fromkais honey .

"Não" "Jinhwan! Por favor!" Bobby tinha suas mãos juntas em uma tentativa de deixar o coração do mais velho mais derretido, além disso, ele tentava muito fazer cara de cachorro pidão. "Não, Jiwon! Você acha o quê?" Jinhwan poderia ser pequeno, mas, com certeza, ele era intimidador, principalmente quando tinha a face desprovida de qualquer emoção como naquele momento. "Como você pode vir na minha casa, me fazer uma proposta dessa? Como eu ainda te chamo de amigo?” “Sim?”


Fanfiction Bandas/Cantantes No para niños menores de 13.

#Binhwan #ikon #Jinhwan #Bobby #Bobhwan
1
4.1mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Começos são sempre melhores que términos

"Não"

"Jinhwan! Por favor!" Bobby tinha suas mãos juntas em uma tentativa de deixar o coração do mais velho mais derretido, além disso, ele tentava muito fazer cara de cachorro pidão.

"Não, Jiwon! Você acha o quê?" Jinhwan poderia ser pequeno, mas, com certeza, ele era intimidador, principalmente quando tinha a face desprovida de qualquer emoção como naquele momento "Como você pode vir na minha casa, me fazer uma proposta dessa? Como eu ainda te chamo de amigo?”

"Sim?” O moreno ficou em silêncio, para logo continuar no mesmo tempo pidão de antes, “Pensa, não é como se eu fosse deixar você na mão, eu vou te ajudar em inglês e você finge ser meu namorado para a viagem. Você vai sair ganhando duas vezes! Vai ganhar a viagem de graça, e uma nota boa.” Jiwon pediu racionalizando o que, ao seu ver, parecia ser uma ótima proposta.

“Você está se escutando agora?” O loiro disse o encarando com uma sobrancelha arqueada.

“Sim? E, ao meu ver, parece uma proposta maravilhosa.”

“Céus, me lembra de novo o porquê eu deveria fazer isso?” Jinhwan sabia que era um proposta realmente boa, ele estava muito perto de repetir em inglês. E vamos combinar que fingir namorar Bobby deveria ser muito bom, mesmo que tivesse que ir apenas para o amigo fazer ciúme em um dos colegas de time que ele estava afim, sabia que o amigo era romântico e Jinhwan adorava romance.

Além do que não era como se ele sentisse alguma coisa pelo amigo de muito tempo, lógico que não.

“Porque você é o melhor amigo que eu poderia pedir aos céus?”

Eu odeio Kim Jiwon.

“Tudo bem, eu topo, mas vamos estabelecer algumas regras, e quando eu falo isso temos que realmente seguir algumas regras, tá? Não vai achando que você vai poder fazer o que quiser não..."

“KIM JINHWAN EU TE AMO!”

O rapaz de cabelos pretos levemente cacheados se jogou em cima do corpo pequeno do outro, enquanto falava que ele era a melhor pessoa do mundo. Kim Jinhwan mal imaginava com o que ele havia acabado de concordar.

(...)

Jinhwan sabia desde o início que aquela seria uma péssima ideia, péssima demais, mesmo assim, ainda sim, ele tinha concordado. Lógico, namorar, mesmo que de mentirinha, Bobby estava sendo muito bom, o moreno sempre lhe dava carona para a aula, o levava para onde quer que ele pedisse e ainda depois dos treinos de basquete eles iam tomar milkshake. Ele até ficava jogando qualquer que fosse o jogo que Chanwoo, seu irmão mais novo, estava viciado na semana, quando os dois estavam em casa, e Jinhwan tinha lições acumuladas da semana.

Na verdade, nem parecia um namoro de mentirinha, parando para analisar tudo.

Às vezes, ele se esquecia que os dois tinham estabelecido algumas regras, como não se beijar na boca - não que eles se beijassem, mas essa regra existia -, além de sempre postar coisas fofas um do outro nas redes sociais como forma de manter o relacionamento para os amigos.

A parte que Jinhwan mais gostava nesse acordo era ter um dia dedicado apenas para assistirem filmes de terror ruim dos anos oitenta. Tudo era tão natural que o loiro esquecia que ele estava naquele papel apenas para ser um acompanhante na viagem e tentar deixar o rapaz que Jiwon gostava com ciúmes, e de praxe conseguir notas melhores em inglês.

O menor até entendia a paixão platônica que Jiwon tinha em Kim Hanbin, o rapaz era a personificação de perfeito: notas excelentes, tinha uma carta de admissão para as principais universidades mesmo estando apenas no segundo ano, era um dos melhores jogadores do time e para completar, além de bonito, ele era simpático.

Mesmo se não quisesse, Jinhwan sentia uma pequena, - bem pequena mesmo -, inveja do rapaz, poxa, quem não sentiria? Ele era perfeito, tinha quase todo mundo aos seus pés, imagina só, Kim Jinhwan mal conseguia ganhar em um jogo de queimada na aula de educação física, imagina conquistar o coração de alguém de uma maneira tão simples assim. Não que ele também não tivesse seu coração em uma certa pessoa… Mas essa é uma outra história.

Agora o loiro se encontrava no meio dos caras do time de basquete indo para o maldito hotel que eles passariam o final de semana especial que acontecia todo ano.

Em outros momentos, ele nunca se imaginou estar indo para o evento claramente feito apenas para atletas e as líderes de torcida, mas aqui estava ele. Usando seu casaco grande demais e seu gorro de lobo, um presente do pai e do irmão para marcar ainda mais esse fato histórico na vida do rapaz.

Kim Jinhwan não era muito chegado em eventos sociais.

Ao seu lado, Kim Jiwon conversava animadamente com algum colega sentado mais à frente deles, ele se sentia indo para uma excursão da sexta série, todo mundo falava alto e pareciam cantar músicas, mas para os assentos finais estava uma bagunça. A única coisa que passava na mente do loiro era que essa viagem passasse logo, ele fez questão de levar os dez melhores filmes de terror com casa assombrada para assistir no final de semana, e não via a hora para poder finalmente vê-los novamente. Nada como manter a mente ocupada para não pensar em assuntos que o deixariam triste.

Bobby estava bem confortável com o braço em volta de seu pescoço enquanto falava com os colegas, aquele ato parecia tão normal que Jinhwan nem se incomodou, não iria mentir, estava até começando a ficar com sono. O ônibus havia começado a andar, e, apesar do barulho, o conforto que sua blusa estava lhe dando, e o movimento leve do automóvel estavam fazendo seu efeito no menor.

“Jinan, quer dormir? Eu te acordo quando nós estivermos chegando, sim?” Não soube em qual momento o moreno ao seu lado tinha parado de falar com os outros jogadores, mas não reclamou quando Bobby se ajeitou mais no banco para que ele pudesse se ajeitar mais.

Bobby não precisou de resposta, logo o loiro estava com a cabeça praticamente apoiada em seu peito com a respiração regulada e praticamente dormindo.

(...)

Jinhwan estava tentando se esquentar o máximo que conseguia, porém não estava tendo muito sucesso. Bobby havia o deixado sozinho para poder pegar a mala dos dois, enquanto isso ele esperava na porta do resort tentando esquentar as bochechas vermelhas de frio.

Enquanto ele xingava baixo o moreno, não percebeu uma figura mais alta que si se aproximar.

“Está sozinho nesse frio, Jinhwan?” A voz grave o tirou do momento que estava tendo em amaldiçoar Bobby e todos os antepassados dele. “Não é uma boa ficar aqui no frio, não, porque você não está lá dentro? Quero dizer, por que não entra?”

Kim Hanbin, em toda sua glória e cabelos desarrumados. Jinhwan não pôde deixar de comparar o tamanho dos dois, parecia que Hanbin estava no terceiro ano e Jinhwan no segundo. O loiro batia no ombro do rapaz, ele nem quis pensar em como seria se estivesse sem os sapatos, que ele não admitia, no entanto, realmente, o deixavam mais alto sim.

“Na verdade eu estou esperando o Jiwon, ele foi pegar nossas malas.”

“Entendi.” O loiro pôde perceber alguma coisa mudar no tom de voz do rapaz, mesmo que não tenha prestado muita atenção no que era aquilo, afinal, seus dedos começavam a doer mesmo dentro do bolso. “Ainda acho que você deveria ficar lá dentro, qualquer coisa eu ajudo ele. Você ‘tá mais pálido que o normal.”

“Sério?”

“Uhum, acho melhor entrar. Os meninos estão todos em volta da lareira, fica lá um pouco.” Hanbin disse sorrindo fraco para o menor. “Você vai esquentar rapidinho.”

Jinhwan, por sua vez, conseguiu entender o que o outro estava querendo dizer, bom, ele achou que entendeu. Afinal porquê estaria Hanbin insistindo tanto para que ele entrasse e ficasse sozinho com Bobby, sorriu ladinho e olhou para o rapaz ao seu lado.

“Verdade, preciso me esquentar, se não vou perder o dedo. Você ajuda o Bobby, por favor? Não tem tanta mala assim, mas acho que ele vai querer trazer tudo sozinho, você sabe como ele é, né?”

Hanbin apenas sorriu e apressou o menino para entrar.

O loiro sentiu seu corpo agradecer assim que o ar quente de dentro do saguão do hotel o atingiu na face. Não faria mal deixar Bobby sozinho com Hanbin um pouco, afinal, no fim do dia era ele quem Bobby queria ficar, então tava tudo bem.

Jinhwan ignorou o desconforto que sentiu ao olhar para trás e ver o rapaz de cabelos enrolados sorrir largo para o mais novo.

(...)

O treino de basquete estava quase terminando, segundo as contas do loiro, parecia que naquele dia estava levando mais tempo que o normal, pelo que pôde ver das movimentações na quadra. Chanwoo estava ao seu lado entretido com algum jogo no celular enquanto eles esperavam Jiwon ser dispensado para poderem ir para casa.

Fazia um pouco mais de duas semanas que os dois começaram a namorar, bom, a fingir que namoravam, de primeiro os amigos estranharam demais essa mudança repentina no relacionamento dos dois. Yunhyeong, um dos colegas da aula de Química do loiro, ficou bem desconfiado quando Bobby sentou com eles durante o almoço e depositou um beijo na bochecha do amigo. Mesmo que o olhar dele tenha sido de dúvida e desconfiança, não perguntou nada.

Jinhwan gostava de pensar que ele tinha conseguido convencer o amigo por hora.

Depois desse episódio tudo ficou um pouco mais fácil porque os amigos de Jiwon também mudaram de mesa para almoçar, afinal estavam seguindo os passos do outro jogador, ou seja, a mesa que geralmente tinha apenas três pessoas, passou a ter bem mais, graças a Donghyuk e Hanbin.

Chanwoo às vezes aparecia por lá também, quando não estava ocupado com as coisas dele.

Junhoe, um dos alunos do segundo ano que tinha aula de literatura com Jinhwan, não gostou muito, mas logo estava sendo quem geralmente era com os novos amigos. Era interessante ver os dois grupos se misturando, Jinhwan e Bobby nunca deixaram de ser amigo, no entanto, o moreno entrando no time da escola, as pessoas que eles saiam, trocaram totalmente, os novos grupos fizeram com que eles se afastassem um pouco, então ter aquilo de novo era, no mínimo, bom.

O treino pareceu acabar depois do apito contínuo que o treinador deu. Os meninos começaram a se afastar indo em direção a suas bolsas ou, no caso de Jiwon, na direção de Jinhwan.

“Você espera eu tomar um banho?” Jiwon disse já tirando a blusa do time. Jinhwan se controlou o máximo que podia para não ficar encarando o corpo do outro, o moreno sempre teve um físico invejável.

“S-Sim, dá sim.” Se xingou mentalmente por ter gaguejado, porém logo se recompôs, “Mas você vai ficar devendo um milkshake por demorar mais hoje, tínhamos um planejamento de filmes para ver.” Jinhwan disse fazendo questão de o encarar com seu melhor olhar intimidador.

“Sem problemas. Pago um para você e para Chanwoo. E se quiserem nós ainda comemos naquele restaurante novo que abriu como um pedido de desculpas.” Chanwoo sorriu para o mais velho e lhe deu um joinha sem realmente parar de jogar, enquanto Jinhwan apenas concordou com a cabeça.

“Vai logo, que eu estou sentindo seu fedor daqui.” Disse exagerado vendo o rapaz se afastar, rindo alto. Jinhwan se distraiu tanto olhando suas redes sociais que quando Bobby voltou, dessa vez vestido com roupas confortáveis e Hanbin lhe acompanhando, ele não entendeu muito bem.

“O Hanbinnie vai nós acompanhar, tá?” Jiwon disse encarando Jinhwan com aqueles olhos brilhantes que o impedia de dizer não. “Depois que comermos, vou deixar ele em casa, porque o carro dele quebrou..”

Hanbin tinha os cabelos molhados iguais aos de Jiwon,a única diferença era que ele parecia tímido de estar ali, em nenhum momento ele havia realmente olhado para Jinhwan. O loiro não pôde evitar em pensar que ele estivesse com vergonha de sair com eles, afinal todo o contato que tinham era somente no almoço.Vai saber.

“Sem problemas, ‘né Chanwoo? Não temos nada para fazer em casa mesmo, e minha sessão de cinema foi por água abaixo.” O irmão apenas concordou finalmente parando o que estava fazendo no celular para se levantar e começar a sair do ginásio.

Jiwon sorriu para o menor e logo estava levando sua bolsa e a do loiro, mania essa que ele começou a ter depois de ter ajudado Jinhwan em um dia que ele quase deixou café cair em toda sua roupa, porque, aparentemente, levar quatro livros e um copo de café mais uma mochila, não era uma ideia muito boa quando o café estivesse quente demais e o corredor estivesse cheio de alunos trocando de aulas.

O caminho até a lanchonete havia sido, no mínimo, estranho começando com Jinhwan quase indo no banco de trás para que Hanbin fosse ao lado de Bobby. Depois que todos o encararam ele decidiu deixar os bancos de trás para o irmão e para Hanbin, e cumprir com o papel de namorado.

Agradeceu mentalmente por isso, porque ele estava um pouco incomodado de ter de deixar Hanbin sentar na frente.

O dia não poderia ter terminado de um jeito mais estranho, enquanto Jiwon e Chanwoo foram pegar os pedidos, Jinhwan ficou com Hanbin na mesa e o clima estava muito, mas muito desconfortável. O loiro não imaginava que o jogador de ouro da escola poderia ser tão tímido assim, todas as vezes que o via com Bobby, ele sempre estava alegre e pulando para lá e para cá.

Porém, logo Jiwon estava de volta com os pedidos de todos e ocupando o lugar ao lado do loiro. Jinhwan não pode evitar em sorrir quando o namorado falso colocou um braço ao redor dos seus ombros enquanto conversava algo com Chanwoo sobre videogames, não pode deixar de reparar também Hanbin olhando para eles de uma forma um tanto quanto estranha.

Não poderia esquecer de falar isso para Jiwon depois, aparentemente o plano estava dando certo.

(...)

“Jinan é sério que você não vai esquiar com a gente?” Jiwon disse enquanto arrumava os casacos. Ele olhava para o loiro atrás do reflexo no pequeno espelho do quarto.

“Sério, eu não sei esquiar e eu te disse, trouxe meus filmes para assistir.” O menor estava sentado com as pernas cruzadas na cama olhando a movimentação do outro. “E outra, você acha que eu não percebi o Hanbin querendo ficar com você? Percebi sim. Ele não está sendo discreto realmente.”

Jiwon virou para o encarar, o loiro não conseguiu entender que emoção era aquela que estavam nos olhos do moreno.

“Mas eu tô chamando você...” O maior disse em um suspiro cansado, porém não deu tempo para que o outro rapaz o respondesse, logo ele continuou. “Quer saber, se você mudar de ideia e quiser, estaremos na estação do hotel.”

Jinhwan não entendeu quando o outro rapaz saiu rapidamente do quarto o deixando apenas com um leve aperto no coração. Ele sabia que estava entregando de bandeja o menino que gostava para outro, mas o que ele poderia fazer se Jiwon já tinha seu coração ocupado por outra pessoa?

25 de Enero de 2020 a las 05:28 0 Reporte Insertar 0
Leer el siguiente capítulo Essa é a sensação de estar apaixonado?

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 2 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión