Não culpe o amor pelo teu equívoco Seguir historia

delryne Delryne Aligheri

Estas palavras que escreve em uma folha de papel do teu caderno de escola onde diz estar descrevendo o amor não passam de um engano, estas confundindo-o com a ilusão e pela mediocridade de alguém. Amar é o contrário do que descreves, amar é algo incondicional sem com que necessite de passar por tudo o que passou.


Drama Todo público. © Todos os direitos reservados.

#Entrepreneur #drama #droubble #citação #amor #insegurança #solidão #aflição
Cuento corto
5
6679 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Pobre Garota

— Não creio mais no amor, nunca mais! 


Foi isso que disseras tão gélida e incrédula quando o viu partir. Teus olhos enxeram-se de lágrimas, pensamentos pessimistas e o desejo de deixar esse mundo para sempre tomaram conta dos teus neurônios, menina que antes tinha um gosto musical ''baladeiro'' tornou sua playlist do celular repletas de canções tristes ouvindo-as algumas horas antes da aurora chegar. Extrovertida a todo momento, agora não passava de mais uma alma penada vagando solitariamente pela praça que costumava ir com aquele que achava ser o amor de sua vida. Jogou fora todos os dvd's de comédia romântica substituindo-os por filmes violentos de terror. Essa mudança drástica causada pela perda de alguém que tanto amava, fazia todo sentido agora.  


Para ti atualmente, o amor é algo que existe para fazer com que qualquer um na qual ousar a se apaixonar sofrer. Amor destrói, corrói, alimenta-se de tua felicidade temporária até cansar-se de ver-te alegre e dar o último bote como uma serpente impetuosa, assim o estágio final de seu veneno percorrer por tuas veias fazendo-lhe com que morra aos poucos. Ele faz tu desmanchar este sorriso que tanto esbanjas, teus olhos verem tudo monótono o que antes era policromático e as lágrimas de euforia tornam-se de desalentos. Cabeça leve no passado, no futuro pesada cheia de preocupações e desconfianças. Todos os garotos que dizem que você é bonita, chamam-os de mentirosos, paranoias frívolas a fazem acreditar que nunca será amada novamente. Mas, garota, tu nunca fora amada, não por ele.


Não culpe o amor pelo teu equívoco.


Estas palavras que escreve em uma folha de papel do teu caderno de escola onde diz estar descrevendo o amor não passam de um engano, estas confundindo-o com a ilusão e pela mediocridade de alguém. Amar é o contrário do que descreves, amar é algo incondicional sem com que necessite de passar por tudo o que passara.


O amor é aquela queimação forte que sentes quando está conversando ou até mesmo apenas pensando naquela pessoa que, você sabe que te ama do fundo de todo o teu coração. É aquele momento em que por mais extrovertida que sejas, fica vermelhinha semelhante à um morango quando ele a chama de linda. Ver aquela mensagem e já mostrar teu extenso sorriso. Você pode sentir que é correspondida. Todas as vezes que ter paranoias por culpa de teu traumático passado dizendo que na realidade ele não a ama, o mesmo irá insistir que te ama sim e quer viver contigo até o último dia de sua vida.


A vida irá fazer você passar por todos esses altos e baixos, fazer-lhe confundir a pessoa certa com a errada, porém tudo irá valer a pena no final fazendo com que enxergue que todas essas pessoas na qual fizeram-lhe sofrer, chorar e mudar de pensamento foram apenas barquinhos de papel desmanchando-se nas águas frígidas e sordidezas até chegar em seu destino onde quem realmente irá amar-te estava esperando por ti nas águas cristalinas e puras.

1 de Marzo de 2018 a las 01:12 2 Reporte Insertar 3
Fin

Conoce al autor

Delryne Aligheri Apenas mais uma sorumbática escritora vagando por um funébre mundo. A partir do momento em que comecei a ter percepção da existência, prometi a mim criar inúmeras histórias onde o caos e a soturnidade reinavam como verdadeiros imperadores de um vazio já existente. O verdadeiro reflexo de Edgar Allan Poe procurando um espaço maquiavélico e silencioso. Além de autora, também sou artista, poetisa nas horas vagas e futura violinista.

Comenta algo

Publica!
Isah Silva Isah Silva
Amei seu droubble, é simplesmente magnífico! Sua escrita deixou bem claro o sentimento de alguém com o coração partido e o que é um amor real. Meus parabéns, sua escrita é incrível!
28 de Febrero de 2018 a las 19:45

~