Erotes Seguir historia

joao-sena1274 Joao Victor

A deusa Afrodite precisa repousar...Ela deseja passar seu poder para um de seus filhos, os Erotes, porém somente um será digno, eles devem escolher um humano homem que está iniciando a fase adulta ama-lo e lutar com os outros até a morte para se mostrarem dignos...Eros, Anteros, Himeros e Pothos...Quem se tornará o novo Deus?


Erótico Sólo para mayores de 18.

#romance #War #yaoi #Drama #mistério #LGBT
1
6883 VISITAS
En progreso - Nuevo capítulo Todos los sábados
tiempo de lectura
AA Compartir

Bolhas na superfície

Estou tão eufórico... Hoje vou começar a estudar em "Sharks" a melhor escola de natação do estado... Não faço idéia de como vai ser mas estou exalando ansiedade, a escola fica na capital então vou ter que encarar a bagunça que é o metrô de São Paulo, mas sinceramente isso não significa nada perto dessa nova fase da minha vida...

-Bruce? -Meu pai me chama enquanto desço as escadas pronto para partir. 

-Estou pronto pai. - Me encontro com ele na sala que se levanta ao me ver.

- Filho eu posso falar com você antes de você partir?

- Claro pai. Está tudo bem? - Fico imediatamente preocupado.

- Sim...An... -Os olhos do meu pai comecam a ficar marejados.

- Pai o que está acontecendo? - A preocupação começa a se tornar preocupação extrema.

- Filho, você nada desde pequeno, isso sempre foi sua paixão... Você sabe que eu queria que você seguisse a carreira artística como eu e sua mãe, desde que a perdemos eu fiquei tão desolado... Parei de trabalhar e por isso passamos por diversas dificuldades, mal saia do meu quarto e nos víamos tão pouco, fui egoísta, você também estava sofrendo, e eu só pensei em mim, mal comemoramos seu aniversário de 18 anos e sei o quanto isso te entristeceu, ainda tive que te tirar da escola de natação por falta de condições e apesar de tudo você sempre procurou me entender e agora você ganhou essa bolsa... Você é tão incrível filho e eu queria fazer mais por você. - A essa altura ele já estava chorando e me estendeu seu cartão de débito.

-Pai o que isso significa?

-Eu quero que você pegue e compre seu material de natação, tudo o que precisar, não se preocupe com o que vai gastar.

-Eu não posso aceitar...Isso é um abuso eu já te pedi para bancar minha condução e eu falei que ia dar um jeito lembra? Eu arrumo um trabalho temporário aos finais de semana não sei...

-Filho por favor aceite... Eu sei que posso estar sendo egoísta de novo mas é especial para você e vai significar muito pra mim.

-Meu deus pai...Está tudo bem mesmo? 

-Claro. -Peguei o cartão e lhe abracei forte.

-Você é o melhor pai do mundo.

- Estou tentando ser..Eu preciso ser, afinal tenho o melhor filho do mundo. -Me desvencilhei dele e peguei minhas coisas as pressas.

- Obrigado pai, preciso ir agora. 

Saí de casa e quando estava a poucos metros soltei o choro que estava segurando, não podia chorar na frente dele, aquilo não ia ajudar, droga eu estava sendo forte todo esse tempo mas não sou feito de aço, minha mãe foi assassinada à 1 ano e eu sentia tanta falta dela, eu pai estava desempregado e com depressão e eu precisava segurar a barra e ele estava se esforçando para ser um bom pai, aquelas lágrimas carregavam alegria, tristeza, saudade, Ódio pelo assassino e pela impunidade da nação, se eu tivesse poder para mudar as coisas aquele marginal não estaria vivo...

Uma hora depois cheguei na escola, minha cara devia estar inchada como um balão ou simplesmente quase todos os garotos estavam me encarando pois sabiam que eu era o garoto novo, e o bolsista pois fui convocado para chegar uma hora depois dos demais alunos.

Me identifiquei na secretaria e tive que responder uma pergunta atrás da outra para uma garota que parecia ter no máximo 20 anos e que estava com uma cara de quem obviamente não estava feliz de estar ali as 9:00 de uma segunda-feira.

-Nome?

-Benjamin Abdel 

-Idade

- 18 anos recém completados.

- Hum...Altura?

-1,85.

-Peso?

-72 quilos.

- Já se formou no ensino médio?

-Sim.

...

Depois de responder o interrogatório da garota mau humorada entrei para o vestiário e fui me trocar, um garoto extremamente alto entrou atrás de mim.

- An...Você deve ser Benjamin o bolsista. - Esqueci de mencionar que aquela escola com certeza estaria infestada de burgueses pedantes e aquele com certeza devia ser um, e pelo seu sorriso malicioso devia estar atrás de confusão.

- Sim, e parece que já estou famoso não é mesmo? Afinal você já sabe até o meu nome, sinto lhe informar que veio atrás de encrenca no momento errado. -O garoto além de ser extremamente alto era extremamente musculoso e a pele um pouco mais morena que a minha, cabelos loiros no ombro que eu diria serem tingidos e um sotaque do norte que talvez explicasse o bronzeado de sua pele.

- Que isso sô, eu não vim aqui atrás de confusão não foi mal cumpadi eu só quis ser simpático, me desculpe de verdade. -O moço ficou muito sem graça, sua simpatia e suposta boa intenção me atingiram.

- Nossa, eu que peço desculpas eu estou em um dia ruim.

- Eu entendo cara afinal todos nós temos sô, prazer, eu me chamo Eros. - Falou com um grande sorriso e nos comprimentamos com um aperto de mão.

- Eros? Tipo o filho de Afrodite? - Falei curioso.

- Você conhece a história? - Ele pareceu impressionado.

- Claro, mitologia grega é incrível. 

- Eu também gosto muito, sinto que vamos nos dar muito bem cumpadi. -Ele falou tocando meu ombro despido, sua mão era tão fria e pesada que fez meu corpo arrepiar.

-Eu também.

- A quanto tempo você está aqui? - Perguntei para ele enquanto íamos para as piscinas.

- Ah, não tem muito tempo não, mas aqui o trem é bão demais hehe, só foi meio ruim por causa do começo, os caras me zoavam e ainda me zoam muito pelo meu jeito de falar e por eu não ser bolsista (Confesso que também achei estranho e me sinto mau por isso) é que eu vim de muitoooo longe

sabe?

-Entendo, mas você não devia ligar.

- Eu não ligo, eu venho aqui para nadar, que se foda o resto.

- Haha tem razão. 

- Ei cumpadi, ainda falta alguns minutos para o treinador vim aqui nos orientar sobre o que fazer então o que você acha da gente disputar um bate e volta hein? O que me diz?

-Acho um ótima ideia. - falo já ficando a postos.

...

Eros foi muito rápido na disputa porém eu ganhei com certa facilidade.

- Uau sô tu é muito bom nisso mesmo! -Ele me falou animado.

- Você também não é nada mau, mas e então...Passei no teste? 

- Como você sabia que eu estava te testando foi tão óbvio assim? 

-Não dava pra ficar mais. - Falei rindo.

- Poxa haha, mas você passou sim.

... 

O treinador veio logo depois, ele era um cara bem humorado e isso foi aliviador pra mim devo confessar, Eros ficou falando comigo o treino inteiro, ele parecia ser um cara bem legal mas eu estava começando a achar que ele falava demais, quando o treino acabou e todos foram embora eu fiquei um tempo mergulhando sozinho, vendo as bolhas estourarem na superfície quando ouvi um "Tibum" do meu lado e a água balançar.

- Posso te fazer companhia? -Eros veio se aproximando de mim na água 

-Claro, mas porque você não foi embora ainda?

-Eu sempre fico para ajudar o treinador a arrumar as coisas, sempre fica uma zona, principalmente no vestiário, daí te vi aqui boiando e mergulhando tão solitário e resolvi vim para cá...Você tá bem cumpadi?

- Muito gentil da sua parte ajudar o treinador, obrigado e mais ou menos.

- Se tem menos é porquê não tá bão... Quer dividir? Sou péssimo em dar conselhos mas sou bom em ouvir e sempre morre aqui.

-Eros...Você já perdeu alguém importante? Tipo...Para sempre? -Eu estava fitando o teto pensativo...

- Sim...Três pessoas... 

- Caramba eu sinto muito Eros.

- Tudo bem...Foi necessário e isso tem a ver com o porquê ter vindo para cá.

- Você não se sente mau?

-Claro que minto sô, e como, mas não tinha outro jeito eu so tento não pensar muito nisso...Ajuda bastante.

- Obrigado Eros, vou tentar.

-Ei cumpadi, quer tomar um sorvete? Eu pago.

- Vou aceitar, mas Eros, aqui não tem garotas? E quanto você tem de altura pelo Olimpo.

- As garotas ficam do outro lado para o nosso sofrimento e tenho 1,94 de altura.

-Caramba, mas eu não sofro tanto com relação as garotas e eu me achava alto até te conhecer hahaha.

- É quase sempre bom, não sempre porque bato muito a cabeça, é cada galo mitológico.

- Hahaha eu imagino.

"Talvez eu devia fazer como o Eros...Soltar a respiração e deixar as bolhas estourarem na superfície..."



4 de Marzo de 2018 a las 08:26 0 Reporte Insertar 0
Leer el siguiente capítulo Apenas uma brisa inofensiva...

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 3 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión