Best Friends Seguir historia

cisnenegrow Cisne Negro

Sentado no banco do motorista, Neji estava tentando colocar seus pensamentos em ordem. Durante todo o caminho até a cafeteria disse a si mesmo que iria contar tudo a ela, agora, sequer conseguia sair do carro. Mas por que ele estava assim tão nervoso, afinal? Porque ele iria se tornar protagonista do maior clichê existente: se declarar para a sua melhor amiga


Fanfiction Anime/Manga No para niños menores de 13.

#amizade #258 #nejiten #naruto
1
4542 VISITAS
En progreso
tiempo de lectura
AA Compartir

Friendzone

Sentado no banco do motorista, Neji estava tentando colocar seus pensamentos em ordem. Durante todo o caminho até a cafeteria disse a si mesmo que iria contar tudo a ela, agora, sequer conseguia sair do carro.

Mas por que ele estava assim tão nervoso, afinal? Porque ele iria se tornar protagonista do maior clichê existente: se declarar para a sua melhor amiga.

Sim, Neji estava apaixonado por TenTen. Talvez soasse até ridículo, tendo em vista que ela nunca lhe deu esperanças quanto a isso.

Depois de anos secando as lágrimas da Mitsashi e classificando cada namorado que ela já teve na vida como "idiota", ele finalmente percebeu que seus sentimentos por ela eram muito mais que apenas carinho e proteção.

Pela grande janela da cafeteria, ele conseguia vê-la bebericando seu cappuccino e olhando o relógio de pulso, provavelmente se perguntando onde ele estaria agora.

Não poderia deixá-la esperando por mais tempo, então encheu-se com toda a coragem que tinha e saiu do carro.

Ao passar pela porta, atraiu alguns olhares. Como poderia não chamar atenção sendo tão bonito? Mas o único par de olhos que o interessava estava focado no celular. Frustante, não?

— TenTen? — Tocou-lhe o ombro, buscando sua atenção.

A voz quase sempre autoritária só ganhava um tom mais brando quando dirigida a ela. Como ela nunca notou aquilo?!

— Atrasado, Hyūga. — Levantou, dando um abraço no amigo de longa data.

— Desculpe. Precisei resolver algumas coisas na empresa. — Sim, era mentira. O que mais ele poderia dizer? Que ficara meia-hora no carro criando coragem para ir até lá e abrir o jogo com ela? Evidente que não!

— Que seja, então. — Voltou a se sentar, e o moreno fez o mesmo — O quê de tão urgente tinha para me dizer?

— Bem... Você disse que tinha novidades, não é? Então conte-as primeiro. — Sentia-se tolo em dar para trás desse jeito, mas precisava ganhar tempo.

— Sim! — Ela pareceu se animar, deixando-o curioso — Você conhece o Kiba, certo?

— O da Clínica Veterinária Inuzuka? Sim. Por que?

— Nós estamos namorando! — O entusiasmo dela ao dar a notícia foi devastador. Namorando? Mil coisas se passavam na cabeça do Hyūga agora, desde a decepção que aquela revelação lhe causou até a sábia decisão de deixá-la falar primeiro.

— N-namorando?! — Se amaldiçoou em pensamento por ter gaguejado — Eu sequer sabia que vocês estavam saindo! — Neji estava praticamente gritando, o que assustou um pouco a morena. Normalmente ele apenas revirava os olhos e dizia "Não sei o que você vê nesses idiotas".

— Calma, Neji. O que deu em você?

Decepção, tristeza, raiva, mágoa, dor... A lista era enorme, mas guardaria para si. Devia ficar feliz por ela, não é? Pois bem, não estava.

— Nada, eu só... Fiquei surpreso. Você nunca me disse nada sobre estar saindo com ele...

— Ah, bem, sobre isso... Já faz algum tempo. Não disse nada porque você tem andado muito ocupado na empresa. E, também, eu sei que não gosta do Kiba, por causa do que rolou com Hinata. — A expressão no rosto dela era a de alguém que se preparava para a explosão de uma bomba. Pois era isso que Neji era, uma bomba-relógio.

Sinceramente? O moreno sequer pensou nisso ao ouvir o nome do Inuzuka. Fazia tanto tempo que, para ser franco, ele já tinha até esquecido.

— Tenho que ir. — Foi tudo o que disse. Sabia que ela esperava outra reação. Broncas, ameaças... Mas ele não queria fazer nada daquilo. Ele só queria ir embora e esquecer o que aconteceu. Nunca, em toda a sua vida, Hyūga Neji se sentira tão derrotado quanto agora.

(...)

— Não entendo o porquê dessa cara de decepção, Neji. — Lee disse, colocando uma cerveja na frente do amigo. Normalmente Neji não bebia, mas levando em conta os últimos acontecimentos... — Não é a primeira vez que ela namora um babaca.

— Você diz isso porque não estava lá, Lee. Não viu a alegria dela, como os olhos brilharam... Eu a perdi. — Deu um gole na bebida.

— Você já pensou em ser ator? Porque esse drama todo é digno do Oscar. — O olhar irado do Hyūga só fez com que Lee risse mais — O que quero dizer é: como sabe que a perdeu se nem ao menos lutou por ela?

Para quê lutar? Ela estava muito feliz com aquele maldito! Mas e se Lee estivesse certo? E se ele estivesse desistindo rápido demais? Devia mesmo revelar seus sentimentos e lutar por ela? Tantas perguntas, nenhuma resposta. Inferno!

— Com quem ela está agora? — Lee retomou a palavra, uma vez que ficou claro que, se dependesse de Neji, a conversa morreria ali.

— Inuzuka Kiba. — Respondera com total desgosto.

— O veterinário?! — O amigo fez que sim com a cabeça, aumentando a surpresa do outro — Nossa, primeiro um entomologista¹, agora um veterinário... Talvez você devesse trabalhar com animais também, assim teria mais chances com ela.

— Eu já trabalho com animais. — Falou como se fosse óbvio.

— Ué, que animais? — Lee estava confuso, afinal o Hyūga trabalhava com contabilidade.

— Naruto, Sasuke, você...

— Hilário, Hyūga. É muito bom ver que a friendzone não alterou o senso de humor que eu nem sabia que você tinha!

Neji se permitiu rir. Não havia mais nada para fazer senão rir do próprio infortúnio. Mas ainda assim pensaria a respeito do que Lee dissera. Talvez ele tivesse razão, talvez Neji estivesse desistindo fácil demais.

6 de Noviembre de 2018 a las 00:02 0 Reporte Insertar 0
Leer el siguiente capítulo Conversa

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 2 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión