Elementares - O Despertar Seguir historia

otaku_pt Danilo Rua

Milénios atrás sete seres com poderes incríveis surgiram, eles eram conhecidos por Elementares e venerados como deuses, devido aos seus grandes poderes, porém um deles, Kurayami, o elemento das trevas traiu os restantes e tentou destruir o mundo, durante séculos matanças incontáveis aconteceram até que os outros elementares finalmente conseguiram derrotar o companheiro que havia caído em desonra, porém o preço pago foi muito elevado, pois os outros seis foram selados junto com o traidor, séculos se passaram e os humanos esqueceram a existência dos seis porém conseguiram despertar os poderes elementares e criaram reinos, porém os cinco elementares primários foram libertados do selo e reencarnaram, porém sem memórias, eles devem preparar-se para a guerra que se avizinha


Acción No para niños menores de 13. © Todos os direitos Reservados

#Espadas
3
6872 VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 15 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Pequeno Prólogo! As Provas Elementares

No reino de Ozora existiram muitos milénios atrás sete seres de poder inigualável, pela sua grande força, poder e sabedoria foram considerados e venerados como deuses pelos humanos, eram conhecidos como Paladinos Elementares, durante séculos preservaram a paz em Ozora, porém um dia um dos membros da Ordem, o mais poderoso dos sete, Kurayami, o Elemento das Trevas perdeu-se na sua sede de poder e transformou-se lentamente num Paladino Demoníaco, sucumbindo em fim às trevas existentes dentro do seu ser, mas que sempre estiveram controladas pelos poderes de Hikari, o Elementar da Luz, porém numa campanha contra os Demónios, ambos foram separados, Kurayami lutou bravamente sozinho e levou ao fim de cerca de setecentos demónios com a sua espada negra, a Morte Negra, porém foi atingido por um único golpe de energia demoníaca, sendo esse o suficiente para acordar o seu verdadeiro lado negro, que havia permanecido dormente, após o seu despertar ele aniquila o restante do exército demoníaco em alguns segundos com o seu poder, destruindo tudo em volta, Hikari apercebe-se imediatamente do que havia acontecido e convoca os outros cinco Paladinos (Ar, Água, Terra, Fogo e Relâmpago), após uma breve explicação todos assumem posição defensiva à chegada de Kurayami, que desdenha deles por serem tão fracos, porém, mesmo os seis elementares juntos não podiam vencer Kurayami, ficando a luta num impasse, Kurayami usa os seus poderes e desaparece nas sombras, após isso ressuscita o Exército Demoníaco, mas apenas para utilizar os corpos vazios para criar os seus próprios soldados de elite, que ficaram conhecidos como Espectros, consistiam basicamente em corpos demoníacos com poderes das trevas, sendo seres sem alma que apenas sabiam obedecer às ordens do seu mestre, porém Kurayami criou quatro seres diferentes com o seu poder, os Ippan, os generais das trevas, estes foram criados dos corpos da família real dos demónios, mas possuíam uma alma própria cada um, ao contrários dos Espectros, que eram apenas cascas vazias, sem alma, durante séculos massacres ocorreram e batalhas incessantes, até que, quando ambos os lados estavam já no seu limite, Hikari executa uma das magias proibidas até mesmo para eles, o Kami no Shirushi, selando-se juntamente com os outros Paladinos, Kurayami e o seu exército nos confins do tempo.

Séculos se passaram desde esse dia e a humanidade não se lembra mais dos Paladinos, mas ainda desfruta das suas bênçãos, a Centelha, um resquício de poder dos Paladinos (Ar, Água, Terra, Fogo e Relâmpago) que se espalhou pela humanidade, alguns conseguiram despertar os seus poderes, outros não, escolas elementares foram criadas para ajudar as pessoas a controlar os seus poderes, dentre elas a primeira de todas foi Elementária, porém duas escolas mais recentes começaram a roubar o prestígio da antiga escola, Severin e Jornet, duas escolas com uma disparada incrível no número de alunos matriculados, devido ao grande sucesso no Torneio Sagrado, uma competição para determinar o aluno mais forte de todas as escolas, Elementária ficou reduzida aos alunos que não conseguiam entrar em Severin ou em Jornet, pois ambas as outras escolas eram mais rigorosas sobre quem admitiam

ATUALMENTE

Na vila de Shihona, a capital do reino de Ozora, a época de prestar as Provas Elementares começou, esses eram exames em que os jovens (até 25 anos) que pretendiam ingressar numa das três Faculdades Elementares prestavam uma prova onde demonstravam as suas habilidades, recebendo depois ofertas das escolas

Keith: Muito bem, eu serei o Instrutor de vocês seis nestas provas, podem tratar-me por Keith, sabem o que fazer?

Milena: Senhor Keith, podia esclarecer-me uma coisa?

Keith: Fale…

Milena: Milena Sukk senhor

Keith: Pois diga menina Milena

Milena: Quem nos vai avaliar, e como é feita a avaliação?

Keith: Vocês serão avaliados diretamente por um representante de cada escola, ou seja três representantes em três áreas, Combate Elementar, Combate Físico e Combate Físico-Elementar

Kevin: Basicamente o que você está dizendo é que seremos avaliados no que podemos fazer com nossos elementos, com nossas armas e com a combinação de armas com elementos

Keith: Exatamente, em cada campo receberão uma pontuação de cada júri de 1 a 10, no máximo de 30 pontos por categoria, num total global de 90 pontos, mas antes de iniciarem preciso de registar as armas que cada um de vocês usa e os seus elementos, começando por você senhorita Alexa Kim, qual a sua arma de eleição?

Alexa: Arco e Flecha e elemento Fogo

Keith: Muito bem, prosseguindo é a sua vez Darian Frilzent

Darian: As minhas Adagas, elemento Vento

Keith: Uma escolha interessante, Kevin Black, sua vez

Kevin: Arma: Shuriken, Elemento: Terra

Keith: Uma combinação fora do comum, senhorita Milena Sukk

Milena: Certo! Eu utilizo os meus dois Sais e sou do Elemento Relâmpago

Keith: Muito bem, agora é a vez de… Nahara Tyler

Nahara: A minha arma são estas duas Pistolas Beretta CO2 84 FS e o meu elemento é a Água