Estranho Seguir historia

annyecs AnnyeCS

Porque eu nunca cheguei a conhecer você. Tudo o que tive foram ilusões. Shipp:Shikamaru/Loki, Jorge/Loki.


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18.

#vemprocrack #thor #harry-Potter #estranho #yaoi #angst #Jorge-Weasley #shikamaru #loki #crossover #naruto
Cuento corto
4
5533 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Único

Estou sentado em uma banco de praça, sozinho, observando como as pessoas parecem verdadeiramente felizes, um cigarro queima entre meus dedos e sua fumaça invade o ar noturno da mesma forma que sou engolido pela compreensão do que tivemos e que não conheço você, nunca conheci.

Tudo o que tive de você foram ilusões muito bem projetadas e aceitas facilmente.

Lembro da primeira vez que te vi, foi aqui, nesta praça. Você estava com aquele sobretudo verde e reclamando de alguma coisa com seu irmão. Lembro de você olhar para mim e sorrir. Me apaixonei por aquele sorriso, não que eu soubesse disso naquele instante, mas depois de frequentar, todos os dias, o mesmo local e horário é impossível não se notar, isso durou até você mesmo se apresentar, pois eu não tinha coragem de tomar iniciativa.

“Sou Loki, o que vem fazer todos os dias aqui?”

“Shikamaru, gosto da paisagem”. Foi uma vitória não ter gaguejado, mas não foi possível esconder o suor e tremor nas mãos. Você provavelmente não lembra disso, talvez sequer tenha sido importante, agora você tem coisas melhores para se preocupar, memórias novas para construir.

Mas eu, tolo, me agarro as lembranças de nossos momentos falsos, pois estou olhando para você agora Loki, estou realmente vendo você. E o Loki que me foi apresentado não existe. Nunca existiu.

Eu ainda lembro do toque das suas mãos sobre as minhas na primeira noite em que saímos, dos dias em que deitavamos na grama e olhávamos as nuvens,  da sua risada gostosa ocasionadas de coisas vergonhosas que te contei, do seu olhar divertido, de quem está sempre aprontando alguma coisa.

Lembro do rastro ardente sobre cada centímetro da minha pele que foi tocada por você, da maneira exigente que seus lábios tocavam os meus, do apertar possessivo em minha cintura, de como arrancava o elástico que mantinham meus cabelos presos dizendo gostar deles soltos, dos carinhos trocados após o prazer.

Também lembro de cada detalhe seu, eu costumava correr os dedos sobre as sarnas das suas costas, todas provocadas pelo sol, de embrenhar meus dedos em seus cabelos sempre tão macios, beijar o se nariz delicado, contar cada pinta espalhada pelo seu corpo como se fossem estrelas, você era o meu céu. Também contemplava bem fundo nos seus olhos, e ainda assim, eles conseguiram me enganar.

As pessoas me julgam tão inteligente, um gênio até. Me diga Loki, onde está a inteligência em aceitar mentiras e migalhas como se fossem amor? Onde estar a genialidade em ter o coração arrancado do peito. Em se deixar ter o coração partido.

Como posso ser tão tolo? De que me serve um QI acima da média se não sou capaz de aceitar que nossos momentos não foram reais, se não me serve para ajudar a me reerguer.

Agora vejo você tocar as mãos dele em meio a tantas pessoas, você nunca me permitiu te tocar assim, e agora você o faz espontaneamente, por outra pessoa. Sem vergonha, sem reservas, sem medos. Sem nenhum dos motivos que me pontuou, eles nunca existiram de verdade não é?

Meu cigarro está no fim, mas tudo bem, tenho toda uma carteira no bolso da camisa que você me deu. Lembra dela, é verde e possui um cervo estampado. “Comprei pensando em você”. provavelmente não, mas o seu sorriso travesso está gravado em minha memória a ferro e fogo. Eu sou aquele brinquedo antigo, aquele que você cansou de brincar, trocou por um novo e mais interessante, um que você guarda com carinho por longos anos.

Você parece feliz com ele, seus cabelos negros contrastam com os ruivos dele, me pergunto se você conta as sarnas dele como eu fazia com as suas, pois você o olha como se fosse o seu céu, talvez o seja.

Jorge Weasley, é o nome dele, um rapaz vindo da Inglaterra e família grande, ele sempre te faz sorrir com suas piadas divertidas e seus truques de mágica. E eu nunca imaginei que fosse te ver sendo tão verdadeiro como é quando está com ele. Pois eu realmente te vejo agora.

E eu sinto inveja, pois tudo que tive foram mentiras, um teatro bem encenado, um espetáculo que chegou ao fim. Minha própria tragédia Shakespeareana.

Sinto inveja da forma que você sorri para ele, de com seus olhos procuram os dele, de com suas mãos se tocam, dos seus lábios selando os deles com devoção, dos sussurros ao pé do ouvido, dos seus dedos secando as lágrimas alheias. De gestos que você nunca direcionou a mim, pois tudo que me foi entregue, foram ilusões, migalhas de afeto.

Do outro lado da a praça, seus olhos se encontraram com os meus, eu viro o rosto. Perceber que seu olhar me é estranho dói. Eu estou olhando para uma pessoa exatamente igual a que julguei ser o amor da minha vida, com quem casaria e teria filhos e netos, mas você é um completo desconhecido. Dói saber que nunca vou realmente conhecer você, pois seu verdadeiro eu, pertence a outra pessoa e com ela está vivendo os planos que contruí com um estranho que eu julgava ser você. 

Você toma a não dele entre as suas e se vão, caminhando lentamente, como se tivessem todo o tempo do mundo, e realmente o tem, afinal prometeram no altar estarem juntos até o fim. Você usa um cachecol verde e ele um vermelho e dourado e isso remete a algo das tradições familiares dele. Na sua casa, a família dele te espera junto a sua, seu filho deve estar sendo mimado por sua sogra, que te presenteará com um suéter com o seu nome, como se reafirmasse que você faz parte do amontoado de ruivos que é essa família. 

Não percebi quando as lágrimas começaram a rolar por meu rosto, mas me dói te ver ser tão feliz, enquanto eu estou aqui, me sentindo patético e isso é tão inerente a minha personalidade, sentado em um banco de praça escondido, tentando juntar o pedaços do meu coração, aquele que foi despedaçado por um estranho.

Pois é isso que você é, que sempre foi. Eu não consigo sentir raiva de você, pois não foi você quem me destroçou, foi um desconhecido com o  toque, a voz e o rosto igual ao seu

E tudo o que tenho, são memórias, de planos, sonhos, de um amor vivido ao lado de um estranho. 

11 de Abril de 2018 a las 04:11 13 Reporte Insertar 6
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
Bárbara Maria Bárbara Maria
Misericórdia, que pesado </3 Shika não merece sofrer, como pôde, Loki? Parabéns pela fic! <3
4 de Mayo de 2018 a las 16:57

  • AnnyeCS AnnyeCS
    Loki não conhece a misericórdia. Brincadeira, meu bebê é um lindo. O Shika se deixou levar por ilusões e quebrou a cara, feio. E sofre, eu chorei junto com ele. Nada pior que não superar uma desilusão. Obrigada por comentar! Bjss pra você! 18 de Mayo de 2018 a las 21:05
Camy <3 Camy <3
Oie! UAU. Eu não esperava por isso. Eu preciso admitir que tua escrita melhorou muito desde a última vez que eu li algo teu. Sério mesmo, eu não esperava por algo que mexesse tanto comigo. Eu senti as emoções muito fortes, você conseguiu passar pra gente a desilusão e raiva do Shikamaru, porque ele nem conheceu a pessoa por quem se apaixonou, visto que ela foi construída. E isso é muito intenso, além de bater muito com a personalidade do Loki, que é o típico personagem que agiria desta forma. A fanfic teve um ritmo muito bom, você conseguiu encadear um pensamento no outro criando uma lógica que foi fácil de acompanhar. A gente foi junto do Shikamaru o tempo inteiro, você conseguiu me manter presa nele e eu amei isso. Esse tipo de habilidade de levar o leitor junto da narrativa é maravilhosa e eu tô orgulhosa pra caralho do que tu conseguiu construir aqui. A fanfic é curta, mas diz o que precisa dizer sem muita enrolação e esse é outro ponto mais do que positivo. Eu queria muito te abraçar agora <3 Dica: Revise. Vários dos erros de gramática que eu percebi foram só falta de uma segunda leitura mais atenta. "nãos" no lugar de "mãos", plurais fora do lugar, essas coisinhas básicas que você veria se tivesse deixado o texto de molho por um tempinho antes de postar. Nem precisa ser muito, meia hora já é o suficiente para vermos esses erros maiores. O melhor ainda é esperar alguns dias, mas conter a empolgação é algo complicado. Mas, reforço: revisa. A fanfic tá ótima, o conteúdo tá incrível, mas diversos desses errinhos bobos aparecem. Eu não achei o Shikamaru 100% caracterizado, mas ele está num universo alternativo e eu não conheço o passado dele, então é compreensível. O Loki, por outro lado, eu gosto de imaginar que está só tirando com a cara do Jorge. A ideia de ele se casar e adotar uma criança não me entra na cabeça (apesar de eu rir só de pensar na Molly como sogra do Loki, kkk). Eu adorei as ideias, amei a maneira como você desenvolveu. A fanfic está bastante intensa, e eu tô muito orgulhosa de ti por ter escrito isso. Um beijo na tua alma, tu sabe o quanto é importante pra mim <3
2 de Mayo de 2018 a las 23:24

  • AnnyeCS AnnyeCS
    Semanas depois, aqui estou eu me derretendo por esse comentário. Bate aquele orgulho básico saber que melhorei no que escrevo sabe. Eu tentei focar nesses sentimentos, desilusão, raiva, frustração. Porque no fim de tudo, o Shika tá sofrendo por um amor unilateral, por um relacionamento que acabou há anos e ele simplesmente não consegue superar. Tem pessoas que são assim não é? Se apegam tanto as próprias ilusões, aos sonhos e planos, e quando vêem tudo isso ruir, não sabem como seguir em.frente. Eu acho meio desesperador. Foi isso que eu tentei passar. E quanto ao Loki/Jorge, é um relacionamento real, na minha cabeça e na versão do Loki que eu montei separadinha, ele realmente é apaixonado pelo Jorge, é alguém desafiador e encantador para ele, alguém que não se deixa levar pelas ilusões que ele tenta criar, que consegue ver através dele e tirar o seu melhor. E eu ri imaginando a super Molly, mãezona, sendo sogra do Loki e mimando o filho deles. E quando as dicas, muito obrigada mesmo. vou usar todas, revisar e estar mais atenta. Eu postei essa one no impulso sabe, eu não estava em um bom momento, estava entre o "ou público de uma vez e vejo no que dar " ou "Deleto e esqueço que um dia existiu. " e bem, não olho para uma linha dela desde que publiquei. Um pouquinhode medo. 😅 Você eé maravilhosa, minha linda do espinafre! É muito especial para mim sabia? Um beijo nesse seu coração enorme. ❤ 18 de Mayo de 2018 a las 21:01
Juno Wolf Juno Wolf
E eu esperando uma história feliz... pq me matou, autora? Meu marido sofrendo assim me destruiu, sos
30 de Abril de 2018 a las 00:19

  • AnnyeCS AnnyeCS
    Juro que fui nas # ver se tinha esquecido de por o #angst lá hahahah. Ainn eu amo demais o Shikamaru, me doeu fazer esse lindo sofrer! Eu também fiquei destruída com as lágrimas do meu bb. 30 de Abril de 2018 a las 11:26
Grid Pudim Grid Pudim
Fiquei triste :( Sou muito fã do Shikamaru e já vim logo ler essa fic. Sua narrativa é ótimo, mas com ctz o Jorge seria o melhor para o Loki hahaha. Beijao e parabens!
24 de Abril de 2018 a las 15:30

  • AnnyeCS AnnyeCS
    AHHHH eu sou muito fã do Shikamaru, do Loki e do Jorge! São meu gênios que eu amo demais. Hahahah eu amo a idéia de um trapaceiro com o Rei das trapaças coisa linda. Obg pelo coment. 30 de Abril de 2018 a las 11:22
Neeca Ashcar Neeca Ashcar
Ain meu coração, que tristeza, mas essa narrativa é tão Shikamaru que não dá para dizer que não é, fico imaginando a cara dele entediadiada, fumando um cigarro enquanto encara o Loki com o delícia ruiva Jorge, até um pouco conformista de ser passado para trás, cara maravilhoso. Gostei dos ships e acho que o Jorge realmente combina com o Loki, mas fico pensando que nessa teia cheia de trapaças e amarguras, ele não esteja fazendo o mesmo com ele do que com o meu gênio do amor. Narrativa maravilhosa e envolvente...
13 de Abril de 2018 a las 19:40

  • AnnyeCS AnnyeCS
    Ain eu tentei deixar a narrativa o mais 'Shikamaru na bad ' que eu pude. Relacionamento não superado é uma coisa horrível, você vê a pessoa seguindo em frente enquanto você vive de lembranças. É triste. E ohhhhh eu adorei a idéia de Loki×Jorge. E eles se amam de verdade, são casadinhos e tem um filho. São lindos. Só o Shika que tá mal. Aí meu Shika, alguém tinha que sofrer. Obrigada por comentar! 30 de Abril de 2018 a las 11:21
L.M. Oliveira L.M. Oliveira
Nossa! Comecei a fic super feliz, shippando Shikamaru e Loki para no final tomar uma facada no coração hahahahaah Enfim, adorei a história e a criatividade, principalmente com a inserção de outro crackship que é Jorge e Loki. Pena que no final fiquei com um pouquinho de raiva do último por ter enganado o Shikamaru.
12 de Abril de 2018 a las 17:03

  • AnnyeCS AnnyeCS
    Hahah Normal se iludir com Shipp. Quem nunca, né? Eu amo o Loki, ele é meu bebê. Mas não deixa de ser o Deus das trapaças e enganações. Iludir e enganar é o que ele faz. O Shika caiu nas projeções dele tadinho. Jorge/Loki <3 quem melhor para um trapaceiro do que outro, um que ele não vai conseguir enganar? haha. Fico feliz que tenha gostado da One. Bjss pra vc. 13 de Abril de 2018 a las 08:16
  • L.M. Oliveira L.M. Oliveira
    Você tem um ponto: quem melhor que um trapaceiro para lidar com o Deus das trapaças? Parabéns mais uma vez e beijos! 13 de Abril de 2018 a las 17:14
~