Uma Playlist Vintage Pra Te Dizer Seguir historia

noveluas Taynara C

Jiwoo é caidinha de amor pela unnie de cabelos negros e lábios bonitos e com tanto carinho no coração, resolveu colocar em um cd, seus sentimentos; como eles vão chegar até ela, é o que a garota de sorriso largo ainda não sabe.


Fanfiction Bandas/Cantantes Todo público.

#lésbica #lgbt #lipsoul #chuuves #loona
5
3.5k VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Beijinho Despretensioso


Jiwoo acordou animada na manhã de sexta-feira, as aulas acabavam mais cedo e poderia gastar a tarde com Sooyoung, estreando as maquiagens que comprara na última saída do internato; se arrumou com o uniforme entediante do colégio, desejando poder colocar um pouco de cor, tanto no rosto, quando nas roupas. Depois de jogar os cadernos do dia na bolsa de pano, saiu apressada, praticamente atrasada para a aula da temida senhora Byun.

Correndo quase sem freio pelos corredores, não demorou muito para que trombasse de cara em alguém; por sorte, o alguém era sua tão querida Sooyoung, impecável como sempre, parecendo ter saído de qualquer uma das revistas de moda de hoje em dia. Mesmo convivendo com a mais velha já há alguns anos, a garota ainda corava toda vez que a encontrava pela primeira vez no dia.

— Atrasada de novo Jiwoo?? — disse cruzando os braços e sorrindo de lado.

— Unnie!! Meu cabelo nunca colabora, gasto quase quarenta minutos nele — disse fazendo biquinho, o que unido às bochechas coradas, acabaram derretendo o coração da mais velha.

— Humm, sei! Então vá logo, te vejo mais tarde. — Jogou uma piscadela e saiu, deixando Jiwoo suspirando por alguns segundo antes de se lembrar que levaria uma bronca.

Voltou à sua corrida, chegando até a sala de aula, exatamente no minuto em que o sinal tocou; entrou satisfeita consigo mesma, sorrindo largo para a amiga Jungeun, que ria de si.

— Essa foi por pouco em Jiwoo! Se a bruxa Byun te pega, já era!

— Nem brinca! Eu não posso ficar de detenção hoje de jeito nenhum!! — Foi sentando ao lado da loira, jogando a bolsa na mesa.

— E por quê? Tá’ de casinho dona Jiwoo?? — Escorou na carteira, se aproximando com o olhar malicioso.

— Ai Jung! Não, é que eu comprei aquelas maquiagens todas lembra? E hoje eu vou arrastar a Sooyoung pra’ testar nela.

— AH! Agora eu entendi, a crush suprema. — Fingia uma expressão de apaixonada.

— JUNG!! PARA!

— “Sooyoung unnie” daqui “Sooyoung unnie” dali!! – Ria alto, colocando ambas as mãos no rosto.

— Aaaa mas e você?? “Jinsoul unnie é tão linda” “Jinsoul unnie pintou o cabelo ontem”. — Provocava a amiga, imitando seu jeito de falar.

— Jiwoo, nada a ver!! — O rosto da loira corou e, seu sorriso passou de debochado à envergonhado — Vamo’ parar por aqui!

A morena sorriu satisfeita, até que a senhora Byun adentrou a sala, deixando todas as meninas com a expressão séria e algumas beirando o desespero; a professora de matemática tirava o bom humor de qualquer estudante do colégio, especialmente na sexta-feira, em que era dona dos três primeiros horários. Jiwoo praticamente divagou pelos três períodos, sendo cutucada por Jungeun vez ou outra, que observava os olhares furtivos da senhora para a amiga avoada.

No primeiro intervalo, as duas saíram para comer alguma coisa e, quase chegando na cantina, avistaram Jinsoul e Sooyoung juntas na fila; deram meia volta quase imediatamente, e em sincronia correram para o banheiro mais próximo. Entraram esbaforidas, olhando uma para a cara da outra, sem muito o que dizer, até que Jiwoo teve coragem suficiente para falar o que queria.

— Admite, que eu admito também! – disse pressionando os lábios, não querendo se entregar antes da amiga.

— Ai Jiwoo, como eu vou confiar em você?? Já me traiu antes!

— Jung, aquilo foi um erro enorme que cometi e você já me perdoou, não vale!!

— Tá’, no três! – disse, enquanto conferia a entrada do banheiro, para garantir que ninguém as ouviria — Um... dois... dois e meio... três — Fechou os olhos, antes de sussurrar junto com a morena —, gosto da Jinsoul unnie!

— Gosto da Sooyoung unnie!

Se olharam com os olhos arregalados, como se não soubessem bem da paixão uma da outra; depois de alguns segundos processando o que disseram, as duas começaram a rir feito bobas. Jiwoo dava pulinhos e gritinhos de nervoso, Jungeun cobria o rosto com as mãos e balançava de um lado para o outro. Antes que pudessem se recuperar, mais duas pessoas entram no banheiro.

— Jiwoo! Conseguiu chegar a tempo? — Sooyoung disse, sorrindo para a menor.

O choque em seu rosto beirava a tragédia grega, enquanto Jungeun estava paralisada, depois de perceber que Jinsoul estava ali também. Depois de alguns segundos, a mais nova lembrou que devia uma resposta à garota que ainda sorria para si.

— S-s-im! Sim, sim — gaguejou e repetiu a palavra algumas vezes, sorrindo abobalhada, balançando a cabeça em afirmativa.

— Que bom! Ainda tá’ de pé, aquela maquiagem que me ofereceu né? — falou, enquanto ajeitava o cabelo no espelho.

— Isso, isso! Hoje às 14h, p-pode ser? — Piscava mais do que o necessário e seu sorriso agora parecia um tanto maníaco.

— Pode sim, eu apareço por lá!

Enquanto a breve conversa desajeitada acontecia, Jinsoul lutava com uma mancha de ketchup na blusa branca, e Jungeun se encostou na parede e olhava para o próprio pé, prestes a ter um ataque cardíaco com toda a situação. As duas mais velhas deixaram o banheiro, não muito depois, já que a loira desistiu de tentar tirar a mancha e disse precisar correr até o dormitório, para se trocar.

As amigas apaixonadas, puderam respirar assim que foram deixadas sozinhas, não mais rindo e apenas respirando fundo, como se tivessem corrido. Não conseguiram dizer mais nada ali, com medo de quem as duas aparecessem do nada, de novo; foram se abrigar no ginásio, que naquele horário estava as moscas.

— Meu deus Jung, eu achei que ia desmaiar! Será que elas ouviram??

— Não sei, eu quase tive um treco também... ai’ amiga, ela é muito linda!!! — A loira parecia ainda estar viajando com a imagem da mais velha na cabeça.

— Você tá’ apaixonada mesmo hem Jung! Precisa falar com ela logo.

— Tá’ louca? Não sou doida como você, que foi logo entregando uma maçã pra’ menina, do NADA. — Demonstrava indignação com a sugestão.

— Aaa mas pelo menos, hoje eu vou passar a tarde com ela, sua boba, quem não arrisca, não petisca!

As duas gastaram o resto do intervalo ali, discutindo as estratégias mais eficazes para serem usadas com as mais velhas, discordando em quase todas e apenas desperdiçando o tempo em que poderiam ter se alimentado, já que teriam mais três horários, antes de poderem se livrar do período de aulas. Voltaram para sala depois do sinal, com os estômagos roncando e sem nenhuma estratégia definida; mesmo assim, Jiwoo passou pelas aulas de história sem aprender nenhum dos conteúdos passados, apenas planejando como usaria todas aquelas maquiagens na mais velha.

Mais tarde, de volta ao seu dormitório, a garota se preparava para receber sua unnie, correndo contra o tempo, arrumando o quarto, jogando roupas sujas no cesto correto, colocando os cadernos de estudo bem longe dos olhos e ajeitando a cama bagunçada, que não tinha seus lençóis esticados há muito tempo. Quando deu por si, já eram duas horas e sabia que a garota chegaria a qualquer momento, deixou algumas coisas espalhadas pela mesa e se concentrou em arrumar o que usaria e em respirar fundo para não parecer uma maluca na frente da outra.

Quase duas e quinze, ouviu as batidas na porta, e com o coração descompassado, correu para abrir, dando de cara com Sooyoung, tão linda quanto mais cedo, vestindo um moletom cinza mescla com um bordado de coração no peito esquerdo e com o cabelo preto jogado para o lado, deixando a pobrezinha quase sem ar.

— Oi — disse despretensiosamente, sorrindo de canto.

— Oi unnie! — A menor sorria largo, animada em ter a mais velha em seu quarto — Pode entrar, eu estava arrumando tudo, mas não deu muito certo...

— Seu quarto é fofo Jiwoo, quase tudo é cor de rosa — A mais velha caminhava para dentro e olhava ao redor, observando a decoração completamente rosa.

— É, eu gosto bastante sabe... — Riu sem graça, se achando exagerada pela primeira vez.

— É bonito, eu gosto — A encarou, sorrindo.

A mais nova guiou Sooyoung até a cadeira que preparou, ajustando a altura para ficarem alinhadas e começou a abrir as embalagens, com os produtos que comprara; uma das paletas de sombra, só continham tons de rosa e os batons também não fugiam disso, tendo no máximo um de tom coral e um vermelho opaco. A mais velha não comentou sobre esses pequenos detalhes e quis deixá-la confortável para fazer o que queria.

Jiwoo fazia questão de explicar sobre o que fazia e mostrava vez ou outra para a mais velha, que acabava se surpreendendo por estar ficando de fato, bem maquiada e com a beleza realçada; mas foi quando a menor saiu para buscar mais pincéis, que Sooyoung passou os olhos mais uma vez pela mesa bagunçada e acabou encontrando um aparelho, um tanto quanto antigo, chamado discman, que já tinha visto apenas pela internet. Sem saber bem como funcionava, apenas apertou um dos botões, por curiosidade, que acabou abrindo uma tampinha, revelando um cd, com uma escrita rosa e, decorado com figurinhas parecidas com as do aparelho.

Retirou o cd com cuidado e leu as palavras escritas,“Sooyoung’s love songs”, sorriu ao ver seu nome gravado ali, com a letra fofinha da mais nova; percebendo que a outra se atrapalhou em achar o que precisava, se arriscou em colocar o cd de volta e tentar achar o botão de“play”, depois de achá-lo, colocou o fone também meio antigo e esperou a primeira música tocar. Que foi “You&I” do Kim Jong Wan, cuja letra conhecia bem; não se conteve em sorrir largo, ao imaginar a mais nova pensando em si ao ouvir a música, que era tão fofa quanto ela. Antes que a outra pudesse voltar, desligou o aparelho e voltou a esperar como antes, sem a intenção de revelar, que sabia sobre o segredinho guardado nodiscman.

Quase às cinco da tarde, Jiwoo finalmente termina sua obra prima, deixando a mais velha parecendo uma boneca de porcelana; deu o espelho para que ela se olhasse, esperando uma opinião sincera sobre suas habilidades.

— Ficou lindo Jiwoo! De verdade, acho que vou querer que faça isso mais vezes, inclusive quando for nosso dia de liberdade.

— Jura unnie?? Que bom, achei que pudesse odiar, já que eu comprei quase tudo cor de rosa sabe...

— Não tem problema, ficou delicado e fofo... assim como você. — Encarou a menor com um sorriso estampado.

A outra como esperado, não conseguiu formular uma resposta, apenas corou e sorriu sem graça; antes de ir embora, Sooyoung fez o que a mais nova nunca imaginaria na vida. Elogiou mais uma vez a maquiagem e se aproximou, deixando um beijinho na bochecha corada, que ficou ainda mais vermelha e sem reação; depois como se nada tivesse acontecido, deu um “tchau, a gente se vê por aí” e foi embora, deixando uma Jiwoo a beira de um colapso.

Depois de recobrar os sentidos e fechar a porta, não aguentou e deu mais de um grito pela animação e, pulou no lugar, igualzinho havia feito mais cedo no banheiro, depois de confessar à amiga que estava apaixonada pela unnie. Não sabia bem o que fazer, se corria até o quarto de Jungeun ou se mandava uma mensagem, ou se arrumava a bagunça que fez. No fim, mandou um áudio desesperado para a loira, contando os fatos sem muita coerência e depois decidiu arrumar a mesa que estava cheia de algodões, maquiagens abertas e afins.

Quase com a mesa arrumada, se deu conta de que deixara o velho discman que a mãe lhe dera, com o cd em que gravou músicas que lhe faziam lembrar de Sooyoung; por um breve momento, se preocupou, achando que a mais velha poderia ter visto, mas depois de pensar melhor, concluiu que o item não chamaria assim tanta atenção e esqueceu do assunto. Mal sabia ela, que sua unnie teve a atenção tomada pelo discman e ainda o abriu, vendo seu nome gravado no cd e para finalizar, ouvira a primeira música, uma das mais melosas que dedicava à ela; mas isso ela só descobriria um tempinho depois. Por hora, curtiria a animação de ter tido os lábios bonitos em suas bochechas e de ter sido elogiada mais de uma vez naquela tarde.

24 de Enero de 2019 a las 02:18 0 Reporte Insertar 121
Leer el siguiente capítulo Esquema de Unnie

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 9 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión