Verdadeiro Seguir historia

bdamas Bárbara Maria

"Ele acreditava que aquela escuridão era muito mais quente e verdadeira que o vermelho sangue do Sharingan que ele mostrava a todos." [kisaita][UN]


Fanfiction Anime/Manga Todo público. © Personagens pertencentes a Masashi Kishimoto.

#kisaita #kisame-hoshigaki #itachi-uchiha #naruto
Cuento corto
3
4.9k VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Único

Notas da autora

E aí, pessoal, beleza? Essa fic aqui eu fiz de um "prompt relâmpago" (nem sei se é esse nome skskdj) do grupo How I Met You Otaconda, e é kisaita inspirada na arte da capa. Se alguém souber o nome do artista, me diga por favor <3! Espero que gostem!

--------------------------------------------------------------------------------------------


Seu rosto era calmo e belo enquanto dormia. Não que ele deixasse de lado a armadura plácida em outros momentos, mas quando inconsciente, Kisame gostava de imaginar Itachi sem toda a carga emocional que o moreno carregava.

O vento cálido daquela tarde agitava levemente os fios finos do cabelo preto, pintando-o de uma maneira que o homem-peixe gostaria que ficasse gravado para sempre em sua memória. Não tinha olhos poderosos como os do mais novo, mas ainda assim era capaz de nomear cada ruga precoce nas feições bonitas, cada imperfeição que o deixava ainda mais atraente; não sabia quando perderia o moreno para aquela vida que levavam, então queria se lembrar dele assim, desarmado e ao alcance de seu toque.

Levantou a mão vagarosamente, temeroso em acordá-lo de um dos poucos momentos que o companheiro se permitia descansar, e afastou uma folha que repousava no topo de sua cabeça. Se aproveitou do movimento para lhe fazer uma carícia.

A maciez da pele alva e do cabelo era agradável na ponta de seus dedos, sempre era. Nos últimos tempos, eram cada vez mais raras as ocasiões em que Kisame podia tocá-lo, amá-lo como bem desejava. Sentia que o momento em que se separariam estava próximo, ainda que não fosse tão perceptivo quanto Itachi. Ainda não sabia dizer se seria por um inimigo, ou por aquela doença que se espalhava e consumia o mais novo por dentro, só tinha aquele pressentimento horrível que lhe tirava o sossego e o fazia desejar não desviar os olhos dele, temeroso de que desaparecesse.

Se inclinou sobre ele e selou seus lábios levemente, encontrando um par de olhos negros fixos em si ao se afastar.

Aquele era um dos aspectos que mais o fazia se sentir querido pelo moreno. Ele acreditava que aquela escuridão era muito mais quente e verdadeira que o vermelho sangue do Sharingan que ele mostrava a todos – exceto Kisame.

Gostava da profundidade, do brilho, e de como Itachi parecia confiar em si, a ponto de lhe dirigir seu mais doce olhar, mesmo depois de ser acordado de um cochilo.

— Kisame. – sussurrou, dando um sorriso pequeno.

— Me desculpe por acordá-lo, Itachi-san. – respondeu o azulado, ainda sem afastar a mão do rosto do outro.

— Eu já estava acordado. Algo te preocupa?

Kisame suspirou. Não era um homem que costumava "se preocupar" com alguma coisa; toda aquela inquietação só evidenciava toda a importância de Itachi para si, principalmente depois que o mais novo o revelou que seu tão esperado encontro com o irmão estava próximo. Queria impedi-lo de ir. Sim, estavam sempre correndo riscos, mas estavam sempre juntos. Daquela vez, Itachi queria ir sozinho, e isso não o agradava. Acreditava que ele era poderoso o suficiente para vencer qualquer oponente, mas se sentia inseguro.

O Uchiha lhe encarava, aguardando uma resposta que já estava estampada no rosto do homem azul.

— Eu sei o que está pensando. – disse o moreno, segurando a mão de Kisame e entrelaçando seus dedos. O homem perdeu alguns instantes encarando o contraste bonito das cores de suas peles, e só voltou a olhar para o rosto de Itachi ao ouvir sua voz. Os olhos dele agora estavam escarlates e ele sorria. – Nós vamos ficar bem.

Kisame se sentiu confuso. Acreditava nas palavras de Itachi, mas seu coração palpitava em uma angústia pouco conhecida para si. Apertou os dedos de unhas roxas entre os seus e sorriu de volta de forma um pouco trêmula.

— Acredito em você.


22 de Abril de 2018 a las 03:34 0 Reporte Insertar 1
Fin

Conoce al autor

Bárbara Maria Estudante de odontologia, beta reader, escritora amadora, cantora de chuveiro e violonista dentro do meu quarto. Kvetha fricai! RoyAi, Kiribaku, ShikaTema e SaiIno. bdamas no ff.net e Spirit; Barbie no Nyah!

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~