Oceano Seguir historia

v.alcantara Vinícius de Alcântara

''As ondas batem com fúria nas rochas. Não me admira se assustarem; A maioria é banhista e não mergulhador. Como compreenderão o oceano vasto? E todo o mistério que nele um dia foi jogado?''


Poesía Todo público.
Cuento corto
2
4540 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Oceano

As ondas batem com fúria nas rochas.

Não me admira se assustarem;

A maioria é banhista e não mergulhador. 

Como compreenderão o oceano vasto?

E todo o tesouro que nele um dia foi jogado?

                                        

                                                       

Pobre Oceano!

Só queria ter alguém para conversar,

mas preferem águas rasas,

Pois não há risco de se afogar.

              

         

Tão belo de se contemplar,

Tão difícil de lidar.

Aqueles que conseguem encontram seu cais.






29 de Noviembre de 2018 a las 04:27 0 Reporte Insertar 3
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~