Um passado que retorna com a verdade! Seguir historia

megawinsone Megan W. Logan

Botan e Kurama possuem algo em comum. Durante o torneio das trevas, um confronto os fará recordar velhas pendências e eles finalmente terão a oportunidade de acertas às contas com o passado. Segredos serão revelados.


Fanfiction Anime/Manga Sólo para mayores de 18.

#Segredo #Yu Yu Hakusho #Revelação #Drama #Romance #Botan #Kurama
3
6.8mil VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Cada 30 días
tiempo de lectura
AA Compartir

Lembranças!

-


Koema estava sentado em sua poltrona pensativo, pois tinha conhecimento sobre o torneio das trevas que seria realizado em breve, sabia que poderiam apenas participar seis lutadores por equipe, na qual um dos integrantes seria o reserva caso algum morresse. Isso não era o que preocupava ele, mas sim um segredo guardado há tantos anos, que teria que ser revelado.


- (Ai! Que dilema, eu vou ter que fazer a Botan se lembrar de quem é de verdade. Assim ela será a sexta participante, porque já sei quem será os outros) – O jovem deus suspirou distraído.


De repente, a moça de cabelos azuis adentrou no escritório, fazendo com que seu superior levasse um susto e quase caísse da cadeira.


- Koema, você vai assistir o torneio das trevas? – Perguntou feliz.


- Vou sim, enquanto você vai participar junto com os rapazes – Respondeu esperando alguma reação da bela dama.


- Mas eu não sei lutar, não sou como os rapazes – Retrucou exasperada.


- Você acha isso mesmo? – (Como vou contar? Agora que comecei vou até o fim).


A garota estava muito confusa com a pergunta de seu patrão, aquilo tudo pareceu muito esquisito pra ela.


- Botan, você não se lembra da sua infância ou juventude? Não precisa responder, sei qual vai ser sua resposta – Olhou sério para sua subordinada, que de forma instintiva deu um passo para trás, um pouco atordoada.


- Não me lembro, você sabe de alguma coisa? – Questionou confusa.


- Sei sim, vamos começar do começo, vou lhe fazer lembrar de como veio parar aqui. Isso foi há 300 anos atrás – Levantou-se, aproximou-se da garota e tocou em seu braço, fazendo com que ela lembrasse de seu passado.


------------------------------ Início do flash back ------------------------------


Nesse momento, no castelo da família real de youkais raposas, que se localizava na região sul de Makai. O rei Boteloki e sua bela filha de olhos violetas e cabelos azuis discutiam, ela era de uma espécie bem rara de raposa, como sua mãe.


- Não vou me casar com o Yoloki – (O que ele pensa que eu sou?) – A princesa esmurrou a mesa de jantar furiosa.


- Você não tem escolha! Esse casamento vai garantir a união do nosso reino com o do oeste – Silvou irritado o monarca, pois sua filha nunca o tinha desafiado desse jeito antes.


- Papai, eu sou uma lutadora, já faz dois anos que o grande Youko Kurama está me treinando. Não posso casar com o Yoloki, ainda mais não o amo – Suspirou tristemente, sentindo-se injustiçada por seu genitor.


- Se você não aceitar casar com o príncipe que lhe arrumei, daqui a três meses suspendo suas aulas com o youko – Ameaçou cruzando os braços.


- Isso é chantagem, eu nunca aceitarei isso – Gritou histérica.


- Vou lhe dar dois dias para pensar na sua resposta – Avisou autoritário. (Descobrirei minha filha, o que está escondendo de mim).


A jovem encontrava-se tão desesperada que nem esperou seu pai terminar a conversa, deu as costas para ele e saiu correndo da sala de jantar com lágrimas nos olhos. Durante o seu trajeto até seu dormitório, passou apenas por alguns guardas no corredor, deu graças a deus, por seus conhecidos não vê-la naquele estado, ela chegou rapidamente em seu quarto e pulou em sua enorme cama, abraçando de imediato seu travesseiro. Não conseguia parar de pensar em kurama, estava apaixonada por ele e queria a qualquer custo ficar com este ser maravilhoso. Sabia que seu mestre era um ladrão muito habilidoso, calculista e que lutava divinamente. Já fazia um ano que Botan estava tendo um caso com ele, porém precisava urgentemente descobrir se youko realmente a amava de verdade, se o amor que sentia era correspondido.


Minutos após, a discussão que tivera com seu querido pai, a jovem youkai resolveu ir até o aposento de seu amante, que ficava na ala norte do palácio, no segundo piso a esquerda do quarto dos serviçais. Chegando ao local que tanto desejava, a princesa abriu a porta e entrou bem devagarzinho, ao fechar sente uns braços musculosos envolvendo sua cintura.


- Eu estava lhe esperando, você nunca se atrasou tanto - Pegou sua amada no colo e a levou até o espaçoso colchão.


- Demorei porque meu pai veio me dizer que tenho que casar com um príncipe do reino do oeste, nem sei como é esse infeliz – Bufou indignada.


- O que você disse a ele? – Interrogou deitando-se por cima dela.


- Falei que não podia casar com aquele cara, porque não o amo. Daí o grande rei, me ameaçou falando que se eu não aceitasse casar com o herdeiro da região oeste, ele mandará você embora – Lágrimas novamente invadiram o belo rosto.


- Será que seu papai desconfia de nós? – (Que estranho, sinto que Botan está confusa) – Tirou as roupas da dama e começou a beijar seu pescoço.


- Acho que não, eu sempre tomo cuidado quando venho aqui – Tirou as roupas do rapaz agressivamente, rasgando a camisa, estava ansiosa para fazer amor.


- Então não temos com o que nos preocuparmos – Sorriu maliciosamente.


- Por você eu largaria esse reino e iria embora sem nenhum dinheiro.


- Não fale bobagens, eu não conseguiria lhe dar uma vida na qual você está acostumada. Só quero o melhor para a sua pessoa – Acariciava lentamente as coxas da jovem.


- Não me importo, só quero que você fique comigo – (Será que ele me ama ou só está interessado no meu dinheiro?).


Youko calou sua amante com um beijo apaixonado e começou a aumentar as caricias, a deixando mais à vontade e tinindo de prazer, mordeu seu lóbulo e ouviu um gemido baixinho. Que o fez ficar mais excitado, desceu para os seios e mordicou e chupou cada um, quando viu que sua princesa estava pronta, encaixou-se entre as pernas dela e a penetrou. Fizeram amor durante duas horas seguidas, usaram várias posições até adormecerem.


Na manhã seguinte, a herdeira do reino perdeu a hora, e dormiu além da conta, de repente a jovem é acordada por um barulho horrível, como também seu namorado. A porta do dormitório fora arrombada pelo rei e três guardas reais.


- Então é por isso minha filha, que você não quer se casar? Como ousa se envolver com esse youkai que nem sangue nobre tem, você está me desonrando e colocando sua vida no lixo – Olhou decepcionado.


- Eu faço o que eu quiser, me ouviu? – Eu amo Kurama, não importa se ele é nobre ou não – Abraçou seu verdadeiro e único amor.


- Me escute bem, se eu oferecer para Youko quatro baús cheios de pedras preciosas, ele lhe deixará, pois o que importa a esse ladrão é o dinheiro. Sem contar as coisas valiosas que sumiram durante a estadia dele aqui.


- Você está mentindo – Sussurrou aflita.


- O que me diz kurama, você aceita? – Sorriu triunfante ao notar o brilho nos olhos do youkai.


- Aceito sim, me dê às jóias, que me afastarei dela – (Me desculpe meu amor, só quero o seu bem).


A moça de olhos azuis olhou pasma para seu companheiro e desandou a chorar, não acreditando naquilo que ouvira.


- Você mentiu para mim quando dizia que me amava – Levantou-se da cama.


- Eu quero que você seja feliz e não vai ser comigo, nos divertimos bastante admito, porém não amo ninguém – (Espero que algum dia você me perdoe, eu lhe amo).


A princesa completamente arrasada colocou sua roupa que estava no chão e correu em direção a biblioteca do castelo, onde queria ficar sozinha e refletir.


-

Continua

6 de Marzo de 2018 a las 06:37 0 Reporte Insertar 1
Leer el siguiente capítulo O Duro Sofrimento!

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 6 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión