Formas de Amor. Seguir historia

takkano Takkano

Loki sempre buscou, de alguma maneira, ser amado por todos; principalmente por Thor. Mas acabou descobrindo que em meio a tudo o que desejava do irmão, só havia uma forma dele o amar.


Fanfiction Películas Sólo para mayores de 18.

#Thor/Loki #Filmes #Thorki #Loki #Thor #Lemon #yaoi #drama
22
7074 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Uma forma de amor.

— Eu queria um pouco de tudo de você. Seu lugar na família, pois eu percebia que o meu era apenas uma sobra.

— Não é uma sobra irmão, você sabe que somos uma família, crescemos juntos.

— Não era algo do qual conquistei ao nascer; me foi cedido por caridade, por pena. E isso me irritava, me irritava muito mesmo. Ficava farto de ver mamãe e papai te abraçarem enquanto sorriam, e sempre que eu me aproximava, mamãe exibia aquele sorriso forçado, como se dissesse: “ah, verdade! Tínhamos nos esquecido de você!”

— Mamãe nunca forçou nada, ela sempre te amou de verdade, Loki.

— Existem várias formas de amor, Thor; piedade é uma delas.

— Mas você sempre aceitou, sempre correspondeu…

— PORQUE ERA TUDO O QUE EU TINHA! - Loki grita furioso antes que Thor terminasse.

Mas não vamos falar de formas de amor agora, meu querido irmão… quero guardar esta parte para o fim. - Loki sorri nervoso enquanto observa a expressão confusa de Thor — O seu poder? Talvez. Porém este era o de menos, não havia a necessidade de cobiçá-lo, pois minha magia me era mais conveniente que a sua força; não era inferior, era apenas diferente.

— Você tem a sua própria força, Loki (risos irônicos de Thor) pena que ela não seja física, né?

— É? Onde está a sua agora? Loki aponta para Thor que está amarrado pelos pulsos ao pé de uma estátua Sem o seu martelo, você se parece com aquelas criaturas inferiores que você tanto adora, como se chamam mesmo… ah, os humanos! - Loki sorri vitorioso, ao ver a fúria nos olhos do irmão. – Continuando… a sua popularidade também não me desperta interesse algum. Confesso que nunca entendi como é que você suporta tanta gente te paparicando daquela forma tão exagerada; as vezes até com extrema falsidade.

— Meus amigos nunca foram falsos!

— Não, ai é que está… eles nunca foram seus amigos. Loki ri, enquanto Thor o fuzila com um olhar indignado – Eu me perguntava se, no seu lugar, eu não teria me livrado de, pelo menos, metade deles. Ah, com certeza teria, e acabaria ficando exatamente como estou agora; sozinho. Loki vai em direção a Thor e lhe dá um tapinha no rosto – Bem, nem tanto! E quanto a Jane Foster? Talvez também fizesse parte da lista das coisas que eu desejava tomar de você.

— Fala sério, Loki! Você a odeia.

— Sim, mas… confesso que apesar de odiá-la, por ter virado a sua cabeça do avesso, ou melhor “pior na verdade”, consertado ela, eu tenho que admitir que é uma mulher muito bonita, simpática e inteligente. Mesmo assim, não sei se ela faz realmente o meu tipo, acho que ainda prefiro a Sif.

— Apanharia todos os dias… Thor dá uma gargalhada só de imaginar Sif dando uma bela surra em Loki.

Loki estranha o súbito humor do irmão, mas sem saber o motivo, apenas o ignora.

— O seu carisma e a sua simpatia… Loki dá uma longa pausa como se fosse algo difícil de continuar… eu não desejava tê-los para mim, por favor não confunda as coisas. Quanto a estes… - Loki muda seu tom de voz, o tornando mais baixo e melancólico… eu queria que fossem direcionados a mim.

Agora, virando-se de costas, Loki diminui ainda mais seu tom de voz.

— Ainda assim, não sei dizer bem se carisma e simpatia fossem realmente o que eu queria. Eu gostaria que você me olhasse mais, que prestasse mais atenção em mim.

— Mais? Impossível! Eu passo todos os dias, e o dia todo, te vigiando, sempre a espera de uma das suas gracinhas.

— NÃO ASSIM!! Loki grita muito irritado, mas ainda de costas para Thor Queria que você se sentasse ao meu lado e perguntasse como foi o meu dia, mesmo que você tivesse feito parte dele todo, não importa. Só queria mais olho no olho, de preferência, acompanhado de um sorriso.

— Desculpe, Loki. Eu realmente nunca imaginei que você se importasse com esse tipo de coisa.

Loki, se vira e fica um tempo encarando o irmão com um olhar sério. Depois vai até ele se ajoelhando e tocando com muita delicadeza o seu rosto.

— Eu queria que você me tocasse mais. - agora o olhar de Loki tinha um brilho diferente – Eu gostaria de poder dizer que “não importa como, mas que apenas que me tocasse”, só que ai eu estaria perdendo meu tempo aqui, te dizendo mentiras.

Thor abre a boca para dizer algo, mas simplesmente não consegue. Somente o olhar de Loki é suficiente para calá-lo.

— Sempre cobicei o seu corpo… - a mão de Loki que tocava seu rosto, agora desce pela lateral do pescoço do Deus do Trovão, fazendo-o tremer… esse tremor ai não foi de medo, não é mesmo?

Loki mantém um olhar penetrante e sério em Thor. Thor força um sorriso debochado, embora esteja praticamente em pânico pelas ações do irmão.

— Como se alguma vez na vida eu pudesse sentir medo de você!

— Amei essa resposta! - Loki sorri com ganância.

— Você não combina com o meu estilo, sabe. Você fica mais elegante assim; do jeito que você é. Mas se gosta mesmo do meu corpo, então é melhor começar a malhar um pouco.

— Sabe Thor, quando eu disse que sempre cobicei o seu corpo, eu nunca disse que queria que o meu fosse igual.

Thor franze a testa como se tentasse se concentrar no que Loki queria dizer com tudo aquilo.

— Talvez você gostaria que eu fosse um pouco mais… específico?

Antes mesmo que o Deus do Trovão pudesse recusar a oferta, Loki o beija; afoito. Porém Thor se nega a correspondê-lo. O loiro sente sua irmandade sendo violada com o gesto pecador de Loki. Thor sabe que a homossexualidade e o incesto são coisas humanas, mas aquilo pesa muito naquele momento, e apesar de realmente não estar cometendo um deles, pois Loki nem mesmo é seu irmão de sangue, ainda assim, não consegue aceitar.

Loki deixa os lábios de Thor colando sua testa na do irmão.

— Por que não pode aceitar o que você já tem Loki? Por que para você nada é o suficiente?

— PORQUE EU NÃO TENHO NADA, E NADA, NUNCA SERÁ O SUFICIENTE! - o mago não consegue evitar de se alterar. – Você não me quer, não é? Também não me ama, igual a mamãe.

— Não é isso Loki! Eu não tenho esse tipo de sentimento por você. Só não quero fazer isso por piedade!

— Tudo bem Thor, eu não me importo. Afinal, piedade também é uma forma de amor.

28 de Febrero de 2018 a las 18:00 2 Reporte Insertar 7
Leer el siguiente capítulo Uma outra forma de amor.

Comenta algo

Publica!
Way Borges Way Borges
Aí meu deuszinho injustiçado, amor por piedade não é amor 💔
5 de Agosto de 2018 a las 09:15

  • Takkano Takkano
    Yo... Sim, concordo, piedade está bem longe de ser amor pra mim, mas, para o Loki, parece que serviu... T-T Obrigada por comentar. *w* 8 de Agosto de 2018 a las 05:57
~

¿Estás disfrutando la lectura?

¡Hey! Todavía hay 1 otros capítulos en esta historia.
Para seguir leyendo, por favor regístrate o inicia sesión. ¡Gratis!

Ingresa con Facebook Ingresa con Twitter

o usa la forma tradicional de iniciar sesión