Is Kai Gay? Seguir historia

kjguccy 별; Donnıe

Os colegas de faculdade de Jongin se reúnem em um bar após uma noite cansativa de aula. Porém a pauta da noite requer muito foco e observação, afinal, Kai é gay? Ou europeu?!


Fanfiction Bandas/Cantantes Todo público.

#kaisoo #kai #jongin #kyungsoo #sehun #junmyeon #suho #baekhyun #chanyeol #xiumin #minseok #lay #jongdae #chen #d-o- #yixing
Cuento corto
2
4687 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Or european?

Sexta-feira pós-faculdade.


Um grupo de amigos se reúne no costumeiro barzinho para relaxarem da semana estressante. Todos estão ali, exceto Kim Jongin, o aluno do segundo semestre de Artes, conhecido por todos como “Kai”.

O garoto realmente chamava atenção, principalmente pelo fato de estar sempre andando sozinho, raramente visto andando em silêncio pelos corredores com Kyungsoo ao lado. De qualquer forma, todos os oito amigos ali reunidos estavam preocupados demais discutindo as novas regras da biblioteca da universidade para sequer pensarem no rapaz. Ou ao menos até que Chanyeol teve a brilhante ideia de soltar um:

— Eu acho que aquela bibliotecária é lésbica.

— Claro que não, ela namora outro cara, já vi eles juntos — pontuou Baekhyun que, após um longo gole em sua cerveja, completou — Mas sabe quem eu realmente acho que curte a mesma fruta? — e todos da mesa o olharam curioso — Kai.

— Não viaja, só por que ele faz artes?! — Junmyeon protestou indignado, e antes que qualquer um ali pudesse opinar, Kai adentrou o estabelecimento e sentou sozinho no balcão, deixando sua bolsa no banco ao lado.

— Ali! Bem ali! — Baek chamou atenção, apontando para o aluno que estava de costas para todos — Olha aquele bronzeado, a pele morena... O corpo em forma! Na boa, ele é gay. Completamente gay.

Junmyeon bufou, tomando a palavra.

— Eu não falaria com essa certeza. Tudo isso pode só, sei lá, indicar um hétero deportado. Ele não é gay. — E firme na sua conclusão, deu um tapa sobre a mesa com um sorriso divertido no rosto — Eu digo qu não é gay!

Todos pararam para pensar, até que Yixing pôde sentir o perfume forte de Jongin chegar até eles.

— É relevante admitir que um homem que usa um perfume desses é automaticamente, hm... Muito excêntrico? — Questionou, todavia nem o Byun teve tempo de pensar nisso e já apontava um novo detalhe:

— Ele até usa meias de seda... Não pode ser.

Imediatamente todos os outros sete olharam para as meias que ficaram a mostra assim que o rapaz sentou e consecutivamente levantou um pouco da barra da calça.

— Aí está o eterno paradoxo... — Junmyeon refletia — Olha o que estamos vendo. Ele é gay?

— Claro que é gay — murmurou Baek, revirando os olhos e enchendo o copo com mais da bebida.

— Ou europeu?


 

Silêncio total.

Todos olhavam para o Kim entre eles de boca aberta. Como ninguém havia pensado nisso antes?! Depois os olhares começaram se cruzar, até que Jongdae se pronunciou:

— Gay ou europeu? É difícil de garantir... — Então fitou Sehun do outro lado da mesa — Ele é gay ou europeu?

— Ei! Não olhe para mim! Não é por eu ser bi que eu sei quem não é hétero, ok?

— Eles criam os garotos de uma forma diferente naqueles países charmosos — Foi a vez de Chanyeol tomar a voz — Eles jogam esportes “peculiares”, usam camisa brilhante e shorts curto. Bom, já ouvi dizer que ele joga tênis nos finais de semana!

Com o braço apoiado na mesa e apoiando o queixo em mãos, Sehun tinha o cenho franzido enquanto pensava alto:

— Gay ou estrangeiro? Eles dizem coisas como “ciao bela” enquanto te beijam nas duas bochechas. Alguém já o viu fazer isso??

— Por favor, é gay! — Byun insistiu.

— Há tantos no meio do caminho... Ele pode ser bi, pan, ou até assexual ou arromântico! — pontuou Junmy.

— Já ouvi dizer que dependendo da hora do dia, os franceses vão dos dois jeitos.

E como resposta ao comentário idiota, Yixing apenas ganhou um tapa na nuca por Sehun, que insistiu já irritado:

— Ele é gay ou europeu?!

— Ali, bem ali! — Minseok apontou indignado para Jongin que, virado de lado, sorria para o celular — Aquele sorriso malicioso... Eu vejo em todos caras do estágio! Esse cara não é gay, é um metrossexual safado! — Esbravejou.

— Mas esse é o mistério! — Disse Jongdae — Acho que devemos admitir que um cara que fica, de fato, gostosão naquela roupa é certamente, automaticamente, pertinentemente, radicalmente...

— GAY! — Todos gritaram, já Jongin sorriu e piscou para a moça que estava ao lado.

— Droga! —O grito foi de Chanyeol, mas o soco desferido na mesa foi de Do.

— Tão estiloso e calmo... Algo ainda me diz que ele depila o peito.

— Exato Sehun, e por isso... Gay ou europeu?

— Baek, foi como eu disse... Eles criam as crianças de um jeito diferente nesses países, e isso não é algo ruim, só é uma diferença cultural.

— E bem, o sotaque dele é forte — O chinês juntou-se ao Park.

— De qualquer forma, se ele for ao menos bi, estarei livre sábado à noite — Rindo arteiro, Oh bebeu mais de sua cerveja e, levado por esse pensamento, sobressaltou — Já sei! Tive uma ideia, e realmente quero tentar.

Junmyeon que estava perdido em seus murmúrios de “gay ou europeu?”, se assustou com a animação do amigo. Absolutamente todos na mesa pararam para seguir visualmente Sehun que, com um sorriso ladino no rosto, se aproximava do Kim, se sentando ao lado.

— E aí, Kai... — Começou meio sem jeito e girando o copo na mesa.

— E aí, Sehun?! — Sorriu simpático, correspondendo com seu sotaque puxado.

— Posso perguntar uma coisa?

— Claro, à vontade.

— Aquele namorinho que você disse ter tido com aquela tal de Park, durou quanto tempo?

— Dois anos — Respondeu de prontidão.

— E todo mundo te chama de Kai, qual o seu primeiro nome mesmo?

— Jongin!

— E o nome do seu namorado é...?

Tão entretido no papo que iniciava que de prontidão respondeu:

— Kyungsoo!

Os olhares caíram em peso para Kyungsoo na mesa, que não havia aberto a boca desde que começaram o assunto; sua expressão era assustada, olhos bem abertos e coração acelerado. Ele havia mesmo escutado o próprio nome?!

— Ah! Hã... Hã... — Perdido, Jongin tentou arrumar a burrada feita — Você disse “namorado”?! Eu entendi seu “chegado”, saca? Seu chegado! — Riu nervoso — Kyungsoo é meu chegado!

— MALDITO! — Kyungsoo que finalmente abria a boca, até levantou, avançando até o Kim enquanto exclamava e lhe apontava o dedo — Seu safado mentiroso! Eu cansei de te cobrir, atenção todo mundo! Esse cara aqui — Do segurou o braço do namorado, erguendo no ar — É gay e europeu! — E assim fitou o companheiro completamente assustado — E isso não é ruim, sai logo desse armário Kim Jongin! Sem contar que é pra mim que você olha, não pra... Ela — Lançou um olhar para a garota que tinha se sentado ali, e ainda aproveitou para desferir alguns tapas no namorado ao lembrar-se da piscada que ele havia dado à ela em pura encenação — Me poupe! Você é tão gay que só falta juntar seus amigos e formar uma boyband.




Os sete amigos olhavam assustados para o casal, cada um com sua indignação pessoal.


Junmyeon por descobrir que, sim, Jongin era gay.


Sehun por descobrir que além de tudo ele era comprometido e isso tirava todas as suas chances de uma saidinha no sábado.


E Minseok por não acreditar que ele não havia montado uma boyband ainda. Pois convenhamos, faria um sucesso e tanto.

15 de Noviembre de 2018 a las 21:05 0 Reporte Insertar 4
Fin

Conoce al autor

별; Donnıe sometimes [ girl ] other times [ boy ] || spirit/watt/twitter: @kjguccy

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~