misuhotita Thais Grigorio

[Fanfic ligada a Revelações] É o aniversário de Bruce e, para comemorar, Diana resolve fazer uma surpresa, mostrando todo o amor que ela sente por ele.


Fanfiction Comics Todo público.

#romance #Wonderbat #revelações
Cuento corto
6
3.8mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único

É uma manhã ensolarada em Gotham City e, na suíte presidencial da Mansão Wayne, Diana acorda e, a primeira coisa que a Princesa das Amazonas faz é olhar para o lado e, ao ver que Bruce ainda dorme profundamente ela sorri, para então dar um rápido selinho no rosto do homem que ama e, em seguida, se levantar com todo o cuidado do mundo, a fim de não acordá-lo.

Assim que se levanta, ela rapidamente veste um robe por cima de sua camisola e deixa o quarto, indo diretamente para o quarto ao lado ver como está a sua filha. Assim que chega ao quarto de Dara, vê que a filha já está acordada no berço e, não perde tempo em pegar a filha no colo, beijando aquele rostinho que ela ama tanto e que sorri com uma alegria genuína para ela.

O sorriso de Dara é puro, o sorriso mais lindo do mundo. Um sorriso que alegra o seu dia todas as manhãs.

― Bom dia, minha Dara. – fala a Princesa, enquanto beija a filha com todo o seu carinho de mãe.

E, ao ouvir a voz de sua mãe, a pequena Wayne gargalha de prazer, para o deleite da Princesa das Amazonas.

Diana então deixa o quarto com a filha no colo e, começa a caminhar pela mansão, onde Alfred está dando algumas instruções para os empregados. E, assim que nota a presença da Princesa das Amazonas, o mordomo não perde tempo e, volta a sua atenção para ela, para então a sua voz se fazer ouvir:

― Bom dia, senhorita Diana. Tão cedo de pé?

― Bom dia, Alfred. – responde Diana, com um sorriso cordial em seus lábios – Sim, eu quis levantar um pouco antes do Bruce. Você sabe o porquê.

― De fato eu sei, senhorita Diana. E, devo dizer que eu já adiantei tudo o que a senhorita me pediu.

― Eu agradeço, Alfred.

― Não há o que agradecer, senhorita Diana. Para mim, é um prazer muito grande servi-la.

― E os preparativos, como estão?

― Tudo está saindo de acordo com o planejado pela senhorita.

― Ótimo. Acho que vou dar o café da manhã da Dara no jardim, Alfred. Vou acordar o Bruce e iremos para lá.

E, após dizer estas palavras, Diana deixa a cozinha e, então liga o seu comunicador auricular, para então dizer:

― Clark. Daqui a uma hora você e o John podem vir.

Ela sorri ao ouvir a resposta do Homem de Aço através do comunicador auricular e, o desliga em seguida, seguindo direto para a suíte que divide com Bruce, e, como ela ainda está dormindo, ela se aproxima da cama, e, começa a beijá-lo de forma carinhosa.

― Acorda, dorminhoco. – brinca a Princesa entre um beijo e outro.

Pouco a pouco, os olhos de Bruce vão se abrindo e, poder acordar com Diana de forma tão carinhosa faz com que ele se sinta bem. De uma forma única, que somente Diana é capaz de lhe proporcionar.

― Bom dia, princesa. – responde o Wayne, se espreguiçando e se sentando na cara em seguida.

Dara então começa a dar os bracinhos para o pai, e, Bruce não perde tempo em pegar a pequena em seus braços.

― Bom dia para você também, Dara.

A menina sorri alegremente para o pai.

― O dia está lindo, Bruce. Então falei para o Alfred que iremos tomar o café da manhã no jardim.

― Como queira, Princesa.

E, após dizer estas palavras, Bruce se levanta da cama, e, entregando a filha para Diana, vai até o closet e troca de roupa rapidamente, pegando Dara no colo para que Diana possa fazer o mesmo. Os dois seguem então para o jardim, onde uma mesa com o café da manhã foi colocada para os dois. Eles se sentam e, começam a se servir, com Diana oferecendo o seio para Dara, que, imediatamente começa a mamar.

Enquanto tomam o café da manhã, Diana e Bruce começam a conversar sobre banalidades, nada referente a Torre da Liga e seu trabalho na Liga da Justiça, mas sobre os dois, sobre Dara e o quanto a filha se torna mais inteligente a cada dia que passa.

Terminam o café da manhã ao mesmo tempo em que Alfred chega ali, acompanhado de Clark Kent e John Stuart.

― O senhor tem visitas, Patrão Bruce. – fala o mordomo, se retirando em seguida.

― O que fazem aqui? – o Wayne não consegue deixar de perguntar – Algum problema na Torre da Liga?

― Por que você sempre tem que pensar o pior, Bruce? – Clark pergunta, em tom de brincadeira – Hoje não viemos aqui para falar de coisas relacionadas a Liga da Justiça. Estamos aqui porque John e eu precisamos de sua ajuda para assuntos mais pessoais.

― Que tipos de “assuntos pessoais” seriam esses? – quer saber Bruce.

― Vamos lá, Bruce. – John não perde tempo em dizer – Sei que seu lado detetive gosta de saber das coisas nos mínimos detalhes, mas, hoje, apenas confie em nós dois, está bem? Somos seus amigos e jamais colocaríamos você em algum tipo de roubada.

― Sei. – Bruce diz, com um olhar de pura desconfiança.

― Vá com eles, Bruce. – incentiva Diana, como quem não quer nada – Afinal o John e o Clark tiveram todo o trabalho de vir até aqui.

Ouvir as palavras de Diana faz com que a desconfiança tome conta de Bruce, pois, ele está achando tudo isso estranho demais. Porém, apenas para satisfazê-la, irá fazer o que ela lhe pede, e, com isso também irá descobrir o que está por trás deste estranho convite.

― Está bem. – Bruce fala por fim.

E, após dizer estas palavras, o Wayne se levanta da cadeira em que está sentado e dá um rápido beijo no rosto de Dara e, em seguida, um selinho nos lábios de Diana.

― Eu volto logo, Princesa. – o Wayne volta a falar.

― Não precisa ter pressa. – a Princesa sorri.

Os três então deixam o jardim da mansão e seguem para a garagem. Diana espera mais alguns minutos, a fim de ter certeza de que os três realmente se foram e, liga o seu comunicador auricular.

― Shayera, eles já foram.

Nem bem Diana termina de falar e, a luz do tele transportador surge ali, trazendo Shayera e Wally, este segundo, para total surpresa da semi deusa.

― Wally, o que faz aqui? – Diana não consegue deixar de perguntar.

― Vim cuidar da Bebê Maravilha enquanto você e a Shayera fazem as coisas até a chegada do Morcegão. – responde Wally, de uma forma que sua como se isso fosse a coisa mais óbvia do mundo.

― É mesmo? – Diana não consegue deixar de sorrir – Pois eu não lembro de termos combinado algo nesse sentido.

― Bom, combinar, combinar nós não combinamos. – Wally volta a falar – Eu é que estou me oferecendo mesmo. Mas Princesa, você se apega demais a pequenos detalhes bobos, e, falando desse jeito até tá parecendo o Morcegão. Acho que ele está te influenciando de formas malignas.

Ante as palavras de Wally, Diana e Shayera caem na risada e, o Homem Mais Rápido do Mundo apenas tira Dara dos braços da mãe e, começa a fazer caretas para a menina, ignorando por completo as duas mulheres.

Diana e Shayera então deixam Flash brincando com Dara no jardim, e, seguem para o interior da mansão, indo diretamente para a suíte que a Princesa divide com o Wayne.

― Já falei com o Alfred e ele vai ficar à frente da arrumação lá embaixo. Vou precisar da sua ajuda aqui. Você trouxe o que eu lhe pedi?

― Sim, trouxe. – responde a thanagariana, mostrando para Diana uma pequena bolsa que tem em mãos – Tudo vai sair exatamente como você deseja, Diana.

― Eu não tenho palavras para lhe agradecer, Shayera.

― Deixa disso, Diana. Eu faço isso com o maior prazer e você bem sabe disso. Hoje, você e Bruce terão uma noite perfeita, e, vocês merecem isso. Ficarei com a Dara, para que vocês possam curtir a noite melhor e a dois.

Ante as palavras de sua amiga, Diana apenas sorri, agradecendo por todo o apoio, e, sem mais delongas, as duas começam a arrumação do quarto, pois sabem que não tem muito tempo, afinal, se Bruce teimar em voltar para casa mais cedo, o que Diana sabe que pode acontecer, ela quer estar com tudo pronto.


*****


Na praça de alimentação de um shopping em Metrópolis, Bruce encara Clark e Jon com um olhar de pura desconfiança, que, não passa despercebido aos dois que, sabiam muito bem que isso aconteceria. Clark olha para o relógio e, vendo que está no horário pedido por Diana, afinal os dois enrolaram o Wayne por boa parte do dia, ele resolve que já está na hora de dar algumas informações ao desconfiado amigo.

― E então? – a voz do Wayne tira Clark de seus pensamentos – Vocês vão me dizer ou não o que está acontecendo?

― Nada demais, Bruce. – responde John, como quem não quer nada – Apenas queríamos ter com você um dia de amigos.

― Sabe de uma coisa? – continua Bruce – Vocês são péssimos mentirosos.

― Eu sei disso. – Clark não consegue deixar de rir – Por isso mesmo eu vou falar a verdade, Bruce. Diana pediu para que John e eu tirássemos você de casa um pouco.

Ante as palavras de seu amigo, a curiosidade toma conta do Wayne, e, ele dirige aos dois interlocutores um olhar que mostra o quanto ele quer saber o resto da história.

― É mesmo? – continua Bruce – E por que ela pediria isso?

― Isso você terá de descobrir por si mesmo. – Clark sorri – Mas, antes disso, vamos até a minha casa, acho que Diana deixou algo para você vestir lá.

Como está muito curioso com o que Diana possa estar aprontando, Bruce apenas se deixa conduzir pelos dois amigos até o apartamento de Clark onde, ele toma um banho rápido e, veste o elegante terno que fora deixado ali para ele por sua amada.

Em seguida, deixa o prédio e dirige para Gotham, chegando a sua cidade perto do anoitecer. E, assim que estaciona o carro na garagem de sua mansão, ele vai direto para a sala, e, a encontra quase que as escuras, pois, todo o recinto está iluminado por velas, com pétalas de rosas vermelhas espalhadas pelo chão e uma música ambiente.

Bruce não tem tempo de pensar em mais nada, pois, Diana aparece deslumbrante, e, o seu olhar fica paralisado diante da beleza daquela mulher.

Sua Diana está simplesmente radiante, usando um belíssimo vestido longo azul escuro. De alcinha, com o busto moldando de forma perfeita aos fartos seios da amazona e com um decote ousado e revelador. A saia do vestido caindo de forma elegante e perfeita sob as pernas de sua princesa. Uma suave maquiagem cobre o rosto de Diana, e, ela sorri ao se aproximar de Bruce com toda a sua graça.

Ele não perde tempo e se aproxima dela, encurtando a distância entre os dois e tomando-a em seus braços, beijando-a com uma paixão desmedida.

― Feliz aniversário, Bruce. – Diana sussurra em seu ouvido.

E, ante as palavras da amazona, Bruce sorri. Então era isso. Seu aniversário. Esquecera-se completamente desta data, afinal, desde os seus oito anos de idade ele não tinha motivos para comemorar, mas agora, Diana está aqui, transformando a sua vida e fazendo esta surpresa.

Um momento para os dois celebrarem.

Viverem!

E sentir como Diana o ama, se entrega a ele. Faz com que ele saiba o quanto vale a pena amar esta mulher extraordinária.


“Pra você guardei o amor

Que nunca soube dar

O amor que tive e vi sem me deixar

Sentir sem conseguir provar

Sem entregar

E repartir”


― Dança comigo? – pede Diana.

― Será uma honra, princesa.

Bruce então oferece a sua mão a Diana, que a aceita no mesmo instante, e, ao som da música que toca, os dois começam a dançar. Seus corpos se movimentam em uma sincronia perfeita. Suas almas falam a mesma língua. Em seus corações, só pulsa o amor.

― Isto me lembra a primeira vez que dançamos juntos. – comenta Diana.

― Paris. Jamais esquecerei aquela noite, Princesa, pois, de certa forma, foi a primeira vez que a tive em meus braços.

― Também jamais serei capaz de esquecer. Bruce, eu te amo tanto, gostaria de poder lhe dar um presente, mas, você já tem tudo. Então lhe dou o meu amor, o meu amor incondicional, o amor mais puro que pode existir. Pois eu te amo com todo o meu coração e com toda a minha alma! Você é o melhor que poderia acontecer em minha vida.

― Você já me deu tudo, Diana. Apenas por existir. Me deu uma vida nova. Me deu a luz que agora habita em minha vida. Você me deu amor! Você me deu tudo, Princesa, e, com você ao meu lado, eu não preciso de mais nada!

Diana sorri ante as palavras do homem que ela ama com todas as forças de seu ser. E ali, dançando com ele, sente as batidas de seu coração. Coração que bate de amor. Amor por ela!


“Pra você guardei o amor

Que sempre quis mostrar

O amor que vive em mim vem visitar

Sorrir, vem colorir solar

Vem esquentar

E permitir”


Ao lado de Bruce, vem vivendo os momentos mais maravilhosos de sua vida. Cada dia o ama ainda mais, e, sabe que é amada da mesma forma. Pois Bruce não apenas diz que a ama, mas, ele mostra em cada gesto, por menor que seja.

Bruce todos os dias mostra o quanto ele a ama. O quanto ela faz a diferença em sua vida. Todos os dias, este amor só aumenta, se torna mais forte, se fortalece. Os dois são mais que amantes, são amigos, cúmplices, companheiros de uma vida que decidiram compartilhar.

E, se tem algo do qual ela tem certeza, é de que sempre viveu inconscientemente procurando por ele, para que pudessem compartilhar este amor tão belo que pulsa em seus corações.


“Quem acolher o que ele tem e traz

Quem entender o que ele diz

No giz do gesto o jeito pronto

Do piscar dos cílios

Que o convite do silêncio

Exibe em cada olhar”


Os dois continuam a dança, um momento só deles. Um momento repleto de amor e carinho. E, enquanto dançam, também expressam este amor. Um amor que é puro. É lindo! É transformador. Pois o amor de Diana o transformou em um novo homem e faz com que dia após dia ele seja uma pessoa melhor.

Diana lhe deu tudo apenas por existir e estar em sua vida.

Ela é o seu mundo!

O seu sol!

Ele a ama como jamais que fosse ser capaz de amar!


“Guardei

Sem ter porquê

Nem por razão

Ou coisa outra qualquer

Além de não saber como fazer

Pra ter um jeito meu de me mostrar”


Tomas os lábios da princesa nos seus, em um beijo repleto de amor e carinho. Um beijo em que ele mostra todo o amor que ele sente por ela. Um beijo que deixa claro que ela é o amor de sua vida e que por ela ele é capaz de absolutamente tudo, e até mais.

Tem seu beijo correspondido por Diana com a mesma intensidade. E, a toda a ambientação que ela fez apenas deixa tudo ainda mais romântico. Mais especial.

Diana pensou em cada pequeno detalhe para a noite. Pensando nele. Somente nele.

E ele é grato por isso.

Grato por ter tido a coragem de entregar seu coração a ela.


“Achei

Vendo em você

Explicação

Nenhuma isso requer

Se o coração bater forte e arder

No fogo o gelo vai queimar”


Beijam-se com uma paixão desmedida. Com um amor profundo. Com carinho e também com paixão.

Um beijo repleto dos mais lindos sentimentos.

Um beijo de amor verdadeiro.

Um beijo sublime e poético.

― Eu te amo muito, Bruce. – Diana sussurra de forma romântica em seu ouvido – Te amo com tamanha intensidade que palavras não são capazes de expressar.

― Assim como eu também te amo, Diana. Te amo intensamente. Te amo como nenhum homem neste mundo jamais amou uma mulher. Te amo com uma intensidade desmedida. Você é o amor da minha vida! Você é o meu sol! A minha lua! O meu céu! O meu mundo! Sem você eu não sou nada!

Seus olhares se encontram, e, uma infinidade de sentimentos é trocada entre eles, apenas com esta troca de olhar.


“Pra você guardei o amor

Que aprendi vem dos meus pais

O amor que tive e recebi

E hoje posso dar livre e feliz

Céu cheiro e ar na cor que o arco-íris

Risca ao levitar”


Seus corações batem em uma mesmo ritmo, uma mesma canção de amor. E eles se abraçam enquanto continuam embalados ao som da música. Para eles, o mundo lá fora não existe. Só existe o aqui, o agora e este momento que vivem.

Só existe o amor.

O amor que um sente pelo outro.

Um amor que cresce mais e mais a cada dia que passa.

Um amor que prevalece nas maiores dificuldades.

Um amor que se fortalece.

Diana volta a deitar a sua cabeça no ombro do homem, para então voltar a sussurrar em seu ouvido:

― Para você eu dou todo o amor que habita em mim. Te dou o meu coração e também a minha alma.

Bruce sente o seu coração se encher de alegria ante as palavras de Diana. Pois tudo o que ele quer, tudo o que precisa para ser feliz, é que ela esteja ao seu lado. Como vem estando desde o dia em que declararam um ao outro o seu amor.

― Seu amor é tudo o que eu quero, tudo o que eu preciso para ser feliz.


“Vou nascer de novo

Lápis, edifício, tevere, ponte

Desenhar no seu quadril

Meus lábios beijam signos feito sinos

Trilho a infância, terço o berço

Do seu lar”


― Feliz aniversário, Bruce Wayne. Eu te amo!

25 de Febrero de 2020 a las 23:46 5 Reporte Insertar Seguir historia
6
Fin

Conoce al autor

Thais Grigorio Meu nome é Thais, tenho 33 anos de idade, Otaku, Nerd, DCnauta e Wonderbat assumida. Escrevo desde os meus 14 anos de idade. Apaixonada por histórias ambientadas na época medieval.

Comenta algo

Publica!
Tatiana Novaes Tatiana Novaes
Eu achei muito lindo a Diana fazendo esta surpresa para o Bruce. Mostrando para ele que o ama e que essa data que é tão importante para os dois não passou em branco. Muito pelo contrário, foi vivida com muita intensidade entre os dois.
May 24, 2020, 21:59
Bruna Corrêa Bruna Corrêa
Esta one foi simplesmente romântica e apaixonante do início ao fim. O Bruce não é bobo, ele imaginava que a Diana estava aprontando alguma mandando ele sair com os amigos, mas, por amor a ela, ele simplesmente fingiu que estava caindo na dela. E no final valeu a pena pois a Diana não apenas fez uma surpresa de aniversário para o Bruce, como também mostrou mais uma vez o quanto ela o ama. É lindo ver como a relação dos dois se fortalece cada vez mais. Beijão! ^.~
March 30, 2020, 18:56
Ana Virgínia Pacheco Ana Virgínia Pacheco
One-shot muito linda, que mostra o quão singelo é o amor que Diana e Bruce sentem um pelo outro. Foi muito lindo a Diana preparando uma surpresa para o homem e o Bruce mesmo desconfiado, fazendo o que a Diana pediu, porque ele nunca nega algo a ela. E, obviamente, ao final tudo valeu a pena, porque ele amou a surpresa que ela fez para ele, e, não é para menos, pois ela fez tudo com o amor, e, nós bem sabemos que o amor é a base de tudo. Bruce e Diana se amam e esse sentimento é muito lindo! Cordialmente, Ana Virgínia.
March 15, 2020, 22:15
Samantha Oliveira Samantha Oliveira
Que one shot maravilhosa! É lindo ver o amor de Bruce e Diana, a forma como eles se completam. Foi legal ver o Bruce todo desconfiado mas jogando o jogo da princesa, e, no final, valeu muito a pena, pois a surpresa que ela fez para ele foi linda demais!
March 01, 2020, 21:37
Tommy Batista Tommy Batista
A Diana organizando uma surpresa para o Bruce. Diana planejou cada detalhe para dar ao Bruce uma noite especial, uma noite mais do que merecida. É bela a forma como os dois se amam e se entregam a este sentimento. O amor deles é simplesmente imensurável.
March 01, 2020, 16:05
~