenas com uma camiseta longa, seus olhos estavam presos no teto, porém sua mente estava longe demais de sua casa e até mesmo do reino. De volta a montanha onde encontrou o garoto, não podendo mentir que este era bastante atraente, seu cheiro era forte mas não conseguiu identificar sua raça direito, só de pensar no de roupas pretas o platinado se arrepiava por inteiro. Se chamou de louco por ter se atraído por um pirata, e se virou de lado afim de dormir, mas quem disse que conseguiria?

16 Mai 2021 00:00:13 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
À suivre… Nouveau chapitre Tous les 10 jours.

A propos de l’auteur

Marcela Martins Oioi amores!!! Bem-vindos ao meu mundo da imaginação onde compartilho estórias criadas totalmente pela minha mente desocupada. Espero que gostem daqui ese sintam a vontade. Critícas construtivas sâo semprebem vindas. Lembrando que plágio é crime e adaptaçâos não são permitidas pela minha pessa inspiraçâos devem ser contadas a mim primeiro.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~