mafuyuchii Mafuyuchii

Iida Tenya sempre desejou a muitas coisas em sua vida, realizar sonhos, ser o melhor da turma e seguir os passos de seu irmão mais velho, Tensei, mas ele não soube quando passou a desejar também por uma certa esverdeada de cabelos médios e de sardas nas bochechas.


Fanfiction Anime/Manga Interdit aux moins de 21 ans.

#fanfiction #fanfic #pwp #fic #boku-no-hero-academia #my-hero-academia #midoriya-izuku #femdeku #iideku #iida-x-deku #iida-tenya #genderbend-deku
Histoire courte
2
3.6k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

I wish - Capítulo Unico.

Iida Tenya se considerava muitas coisas.

Tenya se considerava primeiramente um estudante exemplar, quer dizer, ele sempre entregou todos os deveres de casa, sempre estudava todos os dias para não manter as matérias acumuladas na hora que fosse estudar e muito menos chegava atrasado nas aulas. Ele também sempre foi exemplar dentro de casa, odiava seu quarto desorganizado e por isso deixava sempre tudo impecável. Os Livros, os óculos, até mesmo os lápis em cima de sua escrivaninha, com as pontas bem afiadas e as borrachas sem aqueles fiapos saindo.

Ah, aqueles fiapos lhe causa arrepios.

Ele também se considerava um sonhador, desejava muitas coisas. Como sempre tirar notas boas, sempre chegar no horário da aula e até mesmo se tornar um herói assim como seu irmão mais velho, Tensei, ao qual ele admirava muito e como o All Might, o herói numero um. Seria bobo ele dizer também que tinha um sonho de terminar um dia a sua coleção de óculos? Bom, era um sonho e sonhos não devem ser classificados como bons ou ruins, cada um tem o seu afinal.

Mas Iida não soube quando passou a desejar também por uma certa esverdeada de cabelos médios e de sardas nas bochechas. Quer dizer, era um pouco estranho em seus pensamentos ainda o fato de passar a ver Izuku com outros olhos que não fosse de amigo e rival, em uma relação até que de camaradagem, contudo ele começou a sentir coisas estranhas.

Seu coração acelerar, seus lábios ficarem secos e especialmente suas turbinas ficarem lentas. Ele sempre teve controle de suas turbinas nas pernas, por que estava agindo dessa forma somente pelo fato de achar os lábios de Izuku, de certa forma chamativos? Ainda mais quando ela sorria em sua direção e dizia palavras tão doces para o deixar determinado, assim como aos outros.

Ela e Todoroki foram os únicos capazes de o salvar da vingança que ele estava buscando por seu irmão, e talvez ver esse lado da Midoriya de ser sua heroína naquele momento, fez algo nele se mexer e então a desejar de verdade, a desejar com todas as suas forças. Aquilo era amor não era? Precisou pesquisar e muito em livros, internet e até perguntar a alguns colegas sobre isso.

Mas era estranho. Iida pensou que sabendo de todas as informações sobre estar apaixonado faria seu desejo estranho, ou “crush” como a Uraraka estava chamando, passar. Então por que o sentimento de desejo ainda não tinha saído de seu peito? Por que ele tinha tanta vontade de…

- Iida-kun você está me escutando? - A voz da esverdeada chamou a atenção do rapaz no exato momento em que ela o chamou. No momento eles estavam terminando um dever de casa e resolveram de fazer juntos, era isso o que eles estavam fazendo naquele momento.

- Ah? Sim! Midoriya-kun o resultado é 63! - O garoto falou voltando a olhar para o caderno de matemática, a esverdeada parecia pensativa enquanto o olhava e logo ela suspirou.

- Iida-kun, a gente já saiu da primeira questão.

- Ah é mesmo? Poxa, onde eu estou com a cabeça não é? Haha! - O rapaz falou voltando a fazer os cálculos, contudo o que ele se surpreendeu foi olhar para a esverdeada se levantar da mesa que os dois estavam compartilhando e começar a pegar as próprias coisas. - Midoriya-kun? Espere, nós ainda não terminamos o dever de casa.

- Eu já terminei as quatro questões, você que ainda está na questão 1. - Respondeu com um muxoxo no rosto. - Eu… acho que você não está com muita cabeça para lições de matemática, não é?

Ah se Izuku soubesse onde estavam os pensamentos do Iida.

- N-Não é isso Midoriya-kun! - Falou balançando os braços de forma frenética enquanto se levantava, querendo a impedir de ir embora, afinal a companhia de Izuku era maravilhosa. - É que… bom…

- Você está preocupado com seu irmão? O Ingenium-san? Ou sua mãe? - A esverdeada perguntou preocupada.

- O que? Não! O Nii-san está muito bem! A cada dia ele se recupera mais… - O rapaz falou a observando atentamente, ele estava corado e Izuku parecia o olhar com uma expressão cada vez mais chateada. - Midoriya-kun?

- Eu fiz algo de errado Iida-kun?

- O que? Claro que não! - O rapaz falou a olhando surpreso, ela parecia realmente chateada. - Por que está pensando assim?

- Porque toda vez que a gente estuda juntos ou faz qualquer coisa juntos você fica muito distraído… - Izuku respirou antes de continuar as palavras e direcionou os olhos verdes na direção do maior. - Eu tenho medo de acabar te prejudicando ou algo assim… - Soltou por fim, virando o rosto e segurando com força o seu caderno e suas coisas nas mãos.

Iida era um homem que costumava ter palavras para tudo, uma resposta concreta e bem trabalhada para todos os momentos, contudo naquele momento pareceu que as palavras escaparam de seus lábios e ele ficou sem saber o que falar para a garota que gostava. Quer dizer… o que ele podia dizer? Pedir desculpas e falar que não faria mais aquilo? Mas era óbvio que ela responderia um…

“Mas Iida-kun, não é a primeira vez que discutimos sobre isso.”

E isso só tornava tudo mais complicado…

- Eu posso ser sincero Midoriya-kun?

Midoriya antes de qualquer coisa era uma de suas melhores amigas, era a garota que gostava e amava, mas ele sempre fora sincero com seus amigos e todos que gostava, então ele precisava ser sincero com a sua querida esverdeada, ainda que falar algumas coisas lhe dessem vergonha.

- … Pode Iida-kun.

- Acho melhor sentarmos para conversar. - Instruiu, se sentando na cama em seguida da Izuku que se sentou do seu lado. - Eu tenho andado “distraído” porque… - Iida não conseguiu evitar de desviar um pouco o olhar, a vergonha estava lhe batendo a porta agora. - bom… - Izuku deixou as coisas na mesa novamente e se aproximou do Iida, segurando ambas as mãos dele e com um sorriso mínimo nos lábios. - por isso.

- Por isso? - Izuku perguntou olhando duvidosa.

- Porque… porque toda vez que eu estou perto de você eu fico pensando tanta coisa.

- Coisa boa ou ruim?

- Depende do que você considera bom ou ruim. - Iida falou, ele estava ficando nervoso porque ele não conseguia chegar nos finalmente, por que era tão dificil simplesmente dizer que você gosta de alguém? Medo da rejeição? Ele devia ter se acostumado já com a idéia de que poderia ser rejeitado.

Afinal Iida sabia que não era ele o único com os olhos para Izuku, tinha o Bakugo que era o amigo de infância dela. Os dois tinham um tempo de relacionamento muito maior do que comparado a Izuku com ele, então ele sabia que suas chances eram baixíssimas.

Mas o desejo continuava ali.

- … Bem, eu acho bom quando você me ajuda em literatura. - A esverdeada respondeu sorrindo. - E… eu gosto de segurar suas mãos.

- Você gosta de segurar minhas mãos?

- Claro, elas são gentis Iida-kun. - A esverdeada respondeu calma. - Além disso, são com essas mãos que você salva as pessoas e ajuda a todos como pode. Você é assim, inteligente, super preocupado mas também bem gentil, tão gentil que assumiu o nome de herói do seu irmão.

Parecia que Izuku o observava bastante também, não? Tanto que o próprio Iida se surpreendeu quando ela se aproximou caminhando devagar para próximo de seu corpo, segurando com uma das mãos em sua bochecha direita e o puxando para olhar em sua direção.

- Eu gosto também dos olhos do Iida-kun, eles são bem bonitos e passam segurança para mim toda vez que os olho atentamente, também me deixa um pouco arrepiada mas acho que isso é normal… - A garota falou sorrindo em seguida. - Então, não sinta como se…

O silêncio se fez de repente por conta de Izuku murmurar surpresa por sentir seus lábios sendo preenchidos pelos de Tenya rapidamente, os olhos verdes até ainda estavam abertos, mas ela fechou rapidamente por conta dos óculos que encostaram em seu rosto, mas o que Izuku não deixou de notar foi a textura dos lábios de Iida que a atrairam tanto e a fez ter vontade de continuar com o selar vindo por parte do rapaz, contudo tinha sido tão rápido, especialmente por conta do Iida que se afastou rapidamente e Izuku ficou piscando algumas vezes, olhando para o rapaz que tinha ficado corado na hora, até as orelhas.

- M-MIDORIYA-KUN! - Iida acabou soltando surpreso demais. - A-AH MIDORIYA-KUN EU SINTO MUITO! EU NÃO DEVIA TER FEITO NADA DISSO! - Iida falou soltando das mãos da esverdeada e balançando os braços rapidamente, o nervosismo tinha tomado conta do representante de classe e Izuku ficou o olhando um pouco surpresa, mas em seguida mudando a expressão para uma determinada enquanto Iida falava cada vez mais e mais, contudo Izuku apenas segurou em seus braços e se moveu na cama para ficar de frente para ele em pé, somente com o objetivo de o impedir de se mover mais com aqueles braços musculosos.

- IIDA-KUN! - Izuku acabou gritando surpreendendo o rapaz, que ficou olhando na direção dela e sentindo seus braços sendo segurados com certa força por parte da esverdeada. - EU GOSTO DE VOCÊ!

- MIDORIYA-KUN?! - Iida perguntou ficando corado na hora, mas não movendo os braços.

- Eu queria terminar de dizer isso porque eu tava guardando isso a um tempão mas você foi simplesmente e me beijou e depois começou a gritar!

- AH EU SINTO… - E antes que Iida pudesse gritar novamente, lá estava Izuku lhe roubando mais um selinho rápido.

Como ela poderia fazer aquilo com ele? Era tão divertido assim cortar as coisas que ele queria dizer? Porque quando ela se afastou a esverdeada simplesmente começou a rir da cara dele, que estava corado e ainda um pouco abobado por tudo que tinha acontecido.

Ah como Iida desejava tirar esse risinho dela…

- Me desculpe estar rindo… - A esverdeada pediu soltando os braços do rapaz e desviando o olhar para que ele não a visse rindo. - mas é que fazer isso é até que divertido e… - E quando Izuku menos percebeu, ela sentiu ser segurada pelo rapaz com os braços fortes e ele a derrubou na cama, a esverdeada se silenciou imediatamente naquele momento, ainda mais por ver que ele estava agora por cima dela e sem os óculos, que já tinham caído pela cama. - I-Iida-kun? O-O que você…

E dessa vez foi Izuku que ficou em um completo silêncio, pois sentiu seus lábios serem preenchidos pelos do maior em um movimento bem rápido, e apesar dele estar um tanto quanto nervoso, ele começou a relaxar no momento que sentiu Izuku corresponder ao beijo e a mover as mãos em direção de suas costas.

O rapaz se surpreendeu por ver que a esverdeada tinha até que certa experiência em beijar, ainda mais quando ela parecia a que mais estava tomando atitudes durante o ósculo que os dois compartilhavam, Izuku não sabia se era por medo dele ou certa insegurança, contudo ele murmurou surpreso quando sentiu Midoriya usar de sua força para o derrubar na cama também. Agora era a vez dela.

Tudo o que Iida conseguiu ver com sua vista embaçada foi a esverdeada começar a tirar o casaco polo de seu uniforme e desamarrar a gravata de um jeito um tanto quanto bruto, ele até diria que ela não deveria tratar o uniforme de uma instituição tão importante quanto a UA daquela forma, contudo ele ficou em um completo silêncio quando sentiu ela se mover para ficar sentada em seu colo, sentada bem em cima de seu…

Merda.

E Iida não resistiu de flexionar suas pernas apoiado na cama, somente para a esverdeada se encostar mais a seu corpo, os seios encostados em seu peitoral e as coxas ao redor de seu corpo e suas mãos passando a se apoiar ao redor de seu rosto, ela apenas sorriu e então iniciou outro beijo, dessa vez mais profundo. Iida não sabia desse lado da Midoriya Izuku, mas estava gostando e muito de descobrir.

Iida passava a segurar com possessividade em sua cintura a incitando de se mover em seu colo, fazendo a esverdeada afastar os lábios dos de Iida e suspirar baixo próximo de seu rosto, enquanto Iida também acabou suspirando junto com ela, pois estava sentindo que seu membro estava despertando naquele momento.

- Iida-kun…

- A gente tá indo muito rápido…

- Não para não… - A esverdeada pedia passando a rebolar em seu colo. - Eu sempre desejei tanto fazer isso com você… - A garota falou olhando diretamente em seus olhos, e ainda que a visão do rapaz estivesse embaçada, ele sabia que o olhar dela estava diferente e isso ao mesmo tempo que o assustava por achar que estava para cometer um grande erro, o fazia desejar ela cada vez mais. - por favor… - Ela pediu, movendo seu rosto para o pescoço, e Iida suspirou rouco quando sentiu ela começar a chupar com força.

- Midoriya? Iida? - Os dois escutaram imediatamente uma voz reconhecível vir da porta assim como batidas, o que fez eles despertarem do que estavam prestes a fazer. A primeira reação de Iida foi ficar sentado na cama com a garota que se moveu rapidamente para fora do colo dele e pegando as coisas, a visão de Iida voltou ao normal naquele momento e as batidas na porta só faziam o rapaz ficar mais nervoso.

- O-O QUE FOI TODOROKI-KUN?! - Iida falava andando até a porta e a abrindo, Midoriya a essa hora apenas ajeitava o cabelo que tinha ficado uma zona e Iida sorria um tanto quanto nervoso e corado, o que deixou o Todoroki na porta olhando de certa forma curioso.

- Você demorou… isso é estranho.

- VOCÊ ACHA? É QUE EU ESTAVA MUITO ENTRETIDO EM UMA QUESTÃO COM A MIDORIYA-KUN!?

- Oh… entendo. - O bicolor falou um tanto quanto desconfiado. - E tudo bem se eu estudar com vocês dois?

- ESTAMOS ÓTIMOS COM ISSO TODOROKI-KUN! NÓS DOIS SÓ ESTÁVAMOS DISCUTINDO SOBRE O RESULTADO DA PRIMEIRA CONTA SER 67…

- 63 Iida-kun…

- SIM! 63! - O rapaz respondeu. - VOCÊ SABE, É MUITO IMPORTANTE QUE TENHA UM DIÁLOGO DURANTE OS ESTUDOS PARA QUE POSSAMOS ABSORVER BEM A MATÉRIA E…

- Eu entendi. - O bicolor falou adentrando o quarto e o rapaz olhou um pouco curioso quando viu a esverdeada se levantar, pegando suas coisas. - Midoriya?

- Ah é que eu terminei de estudar de estudar já sabe Iida-kun, além disso eu falei que ajudaria a Ura-chan com história. - A esverdeada falou divertida, mas então desviando seu olhar para o Iida. - Eu adoraria ficar mas… você sabe, estudar com o Iida-kun é bem produtivo.

Iida não conseguiu deixar de corar ao ouvir essas palavras da esverdeada que apenas saiu andando para fora do quarto e se despediu dos dois amigos. Todoroki apenas olhava cada vez mais desconfiado para o Iida que até mesmo no caminho para sua mesa de estudos acabou tropeçando o pé e quase caiu com tudo no chão e o bicolor não deixou de perceber o chupão no pescoço do rapaz.

Mas ainda com isso tudo tendo acontecido entre os dois, era estranho o fato do Iida desejar mais ainda a Midoriya Izuku? Talvez ele estivesse realmente perdidamente apaixonado por essa garota tão inesperada.

7 Juin 2020 02:13:55 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
4
La fin

A propos de l’auteur

Mafuyuchii ❱❱❱ ╰★╮『 ᗰαƒυyυcнii 』 ✰ Escritora e Designer no site Social Spirit e também no Nyah Fanfiction, vou começar a postar minhas histórias aqui também :> https://www.spiritfanfiction.com/perfil/alanispedroso https://fanfiction.com.br/u/351346/

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~