For you Seguir historia

lumii Lumii U.

Sarada jamais pensou que iria tão longe por alguém ou que alguém iria tão longe por ela. [BoruSara | Universo Ninja]


Fanfiction Anime/Manga No para niños menores de 13.

#Uchihas-sendo-Uchihas #borusara #boruto #sarada
Cuento corto
4
4.6mil VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

♤ Por você

Boa noiteee!

Hoje é um dia muito especial, porque é o aniversário de uma pessoinha maravilhosa e que eu tive muuita sorte em conhecer. 


Eu não tinha planejado isso aqui, mas a inspiração veio sem querer e poucos dias antes do seu aniversário. Como eu poderia perder essa oportunidade?


Enfim, muito tempo sem escrever universo ninja e primeira vez escrevendo BoruSara... Logo, não chega aos pés do que você merece, Manda, mas... Foi de coração!

Espero que goste!

Escrevi escutando Lovely e Ocean Eyes da Billie Eilish. Recomendo escutar enquanto lêem.



ATENÇÃO: as partes em itálico são flashbacks

!!!!Eles são adolescentes!!!!

♤ 


Sangue escorria pelas vestes ninjas do rapaz sobre si. Ele sorriu de forma débil.

Sarada jamais esqueceria do pavor que aquele sorriso lhe causou.

Boruto estava sentado no banco de madeira do caminho que dava para os portões da vila. A Lua já estava no céu há algumas horas e ele parecia contente em admirá-la.

– Sei que está aí.

Sarada deu um sorriso mínimo e se aproximou, sentando-se ao lado dele no banco. Boruto a encarou e apesar da luz escassa, Sarada conseguia ver perfeitamente os ferimentos que ele ainda tinha espalhado pelo rosto. Provas da violência que sofrera naquela fatídica missão onde quase tudo dera errado.

Eram hematomas claros, quase desaparecendo, mas advindos de uma ferida ainda muito aberta no coração da Uchiha.

– Boruto... Sobre o que aconteceu, eu... – A frustração tomou conta de si e ela mordeu o interior da sua boca com força, tentando se obrigar a parar de gaguejar.

O jovem a encarou. Os olhos muito azuis mostravam uma seriedade não muito comum no adolescente, assim como um misto de sentimentos que ela não sabia identificar muito bem.

– Eu sei.

Sarada arqueou as sobrancelhas diante da colocação dele, a fúria crescendo em seu peito quase instantaneamente e a fazendo esquecer que ela queria explicar o porquê do seu descontrole. Que estava ali para tentar desfazer a imagem do seu pior lado que, com certeza, estavam gravadas na mente de Boruto.

– Como você ousa dizer que sabe?!

O sangue dele – dele – pingou em seu corpo.

Quente.

Vivo.

E pingou de novo. E não parou de pingar.

Boruto ainda sorria.

– Você não confiou na minha capacidade, Boruto! Você decidiu se meter e arriscar tudo, inclusive sua própria vida, para sair como herói!

As palavras saíam atropeladas e rudes e seu tom de voz estava mais alto do que costumava ser. Ela sabia que provavelmente estava ofendendo o garoto, mas como ela guardaria aquilo para si por mais tempo? Como reprimir o medo, a incredulidade e a angústia que ainda queimava em seu peito?

O sangue manchou os lábios que ainda sorriam.

Sarada viu o momento em que os olhos azuis se semicerraram e o semblante dele fechou. Ela viu a indignação, a raiva e até mesmo a tristeza na expressão de Boruto quando ele gritou:

– EU SALVEI A SUA VIDA!

Estavam todos em suas devidas posições, mas nada foi conforme o planejado. Era para ser uma missão rank-B, mas não foi. Era para eles terem a vantagem do efeito surpresa, mas não tiveram. Era pra eles estarem em vantagem numérica, mas não estavam.

Era uma emboscada.

A luta estendeu-se e tornava-se a cada minuto mais cansativa. Com o cansaço, os erros vieram.

Sarada falhou ao não perceber o usuário da estranha kekkei genkai se aproximar e, quando o notou, era tarde para evitar o golpe, mas ela poderia minimizá-lo. Não seria fatal.

Mas Boruto entrou na sua frente, recebendo o golpe nas costas, o rosto se contorcendo em dor.

– E QUASE PERDEU A SUA!

Eles arfavam, os rostos muito próximos devido a movimentação brusca que fizeram no banco. Sarada viu o exato momento em que Boruto percebeu a situação em que se encontravam e corou, mas não se afastou. Ela sabia que provavelmente também tinha o rosto vermelho, mas permaneceu na mesma posição.

Os olhos negros se fixaram nos azuis da íris dele – azul de uma cor tão intensa que ela sequer conseguia comparar com alguma coisa, pois nada fazia jus a eles – e os sentimentos refletidos ali eram os mesmos que ele conseguiria ver em seus olhos, se soubesse interpretar.

– Meu corpo se moveu sozinho... Antes mesmo que eu percebesse, já estava na sua frente. – Seu tom de voz era baixo e sério e a certeza na forma como falava mostrava que não se arrependia do ato impensado – Eu não pensei em mais nada, só conseguia ver você e ele.

A voz dela saiu em um sussurro.

– Por que...?

O corpo dele tombou sobre o seu e ela o apoiou. O sangue quente manchando ambos e a cor carmim lentamente se tornando a única coisa que Sarada conseguia ver.

Ela não sabia precisar quantos minutos se passaram. O som da batalha ainda ecoava em seus ouvidos, mas ligeiramente abafados em relação aos gemidos que Boruto emitia.

Os olhos negros se fixaram no Uzumaki e a expressão de dor somada a palidez em seu rosto lhe causava medo. Com o Sharingan,era fácil perceber o desequilíbrio interno que o golpe causou nele, muito mais preocupante do que a ferida externa.

Seus dedos correram gentilmente pelos fios loiros e o garoto sorriu em meio a dor.

Ela sabia que Mitsuki agora lutava contra quem a atacara. Ela sabia que Konohamaru lutava contra vários de uma vez.

E ela sabia o que queria.

– Não... Fique.

A voz de Boruto era quase inaudível.

– Eu vou voltar.

Ela via carmim e carmim ela queria.

Sarada tomou o lugar de Mitsuki na luta contra o usuário da kekkei genkai e só parou quando suas mãos ficaram encharcadas pelo sangue dele.

Morto.

Boruto ergueu a mão e levou o dedo até o lado direito do rosto dela, iniciando uma carícia singela. Eles nunca haviam se tocado daquela forma, mas Sarada não se afastou.

– Você não precisa se explicar sobre o que fez, eu–

Sarada não deixou que ele completasse a frase.

– Meu corpo também se moveu sozinho e tudo que eu conseguia ver era você, sangue e ele. Eu pensei que te perderia e não era justo ele escapar dali como se nada tivesse acontecido.

Boruto aproximou-se ainda mais e agora suas testas se tocavam. A respiração dele batia contra o seu rosto e aquilo – por mais simples e humano que fosse – já fazia com que se sentisse mais calma.

Ele estava ali.

– Meu corpo se moveu porque eu também pensei que te perderia. Parece que nossas motivações foram bem parecidas. – Ele sussurrou antes de se aproximar e cobrir os lábios dela com os seus em um beijo singelo e que durou poucos segundos.

Boruto sorriu – aquele sorriso bobo e aberto, capaz de animar qualquer um – e tornou a selar seus lábios rapidamente antes de se afastar. Sarada sorriu minimamente.

O corpo morto caiu na sua frente. O sangue quente em sua mão parecia queimar e ela começou a tremer.

Sarada ousou erguer a mão e acariciar o rosto bronzeado de Boruto, permitindo-se sorrir mais abertamente.

Ela faria tudo de novo.

Por ele.

Mesmo que a culpa a corroesse, mesmo que a sensação do líquido vermelho e quente em suas mãos ainda fosse vívida demais.

– Eu não me arrependo, sabe? – A voz dele era baixa e ele ainda sorria – Eu faria aquilo de novo, independente da dor, do risco e dos dias que eu passei no hospital. Por você.

Dessa vez foi Sarada que se aproximou e permitiu que seus lábios tocassem os dele, mais profundamente dessa vez. E eles se permitiram conhecer o sabor um do outro, a textura, o cheiro.

Sarada suspirou nos braços do garoto, permitindo-se agarrar-se a ele e sentir cada mínima sensação de tê-lo ali, vivo.

Eles foram a única coisa que realmente deu certo naquela missão.


I've been watching you for some time
Can't stop staring at those ocean eyes
(…)
Fifteen flares inside those ocean eyes
Your ocean eyes


♤ 

Foi uma experiência beeem gostosa escrever essa história escutando essas músicas e de presente pra alguém. Eu gosto muito de BoruSara e acho que essa foi a oportunidade perfeita pra escrever algo sobre eles!


E isso aqui tá cheio de referência a Naruto HAAHHAAHAHAHA Tem referência a SasuNaru e até a SasuSaku. É mais forte do que eu, PERDÃO hahaahahah

E eu meio que quis mostrar esse lado dos Uchihas de que eles "amam demais" e facilmente se desequilibram quando perdem alguém que amam. Não sei se ficou claro.


Espero que tenham gostado, principalmente você, Manda. Feliz aniversário! Você é sensacional e eu te amo <3 


Beeijos,

@lumii_uchiha

23 de Noviembre de 2018 a las 02:38 2 Reporte Insertar 2
Fin

Conoce al autor

Lumii U. Desde 2009 escrevendo fanfics no Nyah e Spirit, agora trazendo minhas histórias para cá aos poucos. Shippo muita coisa, então tem fanfic para todos os gostos <3

Comenta algo

Publica!
Minara Hitsugaya Minara Hitsugaya
Eu amei de verdade, ficou linda e fez realmente é cheia de referencias aos três personagens favoritos de Naruto
10 de Septiembre de 2019 a las 16:18
little secret little secret
Vim comentar aqui pois preciso aprender a mexer nesse site e que melhor maneira que não comentando nessa obra de arte, hein? Antes de mais nada, eu realmente fui pega de surpresa com essa one porque eu não esperava algo tão especial assim; eu tenho meus problemas com aniversários e a tendência é que as pessoas, devido a isso, acabem deixando ele pra lá de certa forma. Mas o que você fez aqui foi incrível. Eu já te disse quando li sua sheith mas vou repetir aqui porque acho apropriado: a sua escrita é linda! Você escreve sensações e descreve emoções de uma forma tão bonita que é quase poético. Cada pequeno detalhe dessa história é tão in character que eu tô até com gostinho de quero mais, querendo que você escreva mais e mais borusara, uma vez que o fandom é pequeno e não produz muito material rs. Talvez seja uma característica que você conseguiu escrevendo o Sasuke mas o sangue Uchiha que corre nas veias da Sarada é tão explícito na sua escrita que não tem como não dizer que ela sente DEMAIS. Obrigada por isso; é exatamente assim que eu imagino a relação dos dois: com mútuo suporte e exalando amor. Você é demais, mas isso você já sabe!
1 de Diciembre de 2018 a las 17:54
~