Cuento corto
0
747 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

toco chamuscado

a.


E no fecho da tarde

caminho lento a rua.


Um toco arde aceso

com mofo em tufos

dispersos no ventre

em cabelos amenos

de morto. Suspensa

a tarde fechada, rua

acercada de fumo e

dor solta.


Quebra num

meio de sol


o talvez quedando cinza

a sua saída pele adentro.



b.


Era triste o quintal sem pés de ervas

por que meu amor passou. Alongada

treva foi baixando enfim da tarde posta

pra além esquivo alongado e riste.


O tempo murcho tomava da mão

dela conforme ele mesmo passava

os dentes, da boca tirava menos o ar,

salvo o passarinho meio vivo no ar.


Assim no canto o olho guardava

melequento porém um cristal conforme

o olho suspendia as cores e tarde tomava

logo a sobrada volta do meu coração.


5 de Diciembre de 2019 a las 06:35 0 Reporte Insertar 0
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~