Centopéia Seguir historia

felipemukurovongola Felipe Mukuro

"...E eu soube o que era dor, a dor frente à luz por um céu mais radiante, até onde valeu minha luta? Bem lá no fim, no escuro, há a forca dos meus sonhos..."


Poesía Sólo para mayores de 18.

#loucura #desespero #KamiSama #Namida #desilusão #poesia #2019 #youkai #Centopéia #morte #horror #Mukade
2
1.3mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Mukade

Nossa sanidade mental não é definida pelo quão loucos somos para o mundo, mas sim o quão confusos somos para nós mesmos... Até onde a realização dos objetivos valem, senão a dor da metamorfose... E do que seu casulo pode acabar liberando?


Além daqui, é perigoso demais...




Minha mãe me dizia, longe dos olhos de meu pai

"O sol arderá pela primeira vez na sua pele"

Uma doença como pólvora

Uma centopéia que vive para rastejar fora das sombras

Não pode sobreviver depois da escuridão

Lá, onde há a dor sob um céu mais claro


Eu sou a covardia em pessoa

Eu não estenderei minhas garras além daqui

Não esticarei minhas asas, é patológico

É perigoso

Eu não posso te salvar, é contagioso


Seu sorriso age como um símbolo de viver com habilidade

Uma torre do relógio acima de um rio de lágrimas

Eu descobri que não tenho um lar e todos os lugares são péssimos

Esperam que eu vomite tudo?

Eu peço paciente para que faça desaparecer, porra

Eu juro que vou matar isso, desgraçados!


Só queria uma conexão

Algo só meu

E tudo o que ganhei foi meu lugar designado

Vírus, pragas, pestes, moscas, carne, contaminado

A bela mulher chinesa de vermelho, a linha abazure

Cansou de chorar pelos bordéis depois da violência


Apague, acenda, apague, acenda, ACENDA

Seis mil pés abaixo entre a água lamacenta

Minhas patas definharam, isso é tão doce como o horror

Como a noite, não saia de casa

Desespero, sim isso é bom

Kami Sama, deixe-me brincar no seu lugar


Eu lembrei da voz de minha mãe

Me chamando para o sol

Ela sabe que eu sou um monstro

Não há volta

Lá no fim, há a forca onde os meus sonhos ficaram

KOROSHITEYARU!



..................


Não importa o quanto você tenha sofrido ou passado, não importa o que fizeram com você, o que importa é o que você fará de si mesmo! Não seja uma centopeia, lute com dor, anseie pela liberdade!





23 de Noviembre de 2019 a las 02:17 1 Reporte Insertar 3
Fin

Conoce al autor

Felipe Mukuro Autor, desenhista, futuro mangaká, sonhador e o mais poderoso dos ilusionistas! O pioneiro dos usuários da Névoa e de uma geração que originou o termo "nem tudo que reluz é ouro"! Apaixonado por Pokémon, Naruto, Saint Seiya, Katekyo Hitman Reborn, Mortal Kombat e Legend of Zelda, gosto de me aventurar numa excelente trama, assim como estender meu universo mágico aos mais bravos. Bem-vindo à névoa!

Comenta algo

Publica!
Paula Rojas Paula Rojas
Esta genial tu portada!! Y me gusto este poema, nunca he sido de leer poemas pero es bastante bueno, muy "japones" si me lo permites.
November 25, 2019, 17:43
~

Historias relacionadas