Notas ao que se desfez Seguir historia

lethwen Vanessa

Enterrada em uma infalível tentativa, a violinista permaneceria apaixonada entre as notas e os seus passos firmes. E por mais dez anos ela dedicaria a sintonia somente a ele.


Cuento Todo público.

#capítulo-único #original #conto
Cuento corto
1
3122 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo Único.

Notas ao que se desfez

Capítulo Único


A violinista sorriu ao se recordar do primeiro toque no instrumento empoeirado e abandonado. Ela apreciou a imensidão do teatro silencioso e incompreendido, andando cautelosamente sobre a madeira rangente e as fileiras vazias. O último eco do sapato soou quando a mulher subiu no palco perigosamente instável. As madeixas ruivas de Helen trouxeram a vida ao ambiente neutro e tingido em cores mortas.


Ela suspirou enquanto o peito doeu. Sempre era difícil retornar a pequena cidade, principalmente ao teatro abandonado. O destino a presenteou com a maestria sobre um violino quando era apenas uma garota, concedendo a ela um ombro para se apoiar, semelhante as folhas de outono com suas cores quentes e aconchegantes.


Ela retirou do estojo o seu violino antigo, aquele sem enfeites e madeira importada, apenas um pequeno instrumento velho. Em um único minuto soou a rima de uma pacífica perda. A mulher ignorou a névoa pesada sobre os ombros, carregada de melancolia. Os pés da bailarina moveram-se em ritmos suaves pelo assoalho antigo.


Ela fechou os olhos e mergulhou na própria sintonia. Não havia ninguém para escutar os seus gritos desesperados, a ferida escrita em forma de notas. O vento levou o sonido como uma maresia repleta de lágrimas pincelas na partitura.  


Foram dez anos, dez sonidos divergentes em uma corrente de agradecimento. Ela soltou outro sorriso ao rodopiar. Aquele teatro era o seu começo e fim, onde ela havia tecido uma paixão com o seu amado.


A cada nota tocada, Helen reviveu as antigas memórias. Ele a enchia de promessas puras. Tão inabalável com o futuro dela como violinista. Incompreendida por todos, como uma fatal inutilidade, ele protestou e lutou por ela. O homem a amou como ninguém, apreciando o talento negado.


No coro silencioso ela lamentou a perda. A magia se desfez assim como se formou. Enterrada em uma infalível tentativa, a violinista permaneceria apaixonada entre as notas e os seus passos firmes. E por mais dez anos ela dedicaria a sintonia somente a ele.  

6 de Enero de 2019 a las 01:30 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Vanessa Uma garota apaixonada por cada livro que coleciona. Viciada em romances adultos, poesias e poemas. Adoro ler frases e colecioná-las para me inspirar. Taurina gamer, preguiçosa e amante do rock. Sou protecionista dos animais desde que me conheço por gente. Uso Lethwen Rochney como pseudônimo. ❝...

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~