EGOISTIKI Seguir historia

saturndai saturn

Os sentimentos daquele homem o sufocava, lembrar do seu amor o matava e saber que o havia perdido o agoniava, todavia o que ele desejava era saber o porquê. O porquê do amor da sua vida ter ido embora, o porquê do seu fio de esperança ter decidido se cortar e ir para longe de si. Jeon então decide escrever tudo o que sente num diário, decide tentar entender a si mesmo e o porquê de agora estar só, nesse diário há todos os seus momentos de profunda melancolia, há um profundo desejo de entender e contar, contar como tudo está indo, seus últimos dias se resumem em escrever tudo o que sente; escrever o que gostaria de ter feito e o que não gostaria de ter feito. Jeon ele deseja entender Min Yoongi, deseja entender o motivo dele ter ido embora, pois para os dois tudo sempre fora ou aparentava perfeito.


Fanfiction Bandas/Cantantes Todo público.

#sad #kpop #loveyourself #agnst #cartas #lgbt #boyxboy #yaoi #sukook #kookga #yoonkook #jeon-jeongguk #jeon-jungkook #jk #d-boy #agust-d #suga #min-yoongi #bts
1
4801 VISITAS
En progreso
tiempo de lectura
AA Compartir

Prólogo

25 Agosto 1999



Olha nos últimos anos eu busquei contato com você por diversos modos, mas você sempre não respondia; meus dias foram longínquos parecia que nunca iriam acabar e os dias de trabalhos. Oh, Deus! Os dias de trabalho eram os piores, sempre chegava em casa cansado e sem noção de algumas coisas. A sua andada para fora da minha vida foi um dos impulsos para me fazer mudar, bem, ser pelo menos a metade do que eu acho que sou. Aprendi a lidar com algumas coisas e tomar decisões boas e necessárias para atingir mudanças 'permanentes' em minha vida. Quando eu terminei a faculdade eu fiz um trabalho diferencial, com diferencial quero dizer: ajudar as pessoas que necessitam tanto fisicamente e emocionalmente, e dessa vez não tem a ver comigo. Pude ver algumas pessoas que habitam na rua sorrirem, ver garotos buscando ajuda para se livrar das drogas. Ver pessoas gritando e implorando por milagres e marchando caminhos para elas racionais, a fé de alguns chega a me deixar instável; eu não tenho ideia de como eles podem acreditar em algo invisível, mas não gosto de igualar as pessoas. Eu sei que algumas não apontam para outras e as acusam.


Não quero parecer um garoto mimado, mauricinho que jamais passou por misérias e nem sabe o que é “ter dificuldades”, pois eu passei por coisas inadmissíveis, sei que os pobres passam por situações mais complexas como: uma instável condição financeira. O que me deixa intrigado nessas pessoas é a adoração por coisas que não existem para mim, contudo, eu não me importava naquele tempo; pensava que dinheiro era tudo, porém ora eu tenho consciência da minha ignorância —ou da minha antiga ignorância. Eu tive uma vida desejável para os afastados e indesejável para os íntimos; o dinheiro não me deixava feliz, as falsas amizades eram tão óbvias, eu podia escutar o que elas pensavam; não gostava de estar perto de pessoas até eu lhe encontrar, ele foi o melhor que todos. Por causa sua eu fui mudando e agradeço. A dor fica leve como uma folha no outono, mas ela também mata quando a primavera retorna. Ora as únicas coisas que me deixam com uma chama falha de fogo é poder ajudar quem necessita. Eu visitei o psicólogo do meu pai algumas vezes e sabe que o resultado foi igual aos outros, todavia encontrei uma forma mais fácil de falar sobre os meus sentimentos, usando as estações do ano; direi que ora estou na primavera, crescendo e nascendo aliás você Yoongi havia comentado: você precisa ser mais social com as pessoas. Eu fui direto e redargüi: Sou tímido, complicado, cheio de problemas complexos. Agora pensando todos os problemas são como nós de escoteiros. Acredito que meus problemas estão mais complexos nesses dias. Faz um ano que você partiu: cheguei à conclusão que esse um ano foi horrível, sem sentindo e algumas vezes peculiar, agora que não tenho você todos meus medos viraram realidade. Eu creio que você não teve a coragem de abri a carta e segurar-la se preparando para ler-la , contudo insisto em pensar que você a leu. Todavia aquele papel que lhe foi mandando não continha só pensamentos do meu dia a dia, mas também sobre os meus prezados sinto muito pelo falecimento da tua mãe biológica. Sentir-me-ei mal por estar distante de ti, por não poder te ajudar. Eu sei que você foi visitá-la, digo a tua mãe; recordo-me que você havia dito-me que havia sido adotado, contudo, continuava perenemente visitando a tua mãe. Decerto, você é um bom garoto Min Yoongi. Voltando a carta, ela não continha só emoções melancólicas, também tinha perguntas sobre você, como: Por que não falas mais comigo? Por que saiu assim da minha vida? Por que sumiu do nada? Se contate comigo e me diga a verdade, todavia tu não respondeu _novamente_ .Você não fez nada do que eu lhe pedi, simplesmente desapareceu, até hoje não sei o porquê. Não me diga mentiras, sabe que eu odeio mentiras alheias eu gosto somente de iludir à mim mesmo quando o assunto principal mexe com meus sentimentos desviando toda a 'cura' que eu recebi para o ralo do meu banheiro. Sabia que eu odeio a curiosidade? Ela me deixa instável e com raiva; a curiosidade me deixa com raivoso, pois o que desejo saber não posso saber. E isso me deixa intrigado, irritado e revoltado só por não poder conhecer o motivo da sua saída de todos os vínculos que tínhamos. Não tenho mais direito de dizer: Eu estou contente. Você tirou isso quando fostes, fizeste isso quando largou a metade dum vaso reconstruído com suas próprias mãos e foi embora deixando-o na ponta da mesa para quando um vento incontrolável passasse o destruísse, ora só resta fragmentos.

Eu lembro do dia que comentei sobre minha scarsa vontade de tentar entender as pessoas e eu lembro principalmente da sua resposta. Você não sabe, mas ela me deixou um noite acordado pensando nas minhas ideias e me fazendo perceber o ponto crítico e explícito das coisas. Por um momento tudo pareceu mais fácil. Recordo-me até o barulho que você fez antes de mexer os teus devagar; a sua voz estava baixa e calma, mas eu senti que aquilo era uma tempestade, sabe? Você devastou todas as minhas ideias, você estava convicto do que dizia, tão seguro que pela primeira vez deixou escapar os teus verdadeiros sentimentos. Você estava aflito, todavia eu como sempre não lhe dei atenção, voltei a falar de mim mesmo, eu deveria ter perguntado o porquê daquele tom, todavia não achei necessário.


— Nós não nos importamos até que falimos como pessoa, a chuva sem a nuvem não existe, e a nuvem com chuva e vento são propositais para a queda ou sustenho. Mas lógico que depende da pessoa.


Não entendi o porquê daquela resposta no momento, mas eu creio e continuo firme nessa posição que esse 'nós' não seja o “nós”de todas as pessoas ao mundo e sim de “nós” dois; és complicado tentar te entender ou interpreta as suas palavras. Cada frase que saìa da tua boca continha uma figura retórica ou seja: metáfora. Eu tinha que desvendar o mistério, mas como eu não sou curioso não acho que minha força de vontades me empurraria longe só para saber o que você disse, e perguntar parecia ser tão humilhante para mim. Passando a noite em branco para poder te entender eu consegui refletir sobre mim e cheguei a conclusão que eu não desejo ser complicado e principalmente por você. Acho que essa foi a única frase que lhe disse; a última coisa que te disse foi cruel, desculpe. Eu não vou retirar o que eu disse e indo tu me complicou mais ainda. Não sei se quero ir até você, eu estou confuso, eu tenho seu número de celular, mas não seu endereço senão eu já estaria atrás de você a tempos atrás. Por que decidiu partir sem deixar rastros? Foi uma escolha sabia? Diga-me, porque eu realmente não sei a resposta, decerto uma coisa eu compreendo é que você fazia isso de propósito. Me refiro a enigmas nas tuas frases. Era tudo para eu mudar de comportamento ou ideia, eu sou uma tua reconstrução e você a deixou pela metade, então por favor volte para terminar a sua obra. Mesmo ela já tendo caído a meses.

Num dia você me disse que tudo poderia acabar e a relação ficar chata, eu sempre falei que isso nunca poderia acontecer. Eu era otimista sobre nós dois x Seus pensamentos não eram tristes, você não era uma pessoa pessimista, olhando agora as nossas mensagens não acho que eu lhe conhecesse tão bem assim, eu não sabia quem você era e passamos tantos meses e anos juntos. Concordo que eu fui um pouco impulsivo e me comportava como se nada houvesse valor, mas você lembra do casamento da minha tia? Naquele dia eu me comportei diferente. Eu disse a todos que te amava, a todos. Me olharam enfurecidos, mas eu não dei valor às faces tormentosas e enraivecidas dele; o resultado da minha declaração nunca me afetou, todavia a ti sim e novamente estava lá. Eu estava lá sentando pensando em mim pensando que eu estava dando o que você queria, desculpe por não pensar em você naquele dia.




Dicionário



⒈ A dor fica leve como um folha no outono, mas ela também mata quando a primavera retorna: no outono as folhas caem por estarem fracas, na primavera elas estão cheias de forças e saudáveis. No caso a dor do personagem é semelhante a primavera e outono. Uma folha apodrecida que cai dando espaço a uma nova cheia de vida.

⒉ chama falha de fogo: esperança, força de vontade ou felicidade falha, ofuscada. Uma coisa a se desenvolver.

⒊ Uniforme ( aos outros): sinônimo de igual, o psicólogo falou as mesmas coisas que os outros falaram, resultado igual aos alheios.

⒋Agora pensando todos os problemas são como nós de escoteiros: difíceis de se resolver (desfazer).

⒌ Eu gosto somente de iludir à mim mesmo quando o assunto principal mexe com meus sentimentos desviando toda a 'cura' que eu recebi para o ralo do meu banheiro. : 'cura' significa o tempo que ele passou dizendo que para ele estava tudo bem mesmo não estando e tem medo que ela o pouco de felicidade que ele tenha suma.

⒍ Fizeste isso quando largou a metade dum vaso reconstruído com suas próprias mãos e foi embora deixando-o na ponta da mesa para quando um vento incontrolável passasse o destruísse, ora só resta fragmentos : os momentos passados juntos a pessoa que amava o fez bem, o deixou melhor sentimentalmente e quando ele foi embora o deixou em pedaços(triste).


eu sou uma reconstrução que você deixou pela metade, então por favor volte para terminar a sua obra. Mesmo ela já tendo caído a meses.





22 de Septiembre de 2018 a las 15:42 1 Reporte Insertar 0
Continuará…

Conoce al autor

saturn 🍧⃟᜔๑➴࠰ Hei, prazer a todos vocês. Sou brasileira, tenho 16 anos. Amo desenhar, cantar, escrever e ler. Gostariam que me chamassem de saturno ou saturn. Espero gostem das minhas histórias e que me acompanhem. 🍧⃟᜔๑➴࠰ ➴᜔◍ yoonkooka; taegina; namgied; vmoona ➴᜔◍ Taehyung!flex¡ stan; Namjoon!flex¡stan ➴᜔◍ Yoongi!bottom¡ stan; Jin!flex¡stan ➴᜔◍ Jimin!top¡ stan; Hoseok!top¡ stan ➴᜔◍ Jk!flex¡ stan;

Comenta algo

Publica!
saturn saturn
Queria dizer que esqueci de betar o capítulo, sinto muito. Tentarei beta-lo o mais rápido possível.
23 de Septiembre de 2018 a las 10:22
~