Escravo da luxúria Seguir historia

deza-uchiha-petamin1530666946 Deza Uchiha Petamin

Baekhyun, um exímio feiticeiro que carrega consigo um veneno fortíssimo em suas veias. Kai, um íncubo que busca deliberadamente o prazer sexual apenas para sobreviver. Dois seres diferentes, um objetivo em comum. Poderia o destino juntá-los?


Fanfiction Sólo para mayores de 18.

#universo-alternativo #sexo #comédia #fantasia #lemon #yaoi #kaibaek #exo
Cuento corto
2
4761 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Capítulo único: o feiticeiro e o incubo

A floresta estava um pouco movimentada. Afinal, a noite anterior havia sido de lua cheia e o dia com certeza viria cheio de novidades, pois na noite de lua cheia tudo acontece e quando se diz tudo, é porque realmente é.

Byun Baekhyun era um feiticeiro que morava em uma choupana na floresta, ele realizava curas e até mesmo fazia alguns rituais em troca de dinheiro, afinal, morava sozinho e precisava se sustentar depois da morte dos seus pais.

Naquela manhã, ele estava bem cansado, pois havia voltado de um sabbath, esses momentos eram um escapismo para o jovem feiticeiro, pois além de esquecer dos seus problemas cotidianos, ele podia não só trocar experiências com outros feiticeiros como também se divertir e falando em diversão, ele estava bem saciado depois da noite de amor que tivera no sabbath e o que mais precisava mesmo era descanso, o pobre Baekhyun estava jogado na cama exausto e com a cabeça doendo pela ressaca.

TOC! TOC!

-Toc toc? Maldito toc toc! Quem é o desgraçado que veio me acordar tão cedo?- retrucou o jovem feiticeiro aborrecido-

TOC! TOC!

-Merda, melhor ignorar- disse o feiticeiro colocando o travesseiro na cabeça-

TOC! TOC!

-MALDIÇÃO! RAIOS QUE O PARTAM! PRONTO, JÁ ESTOU DE PÉ E ME DIGA LOGO O QUE É!!!- vociferou Baekhyun nervoso, ele havia se levantado rapidamente da cama e atendeu a porta vestido com um robe preto-

-Er.... Bom dia- cumprimentou um duende chamado Jongdae todo sem graça-

-Bom dia? Você bate na minha porta com essa cara de songo mongo me dando bom dia? Tem noção de que horas são?- perguntou Baekhyun exaltado-

-Tenho. São exatamente onze da manhã- respondeu Jongdae de modo calmo-

-COMO É? ONZE DA MANHÃ?- gritou Baekhyun agitado-

-É isso mesmo- falou Jongdae calmamente-

-Raios, raios e raios, eu não devia ter bebido tanto, que merda, foi tudo culpa do Xiumin, pior que aquele peste me fodeu tão bem que acabei perdendo a noção do tempo- retrucou Baekhyun andando de um lado para outro-

Jongdae nada falou, apenas ficou com as bochechas vermelhas de vergonha.

-Ah, você ainda está aí?- perguntou Baekhyun notando o duende-

-Estou, é que vim trazer um recado de Junmyeon- respondeu Jongdae calmamente-

-Huuum, Junmyeon quer me ver é? Aí as coisas mudam- falou Baekhyun com um sorriso interesseiro-

Jongdae apenas o olhava envergonhado.

-Ah, entra aí e me espera enquanto eu me arrumo, um encontro com Junmyeon não é qualquer coisa. Ah, só não mexe em nada heim- falou Baekhyun animado-

Jongdae apenas assentiu com a cabeça.

Baekhyun rapidamente jogou o robe de lado, entrou na banheira para tomar um banho revigorante com rosas e ervas aromáticas, depois vestiu uma cueca box vermelha, pegou uma camisa de malha preta e vestiu, uma calça preta bem justa, um sobretudo preto e por fim, calçou um coturno preto com alguns spikes. Depois ele jogou os cabelos de lado e usou fixador, passou uma base, um delineador, um protetor labial e por fim, verificou se seu visual estava legal e ao ver o resultado, sorriu, pegou seu perfume de rosas com almíscar e borrifou um pouco nele e depois foi para onde estava o duende lhe aguardando.

-Vamos?- perguntou o feiticeiro-

-Er... Ok- respondeu Jongdae timidamente-

-Ah claro, que cabeça a minha!- exclamou Baekhyun espantado-

Jongdae levou um susto.

Baekhyun pegou seu grimório, o guardou no bolso do sobretudo e também pegou uma bolsa secreta e a pendurou no ombro.

-Agora sim- falou ele com um sorriso-

Jongdae arqueou uma das sombrancelhas o achando um tanto excêntrico, mas nada falou.

Os dois iam caminhando pela floresta, contemplando o belo visual daquela manhã, era incrível como as folhas verdes ficavam lindas respingadas de orvalho, as flores bem vivas, a cantoria dos pássaros e das corujas, a harmonia do vento, enfim, tudo estava perfeito.

Depois, eles atravessaram uma pequena ponte que ficava sobre um pequeno rio, que parecia mesmo pequeno mas se alguém caísse nele, rapidamente se afogava, pois na verdade, ele era bem fundo; os dois tomaram todo o cuidado na travessia.

Em seguida, eles chegaram à uma trilha de pedras, depois ao labirinto de copas das árvores e finalmente chegaram ao vale dos duendes, que continham casas na árvore, alguns cogumelos formando uma trilha na entrada e um imenso chafariz não tardou para Junmyeon, o líder do duendes aparecer.

-Ora ora, olá Junmyeon- cumprimentou Baekhyun com o sorriso interesseiro-

-Olá feiticeiro- cumprimentou Junmyeon- Você cumpriu bem sua missão, Jongdae, obrigado- falou ele se voltando para o outro duende-

Jongdae apenas o reverenciou.

-Hum, por que essa formalidade toda? A gente pode levar um papo mais interessante- bajulou Baekhyun de modo sedutor se aproximando bem do duende-líder-

-Sinto muito, mas não o chamei para isso- falou Junmyeon sério se afastando-

-E me chamou pra que então?- perguntou Baekhyun sem entender-

-Uma ameaça terrível tem pairado sobre nós, não só aqui com os duendes, mas também nos reinos dos anões e dos elfos- respondeu Junmyeon bem sério-

-E o que é?- perguntou Baekhyun já interessado no assunto-

-Se soubéssemos, não estaríamos com esse desespero todo, feiticeiro- respondeu Tao, que por sinal era o líder dos anões-

-O problema é que depois de alguns sonhos estranhos, parece que tudo se apaga- explicou Chanyeol, o líder dos elfos-

-Sonhos ham? Seriam sonhos eróticos, senhor Park Chanyeol?- perguntou Baekhyun com um sorriso malicioso-

-MAIS RESPEITO COMIGO, FEITICEIRO!- gritou Chanyeol aborrecido porém com as bochechas vermelhas –

Baekhyun deu um risinho discreto.

-É exatamente isso, os sonhos, são eles o grande problema, isso é muito sério, feiticeiro- falou Junmyeon sério-

-E afinal de contas, pra que vocês me chamaram aqui?- perguntou Baekhyun sem entender-

-É que sabemos da sua capacidade de neutralizar a energia de qualquer ser, graças ao veneno que corre em suas veias, por isso, só você pode cumprir essa missão- respondeu Junmyeon calmamente-

-É, pelo menos pra isso essa merda de veneno serve, agora o negócio é encontrar esse infeliz que está fazendo isso e quando eu encontrar, ele que me aguarde- falou Baekhyun sério-

Junmyeon, Tao e Chanyeol o olharam perplexos.

-Muito bem, vou agora mesmo atrás do enjeitado e se o problema é nos sonhos, já sei por onde devo começar- resolveu Baekhyun decidido-

-Podemos saber onde?- perguntou Junmyeon-

-Na floresta escura dos pesadelos, vou agora mesmo pra lá- resolveu Baekhyun-

-Você vai sozinho? Deveria levar ao menos Jongdae- disse Junmyeon preocupado-

Jongdae ficou tremendo de medo, o que logo foi percebido por Baekhyun, que deu um risinho divertido.

-Não precisa não, ele vai mais atrapalhar do que ajudar, eu vou sozinho- resolveu Baekhyun-

-Você é quem sabe- falou Junmyeon sério-

-Leve ao menos esse machado mágico para te proteger- disse Tao entregando a ferramenta para o feiticeiro-

Baekhyun agradeceu e guardou a ferramenta, que por incrível que pareça, coube na bolsa do feiticeiro.

-Leve esse colar com chifre de unicórnio, ele vai te proteger de doenças- falou Chanyeol entregando o colar para ele-

Baekhyun sorriu e colocou o colar no pescoço.

-Ah, é claro, leve esse trevo de quatro folhas, Baekhyun, isso vai te dar sorte- falou Junmyeon entregando o trevo para ele-

Baekhyun sorriu, deu um sorriso malicioso para ele e guardou o trevo na bolsa.

-Agora, até à volta, seus gostosos!- falou o feiticeiro, que em seguida saiu do vale dos duendes-

Os três ficaram perplexos com a cara de pau que o feiticeiro falou com eles.

Já fora do vale, Baekhyun pegou uma bússola e um mapa e começou a procurar a rota para a floresta escura dos pesadelos.

-Que merda, tanto homem gostoso e nenhum quis me dar umazinha, ai é tudo culpa do enjeitado, mas ele me paga!

O feiticeiro começou a andar por uma floresta densa, que possuía árvores com largas copas, neblina forte, ar rarefeito, cheia de pântanos e ainda por cima era escura.

-Hum, então esse é o lugar, isso é perfeito!- exclamou o feiticeiro com um sorriso vitorioso-

O feiticeiro adentrou na floresta, ele pegou sua varinha e usou seu feitiço para iluminar o caminho, porém veio um vento que fez a varinha escurecer.

-Que diabos foi isso?- perguntou o feiticeiro-

-Esse é o meu território, feiticeiro, entrou aqui, está à minha mercê, só sai vivo se eu quiser- respondeu uma voz masculina misteriosa-

-É mesmo? E eu sou o grande feiticeiro Byun Baekhyun, aquele que consegue neutralizar a magia de qualquer ser, pois tenho veneno correndo nas minhas veias- falou o feiticeiro com um sorriso vitorioso-

-Hum, que interessante, talvez possamos nos conhecer melhor- insinuou a voz misteriosa-

-Por mim tudo bem, se você for gostoso, até valerá a pena- concordou Baekhyun com um sorriso malicioso-

-Posso ser o que você quiser- falou o ser misterioso, que se materializou como um belíssimo rapaz moreno, de olhar penetrante, lábios convidativos e corpo atlético, ele usava jaqueta vermelha aberta mostrando seu abdômem definido, calças preta bem apertada e sapatos pretos, ele ainda ostentava um sorriso sedutor-

Baekhyun ficou quase sem ar ao ver o belíssimo rapaz.

-Pelo visto gostou do que viu, feiticeiro, mas ainda tenho muito o que lhe mostrar, ah sim, pode me chamar de Kai- falou o rapaz com o sorriso sedutor-

-Kai heim? Hunf, se você tem seus truques, também tenho os meus- rebateu Baekhyun com um sorriso confiante-

-Huuum, isso me excita, gosto de homens valentes assim como você- insinuou Kai fazendo jogo de sedução, nessa hora ele se aproximou bem do feiticeiro-

Baekhyun sentiu arrepios de excitação.

-Se entregue a mim, vamos, eu sei que você quer isso tanto quanto eu- induziu Kai colado o corpo do feiticeiro e massageando a nuca deste-

Baekhyun respirou fundo, colocou a mão na sua bolsa e jogou um pó em Kai, que começou a gritar de dor.

-O QUE VOCÊ FEZ COMIGO?- gritou Kai perturbado-

-Nada de mais, apenas joguei pó bento que consegui na igreja- explicou Baekhyun com um sorriso vitorioso-

-Maldito, isso queima pra cacete!- retrucou Kai sofrendo de dor-

Baekhyun nada falou, apenas ficou observando o sofrimento de Kai, que gritava sem parar, seus olhos chegavam à lacrimejar.

-Ok, cheguei à conclusão, descobri o que você é. Um íncubo, acertei?- disse Baekhyun com ar investigativo-

-O que te importa, seu infeliz?- perguntou Kai sofrendo de dor-

-Certo, você já me respondeu. Ok, você foi sincero, tome isso- respondeu Baekhyun sério, depois ele deu um vidrinho com um líquido para o íncubo-

-Que merda é essa?- perguntou Kai desconfiado-

-Seiva mágica extraída da árvore da vida com raspas de chifre de unicórnio, vai te curar em segundos- respondeu Baekhyun calmamente-

Kai rapidamente tomou o líquido, logo sentiu o líquido percorrer todo o seu corpo, que aos poucos foi se recuperando e quando já estava melhor, deu uma gargalhada estridente.

Baekhyun nada disse e apenas o observava.

-Estou melhor, agora posso absorver mais energia, hahahahaha!- exclamou Kai ainda gargalhando-

Baekhyun nada dizia.

-Ei, por que me curou? Eu poderia te matar agora mesmo se eu quisesse, sabia?- perguntou Kai notando a calmaria do feiticeiro-

-Eu sei, mas se você realmente quisesse me matar, já teria feito- respondeu Baekhyun calmamente-

-Está questionando as minhas habilidades?- perguntou Kai com um olhar malvado-

-Não, só estou interessado em te conhecer melhor- respondeu Baekhyun calmamente-

-Está louco? Ou bebeu além da conta?- perguntou Kai sério-

-Nem uma coisa e nem outra, só quero entender o por que de você estar atacando os duendes, os anões e os elfos- respondeu Baekhyun sério-

-Ah isso? Acho que você já tem a própria resposta, afinal eu sou um íncubo, e você esqueceu de citar as donzelas virgens, principalmente aquelas sacerdotisas gostosinhas que ficam nos templos- contou Kai com um sorriso sádico-

Baekhyun pensou por alguns segundos e depois assentiu com a cabeça sorrindo.

-E ainda acha graça de tudo isso?- perguntou Kai sério-

-Quero ver sua forma original agora mesmo- pediu Baekhyun sério-

-Você realmente enlouqueceu, não é? Te aviso, você irá desmaiar ou morrer de susto. Quer realmente isso?- relutou Kai sério-

-Tenho certeza que não acontecerá nada disso- falou Baekhyun com um sorriso-

-Só não diga que não avisei- disse Kai sério-

-Vamos, eu não vou me assustar- insistiu Baekhyun de modo calmo-

Kai respirou fundo e revelou sua forma original, que não era tão diferente da forma humana: sua pele era mais avermelhada, seu corpo era mais musculoso, ele possuía garras afiadas e asas pretas enormes parecendo de morcego.

-Satisfeito, feiticeiro?- perguntou ele-

-Estou e posso dizer uma coisa: estou excitado- respondeu Baekhyun realmente sentindo arrepios de excitação correndo pelo seu corpo-

-Você não está falando sério- falou Kai sério-

-E por que não estaria?- perguntou Baekhyun-

-Porque é mais fácil se apaixonar pela minha forma humana, mas não a minha forma original- respondeu Kai sério-

-Eu me apaixonei pelas duas formas porque as duas são partes de você- falou Baekhyun se aproximando bem do íncubo-

-Aaaah... feiticeiro- balbuciou Kai se sentindo excitado-

-Meu nome é Baekhyun e eu quero experimentar essa sensação- falou o feiticeiro envolvendo o íncubo-

-Então, vamos pra minha casa- resolveu Kai, que abriu suas asas-

Em seguida, ele segurou Baekhyun, os dois sobrevoaram a floresta, que por sinal, acabou se revelando mais bonita devido as copas fechadas da árvore. Não tardou para os dois chegarem e entrarem na casa de Kai, que ficava no alto de uma montanha, ela não era tão grande, mas aconchegante: a sala possuía um enorme sofá-cama, no canto da parede tinha uma adega, havia uma cozinha simples, um banheiro pequeno e o quarto, que por sinal, era o maior cômodo da casa, ele tinha a decoração rústica, uma enorme cama redonda Queen size, um criado mudo com duas taças, um gramofone e uma caixinha de surpresas.

Baekhyun olhava para o ambiente maravilhado.

-Bem vindo ao meu humilde castelo- falou Kai o reverenciando e recolhendo suas asas-

-Maravilhoso!- exclamou Baekhyun embasbacado-

-Maravilhoso é você, Baekhyun- bajulou Kai arranhando as costas do feiticeiro de leve-

Baekhyun deu um gemido pesado.

-Agora você está em meus domínios, Baekhyun, aqui eu faço o que eu quiser- falou Kai dando leves mordiscadas na nuca do feiticeiro-

Baekhyun gemeu um pouco mais.

-Isso.... Fica bonzinho assim.... Eu quero me saciar com você- induziu Kai fazendo jogo de sedução-

-Fique à vontade, mas com certeza posso te proporcionar algo que você ainda não experimentou- provocou Baekhyun fazendo jogo de sedução também-

-E o que seria?- perguntou Kai malicioso-

-Um prazer indescritível e o orgasmo- respondeu Baekhyun malicioso-

Kai parou com o jogo, ele ficou pensativo por alguns instantes e nada falou.

-O que aconteceu?- perguntou Baekhyun curioso-

-Orgasmo, eu nunca experimentei isso- respondeu Kai sério-

-Eu sabia- falou Baekhyun sério-

-Minha vida é me alimentar da energia sexual dos outros, mas nunca ninguém me fez atingir o orgasmo- desabafou Kai um tanto frustrado-

-Eu sei, você acaba sugando a energia das pessoas- falou Baekhyun sério-

Kai nada disse e apenas assentiu com a cabeça.

-Ok, faremos assim: eu farei você atingir o orgasmo, se eu conseguir, você para de atacar os outros seres e só vai se saciar comigo- sugeriu Baekhyun de modo malicioso-

-Huh, aceito seu jogo, é bem excitante, mas o que acontece se você não conseguir?- disse Kai com um sorriso sádico-

-Entrego minha vida pra você, mas não se preocupe, isso não vai me acontecer, tenho certeza- falou Baekhyun com um sorriso malicioso-

-Convencido você, então me mostra o que sabe fazer, hoje eu serei o submisso- disse Kai se sentindo excitado-

Baekhyun se aproximou bem do íncubo, colou seu corpo ao dele, buscou- lhe os lábios e começou a dar leves beijos enquanto seu corpo roçava no do íncubo.

Kai gemia de excitação.

Baekhyun intensificou os beijos, adentrou sua língua nos lábios de Kai pedindo-lhe passagem e esta foi prontamente concedida, então os dois iniciaram um beijo de língua intenso enquanto seus corpos se roçavam.

Depois, Baekhyun parou o beijo, retirou a camisa de Kai, depois a sua, ele começou a apalpar o corpo de Kai e foi descendo bem devagar enquanto o arranhava levemente.

Kai gemia de excitação.

Baekhyun foi conduzindo Kai até a cama, rapidamente o deitou, depois foi se debruçando sobre ele e começou a mordiscar o corpo dele.

Kai gemia pesadamente.

Baekhyun alternou entre mordidas e lambidas, ele lambeu os mamilos de Kai, depois o abdômem e em seguida, ele começou a massagear o volume formado entre as pernas do íncubo, que sentia espasmos de excitação.

-Isso.... Nós vamos chegar lá- induziu Baekhyun cheio de desejo-

-Espera.... É a minha vez!- pediu Kai dando gemidos-

Baekhyun não entendeu e parou. Kai ficou com os olhos avermelhados, uma força descomunal brotou dentro de si, ele rasgou as peças de roupa que faltava, tanto as dele quanto as de Baekhyun, que foi jogado bruscamente na cama ficando por baixo de si, então Kai o imobilizou com seu corpo e começou a fazer boquete nele.

Baekhyun gemia de tanto prazer, suas veias se dilatavam parecendo percorrer trilhas e mais trilhas da floresta.

-Isso é gostoso, não é? Sabia que ia gostar- falou Kai malicioso, ele passou uma perna para cada lado da cintura de Baekhyun e lhe deu uma chave de coxa em seguida-

Baekhyun gritava de prazer.

Kai o segurou pelo pescoço, depois voltou a fazer boquete em cada centímetro do corpo de Baekhyun, que sentia cada vez mais espasmos e estava prestes a derramar um pré gozo, o que fez com que Kai prosseguisse com o movimento, ele foi abaixando a cabeça até chegar no membro ereto do feiticeiro e ao alcançá-lo, o abocanhou com toda a ferocidade e começou a chupá-lo.

Baekhyun gritava cada vez mais alto, seu corpo sentia fortes espasmos, parecia que ia explodir, pois todas as suas forças estavam sendo drenadas.

-Eu sabia... Você é apenas um humano.... Logo vai perder a consciência- falou Kai desapontado, nessa hora ele parou o ato-

-Eu acho...que não, Kai- disse Baekhyun se sentindo fraco e com a pele bem pálida-

Kai fez cara de quem não entendeu nada. De repente, Baekhyun sentiu todo o veneno correr pelo seu corpo, que acabou se revigorando de novo, a coloração da pele voltou ao normal, ele sentiu um força descomunal dentro de si, pegou o íncubo, o jogou para baixo de si o colocando de quatro.

-Baekhyun.... O que você vai fazer?- perguntou Kai se sentindo excitado-

-Você já vai saber, ABRE LOGO ESSA BUNDA, VAMOS!- respondeu Baekhyun mais excitado do que nunca-

Kai sentiu um espasmo de excitação, obedeceu Baekhyun e ficou esperando ser invadido. O feiticeiro logo adentrou aquele espaço com toda a força, o que acabou fazendo o íncubo gritar, então Baekhyun começou a dar fortes investidas na bunda de Kai, que gemia sem parar.

Depois, ele subiu nas costas de Kai o imobilizando enquanto o íncubo gritava de excitação, os dois prosseguiram assim por um bom tempo, depois não demorou muito para Kai sentir algo molhado saindo de dentro de si.

-Baekhyun.... Isso é... o que estou pensando?- perguntou Kai gemendo-

-É sim.... Vamos... grite mais.... Pode derramar o que você está querendo- respondeu Baekhyun malicioso prosseguindo com as investidas-

Kai gemeu pesadamente, depois sentiu o corpo explodir, como se toda a energia do mundo estivesse dentro de si, depois ele acabou derramando seu gozo, tal ação excitou tanto Baekhyun, que acabou fazendo o mesmo.

-Conseguiu, Kai... Isso é ótimo- falou Baekhyun excitado-

-Nós conseguimos- corrigiu Kai excitado também-

O prazer de ambos aumentou ainda mais, Kai pegou Baekhyun com força, o colocou prensado na parede, veio por trás dele o prensando com toda a força, em seguida pegou seu membro ereto e enfiou dentro da bunda de Baekhyun com toda a força, isso fez com que o feiticeiro gritasse.

-Isso é bom, não é?..........Agora quero ver você gritar- induziu Kai lascivamente dando fortes estocadas na bunda do feiticeiro-

Baekhyun gritava cada vez mais alto, a força de Kai era tanta que a bunda do feiticeiro começou a sangrar, isso acabou excitando mais ainda o íncubo que parou com as investidas para lamber o sangue.

-Gostoso.... Você é todo gostoso... Baekhyun- elogiou Kai prosseguindo com as lambidas-

Baekhyun gemia pesadamente.

-Mas ainda tenho um outro jogo pra você- insinuou Kai o segurando pelos pulsos e o jogando na cama-

-Hum, me pergunto.... qual é- falou Baekhyun com um sorriso malicioso-

Kai pegou a caixinha surpresa, pegou uma corrente grossa e acorrentou os braços e as pernas de Baekhyun na cama.

-Uau, que jogo!- exclamou o feiticeiro excitado-

Kai nada disse, pegou um potinho de doce, derramou sobre o corpo de Baekhyun e começou a lambê-lo, o que arrancou gemidos pesados do feiticeiro, depois o íncubo começou a morder o abdômem de Baekhyun, fazendo com que ele gritasse cada vez mais alto, isso foi lhe dando um prazer indescritível, depois ele pegou um chicote, começou a bater com força no corpo do feiticeiro, que gritava sem parar, depois ele parou com tudo, deu um sorriso safado, abocanhou todo o membro ereto do feiticeiro que estava melado do gozo, o íncubo ficou chupando tudo sem parar.

Baekhyun gemia e sentia fortes espasmos, mas quando parecia que ia desfalecer, seu corpo se revigorava de novo e ele acabou gozando na boca de Kai, que se sentiu mais excitado do que nunca e acabou gozando de novo.

Depois, Kai soltou Baekhyun e os dois se embolaram na cama prosseguindo com seu ato de amor, ora Kai dominava, ora Baekhyun dominava, o sexo dos dois durou aproximadamente trinta e seis horas e depois quando estavam exaustos, finalmente pararam.

Baekhyun se levantou e começou a se vestir.

-Posso saber onde o meu feiticeiro vai?- perguntou Kai exausto-

-Preciso ir ao vale dos duendes, eu cumpri minha parte do trato e você deve cumprir a sua- respondeu Baekhyun calmamente-

-Cumprirei sim, trato é trato, mas você terá que vir morar comigo- falou Kai se sentando na cama-

-Sim, virei, passarei no vale dos duendes, buscarei minhas poucas coisas na minha choupana e venho pra cá- explicou Baekhyun calmamente-

-Se não vier, irei te buscar, onde quer que você vá- ameaçou Kai sério-

-Não se preocupe, eu voltarei sim- consentiu Baekhyun com um sorriso-

-Ok, vou acreditar em você- consentiu Kai com um sorriso gentil-

Baekhyun deu um sorriso gentil, depositou um beijo na testa do amado, rumou para o vale dos duendes e ao chegar lá, contou todo o acontecido.

-Sinceramente, você é louco- retrucou Tao sério-

-Realmente, virar amante de íncubo, enlouqueceu de vez- retrucou Chanyeol sério-

-Isso se não acabar morto- retrucou Junmyeon sério-

-Isso não vai acontecer, eu e ele nos amamos e ambos nos completamos- argumentou Baekhyun sério-

-Bobagem- retrucou Tao sério-

-Bobagem ou não, devolvi a paz à floresta, acabaram-se as tormentas, o Kai não fará mais nada à ninguém e seremos felizes- argumentou Baekhyun com um sorriso-

Jongdae deu um sorriso também.

-Agora se me derem licença, seus gostosos, preciso arrumar minhas coisas e viver minha vida ao lado do meu íncubo- pediu Baekhyun sorrindo, em seguida ele saiu.

Junmyeon, Tao e Chanyeol negaram com a cabeça.

Depois, Baekhyun juntou suas coisas, olhou para cada cômodo da sua choupana, a fechou com sua chave, ele jogou a chave na bolsa e sorriu.

-Adeus, minha velha casa, quem sabe ainda volte aqui de vez em quando.

Em seguida, ele saiu e rumou para a floresta escura dos pesadelos onde Kai o esperava na forma humana.

-Eu já estava preocupado- falou Kai sério com os braços cruzados sobre o peito-

-Eu disse que voltaria, meu amor- disse Baekhyun se aproximando bem dele e colocando suas mãos no rosto do íncubo-

-Me desculpe por duvidar- pediu Kai mudando a feição séria para uma mais branda, em seguida, ele se jogou nos braços do seu amor-

-Não precisa se desculpar, ficaremos juntos pra sempre- falou Baekhyun de modo amável retribuindo o abraço do íncubo-

-Eu te amo, Baekhyun, para sempre- declarou Kai completamente envolvido-

-Também te amo, Kai, por toda a vida- declarou Baekhyun apaixonado-

Em seguida, os dois colaram mais ainda seus corpos e deram um beijo apaixonado, tal ação fez com que a floresta dos pesadelos mudasse de forma se tornando mais luminosa e imponente, as árvores floresceram, os pântanos se tornaram lagos brilhantes e tudo o mais ganhou vida.

Baekhyun e Kai ficaram morando na casa das montanhas, embora de vez em quando, os dois passavam dias na choupana de Baekhyun, o casal vivia feliz e sempre cheios de amor e fogo.

Baekhyun saciava Kai.

Kai saciava Baekhyun.

E assim os dois prosseguiram, se amando com toda a intensidade do mundo.

4 de Julio de 2018 a las 01:38 0 Reporte Insertar 0
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

Historias relacionadas