Suicídio paralelo Seguir historia

kayumeino kayumeino a

A morte não é nada para nós, pois, quando existimos, não existe a morte, e quando existe a morte, não existimos mais.


Fanfiction Sólo para mayores de 18.

#deathfic #bts #yaoi
1
4.7mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 30 días
tiempo de lectura
AA Compartir

P

O início dessa jornada começa quando um suicídio ocorreu com um de nós. Um suicídio não esperado que acarretou consequências inimagináveis contra todos os que o amavam. Um suicídio que gerou, dúvida, angústia, tristeza, raiva. Um suicídio que, depois de anos, continua a assombrar um de nós.


- A parada é o seguinte, você picha o muro enquanto eu vigio pra ver se ninguém vai pegar a gente


- Mas Nanjoom, isso é errado.


- Errado é eu ter pagado 20 reais nessas latas que não valem nem cinquenta centavos - o loiro falou irritado - Olha taehyung - nanjoom suspirou - Está tudo bem, é apenas uma brincadeira entre amigos. Nada pode dar errado.


- Se você diz.. - o de cabelo rosa falou aos suspiros, voltando a sua atenção para a parede branca.


- O que vai desenhar?


- Não sei.. Talvez o mickey?


- O mickey maconheiro, você quis dizer né?


- Para de meter maconha em tudo nanjoom, pelo amor.


Esse suicídio poderia ter sido evitado? Talvez. Mas quem disse que a pessoa que o fez queria. Talvez essa pessoa apenas estava pensando que seria menos um fardo para ser carregado. Menos um fardo para os que o seguia, para carregar. Um fardo que durante anos esteve pensando em como parar com as vozes que o julgavam. As vozes da sua cabeça. As vozes que o cercava.


-Ei moleques! O que estão fazendo?!


- Fodeu.


- Eu perguntei o que estão fazendo?!


- N-nanjoom…


- Merda, merda, merda.


- Levantem as mãos e coloquem atrás da cabeça! AGORA!


A morte nem sempre é a solução mais viável, mas, na maioria das vezes é uma amiga. Uma amiga na qual nos tenta fazer coisas inimagináveis por ela.


- Hoseok, hoseok! Não se esqueça que amanhã vai ter teatro e a gente precisa ensaiar lá em casa


- Eu não vou esquecer jimin! Eu já perdi as contas de quantas vezes você já me disse isso hoje.


- É só para não esquecer. Eu sei o quanto você anda avoado esses últimos dias.


- Eu já te expliquei, final de semestre é um pouco complicado pra mim. Provas e mais provas, uma atrás da outra simplesmente me estressa.


- Deveria parar de tomar os remédios. Você sabe como eles te deixam estranho.


- Você sabe bem que eu nunca faria isso.


Já a bebida, ah! A bebida anda lado a lado com a morte. E na maioria das vezes, esse caminho na qual elas percorrem nem sempre é livre de espinhos.


- Ta afim de uma carona até um casa playboyzinho?


- Caralho yoongi, não aparece assim não mano. Tá achando que é quem com esse carro?


- Olha a boca moleque. Eu vim na maior paz pensando em dar carona pro meu amigão do peito e é isso o que eu recebo. Da próxima vez vou deixar você irda escola pra casa sozinho, seu ingrato.


- Min yoongi, o drama em pessoa.


- Jeon jungkook, o queridinho dos professores.


- Cala boca yoongi.


Às vezes eu me pergunto do porque de tudo isso. Do porque de todos sofrerem. De todos se lamentarem.

Às vezes a pessoa apenas queria ser algo a mais, algo que a sociedade não aprova. Que a família não aprova. Que os amigos não aprovam.

Mas para tudo isso sempre tem uma resposta. Sempre tem aquela pessoa que mesmo com as dificuldades, com as mortes que ocorrem ao seu redor, ela sempre se mantém de cabeça erguida e tenta achar um meio na qual todos estejam bem consigo mesmo.


Mesmo que para isso tenha que sacrificar a sua própria felicidade.


Esse pessoa é Seokjin.


Essa é a história de como ele salvou todos nós.


Esse é o suicídio de Kim taehyung.

28 de Agosto de 2018 a las 00:00 0 Reporte Insertar 0
Continuará… Nuevo capítulo Cada 30 días.

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~