maifreitas Maira Freitas

Após tanto tempo de espera, de sofrimento e perda, Lan Wangji finalmente reencontra Wei Wuxian. Depois de tantas dificuldades percorridas ao longo de sua história com o mestre do cultivo demoníaco, Lan Wangji finalmente acha que terá seu final feliz com o homem pelo qual se apaixonou. O que ele não sabe é que seu relacionamento não será aprovado por seu tio e professor de sua seita, Lan Qiren que irá impor que ele siga os caminhos corretos de um homem e tenha um casamento apropriado. Com a decisão tomada, Wei Wuxian parte em uma nova aventura, procurando por sua grã-mestra, a cultivadora desgarrada Baoshan e em meio a seu caminho sofre a decepção de saber do casamento de seu amado Lan Wangji. A história de Mo Dao Zu Shi/The Untamed não me pertence. Todos os créditos são dados ao seu autor..


Fanfiction Anime/Manga Interdit aux moins de 18 ans.

#MoDaoZushi-Theuntamed
40
4.0k VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les 10 jours
temps de lecture
AA Partager

Prólogo

Atenção: Capítulos contém spoiler de Novel e live Action.

(...)

A vida era o maior aventura que existia, o mundo, era uma constante de mudanças. O humano? Era uma criação que não era capaz de ser explicada. E os sentimentos? Ah, os sentimentos eram sem sombra de dúvidas o maior mistério que existia.

O era da cultivação havia encontrado sua paz depois de tantas guerras, ambição e sofrimento. Muitos haviam perecido sob o sentimento intenso e a vontade de poder, outros haviam sido apenas peças de um tabuleiro para concretizar o desejo alheio.

Para alguns, o mundo havia deixado de existir, quando uma perda mudou tudo. Para os que ficaram, era os sentimentos de culpa, raiva, solidão e acima de tudo, a perda do primeiro e único amor sentido, porém não vívido.

Preso por tantas regras, por tanta disciplina e retidão, ele não sabia o que era ter amigos além do irmão, não sabia o que era a vida, não sabia nem mesmo o que era sorrir. A grande verdade era que ele apenas existia, preso em todos os princípios de sua seita, ajudando os outros, livrando o mundo do caos. Era o que seu título significava. Estar onde quer que o caos estivesse.

A treze anos atrás ele havia perdido uma das pessoas mais importantes de sua vida, se não a mais importante. Ele sofreu, chorou, se desesperou e procurou. Por treze anos ele tocava inquérito incessantemente, procurando pela alma ao qual acreditava e sabia, era destinada a si. Quando seu amor havia sido incompreendido e caçado, ele não teve a chance de se despedir, de dizer tudo o que sentia e viver todos aqueles sentimentos ao lado da pessoa ao qual entregou seu coração, seu amor, sua alma. Vazio e perdido, ele vagou por tantos anos em busca de qualquer sinal. A noite, eram as lágrimas e a solidão sua única companhia. A dor que carregava lhe dando a certeza de que nada aquilo era um sonho ou uma ilusão, confusão de sua mente. Era real. Seu amor era tão real que talvez fosse capaz de tocá-lo, porque ele já sentia da forma mais extrema e intensa possível.

Treze anos depois, na Montanha Dafan ele sentiu seu coração explodir e bater desenfreado quando ouviu aquela melodia. A canção que ele havia criado e somente ele e a pessoa ao qual amava conhecia, ecoando pelos quatro ventos. O coração virou manteiga derretida, para voltar ao seu normal e bater tão descontrolado que qualquer pessoa seria capaz de ouvir. Seu corpo inteiro tremia, seus pensamentos eram uma bagunça. Ele não estava sendo capaz de ser ele mesmo.

Era ele. Estava ali. Havia retornado e lutava para salvar a vida dos juniores de algo que ele mesmo havia criado. O general fantasma.

O som que saía da flauta não era dos melhores, certamente ele tinha improvisado o instrumento no momento de desespero e na tentativa de controlar Wen Ning, usou a sua canção.

Wei Wuxian enfim havia retornado. Embora estivesse diferente, com aparência e corpo diferentes, ele sabia que a alma que habitava aquele corpo desconhecido era de Wei Wuxian, ninguém mais ninguém menos do que o homem que amava. ele não queria saber dos costumes. Ele amava o mestre do cultivo demoníaco, amava com tudo o que tinha e ao ouvir aquela melodia, tudo que sentia apenas aumentou. Era a música deles e que apenas eles dois conheciam. Enfim o seu tão sonhado e esperado momento feliz ao lado de Wei Wuxian estava bem a sua frente.

"Wei Ying."

Enquanto o homem tocava a música na flauta, querendo atrair a atenção do general fantasma, Lan Wangji se aproximou e parou atrás deste, logo sentindo o corpo do outro colidir com o seu. Rapidamente, ele segurou o pulso do outro e quando seu olhares se encontraram ele sabia, era capaz de sentir dentro de si, era ele.

"Wei Ying, você voltou."

O brilho nos olhos de Wangji só poderia ser reconhecido por ele, afinal era o único que causava aquele brilho na íris clara da segunda Jade de Gusulan. As notas voltaram a ressoar da flauta, embora o som não fosse o mesmo, Wangji não se importou, estava concentrado demais na pessoa que a tocava. Quando o general fantasma foi embora, não tardou para outros seniores aparecerem, junto ao líder de seita Jiang. Aquilo significava problemas, o Lan sabia; mas nada mais importava, ele estava ali para proteger o Patriarca e se preciso fosse, lutaria para que ele ficasse a salvo.

Ao descobrir que Wen Ning esteve naquele lugar e que for invocado oelo menor que portava a flauta de bambu, Jiang Cheng foi tomado pela raiva e atacou o homem mascarado com Zidian. Colocando-se a sua frente e bloqueando o ataque com Bichen, Lan Wangji o protegeu.

Não existia nada no mundo que fosse capaz de impedir que Lan Wangji protegesse Wei Wuxian. Se fosse preciso, daria sua vida em troca da dele. Depois de tantos problemas, de tanta distância e de perda, ele enfim encontraria a paz ao lado do Patriarca Yiling. Todas as suas respostas ao inquérito estavam bem ali, mostrando para ele, mesmo sem perceber que quando duas almas estão destinadas a ficarem juntas, não haverá nada e nem ninguém capaz de separá-las, nem mesmo a morte.

"Wei Ying... Obrigado por ter voltado. Prometo que estarei do seu lado, sempre. "

(...)

Olá meus amores! Prólogo editado.

Aos novos leitores, bem vindos! Aos antigos, obrigada por estarem aqui comigo.

Reportando o comunicado anterior. Essa é a minha primeira fanfic de Mo Dao Zu Shi, darei o meu melhor para contar uma boa estória e proporcionar a todos bons momentos de amor, felicidade, raiva, tristeza, prazer... Enfim. Espero que vocês gostem e aproveitem cada momento.

Não deixem de me dizer o que estão achando. Eu gosto de conversar!

Beijos e obrigada por me acompanharem. ❤

12 Octobre 2020 11:25:02 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
5
Lire le chapitre suivant Nós dois.

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 32 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!