Wakamono no Hi Seguir historia

tiatatu Tatu Albuquerque

Anos após a Quarta Grande Guerra Ninja e o ataque de Toneri, é registrado o primeiro crime de repercussão internacional em Konoha: o sequestro de Maito Gai, o mestre de Taijutsu aposentado e herói da última guerra. Motivados pelo fogo da juventude, o time Gai parte às pressas tendo um único objetivo: derrotar o desconhecido oponente e trazer seu sensei de volta.


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18.

#sasusaku #shiba #kakagai #gaalee #konohana #universo-original #naruto #fns
10
4784 VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 30 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Prólogo

Em anos de paz após a Quarta Grande Guerra Ninja contra o renascido Uchiha Madara e a deusa Ootsutsuki Kaguya e após o ataque de Ootsutsuki, da Lua, nunca algo assim havia ocorrido. 


Nunca haviam visto seu Hokage tão apreensivo quanto agora e nem haviam visto os tais ninjas mestres em Taijutsu tão revoltados. 


Taijutsu. Talvez fosse essa a arte ninja mais menosprezada e até mesmo por isso Kakashi sabia que aqueles que haviam participado daquela ação bem articulada não eram pessoas quaisquer. 


— Um grupo ninja que reconhece o poder de um bom mestre de taijutsu… Não são qualquer grupo… - dizia o Sexto com um olhar cansado, como sempre desde que havia assumido o cargo, mas também esperançoso dirigido ao trio à sua frente. 


Pela primeira vez viu o gênio do clã Hyuuga, o mesmo que por pouco não havia sido morto na guerra e que agora era considerado um herói, com um semblante desesperado. 


Pela primeira vez viu Tenten, a tão aclamada mestre em armas do país do fogo, com olheiras de quem não havia descansado bem e talvez até chorado durante a péssima noite.


Pela primeira vez, o aparente fogo que Lee, a Besta do Taijutsu da folha, possuía nos olhos não brilhava de motivação e sim de pura culpa. 


— Eu devia ter cuidado melhor de Gai-sensei, me perdoe, Sexto, me perdoe! - era estranho a todos naquela sala vê-lo se desculpar tanto, mas como alguém iria recriminá-lo? 


Era ele sem dúvidas o mais apegado dos três à Gai, que na noite passada havia sido levado de sua casa e raptado por um grupo então desconhecido, mas que havia conseguido facilmente passar com o jounin agora aposentado pelos portões sem chamar atenção. 


E justamente por ser Gai sempre tão barulhento e que, por mais que estivesse nas condições de deficiente físico, não deixava de ter sua força e resistência, que ele se sentia tão culpado. 


Era ele o escolhido da vez para estar com o sensei e isso só piorava sua cobrança interna. 


— Se eu tivesse chegado antes… - lamentou mais uma vez com seus até então quietos companheiros de time tocando cada qual um de seus ombros na intenção de lhe dar apoio. 


E era nessas horas que Kakashi pensava que muralhas também podiam desabar frente aos seus olhos. 


Suspirou pesado em lamento e não falou alto em respeito à Neji e ao passado do clã Hyuuga, mas pensava no quanto preferia a época em que invadiam Konoha na calada da noite em busca de doujutsus poderosos como o Byakugan. 


Pelo menos saberiam que tipo de inimigo era aquele, mas um grupo que leva um ninja aposentado que já não tem mais como repassar todas as técnicas de treino na prática? 


Não… Alguém que se arriscava tanto deveria saber que Gai não era bem o inválido coitado que todos julgavam ser desde a luta com o próprio Madara.


Hum… Talvez fossem os relatos dela que motivassem o rápido de seu velho rival. 


Algum motivo muito forte deveria haver para que levassem um dos maiores heróis da guerra, companheiro do Sexto em pessoa. 


E não saber que motivo era esse era o que os deixava mais irritados. 


Neji sempre foi mais contido, já Tenten o olhava com toda fúria que muitos desconheciam que ela poderia possuir, batendo com a mão direita à mesa tão forte que foi capaz de assustar Shikamaru, que, como assessor do Hokage, estava ali de prontidão. 


— Apenas nos deixe ir! - protestou ela mais uma vez e ele foi incapaz de recriminá-la pela postura nem que fosse em pensamento, lembrando do que havia feito ao responsável pela morte de Asuma. 


Era completamente plausível que todo aquele time se reunisse desejando vingança e, principalmente, trazer seu mestre vivo de volta para casa, mas não era algo muito inteligente. 


Era óbvio que estariam preparados para uma missão de resgate e talvez fosse mais prudente chamar ninjas com maior potencial ofensivo. 


Quem sabe Naruto? Não… Ele havia tido um filho há muito pouco e o próprio Kakashi lhe havia dado alguns poucos dias de descanso. 


E o Uchiha? Não… Na última carta-relatório enviada por Sasuke, ele informava da gestação de Sakura e não era bom que lhe levassem à uma missão de resgate tendo uma grávida consigo. 


Seus próprios companheiros de time estavam recém-casados, tal como ele mesmo que também de nada serviria sozinho. 


Talvez fosse uma boa chamar Kiba e Shino, já que eles eram os melhores ninjas rastreadores da vila… Mas eles talvez não fossem os melhores combatentes… 


Antes que pudesse terminar seu raciocínio, o trio de ninjas já havia sumido de sua frente, o que não permitiu ver o fogo no olhar deles que por pouco não incendiou o prédio central. 


— O-o que? - disse atônito ao sentir, não os chackras, mas as energias tensas dos que deixaram o local às pressas, já prontos para a viagem. 


Ouviu apenas as latidas de Akamaru e os ruídos de alguns insetos ao longe, indicando que seu pensamento de mandar os pupilos de Kurenai ao resgate de Gai era totalmente plausível, mas não deixava de achar estranho que Kakashi tivesse permitido que pessoas tão nervosas quanto o time 9 seguissem na comitiva. 


Olhou assustado para o Sexto que suspirou pesado, apoiando o queixo nas mãos após pôr os cotovelos sobre a mesa. 


— Está pensando no porquê os deixei ir tão irritados? - perguntou e ele apenas assentiu, lhe dando espaço para a continuidade de sua explicação. 


Kakashi olhou para o último retrato que havia tirado com o parceiro, no dia de sua posse, que estava sobre a mesa e se pegou apreensivo por não saber o que ele estava passando na mão dos raptores. 


Desejava com todo o coração ter partido com eles, mas era o Hokage e não podia deixar tudo para trás nem mesmo nessa situação, além de que não achava que teria tanto vigor quanto o grupo que já se encontrava na floresta ao redor da aldeia, com o mesmo sangue nos olhos. 


Devia admitir que já não tinha mais o calor do tal fogo da juventude que Gai tanto dizia existir e sim eles, além de que:


— Se há um grupo que pode trazer Gai de volta, é o grupo treinado pelo próprio Gai! - continuou. - Fora que certamente o inimigo deve estar imaginando que vamos mandar um grupo com ninjas mais famosos, como Naruto e não espera que mandemos ninjas como aqueles três! - disse deitando o rosto sobre a mão para olhar melhor para o retrato. - Esse é o meu palpite! - afirmou tentando parecer confiante. 


Shikamaru, por sua vez, não deixava de se preocupar, mas confiava nas palavras do superior que visivelmente se esforçava para manter sua calma exterior, afinal… 


Kakashi nunca errava seus palpites! 

16 de Junio de 2018 a las 21:09 6 Reporte Insertar 2
Continuará… Nuevo capítulo Cada 30 días.

Conoce al autor

Tatu Albuquerque Mãe de Konohamaru, madrinha de Hanabi, adepta da Fé do Sagrado KonoHana. Você tem 5 minutos pra ouvir a palavra da minha igreja? Kaiten no cu e gritaria, kore!

Comenta algo

Publica!
Nany Lopes Nany Lopes
Adoro linhas temporais diferentes! A morte de Neji foi um erro terrível no roteiro original, na minha opinião, então sou sedenta por um Hyuuga pós-guerra! Que venha maissssss
16 de Junio de 2018 a las 17:40

An Maito-Hatake An Maito-Hatake
AAAAAAAh, caramba quero mais!!!!! Já tô amando!!!! <3
16 de Junio de 2018 a las 16:54

brener Silva brener Silva
eu quero muito essa fic, mim dá mais tatu me dá esse time no pós guerra
16 de Junio de 2018 a las 16:35

~