Cuento corto
2
6874 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Clichê.

— Você sabia, que as pessoas passaram o dia todo me cumprimentando e me abraçando, por causa dessa coisa que você colocou nas minhas costas, hoje de manhã? - Linus entrou, abruptamente, no dormitório do colégio, e encarou o companheiro; erguendo nas mãos uma folha de papel, branca e simples, com os dizeres: me abrace, é meu aniversário, impressos em tinta preta.

— Como sabe que fui eu? - Mark perguntou, sorrindo descaradamente.

— Eu sei que foi! - Retrucou mal humorado, jogando suas coisas num canto qualquer e desabando na cama - Não foi nada engraçado! - Resmungou.

— Eu duvido muito - Mark provocou - Admita! Foi bem legal ver as pessoas se lembrando... mesmo que sem querer - Insistiu.

— Tudo bem, foi legal - Linus admitiu - Mas, ano que vem... nada desse tipo de gracinha.

— Pode deixar. Ano que vem, vamos ter o bom e velho clichê: festa surpresa! - Mark concordou, rindo de sua careta

Linus não pode evitar uma risadinha, quando o puxou para um abraço apertado.

Por mais inoportuno e sem noção, que o comportamento de Mark pudesse ser, às vezes, ele ainda era a melhor pessoa que conhecia.

E o melhor namorado do mundo.

3 de Marzo de 2018 a las 13:49 2 Reporte Insertar 2
Fin

Conoce al autor

Dayane Helene Ainda hoje, ela volta a ler as páginas preferidas do diário que escreveu à mão. E sorri.

Comenta algo

Publica!
Ellie Blue Ellie Blue
Ai, mano, tô amando essa sua histórias curtinhas. Essa em questão me deixou tão soft...
9 de Septiembre de 2018 a las 22:34
Ninna Contos Ninna Contos
Ai, meu Jesus, Cristinho, que coisa mais fofa! Que casal mais fofinho e maravilhoso: Linus todo sério e Mark todo brincalhão, formou uma duplinha mais que perfeita. Eu amei, amei e amei tudinho, estou apaixonada por esses dois!
12 de Marzo de 2018 a las 05:54
~