Cuento corto
0
2.7mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Casaco Amarelo

Não é todo domingo que encontramos em pleno dia gélido, alguém de casaco amarelo equivalente ao sol, sua beleza esquenta e toca até o coração mais rude, não pude segurar em suas mãos para sentir se estavam frias de nervosa, mas toda via o frio foi predominante neste dia. Como ansiei olhar em seus olhos, para cultuar um pouco mais daquela que já admirava, imaginava e almejava, mas não era digno de toca-la. A linda moça de casaco amarelo como o sol, não estava sozinha e sim acompanhada de um pequeno anjo falante, na qual recusou me dar um beijo no rosto de despedida por timidez? rigidez? ou minha insensatez.
Enfim ao descobrir que existe a possibilidade de nunca mais ver aquela de casado amarelo, meu coração fica aflito e esmorece, pois não poderei dizer o quanto é especial seu sorriso, seu jeitinho de falar e da maneira que se portar, pode não parecer mas fiquei estagnado em admirar você, mas assim como é quente o brilho do sol, você tocou meu coração com o seu brilho e o mesmo se sentiu bem aquecido nesse dia, minha cara donzela de casaco amarelo. - Clayton

11 de Julio de 2019 a las 17:36 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Clayton Silva Sou aquele que com palavras cheias e com açoes correspondentes as mesmas.

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~