Play Game Play Love Seguir historia

anne-s Anne .S

Ino e Sakura são amigas desde a infância, fazem a mesma faculdade, Sakura faz T.I e Ino faz Administração, ambas com o mesmo sonho de montarem uma empresa de jogos juntas. Mais o que realmente vem ao caso aqui não é isso. Ino percebe que sua amiga tem uma queda, não, uma grande queda pelo colega de classe que assim como ela ambus são "Os Belos do Departamento de T.I", e ele demonstra sentir o mesmo, mais dois vivem tanto em seu mundo da tecnologia, que não criam coragem pra se chegar um no outro. Mais por ironia do destino e pedidos aos céus dessa loira, Sasuke e Sakura terão que fazer um projeto pra entregarem em três semanas, já que eles não deram em nada em uma semana ela resolve por um plano em pratica,pra dar aquele empurrãozinho e por cima descontar o que Sakura fez á um ano trás.


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18.

#universitaria #sasusaku #jogos
1
3810 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Devolvendo o favor


Tókio

8:30 da manhã

Universidade de Tókio

Dormitório 110


-Sakura acorda!- Ino sacudia a rosada a todo custo e ela não acordava.
- Ela passou a madrugada jogando de novo- disse Hinata também colega de quarto das duas junto de Tenten que também gostava de jogar.
-Provavelmente... Argh, testa o Uchiha esta ti esperando dorminhoca.- a loira sussurra a ultima parte o que a faz a levar um suto com a reação da rosada.
-QUUEEEE????!!!!!- Sakura se levanta num rompante, colocando as mãos sobre a boca para abafa seu grito.- O que?..... Merda, esqueci que combinamos de nos encontrar hoje pro projeto- fala batendo a mão na testa.
-Sinceramente Saky, você foi a sortuda de cair justamente com o delicia e ainda dá esse furo, tem o que? Uma semana que vocês estão fazendo isso? E não tiveram coragem pra se declararem?... Vá se arrumar eu faço seu lanche e dou uma desculpa enquanto você se arruma.
-Ah, obrigada.- Sakura finalmente se levanta e vai direto pra o banheiro.

O quarto eh pequeno mais confortável pra as quatros, cores claras branco e rosa claro, uma mini cozinha com lavanderia e o banheiro.
Ino abre a porta novamente encara o Uchiha e pede pra que ele entre e se acomode na escrivaninha de Sakura.Enquanto o moreno e a rosada estavam "ocupados", Ino começa a por seu plano em pratica.

-Tem certeza disso Ino? Isso é...- Hinata tenta fazer com que a loira desista do plano, o que era impossível, levando em conta que ela e Sakura viviam nessa de uma apronta com a outra, sempre foi assim.
-Sim, tenho, falei com a Karin que é média e ela me orientou, coloquei na medida certa, o efeito será rápido e passará rápido.- a loira se concentra em amassar o comprimido e depois colocar dentro da garrafa de suco.- Além do mais, ainda não devolvi o "favor" que ela fez pra que eu e o Sai ficássemos juntos e isso é um estimulante sexual.
-O.K, se você acha que esta tudo bem, quem sou eu pra descordar.- Hinata levanta as mãos em rendição, quando isso terminasse só aconteceria uma coisa, Sakura iria buscar brechas pra aprontar com a loira.
-Sakura ta precisando, a quanto tempo mesmo ela não transa?...- Hinata sai de lá essa duas são loucas.


"Elas nunca mudam"


Hinata olha para a mesa de Sakura e se depara com o moreno deveras interessado com os materias da rosada,

-Eh... Tudo bem Sasuke?- A morena de olhos perolados pergunta curiosa.
-Ah... Sim... Ela... Quer dizer... A Sakura joga?- pergunta um tanto curioso ao ver um copo, um mini boneco de Aoda, o mouse pad de Katsuy, e um poster do Clã dos Sennis.
-Sim, na verdade foi por isso que ela acordou tarde, as vezes ela amanhece jogando, não sei como ela consegui tirar notas boa mesmo tendo essa rotina.
-Entendi.- O Uchiha olha pra tudo e dar um sorriso de lado, que não passou despercebido pela morena, que se questiona.


"Como eles podem ser tão tapados assim?"


Ino retorna da cozinha no mesmo instante em que Sakura sai do banheiro, devidamente arrumada. Crooped, saia rodada cintura alta, uma fita no cabelo.


"Linda"

Pensa o Sasuke, a rosada ver que eles não param de devora-la com os olhos, fica completamente constrangida.

-D...da de pararem de me olhar assim? É constrangedor.- fala com um bico nos lábios e deixa certo moreno ainda mais encantado.

Se ele estava feliz? Sim, muito, mais á uma semana juntos fazendo o trabalho ele não conseguiu se quer uma desculpa pra falar o que senti em relação a ela, mais agora ele tem, em nem acredita que encontrou sua esposa virtual e que ela na verdade é a mesma pessoa por quem é apaixonado desde segundo ano de faculdade,Katsuyu é a Sakura, o mesmo não estava acreditando que isso estava acontecendo, depois de meses tentando descobrir quem era a jogadora que conseguia bater de frente com ele no jogo, que depois decidiram se unir e aumentar seus níveis de batalha pra poderem derrotar monstros, ocupar territórios e fortalecer o clã, descobre que ela estava mais perto do que imaginava.
Sua semana não poderia estar melhor.Talvez a agora ele teria uma chance, já que ela sempre se manteve arredia com os outros garotos, o único garoto que ele viu que ela namorou foi Sasori, mais durou apenas um ano já que o mesmo a traiu com Mei, depois disso ela mudou, vivia da sala pro dormitório quando não ela corria pelos corredores com notebook em mão ou estava na biblioteca essa é "A bela do departamento de T.I". A olhei novamente e me recompus.
-Hum... vamos.
-Aqui Saky, com a no caminho- Ino lhe entrega o lanche e Sakura agradece.
-Obrigado Ino, fico te devendo uma.
-Me agradeça, voltando pra cá comprometida rsrsrsrsr.-Ela sussurra no ouvido da rosada que cora e pegar na mão do moreno correndo dali.

Os dois aproveitaram o momento de mãos dadas, nem se quer tinham notado os outros alunos no corredor os observando, e quando Sakura se deu conta tentou soltar mais Sasuke não permitiu e seguiram para estacionamento onde se encontrava o carro dele um Toyota Corolla preto. Eles entram dentro do carro seguindo viajem que dura cerca de 20 min da faculdade até a casa do Uchiha.

No caminho ele recebe uma ligação e atende pelo fone bluetooth.

-Oi mãe... sim... ta bom... certo... boa viajem.- Ele desliga e a rosada curiosa o questiona.
-Aconteceu algo Sasuke?
-Não, minha mãe só avisou que ela e meu pai passaram esse final de semana com meu tio no sítio emeu irmão irá pra casa da noiva.-explica ele aparentemente tranquilo, mais por dentro ambus estão nervosos, será a primeira vez que ficaram sozinho na casa.
-Certo.- a Haruno se limita a responder apenas isso.- Posso comer aqui dentro?
-Pode sim.

O caminho segue silencioso, Sakura lanchando e Sasuke dirigindo. Assim que ela termina coloca tudo dentro da bolsa e se ajeita no banco, cinco 10 minutos depois ela começa a sentir o corpo esquentar e um incomodo na intimidade, ela cruza as pernas afim de amenizar a situação mais parece piorar a cada segundo, torce para que cheguem logo na casa pra ela pegar uma ar livre.


"Ceus o que é isso?"


Se durante essas semana ela já tinha pensamentos nada santos em relação ao moreno, parece que agora o desejo só aumentou e saber que eles vão ficar á sós não ajudou muito, se constrangi ao pensar tais coisa.


"Desde quando virei uma pervertida?"


Não podia negar que sempre imaginou ter algo com ele mais agora parece que o universo estar conspirando á seu favor...
Ela ficou tão distraída em seus pensamentos que nem notou o carro parar.

-Algum problema?- o moreno pergunta vendo que ela esta aéria.
-Não... Vamos?- ela o observa indo abrir a casa e seu sangue começa a ferver ele o desejo de subir no moreno aumenta.
-Vamos pro meu quarto, consegui terminar o slide detalhando o sistema de ping, fps, var e...- ele olha pra trás e ver que a rosada ainda estar no pé da escada- tem certeza que esta tudo bem?
-SIM!!... Eh... Eu... Eu só preciso ir no banheiro.-Responde colocando as mão pra trás tentando conter o nervosismo.
-Vamos, no meu quarto tem um.
-Obrigado.
Assim que eles chegam no quarto ele mostra onde fica o banheiro e ela entra apressadamente.


"Ino!!!"


A rosada pega o celular e liga para Ino que atende na hora, sem esperar ela falar Sakura logo pergunta.

-O.que.você.colocou.no.meu.lanche. Porca?- pergunta entre dentes.
-Nada demais, só estou lhe ajudando como você com Sai.- responde despreocupada.
-O quê!? Eu sabia, me diga logo.
-Só foi um estimulante sexual, me agradeça depois.Hum... Não é a mesma coisa que ficar presa com Sai só de toalha no banheiro como VOCÊ fez, mais acho que ajuda você tomar uma iniciativa.
-INO!!!- Sakura se olha no espelho tentando se controlar, mais imaginar o moreno que estar no quarto não ajuda muito.
-Olha você estar em vantagem, pelo que Hinata me falou o Uchiha esta caidinho em você, pelo jeito eles descobriu algo.
- Do que você ta falan...
-Não esquenta já já passa, até testa, vê se aproveita, beijoooo.- e ela desliga deixando uma Sakura de queixo no chão.


"Ah, mais isso não vai ficar assim, vai ter troco, á vai"


Ela se recompõe e ouve Sasuke bater na porta.

-Sakura, tudo bem ai?
-Sim!!!- "alto demais idiota."- Eh... eu... eu já to saindo.- "Oh my Good, que perdição" - Ela olha pra ele que se encontra agora com uma regata prata e uma bermuda branca. senti sua intimidade comprimir só de olhar pra ele.


"Pense em algo brochante, Sakura pense, Sasori, Robert Pattinson, eh... Justin Bieber, Ben Barnes"


Ela pra qualquer ponto no quarto, observa que ele é bem organizado e joga... Olha melhor para o computador dele e ver a Aoda seu esposo no jogo, olha pra ele não acreditando no quão pequeno o mundo pode ser.

-Aoda? Você é o Aoda?- pergunta completamente surpresa.
-Sim Katsuyu... Sei como deve estar se sentindo, também fiquei surpreso..- ele se aproxima pra tocar no rosto dela.- Nossa você ta quente, porque não me falou que não estava se sentindo bem?

"Ah querido assim você não me ajuda"

"Ah que se dane"


Sasuke vendo a mudança de olhar dela tira a mão dos braços dela, mais é empurrado para cama e á ver se sentar sobre ele.

-O que você ta fazendo?- pergunta surpreso mai logo em seguida arregala os olhos ao vê-la tirar a camisa.- Com certeza você não estar bem.
-Eu quero você.- ela pede com o indicador na boca.


"Não fala assim linda, 'cê' não sabe o quanto foi difícil me controlar essa semana"


- Eu sei que você quer- fala rebolando sobre o membro dele que logo endurecesse.
-sssssssss- ele chia ao vê-la apertar os seios, respira um pouco- a..acho melhor você se vestir- engole em seco, mais novamente é surpreendido ao senti-la sugar o lóbulo de sua orelha, ele levanta o tronco do corpo e à tira gentilmente de cima de si, para então se levantar.
-Sabe o quanto é difícil segurar isso aqui?- ele aponta pro membro visivelmente duro e se vira, ficando de costas pra ela.

- Então me deixa te saciar- ela fala jogando o resto da roupa sobre ele que logo se vira.
- Argh.... Olha acredite,eu quero muito, muito, desde sempre, mais você não esta bem- Ele vai até o guarda roupa e pega um lençol e umas camisas de mangas compridas.


"Céus eu to ferrado, que olhar foi aquele? Nunca tinha ficado tão duro na minha vida, em pleno 23 anos to parecendo um adolescente, que mulher gostosa."


Ele iria em direção à ela mais é surpreendido ao sentir braços lhe envolver por trás e sentir mãos pequenas apertar seu pau, arrancando um grunhido dele.

- Sakuraaa... - ele num rompante se vira e à enrola no lençol e amarrando com a camisa.
-Sasuke-kun, onegai...
-Argh- ele corre pro banheiro imaginando e criando muito mais coisas com ela enquanto se tocava.- sssssss ah...


20 min depois

Sasuke sai do banheiro e ver que Sakura parece estar melhor, já que ela parou de falar coisas obscenas, se aproxima dela para solta-la.

-Eh... eu vou te soltar.- ela só movimenta a cabeça fazendo que sim.
-Desculpa... Eu te dei trabalho...
- Bom não posso dizer que não gostei, já que estaria mentindo- ele fala sorrindo de lado e a ver corar e pegando o travesseiro e por no rosto.
-Então você estar de volta.- se senta ao lado dela, inspira o perfume dos cabelos rosados e á envolve com o braço, sentindo a mesma ficar nervosa.
-Vo.. você falou serio quando disse que sempre me quis?- ele apoia o queixo na mão livre, solta um suspiro.
-Bom... Quando eu vi o que aconteceu com você e Sasori eu passei a te observar mais e acabei me apaixonando, tentei me aproximar ,mais você sempre vivia fugindo, correndo e bem agora eu sei que Eu sou o motivo, já que nós sempre nos encontrava-nos no jogo sem saber.
-Bem que eu conhecia aquela voz e não conseguia associar de onde.
-Rsrsrs... Eu tentei te hackear sabia? Mais você se protege bem.- ele vira os rosto e ambus se olham.- Katsuyu, minha esposa.
-Rsrsrs, sim Aoda, meu esposo?- Ele roça o nariz no dela sentindo seu cheiro, e à beija.

Ele faz ela se virar pra ficar de frente pra si, lhe deitando sobre a cama sem quebrar o contato do beijo.
-Você ainda quer continuar... Bem, depois do que fez agora pouco, nem por cima do meu cadáver vou deixar outro lhe tocar.
-Possessivo, Marido?
-Eu diria cuidadoso- ela sorri com a resposta.
-Então sou toda sua.

28 de Abril de 2019 a las 13:11 0 Reporte Insertar 119
Leer el siguiente capítulo Play game Play love

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 1 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión