C
C Clark Carbonera


Poema para uma pessoa querida.


Poesía Todo público. © Todos os direitos reservados
Cuento corto
1
5.1mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

A Falta Que Você Faz


Venha, meu querido Daniel,

Pegue a minha mão e saia pela janela,

As nuvens rosáceas nos esperam lá no alto.

Vamos escorregar por essa cor sedosa de algodão doce,

Apoiar os pés descalços na nuvem roxa logo abaixo

E ver o sol se deitar manhoso e derramar

Sua coroa de espinhos dourados.

E quando a noite vier, oh! saudosa noite!,

Não menospreze minha mão estendida, irmão!

Venha comigo, pular de estrela em estrela,

Não de galho em galho.

Não as vê brilhando aqui no alto?

Esfregue esses olhos miúdos e céticos.

Vamos sem medo, pois a noite clama por almas voadoras

Almas cheias de alma!

Vamos, não temos tempo a perder.

A calda de uma cadente acabou de aceitar meu pedido de resgaste.

Ela nos espera agora, além dessas estrelas que nos derramam

Seu pó de fina magia acima de nós.

Vamos encher nossas almas vazias de infância

E seguir por nosso resgate

Na calda daquela estrela cadente.


2 de Mayo de 2020 a las 13:38 0 Reporte Insertar Seguir historia
8
Fin

Conoce al autor

C Clark Carbonera “A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.” Fã de carteirinha de Buffy - The Vampire Slayer.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~