Cuento corto
2
4816 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Oneshot

Bem, já tem um tempo que queria escrever algo sobre o tema Hanahaki, acho bem interessante, mas por algum motivo é tão difícil pra mim, então, acabei escrevendo essa pequena fic, foi uma tentativa pelo menos, não ficou como queria, sinto que faltou algo, mas resolvi deixar assim mesmo.

***

O amor tem várias formas, estilos e cores; sua aparência varia de pessoa para pessoa, cada um enxerga da sua maneira, do seu jeitinho particular. Para alguns é brilhante, com cores vibrantes e sensações extremas. Para outros é algo delicado que deve ser protegido, com perfumes suaves e cores pasteis. As vezes ele é tão grande que não cabe dentro de você, ele cresce tanto que precisa sair do peito, em forma de palavras, de beijos e abraços, de toques íntimos.

Ou belas flores.

Uma pétala de cada vez, foi assim que a história do meu amor começou. Um amor não correspondido que me fez derramar lágrimas grossas e quentes sobre o travesseiro.

Elas eram pequenas e delicadas, tão suaves ao toque e de um branco tão puro, assim como o sentimento que carregava no peito. Esconde-las no início foi fácil, atrás de sorrisos e palavras tranquilizadoras menti para as pessoas que se importavam. Mas estava tudo bem, não machucavam, apenas incomodavam como a picada de um inseto.

Contudo, assim como esse sentimento que continuava a crescer aqui dentro, o fluxo delas também crescia. Acompanhadas de um gosto amargo e uma sensação de dormência na língua, o pânico que persistia dia após dia só piorava, tornava tudo mais difícil e doloroso, a garganta se fecha e as pétalas lutam para encontra uma saída. Elas sufocam, dói respirar, mas tudo o que eu podia fazer era engolir as lágrimas que faziam meus olhos arderem e sorrir novamente.

Foi quando vieram as flores.

Não qualquer flor, as mais belas rosas, de um vermelho vivo e bonito, suas preferidas. Essas ferem a garganta, abrem espaço no meu peito e fazem sangrar, mas não consigo para-las, não consigo deixar de lado esse sentimento e nem as rosas. Essas flores tão bonitas e mortais extraíram minha felicidade, o brilho que esse sentimento tão puro emanava se foi para dar vida a elas.

Agora estou rodeado de um jardim delas, há tantas que não consigo mais conta-las, grandes e vistosas rosas sangrentas que exalam um perfume intoxicante.

Este jardim fiz só para você, espero que goste.

***

Então é isso pessoal. Espero que tenham gosta, nem que só um pouquinho ^^

4 de Mayo de 2018 a las 13:29 3 Reporte Insertar 4
Fin

Conoce al autor

Taimatsu Kinjou Fanfics também no Nyah!; Spirit; fanfiction.net; ao3 e Wattpad

Comenta algo

Publica!
MRz Rz MRz Rz
Olá, eu sou a MRz do Sistema de Verificação do Inkspired. O sistema de verificação atua não só para ver a qualidade da história, como também para observar se a história está de acordo com as normas do site. Sua história está “em revisão”, porque o texto tem alguns erros de acentuação, principalmente nas palavras oxítonas com o pronome oblíquo com -lo, -la, -los, -las, que sempre que terminados em “a”, “e” e “o” recebem acentos, faltou uma crase também em “às vezes”. São erros bem pequenos que uma revisão já ajuda a encontrá-los. Depois de corrigido esses erros, é só responder esse comentário para que eu faça uma nova verificação. De resto, gostei muito da sua história! Assim como você, gosto bastante de histórias que possuem o hanahaki. Acho um tema bem legal. :)
11 de Marzo de 2019 a las 18:47
Megawinsone Megawinsone Megawinsone Megawinsone
Olá! Tudo bem? Adorei a sua história, ela apesar de curta, foi bem profunda, conseguiu transmitir muito bem a emoção e o sentimento conflitante que o personagem sente. A narrativa é leve, e o enredo prende o leitor. Existe só uns pequeninos errinhos de português, que podem ter passado despercebido, que numa segunda olhada, você consegue corrigir, isso não prejudicada a leitura do texto, que está maravilhoso! Parabéns pelo texto! Beijos!
7 de Septiembre de 2018 a las 23:22

  • Taimatsu Kinjou Taimatsu Kinjou
    Olá, tudo sim! Muuito obrigada pelo review! Me sinto realmente feliz que tenha gostado da história. Confesso que foi meio complicado de escrever, é um tema que eu realmente gosto, fiquei bem hesitante, ainda assim resolvi publicar. Seu comentário me deixou mais aliviada. Os erros sempre acabam passando quando vou revisar, mas vou corrigir assim que possível. Novamente, muito obrigada! 15 de Septiembre de 2018 a las 22:31
~