mandy-mars Amanda Karynne

“Era inevitável que eu me apaixonasse por você. Eu era apenas mais uma garota excitada com a minha nova rotina, com as pessoas que eu estava conhecendo, com tudo o que eu estava aprendendo. Entrei em nossa vertiginosa relação, sabendo que era puramente carnal. Mas me surpreendeu te ver lavando as mãos, se eximindo de qualquer responsabilidade — Professor Kim.” BTS | JIN | O.C | PROFESSOR | ALUNA | HOT | LOONA | HYUNJIN | 18+ ⌈™ & Copyright © 2020 by Mandy Mars. Todos Os Direitos Reservados⌋ Plágio é crime


Histoire courte Interdit aux moins de 18 ans.

#bts #spin-off #loona #aka #kim-seok-jin #professor-x-aluna #kim-hyunjin #marja-stanyslavsky
Histoire courte
4
2.6k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Carta aberta de um coração ferido.

Alguns avisos:

➠Todos os personagens são adultos;

➠Os fatos e eventos aqui descritos são fictícios;

➠Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas – terá sido mera coincidência;

➠Enredo contraindicado para menores de 18 anos;

➠Eu não endosso a conduta aqui descrita;

Boa leitura e me encontrem nas notas finais.


🅑🅞🅐 🅛🅔🅘🅣🅤🅡🅐


De: Marja Stanislavisky

Para: O misterioso professor de oratória

Kim SeokJin

“Meu Deus que homem!?”

Foi meu primeiro pensamento, ao cruzar olhares contigo.

Professor Kim Seokjin. Graduado em oratória e expressão corporal.

Eu me inscrevi nessa matéria por engano e sinceramente, achava a premissa um tanto ‘gay’. Não imaginava que levassem ‘oratória’ à sério ou que minha ruína viria munido de um sorriso cativante, e um jeito calmo e displicente.

Sempre imaginei que a tara das alunas calouras pelos professores, fosse coisa de roteiro pífio, de filme besteirol. Tipo este de filme que eu particularmente, desprezo.

Me senti uma perfeita idiota, ao perceber meu corpo me trair sem a menor cerimônia. Bastava sentir o seu perfume.

Era desconcertante. Revoltante. Indisfarçável. Terrível. Era paixão.

E tinha tudo para permanecer um amor platônico (patético) e unilateral. Até você me notar. E até que eu permitisse que você se infiltrasse em minha vida mais e mais. Não tinha como dar certo. Mas, quem liga?

Você entrou em crise (o que estou fazendo?) e seu casamento foi na esteira. Você fez questão de me atualizar que seu matrimônio estava por um fio, o divórcio era agora a opção mais realista (?) e eu (iludida) me agarrei a esse ‘fio’ e transformei em esperança.

Esperança de vê-lo divorciado.

Livre.

Capaz de vir pra mim. E ser somente meu. Como eu almejava ser somente sua.

Os homens são tão sinuosos. Farejam uma vítima em potencial e nem se dão ao trabalho de ocultar suas reais intenções. Basta que a ‘vítima’ esteja disposta. O resto é simples. Eu me entreguei ao que sentia por você, muito antes de entregar meu corpo. E você foi meticuloso. Nos mínimos detalhes. Me conquistou de todas as maneiras. Aprisionou a minha mente e meu coração, em seu fascínio.

E quando dei por mim estávamos sozinhos na biblioteca da universidade.

Nada fora do normal, não é? Oh – Eu era a aluna apaixonada. Você o professor interessante, charmoso, sedutor e mais velho.

Ambos sabíamos que o que estávamos prestes a fazer era imoral e antiético. Mas nenhum de nós deu a mínima. Quando nossos hálitos se misturaram, tudo ao redor ficou pequeno, efêmero e sem importância. Primordial era aplacar aquele desejo enlouquecedor.

Meu corpo clamava pelo teu. Em alto e bom som. E assim fizemos nossa cama. Uma mesa de leitura. “Nosso ninho de amor.” Não foi amor. E nós sabíamos disso. Mas foi tão divertido.

Sexo selvagem, sem pudor, sem desculpas.

Entre gritos e gemidos – nunca me senti tão viva. Mas como a garota ingênua que eu era, eu queria mais. Mais que apenas uma transa casual. Mais que apenas uma troca de feromônios.

Eu queria mais de você. O cara intelectual. Sexy. Bem resolvido;

Esse foi o meu erro. Não seguir o roteiro. Sabe, dos filmes B\Trash/Besteirol?

Além do mais, eu odeio esse tipo de filme. E não sou esse tipo de garota.

Se me surpreendeu a sua reação, após a nossa tarde de ‘diversão’ na biblioteca? Evidente que sim, Professor Seokjin! Como o deus do sexo, de repente foge como um adolescente assustado? Não fez o menor sentido e permanece assim.

Me magoou não ter notícias suas, semanas seguidas. Me feriu ainda mais, saber pelos outros professores, que você do nada, superou a crise em seu casamento, e renovou as bodas com sua esposa. “Que idiota eu fui.”

Tão clichê.

Mas sabe de uma coisa? Eu não me arrependo. De me apaixonar por você. De me deixar levar. De me entregar pra valer ainda que para você eu tenha sido apenas um corpo jovem para matar o marasmo. Eu não me arrependo. Se não me enriqueceu de alguma maneira, me mostrou que clichês nem sempre são inofensivos.

E que qualquer garota pode cair nos encantos de um cara mais velho atraente e interessante. Você foi esse cara, Professor Seokjin. E por mais que a nossa relação passageira, nunca tenha passado disso, pra mim, valeu cada segundo. Eu saio disso de mãos e consciência limpas. E não mudaria nada.

Nam Marja Stanislavisky. — Ao misterioso professor de oratória, Kim Seok Jin.


🅕🅘🅜.


Notas Finais

Algumas curiosidades:

➠A referência a essa história acontece no capítulo 12 da fic “One e only – Primeiro e único”

➠Esse negócio de ter uns fetiches em asiático/professor bonito – é meu;

➠O Jin é meu utt no BTS;

➠Ser meu utt não quer dizer absolutamente nada – sou muito doida sim;

➠Eu descobri o Loona recentemente – Kim HyunJin é muito linda, e tem aparência exata da Marja;

➠Quem leu o início dessa treta aqui, já meio que sabia que esse encontro casual não deu em nada.

➠Talvez, uma decepção. Acontece – aliás, é o que mais acontece.

➠A inspiração pra essa história curtinha – é a música homônima da Alanis Morissette;

Conselho da Mandy Mars:

“Cuidado com o que você deseja. Você pode acabar conseguindo – e se frustrando no caminho.”

16 Novembre 2020 15:31:09 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Amanda Karynne Escrevo o que eu não encontro pra ler. Tenho perfil no Spiritfanfics.com (@Mandy_Mars_) e no Wattpad (@Amanda_Karynne).

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~