Hey, Playboy! Seguir historia

hobaby98 Foxy Tay

Lay iria pagar, iria pagar por ser tão fodidamente gostoso a ponto de deixar seus dois namorados loucos! SeHun e Jongin mal podiam esperar para dar uma lição em seu Hyung favorito! “ Yixing Hyung, espero que consiga aguentar nós dois dentro de você... querido unicórnio! ” Pobre Zhang Yixing... POLIAMOR | DUPLA PENETRAÇÃO | +18


Fanfiction Bandas/Cantantes Sólo para mayores de 18.

#yaoi #sexo #lemon #3some #exo #kai #sehun #poliamor #+18 #kim-jongin #lay #oh-sehun #zhang-yixing #trisal #SEKAIXING #SEKAILAY #SELAYKAI #DUPLA-PENETRAÇÃO #FETICHES #FOXY-TAY
13
4876 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Provocações.

Era mais um dia normal no dormitório do EXO.

Exceto por uma coisa!

Jongin e SeHun...

Motivo?


Ambos estavam irritados e loucos para quebrar a cara de certo Hyung de covinhas.


Acontece que Jongin e SeHun mantinham um relacionamento, um relacionamento a três que incluía Yixing. Foi complicado para todos os amigos aceitarem aquilo, pois, já era incomum dois homens namorarem, ainda mais com a cultura conservadora da Coreia do Sul, eles deveriam tomar o máximo de cuidado por serem de um dos maiores grupos do país e agora do mundo, e namoro a três era algo deveras intrigante para o líder que temia que aquele relacionamento complexo fosse a público. No entanto, JoonMyeon confiava plenamente em Yixing, pois, sabia como o chinês era responsável e discreto, portanto, isso foi um alivio a mais para si.

Com o novo comeback e as atividades, todos ali se focavam apenas na carreira, porém, ninguém poderia crer que certas coreografias acarretariam em irritação em massa por parte dos maknaes.


— Eu estou ficando maluco, queria entender por que Lay Hyung adora fazer isso conosco. — SeHun foi quem murmurou enquanto jogava no chão da sala com o namorado que bufou em resposta.

— Nem parece que ele é nosso namorado, nós três nunca transamos juntos. Queria entender como Yixing consegue permanecer virgem tendo nós dois como namorados, afinal, qualquer pessoa gostaria de estar no lugar dele, parece até que ele não percebe o que tem em casa. Olha Sehunnie, eu amo você e gosto muito de transar contigo, mas, ele também faz parte desse relacionamento, portanto, creio que ele não deveria ficar de fora, só que ele adora provocar e recuar em seguida. — SeHun ouvia tudo enquanto concordava. Afinal os dois tinham motivos para ficarem com raiva de Yixing.




Primeira provocação!




Em uma das apresentações de Call Me Baby, Lay chegou por trás de Jongin e, sem pudor apalpou a bunda do moreno que olhou para trás ficando surpreso com a atitude do namorado. Yixing sempre foi fofo em demasiado, e isso era algo que Jongin presava! Achava uma graça à forma como seu Hyung tratava todos ali no grupo, ajudava quem quer que fosse e ainda fazia questão de cantar para os dois namorados antes de dormirem. Porém, quando este se entrava no palco, uma aura escura e sensual dominava todo seu corpo.

As reboladas em Playboy, a forma que o chinês usava o olhar penetrante para deixar qualquer pessoa sem ar, as mordidas no lábio inferior que realçava as covinhas, e pior, Yixing estava se dedicando bastante com a musculatura do corpo. As coxas torneadas ficaram mais grossas, o abdômen que havia poucos gominhos ficou mais firme, o bumbum sequinho ficou avantajado e arredondado, e a pele ficara mais bonita e macia. Tudo isso já eram motivos demais para deixar os dois namorados malucos, mas, Zhang Yixing sempre teria uma arma a mais em mãos para fazer qualquer requisito de sanidade evaporar em um piscar de olhos.




Segunda provocação!


Playboy!

Por Deus, por que tinham que ter inventado essa maldita musica? Já não bastava ver Yixing transbordando sensualidade em Thunder e My Lady, agora essa musica surgira apenas para explodir todos os hormônios que os dois jovens continham. E não, celibato não seria uma escolha quando Jongin e SeHun convivem com alguém tão malditamente gostoso como Zhang Yixing.

Primeiro dia do concerto Kai e SeHun fizeram par, e aquilo agradava o chinês que adorava ver os dois rebolarem enquanto se fitavam em um segredo de que queriam um ao outro, porém, no próximo quem faria par com SeHun seria Lay, e isso só serviu para ferrar mais ainda com o maknae. Em meio a coreografia, SeHun tentara ao máximo concentrar-se apenas na dança reprimindo a vontade de espalmar as mãos naquelas nádegas redondas. E o mais novo sentiu outra provocação quando em meio à coreografia Yixing fizera um carinho em sua face com um sorriso que beirava ao angelical, no entanto, se enganou perante aquela pureza quando o mais velho apenas mordera os lábios se afastando.





Terceira provocação!


Mais uma vez, enquanto ambos dançavam a coreografia sensual, o chinês não perdeu tempo em espalmar a mão no bumbum do maknae. E quando este fizera o mesmo com seu Hyung apenas recebeu um dedinho indicador enquanto o chinês cantava, claramente dizendo com o gesto “nananinanão garotinho”. E SeHun até riu sapeca achando aquilo fofo, pois, sabia que o chinês adorava agarrar os membros, mas quando outros faziam isso consigo ele ficava desconcertado. Ah... Lay iria acabar com ele dessa forma!





Quarta provocação! E pior!



BaekHyun e Yixing estavam muito próximos e isso claro, gerava ciúmes nos dois namorados que estavam loucos para quebrar a cara do Hyung de sorriso retangular. Porém, ambos ficaram com raiva de Yixing quando BaekHyun aproximara-se do moreno o segurando pela nuca, e em vez do chinês afastar-se, apenas riu enquanto fazia o mesmo com o vocalista.

SeHun e Jongin trocaram olhares cúmplices enquanto dentro deles uma bomba estava prestes a explodir.

Yixing foi longe demais!

E ele iria ser castigado!




♪♪♪♪♪♪



Todos estavam no dormitório, cansados e exaustos. Essas semanas que passaram Yixing não ficou muito com os membros, pois, estava gravando um programa na China, portanto, só ficava quando havia algum compromisso com o grupo e em seguida retornava para o país de origem a fim de fazer suas atividades.

Aquela noite, ele retornaria, pois teriam que ensaiar para outro show que viria.


A personalidade de Yixing era algo complexo. O chinês era composto por suavidade e delicadeza. Sempre estava alheio no mundo tridimensional, visto que, dentro de sua cabeça sempre estava a pensar em teorias e sobre o que poderia fazer em seu futuro. Isso sempre gerava piadas sobre si, pois admitia que muitas vezes era ingênuo demais para confiar em qualquer um que lhe desse um sorriso. O dançarino amava os dois namorados, no entanto, sempre era inseguro demais para conseguir ter alguma atitude de ir até SeHun ou Jongin e pedir para que os dois transassem consigo, sendo assim, resolveu utilizar o que mais sabia. Sua dança e sensualidade nos palcos!

Quando Yixing queria, ele ia atrás, e era isso mesmo que ele ansiava!

Suas provocações tinham um objetivo. Provocar Jongin e SeHun até que ambos enlouquecessem e o levasse para cama sem que precisasse pedir, pois sabia que andaria para trás de tanta vergonha. O máximo de contato físico que tivera com os dois foram beijos e mãos bobas, e não era como se Yixing fosse super despudorado para saber como seria um sexo gay. Na verdade, ele não se rotulava, gostava do que lhe agradava. Poderia ser homem, mulher, travesti transexual ou até mesmo hermafrodita. Desde que tivesse amor pela pessoa, o que estava entre as pernas era algo de menos para si e suas prioridades. Claro, que já chegou a saber o que era uma ereção matinal quando sonhou com os dois namorados dançando juntos enquanto ambos o fitavam. A coreografia solo de Kai que salientava seu corpo esculpido com a roupa branca completamente molhada deixava o dançarino chinês louco de desejo. E SeHun não ficava para trás, pois o mais novo adorava lamber os lábios sempre que dançava Playboy consigo.


Yixing não era de ferro!

Mas era medroso demais!





∞∞





Todos ali haviam tomado seus banhos e já estavam em seus devidos quartos. O manager dissera que iria passar a noite fora para visitar a mulher e os filhos, e foi com essa oportunidade que Jongin e SeHun aproveitariam para castigar o provocador de covinhas.

Ambos jogavam na sala do dormitório de banho tomado, o que gerou uma rapidinha entre os dois apenas para sanarem a vontade imensurável de transar, posto que, hormônios aflorados fossem o que mais compunham os corpos dos dois dançarinos.



A porta fora aberta!



SeHun e Kai fitaram-se com sorrisos cúmplices e depravados antes de fecharem a expressão e em seguida adaptarem as belas faces para expressões de falsa fofura. Viraram os rostos em direção a porta vendo Lay entrar por esta carregando sua mochila purpura nas costas enquanto arrastava a mala na outra mão. O mais velho usava uma calça toda preta e apertada realçando suas coxas, a camiseta era da mesma cor com uma estampa abstrata. Por cima de tudo isso havia um moletom que ia até o meio das coxas do chinês, em conjunto com a touca que tampava boa parte do rosto e os cabelos castanhos claros. A expressão sonolenta acompanhava a si sempre, e os lábios vermelhos e cheinhos não tardaram a se abrir para mostrar um sorriso completamente adorável quando Yixing avistara seus dois namorados indo até si com sorrisos de orelha a orelha.

— Vocês ficaram acordados me esperando? — Indagou enquanto entregava a mochila para Jongin e a mala para SeHun. Ambos concordaram enquanto um de cada vez selava os lábios do menor e o abraçavam.

— Claro que ficaríamos, amor, estávamos morrendo de saudade de você! — O moreno confirmou enquanto sentia ímpetos de morder as bochechas do mais velho quando aquela bendita covinha aparecia em meio ao sorriso bobo de outrem.


Entretanto!


Ele não poderia andar para trás quando tinha uma boa lição para dar ao seu Hyung favorito. E SeHun fez questão de lembrá-lo disso quando acenou levemente com a cabeça enquanto se dirigia ao quarto levando a mochila do namorado.

— Estou tão cansado. — O mais velho reclamara enquanto fazia um biquinho e estalava as costas.

— Vá tomar um banho, Hyung! — Jongin sorriu de forma adorável mantendo a farsa de inocência por cima de suas pretensões nada castas. E Yixing como era ingênuo concordou enquanto se dirigia ao banheiro, mas antes que este entrasse teve os braços puxados bruscamente pelo moreno e assim foi prensado na porta do banheiro soltando um gemido surpreso.

— J-Jonginnie... O-O que? — Foi cortado quando o moreno espalmara as mãos em suas nádegas deixando um sorriso de canto brotar à face.

— Shii... Fique bem quietinho e escute o que vou te falar, Hyung! — Ditou sério enquanto observava em deleite a face do namorado corada e um tanto temerosa. — Você vai tomar seu banho, vai vestir apenas uma boxer e vai para o nosso quarto. — Colocou o indicador nos lábios alheios quando o chinês tentara murmurar algo. — Você será castigado! Shii... Mandei ficar caladinho enquanto eu falo Hyung. Você será castigado por ser tão provocador e mal com seus dois namorados, acho que você queria nos provocar e bom, conseguiu... — Virou o pescoço de lado enquanto traçava com cautela o rosto do namorado que apenas mantinha-se assustado em uma respiração descompassada. — Mas, se esfregar em BaekHyun... Ah Hyung, isso eu e SeHun não aceitamos mesmo. — Ao fim de seu veredito, segurou as duas bochechas do chinês com força fazendo assim um biquinho forçado nos lábios de outrem. Sem se conter Jongin apenas atacou aqueles lábios pecaminosos ao que o mais velho soltou um gemido, este sendo abafado pelos carnudos do moreno. O mais novo não perdeu tempo em mordiscar a carne inferior do pequeno repuxando com cautela, deixando avermelhado. As duas mãos apertaram a carne traseira do menor fazendo ambos os quadris colidirem. Sentiu o corpo do namorado estremecer com isso. E quando o menor já estava entregue a todas aquelas caricias, eis que, Jongin apenas se afasta para em seguida abrir a porta do banheiro.

— Damas à frente! — Brincou recebendo um bufar do chinês que iria responder, mas lembrou de que seria punido caso dissesse algo, portanto, calou-se, apenas obedecendo ao namorado. — Ah, não se esqueça da boxer. — O Kim entregou a boxer branca para o mais baixo rindo da forma como ele lhe fuzilava com os olhos puxados. — Mal educadooo... — Cantarolou quando o mais velho bateu a porta com força. Sendo assim, Kai se afastou, rumando para o quarto que dividia com os dois namorados. O sorriso sádico o acompanhava.






Dentro do banheiro, Lay apenas tomava seu banho com toda a calma que podia, divagava em pensamentos tortuosos ao mesmo tempo em que ansiava pelo que viria a seguir quando entrasse naquele quarto.

— Por que tenho que ser tão medroso? Se eu não fosse assim não precisaria dessas provocações, agora estou com medo do que irá acontecer. Parabéns Zhang Yixing, mas uma vez sendo um tapado de primeira. — reclamava consigo mesmo enquanto passava o sabonete no corpo. Assim que apalpou suas nádegas para lavá-las, uma vergonha imensurável tomou conta de si. Tinha uma ideia do que poderia acontecer, o problema era.... Tinha dois namorados, dois homens, dois membros, e sua ÚNICA entrada. — Deus... Estou ferrado! — Corou ao imaginar-se sendo penetrado pelos dois, um de cada vez, afinal sabia que ambos os namorados adoravam a posição de dominador, mas, como nunca havia transado com eles, apenas não aprofundava seus pensamentos sobre tal assunto, no entanto, agora sabendo que sua virgindade estaria a um passo de ser tirada de si, era impossível não imaginar que sairia dolorido de toda aquela situação.

O pobre unicórnio estava completamente enganado se acharia que seria um de cada vez. Seu bumbum agora avantajado estava prestes a ser deflorado por dois membros tesos, de uma vez!

E pensando nisso, foi que terminou o banho tendo em vista que passara 20 minutos divagando em incertezas e certas expectativas. O dormitório estava em completo silencio, afinal era 02h20min da madrugada e todos estavam exaustos com as atividades. Andou devagar até a porta onde jazia um desenho de um unicórnio indicando que ali dormia ele e os dois mais novos. Bateu na porta com cautela, recebendo em troca um “entre” baixo pela voz rouquinha de SeHun. Relutante, abriu uma fresta colocando a cabeça para dentro em uma curiosidade do que o esperava, porém, havia apenas o breu.

— Entre e tranque a porta, Hyung! — Foi SeHun que ordenara com sua voz arrastada. Yixing estremeceu mordendo o lábio inferior em ansiedade. Adentrou o quarto fechando a porta em seguida, a trancou e logo virou-se de frente abaixando a cabeça com certo receio.

— O que eu faço? — Perguntou baixo, a voz melodiosa ecoando ali naquele vácuo de silêncio que o quarto se encontrava.

Uma vela foi acessa e logo era possível ver SeHun e Jongin sentados lado a lado no pequeno sofá de dois lugares que jazia ali no cômodo. Ambos vestiam apenas uma boxer escura enquanto o fitavam de cima a baixo de forma profunda. Yixing nunca se sentiu tão envergonhado em sua vida por ter aqueles olhares tão profundos a lhe fitarem como se o devorassem em pensamento, e de certo era isso mesmo. Os dois mais novos dariam uma boa lição ao dançarino para que este aprendesse a não lhes provocar. E não lhes acordar a parte possessiva quando a palavra ciúmes entrasse em questão!

— Venha aqui, Hyung! — Kai ordenou em um tom rouco e firme, e com certo medo o chinês mais velho caminhou em passos curtos até os dois. Assim que ficou de frente aos dois mais novos foi que SeHun sorriu, não aquele sorriso adorável que derretia o coração do chinês, visto que ali continha dominação, sadismo e depravação. — Se ajoelhe entre nós dois! — E Yixing fez o que lhe foi mandado, as bochechas queimavam em vergonha com a forma voraz que os dois namorados lhe fitavam como se este fosse uma ovelha prestes a ser devorada por dois leões famintos.

Assim que ficou de joelhos abaixou a cabeça sem jeito enquanto os dois mais novos se colocavam de pé um de cada lado de si.

— Olhe para nós! — O mais novo dos três mandou e, logo foi obedecido enquanto Lay olhava de um para o outro com aquele olhar inocente que chegava a deixá-lo duro sem nem ao menos lhe tocar. — Você irá nos masturbar e nos chupar ao mesmo tempo. Ouviu bem, Hyung? E ah... A partir de agora você é nosso babyboy que será punido por suas más ações. — Mordeu o inferior quando o chinês entreabriu os lábios em busca de ar. Porque olha, ter dois rapazes tão gostosos diante de si o fitando de cima, deixava o chinês a ponto de eclodir em excitação. Com calma, Yixing engoliu a seco quando os dois ali cruzaram os braços esperando o que lhe foi ordenado. Então, sem escapatória, o mais velho levou as duas mãos delicadas até a boxer azul marinho do namorado mais novo abaixando com cautela, todavia, o que Lay menos esperava é que um membro enorme despontaria para fora o fazendo recuar um pouco assustado. Era grande e grosso, a glande avermelhada, tão lindo de ser visto que o dançarino nunca sentiu tanta vontade de engolfar aquele pau em sua boca e sentir o sabor único. Em seguida, fez o mesmo com o moreno, ouvindo um suspirar quando sua respiração chocara com a ereção tão grossa quanto a de SeHun. O membro brilhava em contraste com a luz precária da vela fazendo seu próprio membro latejar em ansiedade. Mas, ele era o submisso ali, então seria um bom Hyung e faria o que seus dois namorados mandassem, ou seria pior!

Respirou fundo antes de tocar as duas ereções, sendo agraciado quando ambos gemeram em uníssono pelo contato de suas palmas quentes em contato com os membros tesos. Começou a masturbação sendo cuidadoso de início, porém, com a curiosidade transbordando, não pensou antes de prensar o polegar na fenda de cada um ganhando mais uma vez gemidos roucos. Os dois polegares massageavam a glande em círculos, alternando em descer até a base e subir com força fazendo o líquido seminal sair dos membros, assim, facilitando os movimentos de suas mãos. Conforme ia ganhando experiência, colocava mais pressão nos dois membros que incharam mais em suas pequenas palmas.

— C-Chega! — O moreno ali ordenou e, logo, Lay obedeceu enquanto alternava o olhar nos dois rapazes. E como eram lindos! Pensara consigo como tinha sorte.

— Agora, você vai usar essa sua boquinha linda para chupar nossos paus, esses lábios carnudos nasceram para isso, então, Hyung, faça as honras e chupe os dois ao mesmo tempo. — Com um Sorriso de canto Kai o olhava de forma provocante, e Yixing jurava que poderia engravidar apenas com aquilo, se fosse uma mulher, é claro.

Os dois mais novos ficaram lado a lado enquanto acariciavam a face do pequeno transmitindo segurança. Ambos sabiam que era a primeira vez do mais velho, portanto teriam paciência consigo.


Yixing sorriu!


Ali naquele sorriso onde salientava suas tão invejadas covinhas, demonstrava uma coisa... Amor!

E aquilo mexeu muito com os dois mais altos que tremiam em tesão, porém, vê-lo entregue a ponto de ajoelhar-se perante aos dois fizera um sentimento decair sobre os ombros largos de cada um, mas não andariam para trás, afinal ainda estavam com raiva pela provocação do chinês amado.

Antes que pensassem em algo a mais, acabaram por gemer alto, foi um gemido em couro e SeHun e Jongin agradeceram por aquelas paredes serem a prova de som, posto que, estariam encrencados se SuHo ouvisse o que estavam fazendo. Entretanto, não conseguiam pensar em nada disso quando se tinha a língua do pequeno chinês a lamber as duas glandes em alternações. A cabecinha era surrada pela língua do namorado e os dois coreanos só podiam gemer com tal cena. Aquele olhar inocente enquanto Yixing chupava seus pênis pela glande resultava em espasmos ainda desnecessários.

— Assim, pequeno, lambe eles como se fosse dois picolés, eu sei como você gosta! — Kai murmurou, sendo agraciado por um gemido que acabou por vibrar em seu membro. Lay afastou-se dos dois membros os masturbando enquanto os olhava com água na boca.

Um grito!

Um grito completamente estridente fora ouvido por aquele quarto quando Yixing colocara o membro do namorado moreno dentro da boca esforçando-se para acolhê-lo por inteiro em sua cavidade.

— P-Puta que pariu, Hyung, essa boquinha de veludo vai me deixar... Aahh... L-Louco — Conseguiu gemer entrecortado porque foi muito difícil controlar a própria voz quando olhou para baixo no exato minuto em que o mais velho contornava uma veia com a ponta da língua, para logo em seguida envolver o membro por completo fechando os olhos em deleite. Conforme ganhava experiência, as lambidas e chupadas mudavam de intensidade, e em certo momento, Jongin se pegou estocando a boca do mais velho enquanto este ainda masturbava SeHun.

— I-Isso.... Chupa meu pau bem gostoso Lay-ah... — O moreno gemia coisas desconexas enquanto sentia o membro inchar na boca do menor indicando um orgasmo arrebatador, porém teve seu orgasmo reprimido ao que seu Hyung percebera o rumo e afastara os lábios cheios de sua ereção. O moreno respirava descompassado, pensou em castigar o menor, porém lembrou-se de que SeHun precisava de atenção, portanto, não reclamou quando seu membro foi revestido novamente pelas mãos do mais baixo.

O mais velho dali sorria internamente por ter conseguido deixar o namorado de pele morena louco a ponto de quase gozar em seus lábios, e ele até queria isso, mas, não poderia deixar seu outro namorado de canto. Queria dar prazer para os dois!

SeHun lhe fitava enquanto mordia o lábio alheio com força, e este mal conseguiu gemer, pois, o prazer de ter o membro engolido sem aviso prévio foi devastador e o ar faltara em seus pulmões. Yixing sabia que SeHun sempre foi o mais apressado dos três, ansioso demais, sendo assim, não tardou a começar seus movimentos no pênis do mais novo que pulsava em sua cavidade. O maknae como o dominador que era, agarrou-lhe os fios com força fazendo o menor inclinar a cabeça para trás enquanto fitava o mais alto.

— Vai amor, chupa meu pau com gosto... — Ofegou quando o menor assentiu, sugando sua glande enquanto lhe olhava nos olhos. Aqueles olhos tão puros! — Vou foder sua boca, Lay-ah... E você vai olhar para mim todo o tempo! — Sendo assim, não demorou para que o maior dali começasse a estocar com força a boca do mais velho. Yixing tinha dificuldades com a respiração, e mesmo sufocado se deleitava com aquele gosto em sua boca e o pré-gozo que saía aos montes. Em certo momento, enquanto a felação acontecia, SeHun olhou para o lado observando como o namorado olhava em puro tesão aquilo tudo. E sem pensar duas vezes, o mais novo puxou o moreno para um beijo enquanto Yixing trabalhava no membro dos dois com maestria. As línguas se chocavam fora das bocas enquanto ambos despejavam seus gemidos ali em meio ao ósculo, e tal beijo não durou muito, pois, o mais novo logo se afastara com um sorriso despudorado sendo correspondido pelo moreno.

— Xing, pare agora! — Ordenou para o namorado que rapidamente retirou seu membro da boca com um estalo pornográfico enquanto o fio da saliva interligava a boquinha avermelhada com seu membro teso. E Yixing não poderia fazer muita coisa, mas, adorou o gemido manhoso que SeHun deu quando quebrou aquele fio com a ponta da língua mantendo sua expressão angelical no rosto. Aquilo era muito para o maknae! — Bom menino, agora fique em pé e vire de costas. — O mais velho fizera o que lhe foi mandado, mordendo o lábio inferior de forma a descontar sua vergonha, mas, nem teve tempo de pensar, pois, sentiu a palma quente de Jongin se chocar em uma de suas nádegas.

— Aahh, Nini... — Gemeu choroso ganhando outro tapa por parte de SeHun. — Hmm... — Suspirou audível quando ambos chegaram por trás de si e passaram a alisar seu corpo de forma despudorada. Jongin ocupava-se em traçar com as mãos cada parte que encontrava do corpo à frente, já SeHun não perdeu tempo e logo adentrara a boxer do menor com as duas mãos sentindo a maciez das nádegas branquinhas e agora fartas do namorado.

— Seu bumbum anda tão avantajado e durinho, Hyung.... Será que ele aguenta receber meu pau aí? Deve ser tão apertadinho... — Um gemido manhoso foi solto dos lábios do chinês, pois, SeHun fazia questão de murmurar tudo aquilo rente a sua orelha e lhe provocar com a língua. — Quero ouvir você gemendo todo manhoso implorando para que eu e Jongin te foda com força, te deixe todo molinho e revirando os olhos de prazer! — Apertou novamente as nádegas do menor recebendo quase um miado em resposta.

— Hyung... Por que você é tão gostoso? — Foi Kai que indagou enquanto judiava dos mamilos do mais velho com os dedos ao mesmo tempo em que massageava a ereção do mesmo lentamente com a outra mão.

— Hmm... J-Jonginnie... C-Calm... — Não conseguiu terminar sua frase, pois, foi virado de frente aos dois bruscamente e empurrado até que as dobras de seus joelhos se encontrassem com a cama de casal e fosse jogado ali sem o mínimo de delicadeza por parte dos dois.

— Shiuu... Por enquanto apenas fique quietinho, meu amor... — Jongin murmurou enquanto traçava cada parte daquele corpo esculpido com os olhos vorazes. Foderia seu chinês até que este não conseguisse sentir as próprias pernas.

O chinês se ajeitara na cama enorme enquanto fitava os dois namorados. Querendo provocar um pouco deixou que suas pernas se abrissem ao que seu peito subia e descia em uma respiração ofegante.

SeHun e Jongin trocaram mais um beijo antes de ambos subirem na cama. O moreno separou mais as pernas do chinês enquanto o maknae se ajeitava ao seu lado. Ambos trocaram um sorriso cúmplice antes de direcionarem seus lábios pecaminosos até as coxas roliças do mais velho, passando a deixar chupões e mordidas fracas na parte interna ignorando completamente a boxer branca que já se encontrava transparente mostrando todo o tesão do menor. SeHun lambia calmamente de cima para baixo constantemente, de vez em quando assoprando o pano úmido fazendo o mais velho dos três gemer em agonia e prazer. Já Jongin ocupava-se em provocar-lhe na virilha podendo sentir o mais baixo estremecer enquanto o membro pulsava. Ficaram naquela tortura até ouvirem o chinês praticamente berrar em ansiedade.

— Nini... Honey... P-Por favor... — Os olhos lacrimejavam pela excitação, deixando uma visão mais que bela na concepção dos namorados mais novos.

— Por favor, o que, bebê? — O mais novo dali indagou, dando mais uma lambida na coxa direita.

— M-me... — Sentia suas bochechas ficarem rosadas enquanto tentava achar dentro de si a coragem que tanto lhe faltava. — Me chupem, por favor.... Deixa o Hyung todo molhadinho.

E ambos nem pensaram em protestar quando os membros pulsaram com força. Portanto, lhe restaram praticamente arrancar a boxer do menor vendo pela primeira vez o membro do namorado. A glande rosada que brilhava com o pré-gozo, os testículos redondinhos. Completamente delicioso.

— AAHH... DEUS! — Yixing gritou quando sentiu as duas línguas dos mais novos brincarem com sua glande inchada. Ambos lhe fitavam enquanto judiavam da cabecinha em lambidas rápidas. E tudo só ficou melhor quando SeHun engolfara seu membro por inteiro na boca quente ao que Jongin ocupava-se em levá-lo a loucura chupando suas duas bolas com afinco.

Tudo que lhe restava naquele momento era gemer como uma garotinha virgem! E ele nem se importava com tal fato quando era agraciado pelo prazer que seus dois meninos lhe proporcionavam. A língua de Jongin foi descendo até que...

— NINI...

Ah... O músculo do moreno alcançou sua entrada rosada dando leves lambidas apenas para fazê-lo revirar os olhos. Yixing nunca sentiu que sua primeira vez fosse ser tão pornograficamente deliciosa!

Estava adorando!

O moreno passou a fazer sucções naquele buraquinho apertado imaginando como seria foder aquele espaço tão estreito. E foi querendo explorar mais que adentrou a língua na área erógena. Fodia o pequeno com a língua enquanto SeHun se afastara indo até a gaveta daquele quarto. Assim que voltara trazia dois pirulitos em mãos. Tirou a embalagem de ambos e logo Jongin entendeu os planos do mais novo, retirando a língua da entrada do chinês. Pegou o pirulito que lhe foi entregue, passando a chupar com gosto até que este estivesse melado e lisinho.

— O que vocês vão... AHH! — Yixing deu um grito quando sentiu um dos pirulitos entrar em si. Jongin sorria enquanto o fodia com o doce, vendo a pequena esfera sair e entrar daquele buraquinho tão rosado e estreito. Já SeHun ocupava-se em passear com o doce intercalando os mamilos do chinês e os sugando enquanto mordia-os. Era muito prazer para uma pessoa só aguentar. Logo, o maknae se afastou ficando ao lado de Jongin, e com um sorriso sádico, adentrou o períneo do menor junto com o outro pirulito que já estava ralo dentro do chinês. Ambos lhe penetravam com o doce sem retirarem os olhos de si por nenhum momento. Porém, os membros já estavam quase anestesiados por esperarem demais, portanto, não tardaram a jogarem o doce ao lado da cama – não sem antes lamberem os pirulitos com vontade – e ficarem de joelhos se masturbando.

Yixing estava tão sem força que não se queixou quando SeHun o puxou deitando em seu lugar na cama.

— Vem cá XingXing, deita em cima de mim e me abraça. — Com toda força que lhe restara, Lay fez o que o namorado mais novo lhe mandou, acabando por ficar bem exposto aos olhos do moreno que salivava com tal visão. SeHun beijara seus lábios com carinho antes de segurar a base de seu pênis e esfregar na entrada do menor com vontade ganhando um gemido manhoso em troca.

— Honey, você vai me foder? Hm? Esperei tanto por isso... — murmurou baixinho de forma melodiosa enquanto o namorado ofegava baixo. — Você vai ser o primeiro?


Ambos os namorados acabaram rindo baixo!

Pobre Zhang Yixing!



— Não, querido unicórnio, nós iremos!

Sendo meio lerdinho, não compreendera de primeira, portanto, com a voz carregada em malicia Jongin tomou a palavra.

— Yixing Hyung, espero que consiga aguentar nós dois dentro de você.... Querido unicórnio!

O mais velho dos três estremeceu em meio a uma mistura de excitação, ansiedade, e medo...

— Você vai gostar.... Apenas relaxe. — SeHun massageara as nádegas do mais velho fazendo outrem gemer manhoso e entregue, e sem mais delongas o penetrou com força.

— S-Sehun... Sehunnie! — Lay gemeu baixo e entrecortado de prazer, estava preparado, portanto, apenas sentiu um leve incomodo e em seguida o prazer de ser preenchido. — Oh... Céus! — Agarrou-se ao pescoço do maior deixando a cabeça pousar no ombro esquerdo deste.

E o maknae não perdeu tempo antes de começar a estocá-lo com força enquanto ocupava-se em apertar e deixar a marca de seus dedos nas nádegas agora não tão branquinhas do menor.

— Você é tão apertadinho, Hyung, eu te comeria todo dia... G-Gostoso! — O mais alto gemeu rente a sua orelha enquanto era agraciado pelos gemidinhos do mais velho. — Está gostoso? Hm? Está gostoso meu pau bem fundo em você?

— S-Sim... Q-Quero mais! — O chinês pediu suplicante enquanto Kai aproximava-se de ambos. Fez um carinho nas costas do chinês ao que tomava o lugar com as mãos no bumbum empinado de seu Hyung. Yixing sabia o que viria a seguir, portanto, lhe restou apenas empinar-se mais respirando fundo enquanto tentava relaxar o corpo ao máximo para não sentir tanta dor.

Primeiro o moreno apenas esfregou seu pau na entrada do menor, porém, fizera SeHun parar os movimentos para que ele penetrasse o chinês. Com toda a calma que conseguiu reunir, Jongin o penetrou apenas com a glande recebendo um grito aflito em dor como resposta.

— Está tudo bem, amor? — Perguntou visivelmente preocupado, porém, acabou recendo um sorriso de covinhas em troca.

— V-Vá Ginnie... S-Só irei me sentir completo se vocês dois estiverem dentro de mim! — Aquilo foi deveras fofo aos olhos dos dois que apenas beijaram-lhe os lábios de leve. O dançarino de tez morena passou a forçar mais seu membro, e quando este estava pela metade, simplesmente meteu com força ganhando gritos dos dois namorados. SeHun sentia o espaço ficar mais estreito enquanto tentava segurar-se ao máximo para não foder seu chinês.

O Kim não soube como havia conseguido tanta paciência para não foder seu Hyung sem escrúpulos, mas, só talvez o amasse imensamente, a ponto de ficar exatamente 5 minutos em pura tortura parado ali.

Yixing sentia seu corpo acostumar-se com as novas sensações, então, se deixou rebolar entre os membros, ganhando gemidos roucos dos mais altos.

Ambos começaram os movimentos lentos dentro do menor que gemia cada vez mais alto. Jongin segurava a cintura do menor enquanto o estocada, SeHun ocupava-se em beijar os lábios do chinês deixando claro o quanto o amava. Os três corpos em combustão entravam em um estado onde a cama começava a ranger abaixo, os gemidos se tornavam gritos e as peles pingavam em suor.

— S-SEHUN... JONGIN-AAAHH... A-AI — o chinês berrou ao que sentiu algo em si ser acertado pelos dois pênis consecutivamente.

— Se prepara, Hyung... — Não houve tempo para questionar, pois, seu corpo começou a sacolejar quando os mais novos começaram uma nova sequência de estocadas brutas, fazendo o menor dali sentir-se mais alargado e prestes a conhecer o paraíso com tantas investidas em sua próstata.

— E-Eu.... Não aguento... M-Mais — O gemido manhoso fora solto quando um prazer descomunal tomara conta de Yixing. Arqueou as costas quando o orgasmo lhe pegara em cheio fazendo expelir gozo entre seu corpo e o de SeHun que estava abaixo de si. — T-Tão gostoso! — Murmurou por fim quando a última gota de sêmen abandonara seu membro. — Nini, Honey... Gozem dentro de mim, por favor, quero sentir o prazer de vocês me preenchendo todo.

E não foi preciso mais um pedido, porque ambos estando alucinados com o aperto exagerado pelo orgasmo lhe trouxeram o maior prazer que já sentiram em suas vidas, acabando por grunhirem juntos enquanto ambos chegavam ao próprio orgasmo, assim, libertando o líquido esbranquiçado no interior do mais velho. Agora cansados, Jongin se retirou primeiro de dentro do menor com cautela sendo seguido por SeHun. Yixing só teve forças para rolar para o lado ao que recebia vários beijinhos dos dois maiores e braços a lhe segurarem.

— Você foi perfeito, Hyung

— Mais que perfeito!

— Obrigado Honey e Nini, eu amo vocês dois! — Naquele momento ambos os namorados sorriram um para o outro trocando um selinho para logo depois cada um beijar a bochecha do chinês.

— Nós também te amamos, Hyung, eu não consigo me ver longe de vocês dois! — Jongin declarou fitando os dois namorados que lhe sorriram de forma meiga.

— E nem eu de vocês! — SeHun murmurou baixinho tentando recuperar a respiração.

— Não sinto minhas pernas. — Yixing murmurou com um biquinho enquanto mal se movia na cama. Estava exausto afinal! — E meu bumbum dói demais.

— Isso, Hyung, foi um castigo para você aprender a não nos provocar com aquela gazela do BaekHyun. Espero que tenha aprendido a lição! — Jongin o olhou sério fazendo o chinês estremecer.

— Eu juro que nunca mais irei provocá-los assim, não pensei que sentiam tanto ciúmes de mim.

— MAS SENTIMOS! — Os dois mais novos afirmaram juntos com as vozes alteradas e a única coisa que bastou para o chinês foi rir ao que era embalado pelos braços de seus dois amores.



Agora ele aprendera a lição!



Entretanto, uma semana depois SeHun iria ficar de gracinha com Chanyeol e seria sua vez de aprender a não provocar os dois namorados...

E mais alguma a frente, Jongin quem seria castigado por abraçar KyungSoo por trás... E assim a relação dos três continuava firme e forte!



(MOONFACE)...

17 de Noviembre de 2018 a las 19:23 3 Reporte Insertar 2
Fin

Conoce al autor

Foxy Tay Escrever me faz fugir desse mundo deturpado!

Comenta algo

Publica!
Anna Luisa Anna Luisa
Eu amo essa one, aaaaaa, você arrasa tanto <3, eu amo muito suas fanfics, você é incrível demais <3 beijos :3
18 de Noviembre de 2018 a las 12:38
Anna Luisa Anna Luisa
É MARAVILHOSO DEMAIS, MUITO INCRÍVEL <3 <3 <3
18 de Noviembre de 2018 a las 12:37
Anna Luisa Anna Luisa
HMMMMMMM, AAAAAAA SOCORRINHO
18 de Noviembre de 2018 a las 12:37
~