Eu não falarei do meu pecado Seguir historia

zaladanee Zaladanee .

De um jeito ou de outro ele é amaldiçoado a matar suas amarras, amaldiçoado a sobreviver a todos eles. Tudo porque Hatake Kakashi bebeu da fonte da juventude. (Cinco atos da conseqüência de Kakashi para sempre.) Parte 1 *Fanfic traduzida com a permissão de seu autor: altanhal: i will not speak of your sin *


Fanfiction No para niños menores de 13.

#naruto #sasuke #sasusaku #sakura #kakashi #kakasaku
Cuento corto
7
3539 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único

Ato 1: Kakashi + a ferida em minha carne era muito forte


Ecos de seus pés se arrastando são tudo o que ele podia ouvir dentro da caverna. Não sua respiração irregular, nem o som de seu sangue pingando no chão de pedra lisa. Isto é normal. Para ele isso é. A autocensura de suas feridas e a dessensibilização de seus ferimentos são normais para o capitão da Anbu, Hatake Kakashi.

Esta é sua 113ª missão de recuperação de pergaminhos em toda a sua carreira, desde os seis anos de idade. A 34ª missão do S-Rank desde os treze anos. E no geral, sua 886ª missão foi feita exatamente no seu 21º aniversário.

Kakashi não comemora isso. Não quando ele está dentro de uma caverna em que a luz lá fora não o alcança, e ele está completamente banhado pela escuridão e por sangue.

Sangue inimigo, seu sangue, não importa. Ele só tem habilidades básicas de cura que copiou de médicos em campo, não o suficiente para fechar completamente as feridas maiores. Não há chakra suficiente para os menores também.

Caindo de costas em uma rocha saliente, Kakashi remove sua máscara Anbu. Ele respira, mas o ar fica preso em sua garganta quando o sangue sobe de seu estômago ferido. Tossindo, ele pressiona a ferida na coxa, o local onde está uma grande artéria. O sangue é lento enquanto escorre.

Ele realmente está em seu limite. Levantando-se em sua força restante, Kakashi se arrasta até a borda da caverna e descobre uma fonte com uma área de água doce.

Se ajoelhando na borda da fonte, onde ele puxa a máscara, coloca as palmas na mão para levar o líquido aos lábios e bebe. Ele bebe apenas um gole, porque é o suficiente. O toque frio quase como um bálsamo diretamente para sua alma.

Começa a ficar inconsciente quando seus dedos molhados começam a brilhar. Ele está longe demais para se maravilhar com essa estranha visão. Seus olhos se fechando quando a sensação de cair na água o envolve.

Kakashi dorme.

Ele acorda sem um arranhão e vai para casa para relatar sua recuperação bem-sucedida. Decide não mencionar a fonte na caverna. Não quando a água secou e a caverna desmoronou no momento em que ele saiu.

Não há provas desse milagre. Ele continua com sua vida como se não tivesse bebido da fonte.





Ato 2: Sakura e Kakashi + eu nunca serei seu escolhido




Sakura está mergulhada em um pesadelo e tudo o que Kakashi consegue é observar. Apesar da batalha travada em volta deles, tudo em que ele pode se concentrar é em Sakura. O rosto dela se encolheu de angústia mesmo durante o sono. Ele não pode tirá-la disso. Sasuke a enterrou profundamente no genjutsu. Tudo o que Kakashi pode fazer é deixar acontecer e prometer estar lá para ela quando ela acordar.

Gentilmente afasta o cabelo encharcado de suor e de poeira do rosto dela. Kakashi acha que é culpa dele ter que experimentar isso, culpa dele que Sasuke e Naruto estão prestes a avançar na garganta um do outro.

Ele não tinha sido um bom sensei. Não tinha sido o ideal desde o início, mas ele os aceitou. Viu seu trabalho em equipe como algo que ele pode cultivar e cuidar. Mas em algum lugar ao longo do caminho ele se fodeu. Em algum lugar ao longo do caminho, ele poderia ter feito algo que não tivesse colocado os seus três alunos nessa bagunça.

Quando chegar a hora, sempre será o sangue deles em suas mãos, mesmo que ele não seja o único a acabar com eles.

Ao contrário de como ele acabou com Rin. O velho sangue que está preso para sempre nas palmas de suas mãos.

Agora com o chakra e a força física completamente esgotados, ele não pode ficar entre Sasuke e Naruto dessa vez. Eles o superaram e isso significa o quão longe chegaram. Kakashi não pode fazer mais nada por eles.

O céu se ilumina com o rasengan de Naruto e o chidori de Sasuke. Kakashi fecha os olhos. Está finalmente acontecendo. Ele realmente não sabe quem vai sair vivo nisso.

Tudo o que ele pode fazer no momento foi ouvir o som de carne e osso dando lugar a milhares de pássaros cantando.



Ato 3: Sakura + por que quando eu abro meu corpo eu respiro uma mentira




Kakashi diz a ela sobre Naruto se afastando do corpo de Sasuke. Ele diz a ela que foi a Kunai retrátil de dentro da jaqueta laranja que finalmente terminou a vida de Sasuke.

Não os clones. Não o Kyuubi. Especialmente o Rasengan. Nunca o Rasengan.

Ele diz a Sakura que Naruto não quer mais voltar para casa. Para Konoha. Não quando Sasuke tinha sido sua casa, no entanto esta relação estava acabada.

Sakura só acena com a cabeça e observa os olhos cheios de sangue de Sasuke, onde uma vez havia tido o Rinnegan e Sharingan.

Onde uma maldita Kunai estava.

A rosada pergunta aonde Naruto poderia ter ido. Kakashi responde com um aceno de cabeça.

"Ele está mais seguro lá fora do que na aldeia. Ninguém neste mundo pode derrotar Uzumaki Naruto. " Ele diz a jovem.

Kakashi observa sua caminhada para longe do corpo de Sasuke, sem dá-lhe um segundo olhar.



Ato 4: Naruto e Sasuke + eu estarei em casa em segurança e escondida




Ele chega na caverna atrás das quedas maciças do Vale do Fim. Naruto estava pesado em seus braços, mas sabia o que tinha que fazer. A fonte chama por ele.

Kakashi viaja pela caverna escura, tentando desesperadamente ignorar o buraco no peito do loiro; onde antes estava o seu coração.

Kakashi sabe o que o buraco significa. O que Sasuke fez. Por que Naruto deixou ele fazer isto.

Da mesma maneira como Kakashi um dia o fez. Por que Rin deixou.

Nenhum eco de seus pés arrastados podia ser ouvido dentro da caverna. Apenas sua imaginação da respiração irregular de Naruto, e a batida do sangue pulsante do loiro pingando no chão de pedra lisa.

Isso não é normal. Para ele isso é. A imaginação das feridas ainda sangrentas de Naruto e as fantasias de lesões ao vivo não são normais para Jounin Sensei Hatake Kakashi.

Mas isso está acontecendo. Kakashi quer desesperadamente que isso aconteça porque ele não suporta a sensação do corpo frio de Naruto, que não responde, pesando muito mais em seus braços.

Se a fonte está chamando a ele da mesma maneira que naquela época, então Naruto não deveria morrer. A fonte ainda pode consertá-lo.

Kakashi vê a mesma fonte e a lagoa no final da caverna. Desta vez, porém, brilha eo jounin rapidamente coloca Naruto lá dentro. A água brilha mais e o engole até as profundezas.

Kakashi espera.

E espera.

Mas Naruto não retorna.

A fonte seca, e não há um único fio de cabelo loiro no chão vazio da caverna.

Kakashi fica na escuridão por um longo tempo. Sentindo sua alma completamente traída.

Aquele gole d'água tinha um preço.

Apenas o havia chamado para liquidar sua dívida.

Naruto não foi feito para viver depois de tudo.

Kakashi deixa a caverna, não olha para trás. Ele volta para Sasuke, apenas machucado não gravemente ferido, deitado em uma cratera porque Naruto nunca poderia matá-lo.

"Onde ele está?" Sasuke pergunta, olhando para o céu com aqueles olhos que podem deixar o mundo de joelhos.

"Em casa", Kakashi responde baixinho, aproximando-se desse menino perdido e colocando a mão em seu ombro. "Você pode voltar para casa também."

"Naruto não está lá, certo?"

"Não", Kakashi suspira cansado enquanto puxa um peso antigo de seu coldre. "Ele não está."

É uma kunai que manda o Sasuke para casa.

Kakashi limpa a arma em sua manga antes de colocá-la de volta ao lugar e corre de volta para Sakura. Prometeu a si mesmo que quando ela acordasse ele estaria lá afinal.



Ato 5: Kakashi + mas neste crepúsculo nossas escolhas selam o nosso destino




Sakura diz que pode ouvir Naruto chamá-la às vezes. Kakashi também, mas não conta a ela. Há tantas coisas que ele não conta a ela agora.

"Ele está lá fora. Naruto é destinado a viver." O homem de cabelos grisalhos diz isto, e esse é o estalo da última das suas amarras se desfazendo. Ela é última. A última que pode puxá-lo de volta.

Ato 5: Kakashi + mas neste crepúsculo nossas escolhas selam o nosso destino

Sakura diz que pode ouvir Naruto chamá-la às vezes. Kakashi também, mas não conta a ela. Há tantas coisas que ele não conta a ela agora.

"Ele está lá fora. Naruto é destinado a viver." O homem de cabelos grisalhos diz isto, e esse é o estalo da última das suas amarras se desfazendo. Ela é última. A última que pode puxá-lo de volta.

Mas a garota se recusa a ficar, uma vez que Konoha está reerguida e Kakashi não pode culpá-la. Esta é a outra estudante que vem correndo pelos portões para alguém que não está voltando. Porque Sasuke nunca fez no final.

Naruto foi o que amarrou os quatro juntos. Kakashi se pergunta se alguém ficaria surpreso que o filho de Minato tenha sido o primeiro a ser cortado. Sasuke era esperado. Ninguém o queria tanto quanto Naruto. Ele estava destinado a cair com ou sem Naruto.

Mas Sakura, Sakura não deveria ser afugentada, e ainda. . .

Kakashi entende por que ela está saindo, mas é irreconciliável com o que ele fez e o que ele quer que aconteça, e o que deveria ter acontecido. Ele entende, apesar de tudo; e assim, ele assina seu passaporte e documentos de imunidade.

Ele também a deixa partir; porque quando chegar a hora, será o sangue dela nas mãos dele. Como com os olhos de Sasuke e a vida de Naruto. De um jeito ou de outro ele é amaldiçoado a matar suas amarras, amaldiçoado a sobreviver a todos eles.

É algo que ele terá que viver pelo resto da eternidade. Em nenhum lugar no futuro ele falará de seu pecado.

Em nenhum lugar no futuro você o verá enterrado.

Tudo porque Hatake Kakashi bebeu da fonte da juventude.

13 de Marzo de 2019 a las 15:09 1 Reporte Insertar 0
Fin

Conoce al autor

Zaladanee . Kakashi fan. Estudo japonês e inglês. Gosto de patins, escrever e programação.

Comenta algo

Publica!
A Amanda
Caralho que pesado. Achei bem sensacional a forma que colocou os pegados dele em tópicos, listando-os de forma que deixe o leitor curioso a continuar
~