cocabluee Lili Santos

Quando ele bagunça meus cabelos parece ter 10 . Ele brinca com meus dedos enquanto estamos deitados , pode ser que tenha 15 . Uma vez ele me abraçou enquanto chorava , então ele tinha 5 anos .


Histoire courte Tout public.

#poesia #Sad #sliceoflife #angst #jikook #kookmin #poetic #lirica
Histoire courte
0
2.1mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Estatística inferencial da desistência preludiar

Tudo tem o tempo certo , seu momento . Assumo que queria atenção , queria ser notado e amado , pois não sabia amar a mim mesmo . Não adianta querer ter pernas de gigante , cada corpo é proporcional . Agora entendo a minha pequinês e consigo caber nela .


Ainda não sei quem sou . Na boca dele sou chamado de Vítreo . Realinhei meus sonhos com o horizonte e com o universo , e eles parecem mais possíveis , mesmo que alguns sacrifícios sejam necessários .


Jeongguk era um sacrifício que exigia muito esforço , pois não conseguia lidar com toda a sua diferença preludiar . Seu coração era maior que seu próprio corpo e ele deixava isso transparecer de uma forma descomunal . Ele odiava esse lado próprio .


Mas eu amava cada detalhe .


Apesar de parecer seguro para os outros , sua autoimagem era completamente diferente . Chorava . Queria gritar , correr , fugir . Era um garoto fodido com a mente perturbada que não sabia interagir com os seres humanos e fazer nada certo . Mas quando estava comigo se mostrava diferente , mais intrínseco .


Aos vinte e um tinha mágoas demais e tentava ser bom com as pessoas que não mereciam para suprir essa dívida que tinha criado consigo mesmo . Diminuindo o próprio corpo e fazendo papel de eterno , pregando uma punição que nunca vinha .


Todos valiam de salvação , mas não Jeongguk . Ele se odiava demais para se permitir tentar ,errar.


Suspirou quando o sol terminou de se esconder no horizonte , os últimos raios refletindo na retina lacrimosa . Sentia a boca sem a fina camada de pele doer , ele sabia que estava sangrando, não só ali mas por todo poro de seu corpo . As lágrimas silenciosas correram involuntariamente por suas bochechas , umedecendo um frio caminho até a ponta de seu queixo . Sorria .


E talvez ninguém fosse entender aquele temor melhor do que ele mesmo , nem mesmo a mim. Nem mesmo o alter ego que vivia a sua vida perfeita . Quem poderia dizer quando ?


Queria que tudo acabasse logo , talvez o dia , o mundo . Nunca tinha pedido para ser uma falha , nunca mereceu ser negligenciado . Queria a resposta que ninguém parecia disposto a dar , mas ele também não queria ouvir .


Agora com seus vinte e um anos age como se voltasse a ter seus quinze , carregava a mesma dor de não poder confiar em si mesmo . E então volta para seus dez , quando não se lembrava de nada e era apenas uma partícula remanescente . Jeongguk era uma estatística inferencial .


Quando ele caminhou até mim com seus pedaços quebrados se afogando no próprio poço de mágoas , sentia-se incomôdo . Não que deveria ter o direito de estar mal . Tudo o que sua boca não conseguia pronunciar , sua mente fazia questão de lembrar .


Tentava. Não conseguia gritar , apenas era puro . Mortal .Estragável. Quem sentiria falta dele se ele nunca mais fosse ? Ele sorria para todos . Por que é que tinha tanto medo de ser odiado ?.


Correu até meu abraço , seus pensamentos passavam por seus dutos lacrimais e então ele tinha cinco anos .



11 Mai 2021 16:10:47 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
1
La fin

A propos de l’auteur

Lili Santos O anjo e o demônio na ponta dos meus dedos Até eles riem e choram, eles escrevem letras Mesmo que o papel esteja todo molhado. Wattpad - @cocabluee

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~