Cuento corto
0
3007 VISITAS
En progreso
tiempo de lectura
AA Compartir

Eu trai para o bem dele!

Eu trai para o bem dele!

Acredite, tenho 33 anos sou uma mulher bem resolvida, me cuido muito, frequento academia e sei que tenho um belo corpo, porque chama atenção, não sou convencida.

Meu marido e eu temos uma vida hoje até que liberal, e ele é um dos 5 gerentes de departamento de uma grande empresa, onde , ultimamente, o dono da empresa fica oferecendo festas e jantares para sua chefia, afim de agradar a todos, mas sempre com uma exigência, que levem suas esposas.

Até ai tudo bem, mas as mulheres falam e sempre alguma coisa acaba escapando, peguei uma falando para a outra, puxa ele é muito gostoso na cama, não da para reclamar.

Fiquei encucada com aquele papo, e em casa comentei para o meu marido, e ele me disse, haaa o "chefe" é pegador e não me surpreende se já não pegou alguma delas, porque você acha que ele sempre quer que levamos as esposas, e na empresa, ele é bem claro, para que ninguém vá sozinho, porque trata-se de uma jantar de família sem crianças.

Notei durante a ultima festinha que fomos, que a esposa de um deles ficava me olhando muito, achei que ela queria me contar alguma coisa, e me aproximei dela, mas ela esta olhando era meu corpo, e veio com elogios, ao ponto de eu sentir que estava sendo desejada por ela, confesso que mexeu comigo, tratava-se de uma mulher linda mais madura que eu, muito bem vestida. Ficamos na paquera, trocando ideias e conversando até alguns papos maliciosos, até que comentei que o "chefe" ficava olhando minha bunda, meio que sem disfarçar. E para minha surpresa, ela foi direta ao assunto, querida, ele já pegou todas, e acredito que todos sabem disso, esse é o joguinho dele, porque todos os gerentes estão no mesmo nível. Seu marido faz tempo que foi promovido a gerente? e eu respondi que fazia pouco tempo, e ai ela me disse, então querida, logo - logo ele vai dar uma investida em você, e pagando bem que mau tem não é verdade? Se você não ligar para isso é um desempregado a menos. Fiquei meia sem saber o que pensar, mas me parece a lei de quem manda mais, e ai pega mais, e como parece ser um jogo normal nesse relacionamento de amizades, resolvi deixar rolar, para ver até onde chega.

O papo era metas, e resultados, e ai o papo era fechado entre eles, e senti que meu marido saiu meio de cara feia, e eu fui logo perguntando o que foi?, e ele foi bem direto comigo, "tomei uma enrabada na frente de todos" e foi mau pra mim. E eu tentei aliviar a tensão dele, e em seguida o "chefe" chegou como se tudo estivesse normal e era assim que ele agia com todos , não mistura trabalho com festas e jantares.

Mas eu fiquei meia que em estado de defesa, ele tem um bar na sala e uma das esposas estava preparando uma bebida onde vi que discretamente ele passou a mão na bunda dela e ficou com a mão por alguns instantes e ela sorriu como se nada tivesse acontecido, o pior é que ele viu que eu estava vendo e ai ele piscou para mim e deu um sorriso maroto, e pegou o copo das mãos dela.

A partir dai, entendi que mais sedo ou mais tarde eu seria a próxima, e ele tinha colocado meu marido bem na porta de saída, era só chutar a bunda e estava fora, e que tudo dependeria de mim. Ele o "chefe" é divorciado, boa pinta um cara bem apresentável, a principio sabe o que uma mulher gosta, dentro e fora da cama.

No dia seguinte, quando meu marido chegou do trabalho, ele me disse, espero que esse mês as coisas melhorem, porque não sei não, alias ele te elogiou muito, disse que você é muito admirável e estava muito elegante ontem na festa. E ai perguntei para meu marido, e você o que achou? E ele respondeu o que eu não imaginava, curto e grosso, " eu? Eu acho que ele quer te comer, afinal meus amigos me disseram, "bem vindo ao clube" , o salário deles é bem alto em relação a média por ai, e percebi que são um número reduzido de gerentes, escolhidos a dedo, mas baseado nas esposas deles também.

E continuei a conversa com meu marido, e você o que pensa a respeito? A resposta foi conclusiva , tudo depende de você afinal já vi você na cama com outro e ficou muito boa nisso, não é? Acho que isso será inevitável.

E meu marido completou, alias ele só gosta de casadas, uma tara dele, ainda sabendo que o marido esta por perto, acho que o tesão aumenta, e da a ele o sentido de patrão.

Três dias depois, meu marido a tarde me ligou e me disse, Roberta se prepare que vamos jantar na casa do chefe hoje, no meio da semana, achei estranho, mas... E que eu me encontraria com eles lá, e assim foi.

Cheguei na casa dele, a empregada me atendeu e ela já estava de saída, me colocou para dentro e pediu que aguardasse na sala que ele já vinha, achei estrando acreditando que estava os dois juntos, mas era só o "chefe", e ai saquei o que ia ou não rolar, realmente dependia de mim.

Esse convite foi para me mostrar que eu não devia me preocupar, afinal quem me ligou foi meu marido e a proposta era para mim e não para ele. Ele chegou veio me beijar com toda educação, mas como todo empresário foi direto ao assunto, você é muito linda e sabe porque te convidei, eu te quero, não sou acostumado com um "não", e você vai adorar, tenha certeza disso, tive vontade de xingar, ofender, mas afinal é a tara dele, ter em volta dele os maridos que cujo as esposas ele conhece muito bem, eu não disse nada e fomos bebendo e pedi um vinho, e fui servida.

Ele colocou uma musica romântica e me chamou para dançar, aceitei e ele veio logo alisando meu corpo todo.

Hoje não sou santa, descobri que sou meia tarada também kkk e deixei rolar, para que dizer não e criar um transtorno onde eu seria a responsável, afinal ele sabe jogar muito bem.

Dali, ele me levou para a cama, e no quarto dele tem uma porta "secreta" para uma banheira que é mais uma piscina, toda preparada, e ai fomos nos entregando, ele pegou uns brinquedinhos, uns vibradores para excitar ainda mais, gostei, e até gozei na mão dele, e pedi a ele que me chupasse, e fizemos um 69, ao lado da piscina, e ao nosso lado tinha mais um vibrador de uns 10 cm acho, e peguei e comecei a passar nele, senti que ele não recusou, e foi se excitando, e não tive duvidas enfiei nele e o cara gemeu legal e gozou na minha boca que quase engasguei.

Ele ficou tarado, achei que ele tinha tomado alguma coisa, porque não amolecia, veio pra cima de mim e como todos os homens a preferencia é a bunda onde a minha é empinadinha por natureza, e afinal ele não era tão grande assim, encarei numa boa, curtimos, não foi ruim, ali tinha dessas cadeiras eróticas, nossa como aquilo é bom, não tem para onde correr, kkkk. Ele me comeu de todas as formas, mas eu tinha uma coisa em mente, comer ele de novo, e fiz um pedido a ele, e me respondeu: antes de você perguntar, acredite minha querida não se preocupe com nada, acho que ele pensou que o assunto era nossa vida, minha e do meu marido na empresa, mas não, para a surpresa dele, eu fui bem cara de pau, eu tenho minhas fantasias também adoro sexo, e quero fazer de novo, mas agora bem lubrificado.

E ele me viu passando um gel no vibrador, e na mesma posição que ele me quis de 4, eu pedi para ele ficar, e ai veio que: ele me falou , saiba que nunca ninguém me pediu isso? Mas sou liberal e curto de tudo, estou adorando você, você é diferente, ai pensei haaaa pena que não tinha um bem grande kkkk , mas comi ele da mesma forma, coloquei o vibrador nele bem devagarinho, falando baixinho para ele pedir mais, e ao mesmo tempo batendo uma punheta pra ele gozar, e esse ficou nosso segredo.

Não sei não, se rolar uma outra vez, é bem provável que vai ter uma daquelas cintas com um pau bem grande, com endereço certo. Kkkkk adorei enrabar um homem.

Cheguei em casa, ele mesmo me levou, e me deixou na porta com todo respeito, como se nada tivesse acontecido, meu marido ansioso para saber, e eu fui logo falando, amor quero um banho e depois se você insistir vamos fazer o eu fiz a tarde toda, que acha? Ele vibrou, mas vibrador não temos, ai pesei, vai o dedo mesmo kkkk gozando é o que interessa não é?

11 de Junio de 2019 a las 23:26 1 Reporte Insertar 1
Continuará…

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
Israel Nunes Cruz Israel Nunes Cruz
Gostei! As vezes parece que esse tipo de coisa só acontece nos filmes, mas a arte imita a vida kkk
~