Cuento corto
1
7267 VISITAS
Completado
tiempo de lectura
AA Compartir

Enquanto te espero

Estou aqui, esperando você chegar. Sinto um nó garganta causado pela incerteza do seu retorno.

Às vezes, meus erros parecem maiores que nosso amor. Naquelas que você me olha com rancor, enxergando os meus pecados, através da minha alma.

Você sofre, eu sofro. Por você, por mim. Pelo que morreu e pelo que agora reina nos nossos corações, nos impedindo de dormir, de sorrir e até de amar.

Quanto mais eu choro, mais você seca. Sua voz rouca, cada vez mais grave, me assusta. Não sei o que mais me causa medo: se é sua voz ou as palavras que duras que a acompanham.

Por falar em medo, faz tanto tempo que sinto, até parece que este é o único sentimento que conheço. É um companheiro cruel que me tira o sossego e cria monstros que não consigo derrotar.

Também penso se tenho o direito de fazê-lo sofrer, tolerando minha presença, porque te amo. Talvez eu devesse deixá-lo ir, para que encontre alguém que seja mais do que eu sou, afinal é o que você merece.

Mas o que eu faço com tudo isso que eu sinto? Espero a morte chegar, rezando para que o beijo dela seja tão doce quanto o seu?


É tudo confuso demais. Então eu só me sento e espero você chegar. Até o dia que você não vai voltar.

28 de Febrero de 2018 a las 15:48 0 Reporte Insertar 4
Fin

Conoce al autor

Comenta algo

Publica!
No hay comentarios aún. ¡Conviértete en el primero en decir algo!
~